Lua cheia de Carneiro, Outubro 2016

lua-cheia-16Lua cheia em Carneiro, 16 de Outubro, 5.23 h

 

A Lua cheia em Carneiro é o meio do ciclo que começou na Lua nova anterior, neste caso Lua nova de Balança, onde havia a proposta de criação de mais harmonia e equilíbrio nos nossos relacionamentos. Relacionamentos com esta qualidade, só são possíveis se nós próprios tivermos a capacidade de ir equilibrando e harmonizando os vários sectores que constituem a nossa vida. Com o Sol em Balança e a Lua em Carneiro, é necessário não esquecer que, só alcançamos relações verdadeiramente gratificantes, quando cada um individualmente, conseguir ser um ser independente, autónomo, livre para estabelecer os seus objectivos e agir em nome próprio. Querer manter a paz sacrificando os próprios interesses não resulta, assim como não resulta querer impor os nossos interesses aos outros. É preciso desenvolver a capacidade de negociação, de compreensão do ponto de vista alheio, e coragem para percebermos quando as rupturas são o único epílogo possível.

No mapa da Lua nova havia um desafio importante a ser superado, e estava sinalizado pela quadratura a Plutão em Capricórnio. A Lua ultrapassou este aspecto em algumas horas, já o Sol, precisou esperar até dia 7. Se a Lua e o Sol em Balança sentem necessidade e querem objectivamente paz e harmonia, Plutão em Capricórnio quer transformação de estruturas importantes que fazem parte da nossa realidade concreta. Terá a Lua sentido o que precisava transformar em si? Terá o Sol tomado consciência de quais eram essas transformações? Estamos a meio do ciclo lunar e a iluminação a que simbolicamente fomos sujeitos, com o Sol oposto à Lua, dá-nos uma oportunidade para avaliações, para percebermos o que temos ainda que trabalhar em nós, de tal forma que seja possível atingirmos mais equilíbrio interno, que fatalmente então, se repercutirá nas nossas relações, e na nossa vida de uma forma geral.

Plutão continua um personagem importante, e cerca de doze horas antes da Lua cheia fez novamente quadratura à Lua, proporcionando a capacidade de sentirmos com mais ou menos tensão, o que precisamos regenerar em nós para que as transformações que Plutão quer, possam ser agilizadas. E enquanto a quadratura se aplicava, uma conjunção a Urano surgia abrindo portas à inovação, a novas formas de reagirmos, a novos elementos na imagem que fazemos de nós mesmo, que, mais uma vez, facilitem as transformações necessárias na nossa realidade.

Plutão assumiu o papel de “acumulador de tensão” por via de duas quadraturas, uma a Urano em Carneiro, outra a Júpiter em Balança. O objectivo final da lunação é um pouco mais de paz, harmonia e equilíbrio e isto mesmo vai ser o tema das aprendizagens nossas de cada dia, durante o tempo de Júpiter em Balança, cerca de mais 1 ano. Ora a quadratura de Júpiter em Balança a Plutão em Capricórnio, repete a mesma mensagem que a Lua nova transmitia: não há paz, nem harmonia, nem relações equilibradas se não se operarem as radicais transformações que Plutão sugere…. pede…. exige! Este aspecto vai prolongar-se até fins de Novembro, mas quanto mais depressa facilitarmos e conciliarmos a aprendizagem de relações mais harmoniosas com as transformações necessárias indicadas por Plutão, mais beneficiaremos. Do outro lado temos a quadratura a Urano em Carneiro, e aqui o que temos é uma outra mensagem igualmente importante: as radicais transformações que precisamos operar, em especial em algum sector da nossa vida, não se fazem sem inovar a forma como garantimos a nossa independência, a maneira como agimos para atingir os nossos objectivos, a maneira como nos afirmamos perante os outros! Marte está a fazer conjunção quase exacta a Plutão, acrescentando uma boa dose de energia a este ponto do mapa, que já de si é importante. Podemos dizer que, de uma forma ou de outra, as nossas acções estarão a impelir-nos precisamente para este sector em transformação.

