Lua Nova de Touro, Maio 2019

Lua nova no grau 14º10´ de Touro, 4 de Maio, 23.45h

Símbolo Sabiano: Um homem agasalhado com um arrojado chapéu de seda

Touro está relacionado com sobrevivência mas sendo regido por Vénus, que incorpora os atributos da deusa do amor e da beleza, nunca se poderia restringir à mera sobrevivência. Amor próprio e qualidade na existência fazem parte do embrulho. O essencial à sobrevivência de cada indivíduo é o ar que respira, a água e o alimento. O ar é a única coisa pela qual não se paga, logo dinheiro é essencial para sobrevivermos e adquirimos qualidade de vida material. Na esmagadora maioria dos casos, vamos consegui-lo a partir dos nossos talentos naturais, do que sabemos e do que sabemos fazer, do que aprendemos. Gerindo tudo isto, geramos recursos. Todos temos o que é necessário para sermos auto suficientes, mas nem sempre reconhecemos o valor das nossas competências, às vezes falta-nos confiança talvez! E no entanto, são estes recursos pessoais inesgotáveis, que acarinhados, valorizados, reconhecidos, postos “a render” nos permitem gerar os recursos financeiros que necessitamos.

O símbolo espelha bem a minha visão de Touro. O homem agasalhado simboliza o necessário para sobreviver, mas o chapéu de seda já nos remete para algo mais! A seda é cara e um chapéu arrojado pode indicar alguém que se valoriza pela diferença, estima-se e não faz disso segredo, revela. Então temos que nesta Lua nova de Touro há uma sugestão de que podemos chegar ao fim do ciclo com mais capacidade de enfrentarmos o “frio”, talvez surja uma oportunidade para mais abundância financeira, ou mais consciência do nosso valor, da grandiosidade dos nossos “pequenos” feitos que se reverte em maior auto estima, um assumir claro dos nossos talentos individuais, ou finalmente descobrir que talento particular é o nosso. Isto é a promessa. Como a vamos conquistar?

A Lua nova faz trígono a Saturno e a Plutão retrógrados em Capricórnio, sextil a Neptuno. Não há aspectos tensos, o que parece simpático mas pode não ser. As tensões obrigam-nos a saltar no sofá e fazer qualquer coisa, fazer o que está na nossa mão, o que é preciso. Com aspectos suaves, é mais fácil deixarmo-nos ficar confortavelmente instalados, atacados de preguicite taurina…. sim, ela existe e pode ser perigosa… esquecidos das tarefas, ou dos comportamentos, das atitudes a adoptar para conseguirmos mais dinheiro, conforto, qualidade de vida, auto valorização. O uso consciente da energia de Touro deve ser o grande objectivo enquanto o Sol transitar neste signo. Sentido prático, gestão do que possuímos, persistência, paciência, auto suficiência (os outros não têm que fazer nada por nós) noção da importância de algumas tarefas “menores”  podem ser cruciais para conquistarmos o que nos é prometido. A ligação a Neptuno indica que podemos dar passos seguros em direcção aos nossos sonhos, mas podemos com a mesma naturalidade afastarmo-nos deles. Podemos optar por uma passividade improdutiva, podemos ter objectivos desalinhados dum Bem Maior, podemos querer o que é prometido a qualquer custo sem termos feito um trabalho prévio. Se a terra não estiver preparada, se não houverem os nutrientes necessários como vão as sementes que germinam crescer saudáveis?

Se vamos na direcção de maior amor próprio, de mais capacidade para usarmos os nossos recursos pessoais e com eles gerarmos mais dinheiro, ou mais conforto ou mais qualidade de vida vai depender de Saturno e Plutão retrógrados. Dependendo da nossa realidade interna, um misto das nossas crenças com os nossos padrões emocionais/comportamentais habituais, assim vamos ter o poder suficiente de nos sintonizarmos na direcção pretendida. A retrogradação implica estarmos em revisão das funções destes dois planetas. Pois então vamos lá rever o que já sabemos pôr em prática!

Vénus, regente de Touro, está em Carneiro, aproveitando ao milímetro tudo o que conseguirmos relacionado com Touro, para nos tornarmos mais livres, independentes, donos do nosso nariz! A importância que damos a esta postura de independência, liga-se em harmonia com as nossas acções (Vénus faz sextil a Marte em Gémeos) que devem estar abertas aos outros, à diversidade de opiniões, à procura de contactos e informações, ao uso da lógica e racionalidade. Duas quadraturas a Saturno e Plutão indicam a necessidade de ajustarmos valores, e o ajuste fundamental é apontado por outra quadratura ao nodo norte em Caranguejo. O futuro sorridente que todos procuramos, os “agasalhos e os chapéus de seda” que nos permitem viver com mais prazer em estar aqui neste belo planeta azul que está tão carente de verde… e verde é a cor do chakra do coração, significativo hein?… está na capacidade de darmos primazia à segurança e estabilidade emocional. O resto vem por acréscimo, sem esforço, desde que tenhamos a paciência associada à energia de Touro. Já é a ciência que nos vai demonstrando que assim é (ver aqui), se bem que não esperem ver estes temas nos media… não convém ao sistema… 

Desenvolver auto conhecimento, aprendizagem ou consultas ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button