Lua cheia de Peixes, Agosto 2018

Lua cheia em Peixes, Sol em Virgem, graus 3º12´, 12.56h

Símbolos Sabianos:

Sol – Uma criança preta a brincar com brancas

Lua – Tráfego intenso num istmo estreito

De acordo com estes símbolos, o tom geral desta Lua cheia pode ser descrito como uma confrontação entre a vontade de incluir todos na nossa vida, sem distinções, sem preconceitos, com a consciência de que esta abertura à diversidade contribui para aperfeiçoarmos a nossa vida (Sol em Virgem), também podemos sentir que esta consciência de pertencer a um Todo nos dá segurança, mas no entanto sentimos igualmente a pressão de um excesso de tráfego emocional (Lua em Peixes) que pode dificultar entregarmo-nos incondicionalmente às experiências actuais.

Antes de mais lembremo-nos que estamos a meio dum ciclo lunar que começou em Leão, cuja semente, ao se desenvolver, nos trará exactamente aquilo que de momento somos, aquilo que reflecte a nossa identidade, o Eu que irradia mesmo sem disso termos consciência. Ao Sol, regente de Leão estão associados os nossos propósitos, a vontade consciente; mas como muito bem sabemos nem sempre a nossa vontade é satisfeita, nem sempre conseguimos o que queremos, ou porque temos propósitos desalinhados do Grande Propósito que nos deve nortear, ou porque temos sabotadores internos vivos e activos. Portanto, a grande revelação, será a de constatarmos o que há de novo a despontar, e saberemos se já andamos pelos caminhos que são os nossos.

A propósito de sabotadores e pressões emocionais vamos passar a Júpiter em Escorpião e à quadratura que faz a Mercúrio em Leão, uma das indicações de “tráfego intenso”. Enquanto queremos tanto melhorar a nossa vida, encontrar paz, tranquilidade e felicidade, os nossos pensamentos podem encontrar a cada esquina memórias dum passado dorido, traumático, infeliz. Não podemos alterar o que as memórias relembram, mas não podemos mergulhar no que elas nos fazem sentir; o contacto com essas experiências pode dar a informação do que ainda não está processado, mas se não damos energia à intenção de estancar a hemorragia emocional continuamos a alimentar os sabotadores, que sem esforço sugam a vitalidade e a criatividade que poderíamos usar para criar projectos de novas realidades.

O Sol em Virgem está a fazer uma semiquadratura a Vénus em Balança, outra fonte de tensão. Melhorar as condições da nossa vida exige métodos, trabalho, rotinas eficazes, organização mas também passa por conseguirmos manter equilíbrios e relações com os outros igualmente equilibradas. A semiquadratura indica algum grau de insatisfação, de dificuldade em constatarmos melhorias de vida associadas aos outros e/ou à ausência de equilíbrio de alguma natureza. Uma outra semiquadratura, entre Júpiter e Saturno, faz um resumo perfeito do que está a ocorrer com todos nós, em graus diferentes de intensidade, naturalmente! A expansão, o nosso crescimento, parece sofrer um travão, exactamente como se estivéssemos presos num tráfego intenso, parados ou seguindo a velocidade demasiado lenta, sem poder para escaparmos e chegarmos rapidamente ao destino. Saturno está retrógrado, embora perto de ficar directo, e vai mostrando que limites nos impomos a nós mesmos que não permitem fluidez… De facto, a percepção das dificuldades é apenas e só, aquela que está associada à nossa realidade interna, na verdade o caminho está mais livre do que parece, e se conseguirmos observar as nossas circunstâncias sob um outro prisma, talvez consigamos aliviar alguma pressão. Em causa podem estar alguns dos nossos valores, pois não há dúvida que muito do que consideramos importante, cria barreiras difíceis de transpor. Uma quadratura de Vénus a Plutão alerta para como devemos estar disponíveis para transformar alguns daqueles valores. Com o Sol em Virgem não será de espantar estarmos a colocar fasquias demasiado elevadas quer em relação aos outros quer em relação a nós mesmos, por exemplo. É preciso simplificar, descontrair, mesmo presos no tráfego, ligar o rádio, cantarolar, relaxar, olhar o céu…. talvez esteja um dia bonito, não o vamos deixar escapar …

Entre Saturno em Capricórnio, Urano em Touro e o Sol em Virgem há um grande trígono, que só não é exacto porque o foi na véspera, hoje o Sol já está a separar-se desta configuração. Basicamente temos está aqui representada uma fluidez entre propósitos de melhoria de vida, a vida tal como se apresenta aqui e agora, e a inovação que possa existir na forma como nos valorizamos, como valorizamos todos os nossos bens e recursos pessoais, como procuramos ser auto-suficientes. Quando acima referia que é possível vermos a despontar alguma coisa alinhada com os nossos objectivos, isso está neste trígono associado a Saturno, e mostra como temos vindo a redefinir que limites aceitamos dentro de nós; se ainda não há sinais do que procuramos, derrubem-se os limites que nos barram o caminho, e a libertação (Urano) chegará. Mas este grande trígono não é um culminar, é um processo que continuará a desenvolver-se e se pode traduzir no seguinte: perante a realidade que temos, e identificando o que temos para melhorar, que mudanças podemos introduzir? Urano indica que para mudar efectivamente precisamos introduzir novas atitudes, nova formas de agir, novas maneiras de estar activamente presentes na vida. E isto está a cargo de Marte em Capricónio que ficará directo já amanhã dia 27. É como quando estamos enfiados no trânsito, mas percebemos que lá à frente começa a desanuviar, em breve vamos andar para a frente; depois de Marte ficar directo, a 31 de Agosto é a vez da semiquadratura entre o Sol e Vénus se dissipar, depois a 3 de Setembro será a semiquadratura entre Júpiter e Saturno; e finalmente a 6 de Setembro Saturno fica directo. Aos poucos retomamos a velocidade.

A imagem veio daqui. É uma vista aérea duma estrada paralela a uma praia no Canadá, em tudo semelhante à nossa maravilhosa marginal entre Lisboa e Cascais, onde não é inédito ficarmos presos no tráfego, especialmente aos fins de semana e no Verão, quando o tempo livre nos convida a sair, passear e ir à praia. Ora sendo esta uma lunação de Leão, onde o lazer está contemplado, que tal manter presente que o congestionamento emocional pode ser o que precisamos para chegar ao destino onde nos aguarda uma “Festa numa casa flutuante”… o símbolo da Lua nova? Entretanto ligamos o rádio e ….

Enquanto escrevia lembrei-me da canção do U2 Beautiful day,  porque fala precisamente de tráfego e insatisfações mas convida a não nos deixarmos envolver por isso… afinal está um dia bonito e há uma festa que espera por nós!

Para se tornar num@ aprendiz@ de astrologia e outros mistérios, junte-se ao grupo online, onde pode aprender ao seu próprio ritmo. Mais informações pelo mail: acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Outros serviços disponíveis online: consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, trânsitos astrológicos, astrologia horária. Saiba qual o ciclo Saros relacionado com o seu eclipse pré natal ou se sabe astrologia aprenda a determinar quais os ciclos Saros associados a cada eclipse solar.

Promoção válida até 22 de Setembro para tod@s do signo solar Virgem: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma Revolução Solar de oferta!

 

Share Button