Céu astrológico para Quinta-feira 22 de dezembro

ceuA Lua em Balança alcança o final da quadratura a Plutão e do trígono a Vénus. Os outros são possíveis focos de restabelecimento de harmonia, mas instintos e motivações chegam-se à frente e revelam-se pelas emoções; há tensão que se pode manifestar negativamente, ou que pode ser usada para definitivamente transformarmos o que não se mostra viável. A ligação a Vénus facilita opções que visam de facto relacionamentos mais iguais, talvez possíveis pelas mudanças que cada um tem que efectuar internamente. Mais elementos a que devemos prestar atenção chegam através da conjunção a Júpiter, sextil a Saturno e oposição a Urano. Júpiter, que implica crescimento pessoal, vai destacar o que sentimos, e assim, sem margem para dúvidas podemos fazer correcções nas nossas atitudes para de facto evoluirmos a cada momento. As emoções, como reagimos a cada acontecimento, são um autêntico GPS; sempre que surge algum tipo de mau estar, uma “má onda”, podemos ter a certeza que há algures, atributos pessoais a serem descartados. Urano, está a pedir a todos novas atitudes em relação a como mantemos (defendemos) o nosso próprio espaço, o nosso “lugar ao Sol” sem sermos dominadores nem guerreiros; a oposição indica que também não podemos virar as costas à confrontação quando é necessária, muitas vezes fruto da dificuldade em sentir e assumir que vivemos desequilíbrios, enganosamente mascarados do contrário, autênticas maças envenenadas! Gerir tudo isto é importante se queremos uma nova realidade mais ética, mais proporcionadora de felicidade e bem estar geral. O sextil a Saturno mostra que podemos estar prestes a consolidar mais um passo no sentido certo… pelo menos se sabemos bem o que andamos a fazer…. convém!

Imagem veio daqui

E mesmo que sejam visados nas partidas de Mercúrio retrógrado…boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 21 de Dezembro

ceuA Lua segue agora em Balança, e estabelece a necessidade de encontrarmos equilíbrio e harmonia; as nossas relações serão autênticos espelhos do que vamos conseguindo, e o dia promete dar trabalho. Durante a manhã é tempo para respirar, prepararmo-nos para a “corrida de obstáculos” que podemos começar a sentir a partir do início da tarde, inaugurada pela quadratura a Mercúrio retrógrado; vem o início da noite e traz outra quadratura a Plutão. O que isto quer dizer é que os nossos pensamentos se vão intrometer nas nossas relações, nas nossas tentativas de encontrar harmonia e bem-estar, talvez impondo lembranças menos agradáveis, como recordações antigas, obrigações a que estamos sujeitos, ou as compras de Natal que ainda faltam fazer…. ehehhehehehe… Se nos deixamos levar pela instabilidade, a ligação a Plutão vem dar achas à fogueira, e podemos ficar a ferver… lá se foi a harmonia! Um trígono a Vénus em Aquário pode ser tudo o que precisamos, porque mesmo subtilmente estamos a valorizar uma abordagem mais distante e impessoal, mais objectiva, nomeadamente às dificuldades que se nos apresentam; talvez a chave esteja simplesmente em reorganizarmos aquilo a que damos importância.

E de facto os aspectos de Vénus em Aquário mostram um momento interessante. Faz trígono a Júpiter, sextil a Saturno e a Urano; os valores aquarianos de igualdade entre os pares, objectividade no tratamento dos vários assuntos que surgem entre as pessoas, espaço para a aceitação da individualidade própria e liberdade para a expressar, são o “ambiente” perfeito para nos relacionarmos equilibradamente, tem vindo a ter oportunidades de naturalmente se expandir, e vai entrar numa fase ainda mais marcante. Depois, a ligação a Saturno fala da “solidificação” destes valores, de como estão também a entrar numa fase de maior estruturação enquanto simultaneamente a valorização do que é inovador vai chegando pela via da ligação a Urano que está em Carneiro e que por isso se refere a como nos afirmamos, como agimos para atingir aquilo que desejamos. Resistir a estes novos valores é abrimos caminho a aborrecimentos, mais vale alinharmos.