Em Balança, está também Mercúrio já em conjunção ao Sol e em oposição a Urano, mostrando como vamos processando os pensamentos em torno dos objectivos lançados na Lua nova (como atingir paz, equilíbrio e harmonia), mas como também não podemos esquecer novas ideias em relação a como mantemos a nossa própria independência, quer de opinião, de acção, financeira, etc. Acaba por ser um reforço à simbologia desta Lua cheia, mas com uma particularidade extra, indicada por um biquintil exacto a Neptuno; este aspecto diz-nos que há condições energéticas únicas, facilitadoras de inspiração mental, dissolução de formas de pensamento desgastadas, talvez pequenos detalhes que têm dificultado uma vivência mais plena no nosso dia-a-dia.

E quando alguma coisa vai embora, uma crença que seja, abre espaço para novas outras coisas mais actuais. Com Vénus em Escorpião, o que valorizamos ganha destaque, não passa despercebido e ajuda-nos a optar em função do que realmente consideramos importante. Há um biquintil a Urano, que nos chama a atenção para a possibilidade de integrarmos novos valores, assim inesperadamente, ao ritmo do que vai surgindo neste período de Lua cheia, como já foi dito anteriormente, um período de iluminação simbólica do inconsciente.

Os símbolos Sabianos envolvidos são:

Lua – Uma janela aberta com as cortinas esvoaçando numa cornucópia

Sol – Uma terceira asa no lado esquerdo de uma borboleta

Os símbolos sugerem que alguma coisa do que a Lua nova quis fazer crescer, já se manifestou. A borboleta do Sol relaciona-se com leveza e elegância, originalidade também, e a verdade é que Urano não passa despercebido no mapa da Lua cheia (Sol e Urano fizeram oposição exacta na véspera da Lua cheia, no dia 15 de Outubro)! A janela aberta da Lua fala de… abertura! Abertura ao que entra de novo (Urano outra vez, até porque fez oposição à Lua menos de duas horas antes da Lua cheia…), abertura à “leveza da borboleta”. Mas vale a pena repararmos na terceira asa da borboleta, no lado esquerdo! O lado esquerdo é associado à energia Yin, ao feminino, e a borboleta parece dizer-nos que precisamos reforçar este aspecto de todos nós. Todos, homens e mulheres, precisamos abrir a janela e deixar entrar mais … borboletas de três asas! Não, não se trata de, à supremacia do Yang  interpor a do Yin. Trata-se de finalmente começarmos a atingir equilíbrio… interno em primeiro lugar! Todos somos constituídos por yin e yang, e culturalmente temos sido formatados para dar primazia ao yang, o tal que nos garante sucesso e dinheiro, equilíbrio e harmonia (que grande mentira…. )! Ohhhh mas isto dá pano para mangas, e tem que ficar para outra oportunidade!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/330381322635870654/

Feliz Domingo…. pelo menos o que resta!

 

Consultas e análises aqui

Teresa Mar, A Casa na Floresta – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Sábado 15 de Outubro

ceuA Lua cheia em Carneiro aproxima-se a passos largos, e todos os intervenientes estão a postos. A Lua sendo a mais irrequieta, faz hoje alguns aspectos antes de se preparar para o momento alto do ciclo que se iniciou na Lua nova. De manhã podemos contar com uma oposição a Mercúrio em Balança, quadratura a Marte em Capricórnio, trígono a Saturno em Sagitário e mais uma quadratura a Plutão em Capricórnio que se irá prolongar pela tarde dentro, mas terminar antes do anoitecer. A cereja no topo do bolo será uma conjunção a Urano em Carneiro.

