Céu astrológico para Quinta-feira 25 de Agosto

QuintaA Lua em Gémeos atingiu de madrugada o ponto exacto da quadratura que se iniciou ontem, marcando a entrada em quarto minguante. A lunação de Leão vai-se aproximando do fim, e nesta fase final, tal como a Lua parece minguar, que o mesmo aconteça àquilo que nos tira a alegria, a confiança em nós próprios e a vontade de nos abrirmos à vida só porque sim, porque estamos aqui para isso! Podemos usar o livre arbítrio para escolher o que queremos ver pelas costas e o quarto minguante é a altura perfeita.

Há uma maior facilidade em comunicarmos, e o estado de espírito habitual associado a Gémeos relaciona-se com ligeireza, curiosidade que impele para a procura de informação, alguma dispersão pelo universo de tudo o que há para saber. Uma quadratura a Neptuno pode acentuar esta tendência à dispersão, pode também indicar um excesso de imaginação, fragilidade emocional, confusão de sentimentos. Só que uma oposição a Saturno e a Marte chamam à realidade, onde nos esperam trabalho e responsabilidades a cumprir, que se forem negligenciadas arranjarão forma de se imporem desagradavelmente. É caso para usar a agilidade da energia Gémeos, a adaptabilidade também e encontrarmos formas sábias de equilibrar tudo o que faz parte do nosso dia. Aliás, aproveitando o quarto minguante, tudo o que sentirmos de menos agradável pode ser encarado como uma oportunidade para identificar o que há para eliminar.

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/259871840974378208/

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 24 de Agosto

Mandala 23 de AgostoA Lua em Touro faz trígono a Vénus, a Júpiter e a Mercúrio; o estado de espírito é de perseverança, paciência e procura de bem-estar material enquanto as rotinas habituais absorvem uma boa parte da nossa atenção. A partir do início da tarde, uma quadratura ao Sol é uma fonte de desarmonia, que se por um lado pode transtornar as emoções, por outro pode ser um impulso bem vindo; o elemento terra é predominante nos mapas actuais, a Lua em Touro predispõe-nos a uma certa lentidão, a conjunção de Saturno a Marte retira-lhe “as pressas” e com tudo isto junto, é difícil sentirmo-nos leves e ágeis.

Entretanto o Sol em Virgem, faz quadratura a Marte e a Saturno e oposição a Neptuno. Os propósitos concentram-se no que há para fazer, nas melhorias que a vida nos pede, mas seguir em frente com a vontade faz-se sob tensão, temos desafios a superar nos próximos dias. Os objectivos relacionam-se com estabilidade e segurança, mas a realidade impõe a necessidade de permanentemente encontrarmos formas consistentes e sustentáveis de irmos estruturando o caminho até à meta final, ponderadamente, sem urgências, eliminando ou contornando barreiras que surgem aqui e ali; a oposição dá-nos a certeza que passos em falso não são permitidos, a concretização dos planos passa por uma clara definição do que queremos, com a necessidade também de considerarmos o bem comum universal e com a capacidade de vermos para além das aparências.

Vão ser dias exigentes, em que só a competência pode sair premiada. Júpiter entrou em Virgem há pouco mais de um ano e desde então o nosso crescimento tem sido feito à custa da implementação de rotinas eficazes de trabalho, organização, hábitos saudáveis. O nodo norte em Virgem desde final de 2015 tem apontado como o futuro se constrói desta mesma maneira. Agora chegou um período em que estas aprendizagens vão ser testadas; percebe-se que Vénus só podia estar em Virgem neste momento, sublinhando a importância de tudo isto, e Mercúrio também, a dotar-nos de capacidade de raciocínio discriminativo, pensamento objectivo e pragmático.

E num cenário desta natureza Marte e Saturno atingem a conjunção exacta dando início a um novo ciclo de estruturação na forma como agimos em prol da nossa própria afirmação pessoal, da nossa independência. À semelhança do que acontece numa Lua nova, abrem-se de novo oportunidades para quem escolher agir com maturidade, sentido de responsabilidade e ambição.