O Sol entrou há pouco em Capricórnio, e entramos num período em que os propósitos se devem dirigir para o assumir pleno das nossas responsabilidades, quer seja perante a sociedade, a família ou qualquer outro sector, também para os esforços em concretizarmos o que tem a capacidade de nos devolver um senso de segurança material, estabelecermos as condições para sermos a autoridade máxima da nossa própria vida. Esta transição do posicionamento do Sol no Zodíaco marca também a chegada do Inverno, que traz a estação mais fria do ano, mas curiosamente aquela em que os dias começam a crescer gradualmente, é simbolicamente a Luz que vence a escuridão, mais uma vez. A mim apetece-me dizer viva o Inverno! Viva o regresso do Sol! Como sou muito moderna….. Feliz Solstício 🙂

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Vénus trígono a Júpiter até 25 de Dezembro – Vénus sextil a Saturno até 25 de Dezembro – Vénus sextil a Urano até 25 de Dezembro

Imagem veio daqui

Boa Quarta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 20 de Dezembro

ceuA Lua vai continuar durante todo o dia por Virgem e faz quadratura ao Sol; a vontade vira-se para onde há espaço, luz natural, liberdade, para o horizonte longínquo, mas simultaneamente é necessário ordenar a vida comum do dia-a-dia! Que dilema! A questão é simples, temos que compreender que esse horizonte só é alcançável com disciplina e organização. O ciclo lunar vai entrar na fase minguante, isto é, vai chegando ao fim. A proposta da Lua nova era de facto colocar-nos mais próximo dos horizontes de vida que correspondem às nossas escolhas e um dos desafios a vencer era a quadratura ao nodo norte em Virgem. Hoje é a última oportunidade, ou damos um passo em frente, ou não. Falhar um passo ou outro não faz mal, mas é preciso não falharmos demasiado senão nunca saímos do mesmo lugar… isso sim, é uma grande chatice!

Havia um outro desafio importante na Lua nova, que estava simbolizada pela quadratura…. outra!… do Sol a Neptuno. Como vamos concretizar o que idealizamos? É importante perceber o que pode ter potencial para nos fazer tropeçar. Retomando as palavras de ontem a propósito da entrada de Marte em Peixes, acrescenta-se agora que ele está a fazer quintil a Saturno e conjunção a Neptuno. A conclusão é elementar “meu caro Watson” … moi fã de Sherlock Holmes 🙂 … há pelo ar condições especialmente favoráveis a que possamos agir no sentido da criação da tal realidade que desejamos, e que ainda parece ser uma miragem. Mas há sempre também os tais elementos que nos levam de nariz ao chão, e para nos ajudar a ultrapassar isto, a conjunção a Neptuno está aí, qual borracha pronta a apagar as armadilhas dissimuladas.

Quem se ofereceu para procurar estas armadilhas foi Mercúrio, o mensageiro dos Deuses, ele que gosta de meter o nariz em todo o lado tal é a curiosidade de o move. A retrogradação em Capricórnio vai facilitar revermos todos os detalhes, planos e esquemas que servem para concretizarmos os objectivos, os sonhos, os ideais. Uma observação atenta, uma reflexão responsável das nossas atitudes habituais, pode mostrar então onde há armadilhas; e porque faz sextil a Neptuno, por aqui também temos a oportunidade de apagá-las da nossa realidade!

“Deus não joga aos dados” disse Einstein! Não é a primeira vez que esta frase me ocorre, e agora foi uma dessas vezes. Ver como tudo se encaixa, é mágico! A magia está ao nosso alcance, mas temos que usar a varinha, ok?