Se com a Lua em Carneiro somos impelidos para a acção, as quadraturas ajudam a que uma grande energia/tensão seja acrescentada. Há muito de pessoal nestes dois aspectos; há o “eu” – Carneiro – e há o “topo da montanha que quero alcançar” – Capricórnio onde se encontram Marte e Plutão. O que escolhermos fazer durante a manhã está a concorrer muito directamente para a materialização dessa “montanha” através do trígono a Saturno, o regente da “montanha”. Depois há os outros, os assuntos que nos dizem respeito a todos, e os pensamentos respectivos; Mercúrio em Balança ajuda-nos a conciliar o nosso desejo de chegar ao topo da nossa montanha e a atenção que precisamos prestar aos outros, à família, aos amigos, aos conhecidos, talvez mesmo até a alguns desconhecidos!

Até meio da tarde vai manter-se a quadratura a Plutão, e o desejo de vermos as nossas metas alcançadas é intenso. Podemos sentir mais fluidez nos nossos esforços, ou mais resistências; sobretudo as dificuldades, vão dar indicação do que devemos incluir de novo em nós mesmos para deixarmos de experimentar essas mesmas dificuldades. E eis que aí aparece Urano, para o qual a Lua se aproxima de uma conjunção, a ser atingida em pleno muito pouco antes da Lua cheia. Esta conjunção, praticamente em cima da iluminação simbolizada por uma Lua cheia, é uma porta aberta a inovações importantes na forma como nos olhamos a nós mesmos. E porque esta percepção de nós mesmos é responsável pela vida que criamos, vale a pena estarmos bem conscientes da forma como o dia vai decorrer!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/548031848382010681/

Bom Sábado, véspera de Lua cheia!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 14 de Outubro

ceuA Lua segue em Peixes, sugerindo a necessidade de flexibilizarmos a nossa atitude relativamente a responsabilidade e obrigações, não por preguiça ou escapismo mas porque estamos num período de natural passividade; é neste estado de espírito que mais facilmente somos inspirados, nos deixamos guiar pela intuição. A partir da tarde no entanto, aplica-se uma oposição a Júpiter em Balança, e vai ser necessário aceitarmos mais limites, nomeadamente aqueles que se relacionam com as nossas relações. Se vamos sentir estes limites como mais ou menos difíceis, depende das condições particulares de cada um de nós; mas podemos estar certos de que daqui virão lições importantes, que uma vez compreendidas, nos poderão proporcionar condições de vida mais gratificantes, mais equilibradas.

O Sol em Balança quer de facto alcançar um estado de maior harmonia, ausência de conflitos, equilíbrio entre nós e os outros. Urano em Carneiro pede-nos autonomia, independência, tomada de atitudes e iniciativas, acção para atingirmos objectivos que só a nós dizem respeito, individualismo na dose certa. A oposição entre o Sol e Urano diz-nos que precisamos fazer isto tudo ao mesmo tempo, o que nem é parece ser fácil. Mas há que aprender como, sem medo de estragar uma harmonia ilusória, nem imposição das nossas regras a todo o custo… equilíbrio, nem oito nem oitenta, o caminho do meio.

Mercúrio também em Balança anda a pensar nestes assuntos, e as aprendizagens que tem feito, as conclusões a que tem chegado, hoje têm uma oportunidade de consolidação, através do sextil exacto a Saturno. Portanto daqui em diante, vamos continuando a materializar a nossa realidade diariamente, com mais alguns detalhes que nos irão ajudando a criar circunstâncias em maior ressonância com o que sabemos ser verdade, com as nossas próprias convicções.

A Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/442478732116216141/

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 13 de Outubro

ceuA Lua em Peixes faz quadratura a Saturno até meio da manhã, indicando alguma dificuldade em lidar com os limites que a vida nos impõe, talvez algum sentimento de carência ou melancolia; na realidade, é a nossa percepção das circunstâncias que determina o que sentimos, e não as circunstâncias em si. Um sextil a Plutão vai ajudar-nos a transformar a forma como reagimos, a forma como olhamos as dificuldades; como se prolonga para lá da separação da quadratura, é uma benéfica oportunidade de regeneração emocional. De tarde vem a “cura” pela mão de uma conjunção a Quíron e trígono a Vénus em Escorpião. O posicionamento de Vénus, realça com mais intensidade do que o habitual, aquilo a que damos importância; e francamente, às vezes damos tanto destaque a ninharias que só nos fazem mal! Pegamos nessas ninharias e entregamo-las para reciclagem. Se tivermos bem consciência do que seja, fica relativamente fácil dar início ao processo.