Boa Quarta-feira

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 23 de Agosto

Terça3A Lua entrou em Touro e importa agora cuidar dos nossos bens, aproveitar ao máximo os nossos recursos, externos e internos, procurar conforto e prazer, dar consistência a objectivos que podem ter surgido. Faz sextil a Neptuno, trígono a Plutão e ao nodo norte; imaginação e inspiração vai chegando enquanto atendemos aos afazeres próprios do lado material da vida, alguns dos quais visam estabelecer transformações estruturais em alguma área mais carente de regeneração. De uma forma ou de outra, teremos que estudar e optar por formas de fazer determinadas tarefas, e naturalmente procurar encontrar aquela que melhor garanta os resultados; isto mais não é que alinhar com as propostas do nodo norte em Virgem, e o trígono mostra como não há resistências.

O Sol recém chegado a Virgem, dirige a vontade para o aperfeiçoamento pessoal e da realidade que nos cerca. Junta-se a Vénus que valoriza este sector, a Mercúrio que concentra aqui a mente e a Júpiter que nos tem feito crescer pelas experiências de trabalho, organização e atenção ao que é saudável. O sentido crítico e a atenção a detalhes intensificam-se marcadamente, porque de facto é necessário encontrar o que está errado, o que é incorrecto, o que é doentio, para de seguida corrigir. A racionalidade impera, já que estamos nos domínios da tridimensionalidade, mas precisamos não exagerar; com um predomínio do elemento terra nos mapas actuais podemos-nos focar exageradamente na realidade física, esquecer que há muito mais para além do que os cinco sentidos estão preparados para captar. Temos no entanto uma quadratura entre Saturno e Neptuno; Saturno representante da realidade material, Neptuno representante do Todo, material e imaterial. Com mais ou menos dificuldades, a verdade é que as duas energias precisam ser expressas, e quanto mais tivermos consciência do que é a Vida e das dimensões que suporta mais facilmente conseguimos lidar com a nossa própria realidade e com os objectivos que nela queremos materializar.

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/440438038541189605/

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 22 de Agosto

SegundaA Lua em Carneiro faz conjunção a Urano de manhã e mantém um trígono ao Sol durante todo o dia; há uma sensação de bem-estar e a oportunidade de renovarmos a imagem que fazemos de nós próprios no sentido de nos libertarmos de apegos desnecessários. Energia, entusiasmo, confiança, foco nos objectivos fazem-nos avançar, dar passos em frente. Marte continua em conjunção a Saturno garantindo que não corremos precipitadamente, não damos passos maiores do que as pernas; pelo contrário, a quadratura a Neptuno, mostra como agimos para concretizar sonhos e ideais, mas constantemente são precisos ajustes aqui, acertos acolá, e naturalmente esta circunstância não permite pressas e urgências.

Em Virgem está Vénus que faz conjunção a Júpiter e Mercúrio; o crescimento pessoal acontece com a valorização da objectividade, da capacidade discriminativa que deve prevalecer na forma como nos relacionamos e como nos organizamos. Virgem relaciona-se com a procura de aperfeiçoamento; regida por Mercúrio, a capacidade da mente concreta é usada para encontrar processos e técnicas que nos ajudem a efectivar o necessário e mencionado aperfeiçoamento. Com Vénus, Mercúrio e Júpiter neste signo, necessariamente estamos num período onde se pede atenção a este tema. Acresce que o Sol vai entrar hoje também em Virgem pelo que a ênfase em tudo o que foi dito vai aumentar consideravelmente. Vale a pena também referir que no final do mês Mercúrio vai chegar ao final de Virgem e vai ficar retrógrado, pelo que todas as técnicas e processos passiveis de serem vias de aperfeiçoamento vão estar sob revisões. Como se todos estes posicionamentos fossem pouco, o nodo norte em Virgem é a cereja no topo do bolo, é o dedo apontado ao futuro, que de facto diz, melhorar, aperfeiçoar é mesmo o que está a dar!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/244742560975591584/

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim-de-semana de 20 e 21 de Agosto