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Marte quintil a Saturno até 22 de Dezembro -Marte conjunção a Neptuno até 1 de Janeiro 2017 – Mercúrio sextil a Neptuno até 27 de Dezembro

Imagem: Lua minguante. Veio daqui

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 19 de Dezembro

ceuA Lua segue em Virgem, pede-nos que sejamos organizados, atentos a atitudes saudáveis, disponíveis para ajudar os outros no que pudermos! Faz oposição a Neptuno, trígono a Mercúrio e a Plutão, quadratura a Saturno; sendo Virgem um signo de terra, a atenção aos aspectos físicos, lógicos, pragmáticos, materiais pode afastar-nos da realidade de que somos muito mais do que matéria, e na oposição está implícita a necessidade de não haver esquecimentos desta natureza. Trabalho, organização, disciplina, sim, mas também sonho, pausas, sensibilidade, consciência do Todo. Há uma grande reserva de força emocional, e os nossos pensamentos facilmente nos indicam que opções são as mais prementes. Pelo meio da tarde no entanto, podemos eventualmente sentir alguma dificuldade em lidar com as responsabilidades, com a realidade que temos; alguma sensação de carência ou instabilidade pode instalar-se, mas o importante é procurar compreender porquê, qual a raiz, actuar e não lamentar.

Marte entretanto entrou em Peixes e é natural começarmos a sentir uma certa desaceleração, uma maior “lentidão” na nossa forma de agir, menos impulsividade. Este período convoca-nos a agir em prol de causas humanitárias que visem aproximarmo-nos uns dos outros, quer a um nível global quer a um nível mais pessoal. Os ideais que nos movem, os sonhos atrás dos quais corremos, devem ser trazidos para primeiro plano, e para eles devemos dirigir as nossas acções. A disciplina, capacidade de trabalho, organização e discernimento de Virgem, servem exactamente para os concretizar. Curiosamente, às vezes até nem precisamos assim de tanto trabalho! Tudo o que precisamos, é esforço para apagar comportamentos, crenças, emoções que impedem que eles cheguem até nós!

Mercúrio hoje vai ficar retrógrado e vem precisamente dar uma ajuda nesta história toda! Porquê? Bem, porque está em Capricórnio, símbolo máximo do atingir do pico dos nossos objectivos, que podem ser metas simples no dia a dia, ou os tais sonhos que queremos alcançar faz tempo! Capricórnio, tal como Virgem, é uma energia de terra, gere os assuntos práticos e materiais. A retrogradação neste signo vai proporcionar um tempo de reavaliação portanto na área da praticalidade, da racionalidade em como planeamos as nossas estratégias, do que é necessário para tornar viável os sonhos mais mirabolantes! Sim… sonhos aparentemente improváveis podem ser viáveis mas se, e só se, estiverem alinhados com aquilo que é a nossa real verdade interna. E isto irá também ser matéria de revisões, já que Mercúrio irá reentrar em Sagitário, apesar de ser por poucos dias.

Imagem veio daqui

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim de semana de 17 e 18 de Dezembro

ceuSábado começa com a Lua transitando por Leão em trígono a Saturno e a Urano, e depois de almoço sextil a Júpiter. Tendemos a reagir no sentido de chamar a atenção, “olharem” quem somos dá-nos uma sensação de confiança e alegria. É neste estado de espírito que estamos a criar realidade. Saturno em Sagitário concretiza aquilo que se relaciona com a nossa verdade, isto é, com a forma como respondemos às várias circunstâncias que permanentemente se vão desenrolando; se olharmos para a nossa vida detectamos aspectos indesejáveis, que só podemos banir reagindo de forma radicalmente diferente do que tem sido a norma (Urano em Carneiro). Se isto é posto em marcha, a ligação a Júpiter vai “canalizar” as novas atitudes directamente para a forma como nos relacionamos com outros, e eventualmente promover de facto, maior equilíbrio e harmonia.

No final de Sábado, aplicam-se um trígono ao Sol e uma oposição a Marte, que se vão prolongar até Domingo de manhã. Para aproveitarmos melhor o bem estar proporcionado pela harmonia entre a nossa vontade e o que sentimos, é necessário agirmos e reagirmos de uma maneira mais fria e objectiva, não levarmos a peito as contrariedades, aceitar que talvez não seja o momento apropriado para nos expormos como desejamos… com a Lua em Leão a querer brilhar isto às vezes é muito desafiador, e com Marte na jogada pode aflorar um certo mau feitio… no mínimo… mas não é obrigatório…  🙂

Final da tarde de Domingo a Lua entra em Virgem. Com mau ou bom feitio, o que está em causa agora é tratar de nos organizarmos, de sermos pessoas eficazes, lembrarmo-nos que temos um corpo que só se mantém saudável com hábitos sensatos; “hábitos sensatos” é um termo um pouco vago é certo, mas da energia de Virgem faz parte a capacidade de discriminação, percebermos o que serve ou não, até pela própria observação do que nos acontece quando nos cuidamos bem ou mal.