A oposição do Sol em Balança a Urano em Carneiro vai ficando mais apertada; se por um lado a vontade de harmonia e justiça prevalece, por outro, isto não é possível sem novas atitudes. Todos estamos a aprender, por isso a todos é pedido algo de novo; nem sempre temos coragem de ousar fazer, ou dizer ou agir de forma diferente do que esperam de nós. Podemos acreditar que para vivermos relacionamentos pacíficos precisamos de homogeneidade de opiniões e atitudes; como, se somos todos diferentes, com histórias tão distintas? O equilíbrio entre nós e os outros é criado quando há espaço para essa diferença. Urano em Carneiro, pede inovação em como nos afirmamos perante os outros, mas hoje a quadratura de Mercúrio a Marte, atinge o culminar, e temos que estar atentos sobretudo às palavras… se nos pisam os calos e nos esquecemos da paz e harmonia, pode estalar o verniz… mas só estala se estivermos distraídos.

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/30047522486477693/

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 12 de Outubro

ceuAté ao início da tarde a Lua segue ainda em Aquário; temos estas últimas horas para sentirmos um maior desapego, distanciamento em relação a circunstâncias, pessoas ou quaisquer outras realidades pessoais. Quando não estamos emocionalmente envolvidos com o que quer que seja, a objectividade é maior, e maior a capacidade de compreendermos os aspectos da nossa vida que se mostram mais difíceis e desafiadores. Podemos antecipar, percepcionar opções futuras que nos tragam mais plenitude e gratificação, e logo mais com a entrada da Lua em Peixes, mergulhar, entregar e confiar no Todo; a conjunção a Neptuno vai-se aproximando, a capacidade intuitiva aumentando e a possibilidade de transcendência também. O que temos em nós que precisamos transcender? Que medos e resistências?

Mercúrio em Balança continua a fazer quadratura a Marte, faz também sextil a Saturno e quadratura a Plutão. Estamos mentalmente muito activos, com uma grande capacidade de mergulhar bem fundo nas questões, talvez relacionadas com o passado, chegar ao âmago dos problemas, lá onde a solução existe também. Como pensamos, o que compreendemos, o que conseguimos regenerar no conceito mental que temos da vida, como comunicamos, tudo isto está a ser utilizado muito directamente na manifestação da nossa realidade física e concreta. É caso para dizer, cuidado com o que pensamos, não vá o diabo tecê-las! 🙂

Tudo o que nos passa pela cabeça, manifesta-se com facilidade nas acções, pela ligação a Marte, que por sua vez faz conjunção a Plutão; nada terá o poder de nos barrar o caminho, se o que fazemos é fruto dos nossos desejos e objectivos. Há literalmente uma força que vem das entranhas e nos dá a capacidade de contornar todos os obstáculos, sejam eles internos ou externos. Plutão está associado ao poder nuclear, não é coisa pouca, e precisamos agir com grande consciência, para não nos tornarmos destrutivos, de nós próprios e de outros. Marte está também em trígono ao nodo norte em Virgem, e a tal força poderosa ao nosso dispor, pode e deve ser dirigida para os assuntos que nos irão ajudar a atingir uma vida mais produtiva, mais organizada, mais saudável, mais disponível para ajudar quem nos rodeia, o que acaba por inevitavelmente se traduzir por uma vida mais equilibrada! E quem se lembra das propostas da Lua nova? E quem se lembra do símbolo envolvido? 🙂

A imagem veio daqui: http://www.juliedewaroquier.com/dreamalities  Sugere-me cenários de futuro e objectividade (Lua em Aquário), imaginação apurada (Lua em Peixes) e atenção a detalhes que só mesmo à lupa de conseguem ver (nodo norte em Virgem)

Boa Quarta-feira!