FDSSábado começa com a Lua em Peixes fazendo oposição a Mercúrio e a Júpiter, estes em conjunção; pensamentos e estratégias olham o que há a fazer, para que possamos crescer enquanto estabelecemos melhorias no dia-a-dia, quer em termos de trabalho e organização, quer dando atenção à nossa saúde. Mas a passividade tomou conta de nós e a sensação de que necessitamos de parar, descansar só vai desaparecer logo mais ao início da noite. A Lua vai entrar em Carneiro enquanto se liga a Marte e a Saturno por dois trígonos; com mais energia e necessidade de acção, de assumir atitudes de responsabilidade, vamos agir de acordo com aquilo que acreditamos ser o correcto. No Domingo de manhã estes dois trígonos atingem o aspecto exacto ainda durante a manhã, enquanto uma quadratura a Plutão nos vai acompanhar também durante todo o dia. Uma área específica da nossa realidade pede transformações radicais, e a tensão da quadratura pode perturbar ou servir de impulso para fazer o que é necessário. Marte e Saturno em conjunção indicam como tendemos a agir sem impulsos insustentáveis, pelo contrário com sentido de maturidade; a conjunção de Mercúrio a Júpiter que atinge o aspecto exacto no Domingo é mais uma indicação de que o trabalho e/ou as responsabilidades saem a ganhar. Por tudo isto, seguramente mais facilmente vamos aproveitar a quadratura de maneira a retirarmos daí benefícios; ainda bem porque o nodo norte em Virgem diz precisamente, que de momento, um futuro mais risonho e promissor se constrói com ordem, trabalho e atitudes saudáveis.

A imagem, que transpira saúde, veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/382102349615333698/

Bom fim-de-semana!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 19 de Agosto

HojeCom a Lua em Peixes, símbolo do Todo a que pertencemos, estamos mais do que nunca, emocionalmente envolvidos e ligados a tudo e a todos; até perto da hora do almoço uma conjunção a Neptuno vinca a sensibilidade e a capacidade intuitiva. Este contacto íntimo com o inconsciente colectivo pode activar sentimentos de melancolia, tristeza, preocupação, tanto mais que a intensidade emocional da Lua cheia ainda se faz sentir; basta observarmos a realidade humana para percebermos que tipo de emoções estão generalizadas. A oposição a Vénus, vem reforçar uma possível tendência para sentimentos de carência. Se isto está a parecer um céu depressivo, desenganem-se, há sempre o antídoto! De tarde um sextil a Plutão tem a capacidade de regenerar o plano emocional; por outro lado a oposição a Vénus, mostra que se equilibrarmos seja o que for que sentirmos, com qualquer actividade que traga ordem e saúde para a nossa vida, estaremos a fazer a opção correcta. E nem precisamos esperar pela hora do almoço, podemos começar já, para recebermos os benefícios mais cedo.

Mercúrio vai hoje atingir o aspecto exacto a Urano, o quincúncio presente no céu de ontem da Lua cheia. Podem surgir pensamentos, ideias súbitas, respostas a questões importantes para nós. Urano está retrógrado, e é do nosso registo pessoal, de todas as experiências que fizeram parte da nossa existência, que as respostas podem brotar. Com este aspecto de Mercúrio e com o que foi dito da Lua, este é um dia para darmos espaço ao silêncio, porque é aqui que as soluções verdadeiramente adequadas esperam que as possamos reconhecer.

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Lua cheia em Aquário, Agosto de 2016

Lua cheia de aquarioLua cheia em Aquário, 18 de Agosto, 10.26 h

Estamos a meio caminho do ciclo lunar que começou na Lua nova de Leão, a 2 de Agosto, onde a oportunidade de recriação do Eu, da identidade que nos define, foi aberta. Viver com amor próprio, com mais alegria, mais auto confiança é a fórmula para atingirmos o propósito da nossa vida; esta Lua cheia, com o Sol em Leão e a Lua em Aquário, permite identificar e eliminar o que impede, ou o que dificulta atingir este objectivo.

A Lua em Aquário, marca a necessidade de, acima de tudo nos libertarmos de condicionamentos, de limites e definições que aceitámos um dia, que incorporámos no nosso Eu, fizeram parte da nossa identidade, mas que entretanto podemos perceber que não nos servem. O Sol que continua em Leão, mantém-se firme, sorridente, caloroso e brilhante, ilumina o que sentimos numa tentativa de descortinarmos o que há para desapegar, libertar, que nuvens nos envolvem que escondem o que cá dentro quer irromper, se quer doar. Sol e Lua não fazem aspectos a mais nenhum planeta, como se tivessem combinado uma conversa exclusivamente a dois, para haver concentrações de esforços no sentido de identificar e largar o mais possível tudo o que possa atrapalhar a recriação do nosso Eu.