Imagem veio daqui

Bom fim de semana!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 16 de Dezembro

ceuA Lua continua em Caranguejo durante a manhã, e depois naturalmente entra em Leão. Sobretudo, mas não só,  para quem teve ontem um dia mais exigente em termos emocionais… porque “a coisa” estava mesmo para isso, mamma mia … agora é tempo de cuidarmos da nossa recuperação, também de quem está por perto e nos toca o coração, a casa, a família os animais que nos fazem companhia e nos aturam. Depois de almoço vamos ter uma maior capacidade de retomar um estado de espírito mais alegre apesar de uma oposição a Vénus em Aquário, que nos vai sugerir a valorização de nos distanciarmos das emoções; de facto com frequência nos deixamos arrastar por excessivos estados de tristeza, abatimento, irritação, frustração ou pelo contrário, excesso de confiança e optimismo. Ora o estado emocional é determinante na maneira como vamos materializando a nossa vida, sublinho a palavras materializando, fazer chegar à matéria, e por isso não nos identificarmos com o que estamos a sentir, ajuda a sermos mais objectivos e a optar mais conscientemente. Todos temos problemas na nossa própria vida e o mundo está feio como tudo, e de certa forma é mesmo por isso que precisamos ter mais cautela… pessoas a cair aos pedaços ou a sentirem-se super humanos não vão conseguir mudar nada!

Uma das fontes de possíveis dificuldades são os relacionamentos; a oposição de Júpiter em Balança a Urano em Carneiro vai estreitando e está a fazer-se sentir sem margem para dúvidas. Vénus em Aquário começa a fazer trígono a Júpiter. Queremos que os outros sejam fonte de harmonia, mas precisamos obrigatoriamente nós assumirmos atitudes radicalmente diferentes do que nos tem caracterizado; esta ligação que começa agora com Vénus, vem exactamente trazer a noção da importância de inovar, de preparar o futuro que queremos trazer para as relações. Não é um futuro qualquer! Vénus em Aquário fala de um futuro com relações que nos proporcionem liberdade suficiente para nos expressarmos exactamente como somos sem sermos ostracizados e desrespeitados, em que vamos nós ter a mesma atitude de aceitação, em que a liberdade de uns termina quando começa a liberdade dos outros, em que o objectivo final deve ser o bem estar de todos os envolvidos. Quando há mudança há resistências também, podem haver roturas, mas o que for a Verdade é o que vai prevalecer.

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Júpiter oposição a Urano até 26 de Dezembro – Vénus trígono a Júpiter até 25 de Dezembro

Imagem veio daqui

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 15 de Dezembro

ceuA Lua vai por Caranguejo e faz sucessivamente oposição a Mercúrio, a Plutão, quadratura a Júpiter e a Urano. Isto é dose!! Seria bem agradável um dia suave, aconchegante, em que as horas fluem enquanto cuidamos dos nossos afazeres calmamente. Que as horas vão fluir e que há afazeres que precisam de ser cuidados, é verdade, mas talvez não consigamos descortinar por onde anda a suavidade… fazer o quê? Alinhar no que o céu nos pede parece ser boa ideia! Vamos então ter que nos dispor a pensar em termos práticos e lógicos, frios até, como conciliar tudo o que queremos, ou precisamos cumprir; as dificuldades emocionais que possamos sentir devem ser encaradas como fonte de informação relativamente ao que temos que transformar em nós, que alterações de percepção das circunstâncias nos poderiam beneficiar? Como não permitir que o que sentimos nos bloqueie as intenções? O que sentimos é altamente pessoal, individual mas há indicações que os relacionamentos podem representar desafios a superar, que precisamos ter atitudes radicalmente diferentes na forma como nos afirmamos perante os outros, como agimos para concretizar as nossas vontades, mas que tomar estas atitudes originais é em si mesmo outro desafio! Mas os desafios existem para serem superados e ponto final! Estou a ser fria, lógica e pragmática… e faz sentido, não faz?