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 11 de Outubro

ceuA Lua continua em Aquário e faz trígono ao Sol, quadratura a Vénus e a partir da tarde sextil a Urano. Uma tendência extrovertida e social, mas também algo distante e impessoal caracteriza o nosso estado de espírito, o que é contraditório com a intensidade da valorização de tudo aquilo que é importante para nós; daqui resulta uma tensão e a necessidade de reajustar passo a passo o que vamos sentindo, dando espaço à intensidade e ao desapego simultaneamente. Pode não ser fácil! A ligação a Urano vai acentuar a necessidade de leveza e liberdade emocional, e ajudar a que encontremos formas originais de lidar com as situações com que nos vemos confrontados, tendo em consideração o bem comum, sempre!

Mercúrio em Balança vai ponderando o que podemos fazer para conseguirmos mais equilíbrio, quer no que diz respeito às nossas relações quer à nossa vida de uma forma global. Para além de ponderar, precisamos de agir no concreto, e a quadratura a Marte em Capricórnio, dá a tensão necessária para passarmos dos pensamentos e das palavras à acção; há no entanto o perigo de palavras e de acções pouco propícias à paz e harmonia! Mercúrio faz quadratura a Marte, e o discurso pode ser agressivo, Marte aproxima-se de uma conjunção a Plutão e os instintos mais básicos ficam agitados e aguerridos. A já mencionada Vénus em Escorpião, não é alheia à intensidade do momento actual, já que tudo o que para nós é considerado importante, ganha um relevo fora do habitual (veja-se o que se passa com os taxistas).

Saturno faz sextil a Júpiter, e estamos a criar realidade a partir da forma como nos relacionamos; se está tudo a correr bem nada haverá a corrigir, caso contrário temos que procurar a fonte da desarmonia. Mercúrio em Balança ajuda-nos a ponderar, pensar, colocar objectividade e lógica na procura de entendimento das dificuldades.

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/502503270907026374/

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 10 de Outubro

ceuA Lua segue agora em Aquário. É hora de inovar, de esquecer as velhas formas de sentir e reagir às situações, de nos aproximarmos de outros que partilham visões e opiniões semelhantes às nossas. Faz trígono a Mercúrio e a Júpiter, ambos em Balança, e por isso o sector social ganha pontos; com Júpiter ficamos sujeitos a lições sobre como nos relacionarmos uns com os outros, sobre como trazer harmonia, equilíbrio e abundância à nossa experiência terrena. Mercúrio vai processando ideias sobre o mesmo assunto, vai procurando comunicar na mesma linha de estilo. A ligação da Lua a estes dois planetas tem portanto o condão de nos fazer pensar e comunicar diferente, encontrar diferentes maneiras de nos ligarmos aos outros, tendo como padrão as nossas próprias crenças, a nossa própria visão. Para testar o que vamos conseguindo de original, nada como levar à prática as novas atitudes, ou pensamentos ou emoções; e ao fim do dia, um sextil a Saturno vai ajudar-nos a assumir a responsabilidade de concretizar mais um pedaço da nossa realidade, de acordo com os novos elementos que passarem a fazer parte de quem somos.

Saturno em Sagitário, tem mantido uma quadratura ao nodo norte em Virgem desde Fevereiro. Todas as aprendizagens que estiveram disponíveis pela passagem de Júpiter em Virgem até há bem pouco tempo, relacionadas com eficácia, organização, rotinas diárias, hábitos de saúde, disponibilidade para ajudar outros, tiveram obstáculos à sua implementação, sinalizados por aquela quadratura. Finalmente está em dissipação! Agora sim, tudo aquilo que foi aprendido, consciencializado, finalmente vai começar a ser trazido à realidade concreta, desde que colaboremos, claro!

