Lua Nova de 18 de Fevereiro de 2015

Lua Nova de Aquário

A nossa realidade é feita de ciclos, dentro de ciclos, dentro de ciclos, tal como as matrioskas, bonequinhas russas de vários tamanhos que se encaixam umas nas outras. A Lua Nova é o início de um desses ciclos, e como qualquer início é tempo de “semear” ideias, projectos, intenções. Amanhã às 23.47 h teremos a segunda Lua Nova em Aquário, no último grau, no último minuto do signo…. 29°59’! Em tempos de destruturação, em que é necessário libertarmo-nos do que impede o nosso desenvolvimento a todos os níveis, e criar novos paradigmas de sociedade, e de vida pessoal, é valioso uma segunda Lua Nova com os olhos postos no futuro! São as visões de futuro que permitem criá-lo, sendo que em Aquário é um futuro que visa o bem geral, a sociedade, a humanidade como um todo que é!

Mas esta conjunção do Sol e da Lua tem mais particularidades dignas de nota. Ela dá-se num ponto médio entre a posição de Plutão em Capricónio e Urano em Carneiro (ambos relacionados com o tempo de destruturação e a necessidade de nos libertarmos, referido acima). Desde Junho de 2012 que Plutão tem estado em quadratura (aspecto de tensão) a Urano, o que significa que se ligam por um ângulo de aproximadamente 90°, sendo este valor o equivalente ao aspecto exacto da quadratura. Durante todo este tempo estiveram ligados por ângulos mais ou menos aproximados e por seis vezes deu-se a quadratura exacta; a próxima vez que tal vai suceder será a 15 de Março e finalmente a quadratura irá entrar em separação definitiva. Irei abordar novamente esta quadratura daqui por pouco tempo, mas para já e resumidamente, digamos que Plutão em Capricónio é o Status Quo decadente, em tensão com a vontade de libertação e impulso para inovar de Urano em Carneiro. Ora a Lua Nova cai exactamente no meio desta circunstância!

Plutão e Urano estão em quadratura aproximada, e a conjunção do Sol/Lua ficando no ponto médio, está então em semi-quadratura simultânea aos dois planetas. É uma ligação que implica acção frustrada, isto é, agir para resolver o que quer que seja resulta em resultados nulos. A atitude mais ajustada é fazer uso da paciência e esperar mais algum tempo. 3 minutos depois da Lua Nova já os dois luminares estão em Peixes e vamos ter uma grande receptividade aos patamares inconscientes da existência, à intuição, à sensibilidade psíquica. A Lua ficará pouco tempo, mas o Sol vai permanecer por cerca de 30 dias, durante os quais os limites do consciente e inconsciente serão permeáveis, com informação que chega sem passar pelo pensamento racional. Vénus e Marte também têm estado no mesmo signo. A seu tempo todos transitarão para Carneiro onde está Urano, desejoso da libertação final, e para a qual vai contar com o impulso de todos os planetas que por agora estão em Peixes mas em breve se lhe juntarão. A espera é relacionada com esta entrada em Carneiro, início de outro ciclo, signo do elemento fogo, com força, entusiasmo e vitalidade para levar os projectos em frente!

Esta Lua Nova sendo imediatamente anterior à última quadratura exacta de Plutão e Urano marca sem dúvida um período de sementeira libertadora, assim estejamos preparados para as colheitas!

O símbolo Sabiano da Lua Nova é: “Profundamente arreigada no passado de uma  cultura muito antiga, uma irmandade espiritual, na qual muitas mentes individuais se fundiram com a resplandecente luz de uma consciência unânime, se revela à pessoa que saiu com êxito das suas metamorfoses”

LUA NOVA

Share Button