O sextil do Sol a Marte em Aquário ajuda como pode, porque facilmente manifestamos a  vontade de agir de forma diferente daquela que nos tem condicionado. Vale muito a pena ir observando o decorrer do dia, como vamos reagindo, como vamos ultrapassando os obstáculos; é que em quatro dias Mercúrio vai ficar retrógrado e todas as questões de como lidamos com a realidade material, de como a procuramos adaptar aos nossos desejos vão ser objecto de reavaliações. Hoje, com os aspectos astrológicos da Lua a proporcionarem tensões, é o dia perfeito para deixar a dica: as emoções jogam um papel preponderante que deve ser cada vez mais compreendido. Mercúrio em conjunção a Plutão dá-nos perspicácia suficiente; também podemos estar mais obcecados com determinadas ideias e pensamentos… haverão por aqui pistas a seguir, é segui-las.

Imagem: “Que dia este”! 🙂  🙂

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Lua Cheia em Gémeos, Dezembro 2016

ceuLua cheia, Sol em Sagitário, Lua em Gémeos, 14 de Dezembro, 00.05 h

Chegámos agora a meio do desenvolvimento da Lua nova de Sagitário cuja missão é ajudar-nos a fazer contacto com outras realidades, diferentes daquela que conhecemos para já. Podemos sempre viver mais alinhados com a nossa própria verdade, com a nossa própria versão do que consideramos correcto e apropriado, e quando assim acontece, um estado de ser mais positivo, optimista e expansivo instala-se e abre-nos o caminho a infinitas possibilidades.

Depois do encontro do Sol com a Lua, esta segue mais veloz, e para nos ajudar a chegar ao destino, vai proporcionando as condições para que possamos reagir no sentido das escolhas mais acertadas. Se o conseguimos fazer ou não, é assunto nosso, mas que “há quem conspire a nosso favor”, isso é seguro! Observando as nossas circunstâncias retiramos indicações de como se está a manifestar a nossa vida, se os esboços que fizemos começam a ganhar colorido, o que queremos realçar, o que precisamos apagar; e talvez o que há para apagar seja até o mais fundamental, porque frequentemente se dermos autorização para que se mantenha, simplesmente não nos deixa prosseguir!

Depois desta observação podemos atender às sugestões da Lua em Gémeos que passam por comunicar, talvez sorrir aos vizinhos… mesmo aos menos simpáticos… recolher a informação necessária, fazer algum tipo de aprendizagem mais básica, sermos menos rígidos, mais adaptáveis. Tudo isto tem o poder de eventualmente alterar alguns conceitos mentais que possamos manter. Sendo as nossas crenças responsáveis pelas escolhas que fazemos, elas precisam ser reajustadas sempre que queremos experimentar novas versões de realidade.

Marte é um parceiro solícito desta Lua cheia; está em Aquário e faz sextil ao Sol e trígono à Lua. Nisto de novas realidades, novos horizontes dá sempre jeito algum tipo de ligação mais directa a Aquário já que é o protótipo de “o passado já se foi, o futuro constrói-se agora mesmo”. E a verdade é que, se já andamos ocupados em querer fazer aquilo que nos traz mais felicidade, estaremos já familiarizados com o estabelecer de objectivos originais cuja concretização nos assegurará mais liberdade, mais possibilidade de nos afirmarmos perante os outros sem constrangimentos nem obediência a hierarquias ultrapassadas. É que em Aquário todos somos igualmente importantes, igualmente responsáveis pelos nossos actos, pelo bem-estar geral, a nossa força está na nossa união enquanto participantes de uma comunidade seja grande ou pequena. E mesmo que ainda não consigamos objectivamente querer viver isto… podemos andar distraídos, sabe-se lá… provavelmente sentimos o apelo, e ainda vamos a tempo de dar um passo.