Já estamos em quarto crescente, a proposta da Lua nova em pleno desenvolvimento. O símbolo Sabiano associado foi “Três obras dos velhos Mestres penduradas numa galeria de arte”. Conseguem imaginar uma galeria de arte desorganizada, com lixo no chão, os quadros pendurados às três pancadas? Penso que não resultaria! E penso também que com a quadratura de Saturno ao nodo norte em Virgem em separação vamos conseguir organizar a nossa vida de forma a parecer-se com uma galeria de arte a transpirar elegância, sofisticação, harmonia e abertura aos outros.

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/431853051750395078/

Boa Segunda-feira!

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para o fim-de-semana de 8 e 9 de Outubro

ceuA Lua está agora em Capricórnio e pede sobretudo uma imagem de maturidade e responsabilidade perante a vida de uma forma geral; faz sucessivamente conjunção a Marte, sextil a Neptuno, trígono ao nodo norte, conjunção a Plutão e quadratura ao Sol. De manhã há mais sensibilidade, mais imaginação enquanto somos simultaneamente chamados à acção; há tarefas várias, obrigações rotineiras, há também ambições que só se conseguem com um verdadeiro comprometimento e empenhamento. Pelo final da tarde é a ligação a Plutão e ao Sol que prevalecem e falam do nosso estado de espírito; há uma discrepância entre a vontade de paz e o que sentimos. Ontem, a quadratura do Sol a Plutão terá mostrado o que precisamos transformar na maneira como queremos estabelecer harmonia na nossa vida, e hoje com a conjunção da Lua a Plutão abre-se uma porta para essa transformação. As emoções e o desejo de ver mudanças são fortes, vêm do mais fundo de nós mesmos e servem de combustível para dar andamento ao que precisa ser transformado. Precisamos combater em nós mesmos, fazer morrer o que nos impede de vivermos com mais paz e equilíbrio.

A quadratura da Lua ao Sol começa a fazer-se sentir ao fim do dia, mas é durante a madrugada de amanhã, Domingo, que atinge o ponto exacto. Acordamos com outra quadratura a Urano, e no rescaldo destes dias, é preferível contarmos com mais um pouco mais de tensão/força impulsionadora, embora suavizada por um sextil a Vénus que se vai manter durante a manhã. Para integrarmos de vez as transformações necessárias, precisamos de novas atitudes, precisamos inovar a imagem que fazemos de nós mesmos, precisamos nos libertar de atributos pessoais que têm sido responsáveis por circunstâncias que em nada se mostram favoráveis, seguramente que não nos trazem a tal harmonia a que aspiramos.

O Sol em Balança quer paz, harmonia e equilíbrio nos relacionamentos. Faz oposição a Urano em Carneiro e este aspecto lembra que sem inovação no nosso conceito de harmonia, sem nos assumirmos como seres independentes e autónomos, capazes de colocar na “mesa das negociações” os nossos próprios interesses, as aspirações do Sol são inalcansáveis. Quaisquer que sejam as relações, só podem proporcionar bem-estar geral se todos os envolvidos tiverem a oportunidade de viverem à altura dos seus desejos e aspirações.

Entretanto, depois da referida quadratura ao Sol, entramos em quarto crescente; a Lua nova foi em Balança, foram lançadas sementes de paz e harmonia, e começa o período em que podem germinar mas em que podem surgir também as ervas daninhas. Algumas destas já foram identificadas, podemos começar a arrancá-las durante o fim-de-semana, mas não podemos nos distrair se queremos chegar ao fim da lunação com mais bem-estar.

Mercúrio em Balança, concentra a mente na procura de melhores relações com os outros, logo, na identificação das ervas daninhas que devemos eliminar. Só existem relacionamentos equilibrados entre pessoas equilibradas, e esse equilíbrio tem que ser alcançado primeiro internamente. É às nossas ervas daninhas que temos que declarar guerra.