Para identificar o que está a mais, precisamos estar atentos a situações e emoções, aceitá-las mas procurar também compreendê-las; tudo o que vivemos e tudo o que sentimos tem raízes no inconsciente, que pela sua própria natureza é desconhecido mas que permanentemente manifesta como lhe é possível, as circunstâncias certas que podem ajudar-nos a chegar à origem, à causa dos obstáculos. Se uma parte deste processo fica fora do nosso controlo, a tentativa de análise e compreensão intelectual pode acontecer, usando o potencial da mente concreta, simbolizada por Mercúrio. Está em Virgem, um dos signos que rege, e por isso está forte, dotando-nos que uma capacidade mental que podemos e devemos usar, para melhor compreendermos o que é que o “Sol está a apontar na Lua”, o que é que o consciente diz ao inconsciente para erradicar. Como já foi mencionado, e como em qualquer  Lua cheia, identificar o que temos para libertar é importante. Libertar é a tarefa de Urano que está ligado a Mercúrio por um quincúncio, aspecto com algum atrito, tensão. Urano está retrógrado, actua internamente, e a conexão a Mercúrio sugere que podemos ter tido, ou ainda vir a ter ideias súbitas, insights inesperados com pistas em relação ao que há para desapegar.

É na nossa estrutura interna de realidade que temos que identificar os tais elementos, que limitam, que impedem a nossa livre expressão criativa. A realidade externa que criamos a cada momento, é o reflexo da realidade interna. Saturno, como símbolo desta realidade esteve cerca de quatro meses e meio retrógrado, reestruturando-nos portanto internamente. E é sob os pilares desta nova estrutura que agora temos a oportunidade de nos recriarmos; com Saturno regressado ao movimento directo, e no final deste ciclo lunar com a identidade recriada, a realidade concretizada em cada momento pode estar bem mais próxima do propósito desta nossa vida actual.

Olhando agora o ciclo através dos símbolos sabianos, temos que tudo começou com Crianças brincam de baloiço, pendurado num enorme carvalho. Os símbolos actuais são:

Lua : Um hidrómetro   

Sol: Um arco-íris

Um hidrómetro é um instrumento que mede a densidade dos líquidos. Faz-se uma leitura, uma medição e chegamos a um resultado determinado, concreto. De acordo com o resultado tomam-se decisões onde não há lugar a emotividade. Esta mesma atitude encaixa perfeitamente numa Lua em Aquário, onde a necessidade de distância entre as emoções e as circunstâncias permite mais facilmente a tomada de decisões. A maior facilidade com que acedemos ao inconsciente num período de Lua cheia, permite-nos então perceber que condicionalismos, que rótulos, que limites existem e devem ser descartados sem interferências emocionais, com racionalidade e objectividade. Se o símbolo sugere isto, vimos também que Mercúrio apoia.

O Sol por seu lado parece dizer, que vale a pena este exercício de descartar sem dó nem piedade o que nos impede de viver, sentir, pintar, exteriorizar o nosso próprio arco-íris.

E no final do ciclo, no final da presente recriação do Eu, é possível sentirmos uma alegria semelhante à das crianças que brincam num baloiço pendurado na sombra dum grande carvalho.

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 16 de Agosto

TerçaAo fim da manhã a Lua despede-se de Capricórnio e entra em Aquário; de um estado de espírito mais conservador, que aceita regras e costumes instituídos, passamos para uma maior necessidade de liberdade, uma maior tendência a não aceitar regras e costumes que a nós não dizem nada. Aplica-se um sextil a Marte em Sagitário, mostrando como aplicamos a nossa energia para agirmos de acordo com a nossa estrutura actual de crenças, com a nossa verdade; é pelo crivo desta verdade individual que as tais regras e costumes têm que passar, e, ou ficam ou são descartadas se não houverem pontos de contacto. O trígono do Sol a Urano, regente de Aquário, chega ao culminar e há vontades estabelecidas que vamos conseguir alcançar; trazem inovação, um cheiro a futuro, um sabor a liberdade, um desapegar de rótulos e barreiras.

Estas dinâmicas acabam por influenciar aquilo a que damos importância, o que para nós é valorizável; o trígono de Vénus a Plutão mostra como há transformações de valores a acontecer, o que por sua vez influencia a forma como vivemos e como nos relacionamos com a vida do dia-a-dia, e em última análise como transformamos toda a nossa realidade.