A Lua nova deu-se em Sagitário, que fala de novas realidades mais sintonizadas com as Leis Universais, mais éticas e verdadeiras; no momento actual da Vida no planeta Terra, estas são simultaneamente realidades aquarianas, onde só fazem sentido relações humanas iguais, onde o progresso vise apenas o bem-estar de todos, humanos, não humanos, a Terra no seu todo. E portanto todos os aspectos ligados a Aquário e a Urano são especialmente importantes. Já se viu que a Lua cheia está conectada a Marte em Aquário; quanto a Urano, faz trígono a Saturno, oposição a Júpiter. Sem dúvida, estes aspectos falam da possibilidade de trazer à matéria, uma realidade completamente inovadora e que exige relacionamentos equilibrados. No entanto, Urano está numa condição particular, em que se prepara para passar do movimento retrógrado para o directo; e nestes períodos é particularmente urgente e fundamental largar o que nos caracterizou no passado, e adoptar novos comportamentos. A ligação a Júpiter obriga-nos a dar especial relevo à forma como nos relacionamos com os outros, e usando o truque de largar o que nos tem caracterizado, até fica simples e claro saber o que fazer!

Mas temos Mercúrio em Capricórnio, a forma de pensar, os tais conceitos intelectuais ainda relativamente conservadores, agarrados ao que sempre nos trouxe segurança e autoridade, reconhecimento. No entanto há também uma perspicácia apurada, um poder de ver mais abaixo da superfície e que pode facilitar a transformação de crenças arreigadas mas completamente obsoletas, e que no fundo acabamos por compreender que nos estão a ser prejudicais. Faz também quadratura a Urano e a Júpiter; vê-se aqui como de facto, está a ser difícil e desafiador deixarmos entrar novas formas de pensamento e de comunicação, que nos facilitem a experiência de relacionamentos equilibrados, correctos e gratificantes portanto. A questão é: mesmo que seja difícil e desafiador é também obrigatório não virar as costas e fazermos acertos e ajustes à altura. Tudo o que conseguirmos ou não, neste sector dos relacionamentos está também a construir directamente a realidade do presente e do futuro (Júpiter sextil exacto a Saturno); é uma razão mais do que válida para nos aplicarmos e fazermos mesmo o nosso melhor.

Espreitando os símbolos Sabianos envolvidos:

Lua – Três aves jovens num ninho alto, já preparadas para voar

Sol- Imigrantes a entrar

A ênfase no novo, no futuro que nos aguarda continua. Os imigrantes que entram num novo país, num novo mundo, fazem-nos com o propósito de deixar o passado lá longe, no lugar dele, e começar de novo; olham sempre as novas possibilidades com olhos de quem quer viver mais plenamente. Sentem-se talvez como aves que mesmo sem experiência se preparam para o seu primeiro voo. Assim chega este momento, que fala do que nos está a acontecer interiormente. Vamos aceitar a aventura, partir à descoberta e saltar para o próximo voo? Mas… e se cairmos? Ahhhhhh, mas e se voarmos?

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 12 de Dezembro

ceuA Lua vai-se despedindo de Touro e perto da hora do almoço entra em Gémeos; mais agilidade mental, o que até pode implicar mais necessidade de acção, circular pelas imediações, dar uma volta, trocar dois dedos de conversa… com Gémeos dois dedos até é pouco… muitos dedos de conversa é o ideal. Mesmo porque conversar é uma forma de informação, mais comum ou mais erudita, consoante os casos, mas sempre um impulso importante relacionado com esta energia, que também facilita sermos flexíveis e adaptáveis às várias situações pelas quais vamos passando. Faz trígono a Vénus em Aquário o que vai incrementar a necessidade e capacidade de sociabilização, sobretudo com aqueles que partilham connosco os mesmos pontos de vista, as mesmas visões. Também se aplica uma quadratura a Neptuno, e podemos contar com dificuldades de concentração, dispersão por vários assuntos, imaginação exacerbada, sobretudo a partir do meio da tarde. Por isso, se há alguma tarefa que exija especial atenção, temos que aproveitar a manhã.