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/351069733434394856/

Bom fim-de-semana!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 7 de Outubro

ceuA Lua ainda se vai manter por Sagitário durante grande parte do dia, entrando em Capricórnio perto das 22.00h. Vamos estar sob a influência duma quadratura a Mercúrio, a Júpiter também, e uma conjunção a Marte. Com a Lua em Sagitário temos todo o potencial para estarmos bem dispostos, apesar de termos que lidar com pensamentos desajustados do que sentimos. Mercúrio é um recém chegado a Balança, faz conjunção a Júpiter, e são pensamentos e ideias que envolvem outros, aqueles com capacidade de nos desviar dum estado de espírito aberto e optimista. Por outro lado, a ligação a Marte facilita reacções e atitudes de afirmação pessoal; temos necessidades, ambições e metas que queremos atingir, e de certa forma durante o dia de hoje, mais parece que há quem se intrometa entre nós e os nossos desejos. Podemos não gostar nada da situação, e reagir impulsivamente! Mas há um detalhe interessante! A entrada de Júpiter em Balança marca um período de aprendizagem através das nossas relações com os outros. Então, é preferível refrear emoções mais acaloradas, observar as circunstâncias, retirar as devidas ilações e aprendermos mais uma lição.

A quadratura do Sol a Plutão atinge hoje o culminar, as nossas vontades confrontam-se com a realidade concreta que nem sempre está de acordo com o queremos. Isto liga-se exactamente com o que acima está exposto, e estando Plutão envolvido nada é superficial, e pelo contrário, as circunstâncias podem ser encaradas como assuntos de “vida ou morte”, tanto mais que com Vénus em Escorpião, tudo aquilo que para nós é importante está profunda e intensamente realçado. Mas com o Sol, Mercúrio e Júpiter em Balança temos enorme capacidade de escolher vias diplomáticas e pacíficas para resolver os problemas.

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/405324035185244121/

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 6 de Outubro

ceuA Lua continua em Sagitário e durante a tarde faz trígono a Urano em Carneiro; uma necessidade de novos horizontes, de novas formas de vida é predominante e acentuada pela ligação a Urano. Urano segue retrógrado, indicando que para atingirmos esses novos horizontes de vida há que estar atentos ao que precisamos libertar em nós, ao que precisamos integrar de novo para ser possível concretizarmos as nossas aspirações.

O regente de Sagitário é Júpiter que está em Balança, proporcionando-nos aprendizagens dentro do contexto dos vários relacionamentos que constituem a vida de qualquer um de nós. As experiências com os outros são portanto um elemento importante no caminho até aos novos horizontes que possivelmente estaremos a construir.

O Sol em Balança pede objectivos claros de equilíbrio entre nós e os outros. Mas esta vivência tem que ser ajustada no cenário da realidade concreta, onde existem desafios a ultrapassar. Como dar atenção aos outros, se tenho assuntos prementes só meus que me pedem dedicação total? Como conciliar desejos legítimos de ambas as partes, mas contraditórios à partida? Uma quadratura a Plutão, próxima do culminar, intensifica estas e outras questões semelhantes, quase num patamar de luta pelos nossos próprios desejos e interesses. Marte em Capricórnio conjunto a Plutão vai exacerbar o desejo e a ambição de alcançarmos as metas de temos estabelecidas. O cenário tem potencial para se tornar bastante individualista e “guerreiro”, mas a força compassiva de Neptuno ajuda a deitar água na fervura. Faz sextil a Marte e refreia as atitudes “bélicas”, faz biquintil ao Sol e os dois criam condições de criatividade inspirada, capaz de fazer face aos desafios que qualquer relacionamento comporta. E a nós, cabe-nos aprender a aproveitar o melhor que nos é proporcionado!

Imagem daqui: https://pt.pinterest.com/pin/190910471683150032/

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button