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira dia 15 de Agosto

SegundaA Lua em Capricórnio faz trígono a Mercúrio e a Júpiter, ambos em Virgem. Sentimos o apelo do universo das responsabilidades, do estudo, do trabalho, das minuciosas tarefas diárias; arregaçamos as mangas e fazemos tudo como sempre fizemos, como manda a “tradição”! Mas há uma força que nos dá a sensação que é tempo de qualquer coisa de novo, talvez uma impaciência ou irritação ou até a necessidade de fazer uma revolução; é uma quadratura a Urano que se vai aplicando e fazendo o seu efeito. A Lua faz quadratura a Urano duas vezes em cada ciclo lunar, e nem sempre sabemos bem o que está em causa. Mas desta vez o Sol em trígono a Urano, muito próximo já do aspecto exacto, clarifica as intenções; sabemos o que queremos, e o que sentimos dá-nos o impulso e a audácia para que a vontade se manifeste.

O perigo de agirmos impulsivamente, sem pensar nas consequências dos nossos actos, está minimizado. A conjunção de Marte a Saturno, indica como vamos atrás dos nossos objectivos, mais imediatos ou mais a longo prazo, com sentido de maturidade e responsabilidade (a Lua em Capricórnio a ajudar também esta atitude), dando passos seguros. Por outro lado a quadratura a Neptuno trava acções demasiadamente centradas apenas no “eu”, o que até poderia acontecer com o Sol em Leão. Neptuno em Peixes certifica-se que o bem comum esteja presente, e assim, tudo está bem!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/554576141591201199/

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim-de-semana de 13 e 14 de Agosto

FDSSábado a Lua em Sagitário faz quadratura a Júpiter e trígono a Urano; actividades banais e rotineiras não nos motivam, sentimos necessidade de espaço amplo e liberdade. Com o Sol também em trígono a Urano vontades que surgem do nosso Eu mais interno são as que têm tendência a prevalecer. Para quem tiver necessidade de conciliar as vontades individuais com as dos outros pode ser um dia mais desafiador; para os outros, pode ser um dia com um sabor a liberdade fantástico, apesar de alguns grãos de areia na engrenagem emocional!

No final da madrugada de Domingo entra em Capricórnio e um estado de espírito bastante mais comprometido com as responsabilidades, toma conta de nós; um trígono a Vénus em Virgem mostra como as emoções são agradáveis e harmoniosas enquanto de alguma forma nos sintonizamos com um estilo de vida saudável, prestável e ordenado. No início da tarde um sextil a Neptuno é uma via de imaginação e sensibilidade, que sublinha a disponibilidade para os outros. Mais tarde uma conjunção a Plutão aprofunda o que sentimos, reforça a intuição e a capacidade de regeneração da imagem que fazemos de nós próprios.

Durante todo o fim-de-semana Mercúrio faz conjunção a Vénus e a Júpiter, todos em Virgem, todos alinhados com rotinas eficazes, procura de hábitos saudáveis; no Sábado portanto, há uma incompatibilidade entre o que sabemos que precisa ser feito e o que nos apetece fazer. No Domingo, mente e emoções estão sintonizadas e será mais fácil alcançar a sensação de bem-estar pleno. Seja como for, todas as experiências serão úteis, na reformulação dos nossos valores, que em última análise influenciam até a forma como nos relacionamos; quem indica isto é o trígono de Vénus a Plutão.

Finalmente Saturno está directo em Sagitário. Todas as reestruturações feitas internamente nos últimos quatro meses e meio aproximadamente, e que sentimos através das emoções (Lua), irão passo a passo sendo manifestadas exteriormente. Através das vivências e dos que elas nos mostram acerca de nós mesmos, da nossa verdade interna, das nossas crenças e padrões de pensamento, emocionais, comportamentais, podemos fazer ajustes, escolher o que está em sintonia com a nossa actual visão do que deve ser a nossa vida, reforçar essas estruturas e destruir as que perderam validade. Agora chegou o tempo de ver a manifestação concreta dos esforços anteriores… até à próxima retrogradação onde outros trabalhos nos aguardam!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/550705860662302573/

Bom fim-de-semana!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button