Lua nova de Aquário, 8 de Fevereiro 2016

Aquário

Lua nova em Aquário, 8 de Fevereiro, 14.39 h

Mais uma vez no céu se irá iniciar um ciclo lunar, mais uma vez aqui na Terra podemo-nos alinhar e seguir a proposta. O símbolo Sabiano onde ocorre a conjunção do Sol e da Lua é:

Uma grande pomba branca é portadora de uma mensagem

Pista: Uma pomba branca sempre significa a paz

O conceito de Aquário está ligado a uma nova visão de organização social, livre do passado, livre sobretudo dos detalhes que se mostraram perversos, ultrapassados e incompatíveis com o bem geral da humanidade. Aquário é regido por Saturno, que rege também Capricórnio, símbolo da sociedade que eventualmente é necessário transformar para depois reestruturar novamente. Mas é também regido por Urano que tem como função revolucionar, desafiar o sistema vigente, ele é o libertador e pode ser duro, brusco, disruptivo, perturbador da ordem! Urano foi descoberto na época da Revolução Francesa em que o que se pretendia era exactamente derrubar a velha ordem e substitui-la por uma nova visão de sociedade, mais igualitária, mais benéfica para todos. Surgiu o lema liberdade, igualdade, fraternidade que retrata bem o que Aquário simboliza. Foi aliás por esta razão que Urano acabou por ser associado a Aquário. Guerrilhas revolucionárias, instabilidade e a decapitação de Maria Antonieta mostram a imaturidade da humanidade da época! A mesma humanidade continua muito “infantil, autoritária, caprichosa e birrenta”, mas somos cada vez mais aqueles que rejeitamos tudo o que não seja paz! Afinal a paz pode ser tão revolucionária e é tão libertadora! Penso que a conclusão é, a paz é tão aquariana! E se nesta Lua nova conseguirmos alcançar um objectivo em sintonia com um futuro pacífico, o futuro fica mais presente e o presente fica mais harmonioso!

O que podemos então fazer durante os próximos 28-29 dias para dar um passo em frente na conquista da nossa própria paz, da nossa libertação do passado? O mapa revela as pistas. Quanto aos aspectos astrológicos em aplicação à Lua nova, isto é, em aproximação ao grau exacto, há apenas um semi-sextil a Vénus em Capricórnio indicando que uma componente a ter em conta são os valores que alimentamos, a começar pelo nosso valor próprio. Este último é se calhar o primeiro a que devemos dar atenção, porque sem que nos valorizemos como é possível alimentar um sentimento de paz interior? E sem paz interior como é possível manter relações saudáveis, emoções equilibradas, ausência de carências, projectos de vida, alegria, vitalidade? E sem tudo isto como é possível criar paz à nossa volta? Depois é necessário entender que Vénus em Capricórnio sugere valores de maturidade, seriedade, responsabilidade. Por isso a primeira indicação, é que para a “semente” se poder desenvolver saudavelmente, necessita do atributo responsabilidade. Escolho, implemento e assumo os resultados; se é positivo recolho os benefícios, se é negativo faço novas escolhas! Assumir sucessos e insucessos só a nós diz respeito.

Ligado por uma conjunção a Vénus, está Mercúrio em Capricórnio também, e isto indica como tudo o que processamos mentalmente passa pelo crivo dos valores, e, inversamente, tudo o que valorizamos é analisado detalhadamente pela mente; e porque tudo se passa debaixo da energia de Capricórnio, mais genuinamente aderimos a posturas responsáveis, as que poderão vir a ter sucesso ao longo desta presente lunação.

Quando se fala em Capricórnio fala-se de responsabilidade, mas também de trabalho, de organização, de estruturação. E não é de facto um tema menor este do trabalho, nomeadamente porque Vénus faz trígono a Júpiter em Virgem, que para não destoar, reforça tudo o que Capricórnio simboliza, talvez apenas com um pouco mais de discrição, de humildade, lembrando que algumas rotinas diárias são tão humildes mas tão necessárias se queremos ver a vida melhorada! Muito mais até que isto, Júpiter em Virgem diz que estas rotinas do dia-a-dia, são aquelas que nos estão a permitir expandir a experiência que temos da vida, são aquelas que por ora nos permitem crescer mais um pouco interiormente, já que Júpiter está retrógrado. Crescer às vezes cansa; estamos a abraçar tarefas de forma mais madura, mais exigente e podemos sentir de tempos a tempos que faltam forças. Mas Júpiter faz sextil a Marte. E o que é que Marte nos dá? Muita energia, porque em Escorpião, signo de que é regente, força e energia não faltam!

Há um outro aspecto que já está em separação, mas é tão recente que me parece importante referir; trata-se da quadratura do Sol a Marte que nos tem acompanhado desde há três semanas. Pode ter sido necessário agir, ou dar atenção com especial empenho a alguma área da nossa vida, as circunstâncias a isso nos obrigaram. Há agora que consolidar ou resolver definitivamente, dar por concluído o que se mostrou ser necessário.

Uma quadratura de Saturno a Júpiter, sinaliza um desafio a ir ultrapassando. Como foi referido Júpiter diz que precisamos atender às rotinas; elas podem ser banais mas são muito importantes, não podem ser descuradas! Saturno está em Sagitário e tem como proposta estruturar o que está para lá do nosso “aqui e agora”, para lá das nossas rotinas. Faz trígono a Urano em Carneiro que, mais uma vez não se relaciona com o rotineiro, pelo contrário, é inovação, novas atitudes, novas abordagens, novos projectos. Como iremos conciliar a atenção às rotinas com o que não é rotineiro? Criatividade e dons únicos  todos temos, usemo-los!

Vamos lá então ser bem revolucionários, libertarmo-nos de padrões do passado, olhar o futuro de forma inovadora, trabalhar duro se for preciso, para criar um futuro de paz, liberdade, igualdade e fraternidade nem que seja só na nossa própria realidade, na nossa própria casa ou família ou amigos. Aos poucos iremos dando corpo à famosa Era de Aquário!

Imagem é daqui: http://nahimaart.deviantart.com/art/Zodiac-Aquarius-406113652

Lua Nova 8 de Fevereiro

Para consultas ver aqui

Share Button