Lua nova em Caranguejo, eclipse solar, Junho 2020

Lua nova no grau 0º21´ de Caranguejo, 21 de Junho às 7.41 h, eclipse solar

Atrevo-me a dizer que temos uma Lua nova que marca uma transição assinalável! Por um lado, qualquer Lua nova sendo um ciclo novo a iniciar-se, é uma passagem para o futuro a curto prazo, logo é uma transição. Entretanto acontece pouco depois do solstício de Verão que se deu na véspera às 22.44 h (a numerologia desta hora parece-me ser interessante…. tenho que desafiar as duas numerólogas que conheço!)… aproveito e dou as boas vindas ao Verão! Temos aqui outra transição. Finalmente a transição que me parece mais “bombástica” é o eclipse solar, o último do conjunto de eclipses alternados entre Capricórnio e Caranguejo. Segundo Jan Spiller e Karen McCoy, autoras do livro Spiritual Astrology, através do qual fui “iniciada” ao tema dos eclipses, um eclipse solar assinala a necessidade de toda a humanidade expressar a energia do signo onde acontece, é a energia de que a Terra precisa. Caranguejo relaciona-se com cuidar, com casa e família, com as nossas raízes familiares, com sentimentos e emoções, com o cuidar de todos estes temas. A um nível global a Terra é considerada a nossa casa e a nossa grande Mãe… precisamente temas de Caranguejo!

O primeiro eclipse solar em Caranguejo desta série foi a 18 de Julho de 2018, depois 2 de Julho de 2019 e agora, nesta Lua nova, temos o último. Durante todo este tempo aprendemos a melhorar a forma como expressamos Caranguejo? Nos próximos meses (os efeitos dos eclipses arrastam-se no tempo) vamos ter oportunidade de sobra para colhermos os frutos. Como já reparámos, estamos com um pé num futuro que se desenha de uma determinada forma, e naturalmente nos suscita uma forma de sentir particular. Há razões de sobra para convivermos com a negatividade associada às mais diversas circunstâncias. Mas a negatividade tira-nos tudo! Tira-nos o bem estar, tira-nos a saúde, tira-nos a objectividade e o sangue frio que necessitamos para resolver os problemas mais bicudos. O nodo norte da Lua está em Gémeos. Qualquer nodo norte é sempre a atmosfera que nos traz a sorte, a felicidade, a cura, a certeza de dias melhores. Gémeos relaciona-se com capacidade de pensar com inteligência. Esta capacidade é esmagada por qualquer tipo de negatividade emocional. Segundo António Damásio, no livro Ao encontro de Espinosa, “A tristeza, por exemplo, é acompanhada por uma produção reduzida de imagens mentais e por uma atenção excessiva para essas poucas imagens”. Gémeos também se relaciona com diversidade, com pensamentos e ideias apontando diversas direcções, diversas soluções se for o caso. Um atributo bloqueado se nos mantemos no ambiente mental proporcionado pela tristeza. Este é apenas um dos exemplos dos danos que se podem esperar quando não sabemos reverter estados emocionais negativos. É importante referir que sentimentos e emoções negativos cumprem uma função importante, mas essa função não tem nada que ver com alimentarmos e mantermo-nos demasiado tempo mergulhados nessa negatividade.

A Lua nova fez um quincúncio a Saturno retrógrado em Aquário (recordem a noite de Sábado, e as primeiras horas de Domingo). É um aspecto de tensão, de atrito, uma necessidade de acertarmos propósitos (Sol) e emoções (Lua) perante aquilo que perspectivamos para o futuro (global e individualmente). Ciência e tecnologia, amigos e grupos específicos com os quais partilhamos visões e opiniões podem estar em causa, também temas associados a liberdade ou à ausência de liberdade… Saturno limitou claramente as nossas liberdades e isso deixa muitos de nós irritados e frustrados. Não tarda, Saturno vai reentrar em Capricórnio e vamos entrar num processo de revisão da realidade da nossa imagem social, onde cabem as actividades profissionais; há danos neste sector. Depois da crise sanitária vamos ver a dimensão da crise social. Vamos ver a crise civilizacional. Vamos precisar bastante de saber nos manter confiantes e o mais calmos possível para que mentalmente possamos encontrar as soluções adaptadas ao nosso caso concreto.

Marte porém não vai facilitar em nada a tarefa da “calma”! Tem transitado por Peixes, andamos mais sonolentos e dorminhocos, mais passivos na acção, mais distraídos e com mais necessidade de nos matermos em off. Mas isto em breve vai mudar radicalmente! No dia 28 de Junho, dá-se o quarto crescente e Marte entra em Carneiro… que pontaria! O “guerreiro” que todos temos, vai aparecer em todo o seu esplendor. Um “guerreiro” cheio de energia e vontade de vencer os obstáculos! O lado positivo está disponível para quem tiver a assertividade necessária direccionada aos objectivos que nos motivam. Assertividade, essa capacidade mágica de não perdermos os nossos interesses de vista, mas sem atropelarmos os interesses dos outros. Saturno ainda estará em Aquário e um lema apropriado será: a minha liberdade acaba onde começa a liberdade do outro. O lado negativo porém vai estar presente também, e bastante evidente, porque não é novidade para ninguém que somos uma humanidade ainda muito pouco “crescida”! Espere-se um crescendo na agressividade e na violência, nas lutas irracionais pelo direito à minha liberdade e ao “meu quinhão”, esperem-se mais conflitos nas relações.

Se por acaso, por distracção ou porque a vida é demasiado ocupada e preenchida por coisas “muito importantes” que nos solicitam sistematicamente a atenção, ainda não percebemos a importância de sabermos cuidar do nosso plano emocional, podemos ter razões de sobra para perceber isso finalmente, nomeadamente porque bons frutos não vão simplesmente aparecer. Eventualmente teremos que acordar para a importância de valorizar acima de tudo a maneira como “casamos” a mente e o plano do sentir. Tem que ser um casamento harmonioso. Vénus retrógrada em Gémeos, revendo o valor do pensamento, Mercúrio retrógrado em Caranguejo, revendo o que pensamos da vida familiar e das emoções, podem assinalar este casamento de amor.

Se o pensamento e a emoção fizerem as pazes, eles dirão para a montanha: “Afasta-te”. E ela afasta-se.

Evangelho de Tomé (https://pt.wikipedia.org/wiki/Evangelho_de_Tom%C3%A9)

De uma maneira geral todos temos consciência da importância do pensamento positivo. Constata-se porém, que ainda não se dá igual importância aos sentimentos e emoções positivos, àquilo que eu designo como qualidade emocional. Resultado: as montanhas (os obstáculos, as dificuldades) não se afastam, e pelo contrário crescem atrevidamente diante dos nossos passos, cortam-nos o caminho. E vamos mais uma vez perceber isso, talvez com mais força do que nunca, porque é urgente mudarmos e aparentemente só nos dispomos a mudar quando as montanhas se tornam grandes demais.

Símbolo Sabiano da Lua nova (tema geral da Lua nova): Num barco uma bandeira é enrolada, outra é desfraldada (Transição, mudança)

Para consultas ou solicitar o Manual para a Qualidade Emocional, contacte por msn privada ou pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem de DarkWorkX no Pixabay

 

Share Button