Urano anda em modo “tropelias”, isto é, depois de ter entrado em movimento retrógrado em finais de Julho, prepara-se para regressar ao movimento directo a 29 de Dezembro. Traduzindo: Urano representa uma energia que nos ajuda a libertar do “que já era”, de padrões do passado que não devem ser mantidos porque ficamos com “excesso de peso”, o que é bem desagradável, e pode mesmo manter-nos presos ao passado, pior até que o excesso de peso. As tropelias são situações inesperadas, estranhas, disparatadas mesmo, que nos deixam de cabelos em pé, à beira de um ataque de nervos. São situações que se relacionam com os outros, e a oposição de Júpiter em Balança a Urano em Carneiro, que vai apertando, dá-nos mais pistas e diz-nos: precisamos de relações correctas e para isso todos necessitamos tomar novas atitudes, agir de forma diferente daquilo que nos tem definido, desistir de querer “dominar” ou desistir de querer ser “submisso”, estabelecer os próprios limites, afirmar-se como um ser independente e livre de fazer as próprias escolhas, a liberdade de uns acaba onde começa a liberdade dos outros. A Lua cheia não demora, alguns de nós estaremos a sentir mais, outros menos estas circunstâncias. A mensagem geral para todos é: virem costas ao passado, libertem-se dele, tomem atitudes ao contrário do que tem sido habitual! Marte está em Aquário e ajuda-nos exactamente a agir de formas inovadoras.

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Júpiter oposição a Urano até 26 de Dezembro

Imagem veio daqui

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para o fim de semana de 10 e 11 de Dezembro

ceuA Lua vai entrar em Touro ao final da manhã e chama-nos para os assuntos bem terrenos e materiais, de como lidar com os nossos recursos, sejam talentos e saberes, seja dinheiro e outros bens, e de como os podemos aproveitar para nos proporcionarem mais segurança, estabilidade, conforto e prazer. A quadratura a Vénus pode introduzir um elemento de insatisfação, carência, mas também pode ser a força motriz para darmos a volta ao que não permite maior satisfação. Podemos por exemplo, tirar partido do trígono a Mercúrio em Capricórnio, que dirige de forma objectiva os nossos pensamentos para questões relacionadas com a concretização dos nossos objectivos, e isso muito provavelmente requer trabalho, planificação, reflexão, maturidade. Ficarmos agarrados às insatisfações suga-nos a energia necessária, para precisamente, ultrapassar os obstáculos que temos pela frente.

No Domingo temos a Lua e Plutão ligados por um trígono até meio do dia e depois o que sobressai é uma quadratura a Marte. Aproveitar o melhor destas ligações passa por na primeira parte do dia nos recuperarmos, renascermos das possíveis dores e mazelas emocionais, e depois fazer uso construtivo da força e energia que vem da ligação a Marte. Sem a plena recuperação, podemos ficar intratáveis, agressivos, mal dispostos… uiiiii não parece nada agradável!

… não parece agradável nem está de acordo com o Sol em Sagitário que prefere optimismo e boa disposição. No Sábado atinge a conjunção a Saturno e Domingo o trígono a Urano. A ligação a Saturno fala de um optimismo e boa disposição sem exagero, o que não é mau, porque excesso destes atributos tem também a capacidade de nos tornar irrealistas. A conjunção inicia um novo ciclo de materialização dos nossos objectivos, e ser irrealista não dá em nada! Simultaneamente, o trígono a Urano, mostra-nos como deste ciclo novo fazem parte as inovações que possamos ter incluído nas nossas preferências desde o início de Abril. Desde que as escolhas tenham sido as correctas, estamos a concretizar o futuro que queremos. E basta prestar um bocadinho de atenção ao que se está a passar agora mesmo, ao que se sente, para perceber se estamos perto ou longe. Correcções estão sempre a tempo!

Outro aspecto que atinge o culminar é o sextil de Mercúrio a Neptuno; este aspecto mostra como dos nossos conceitos intelectuais, donde se geram pensamentos, ideias e crenças, estão a ser “evaporados” detalhes que não servem mais o propósito da evolução. Uma nota para Neptuno em Peixes pode ser a dissolução de tudo aquilo que nos mantenha em separação, e que por isso, não permita a sensação de que estamos de factos todos interconectados com Tudo e com Todos.

Imagem: uma coisa que deixa a Lua em Touro feliz? Comidinha! 🙂  Veio daqui

Bom fim de semana!

 

Consultas e análises aqui

Share Button