Lua cheia de Caranguejo, Janeiro de 2018

Lua cheia em Caranguejo, 2 de Janeiro, 2.25h

Símbolos Sabianos envolvidos:

Lua- Uma mulher chinesa cuidando de uma criança com uma mensagem

Sol- Uma palestra dada por um estudante da Natureza

Os aspectos que me parecem mais relevantes, e que vou usar para fazer a minha reflexão sobre esta Lua cheia são os seguintes:

Lua em Caranguejo oposição ao Sol em Capricórnio… a própria Lua cheia…

Lua faz trígono à conjunção entre Júpiter e Marte em Escorpião, trígono a Neptuno em Peixes e oposição a Plutão em Capricórnio

Sol faz sextil à conjunção de Júpiter e Marte, a Neptuno e conjunção a Plutão

Urano em Carneiro a algumas horas de virar directo faz trígono a Mercúrio em Sagitário

O presente ciclo lunar começou com a Lua nova de Sagitário, e os acontecimentos que se têm desenrolado devem ser “estudados” e entendidos à luz daquilo que são as nossas crenças conscientes e inconscientes. No fundo são estas últimas que queremos descobrir, pois são elas que travam as nossas melhores intenções. A Lua cheia é o meio do ciclo e uma altura propícia a vermos “iluminado” o inconsciente para que então mais claramente possamos entrar em contacto com o que habitualmente passa despercebido… mas que se traduz na realidade que temos e onde aspectos às vezes incompreensíveis se manifestam. Precisamente muitos destes aspectos surgem dessas crenças esquecidas ou desconhecidas. Por isso o trígono de Urano a Mercúrio é um “must”! Nesta condição de virar ao movimento directo ainda hoje, Urano está a “debitar” informação directamente às nossas “cabecinhas pensadoras” para que possamos fazer uma limpeza mental radical, a tal informação inconsciente (crenças são informação…). Como Urano é não só o Libertador, mas também segundo a Astrologia Evolucionária sinalizador de trauma (e confirma-se, garanto-vos por experiência própria… mas repare-se é olhando, reconhecendo, enfrentado as situações e/ou memórias que nos livramos do mal) podemos estar a relembrar situações que marcaram pela negativa e que são autênticos blocos impeditivos à nossa vontade. E depois evitamos, fugimos, procrastinamos etc.

Entretanto a cada crença sua emoção respectiva, e para que a limpeza seja completa as emoções devem ser também alvo de atenção, coisa que com uma Lua cheia em Caranguejo nem será difícil! De facto estamos mergulhados até às orelhas em emoções e até sensibilidade extra pela ligação da Lua a Júpiter e a Neptuno; estes três, em signos de água, ligados por trígonos, formam um Grande Trígono de água permitindo que todos estejamos bastantes mais psíquicos. Júpiter de lupa em riste, faz aumentar todos os padrões emocionais que foram reprimidos, engolidos à pressão por medo, por não sabermos o que fazer ao que sentimos, por necessidade de salvaguar “a pele” mas que deixaram feridas e traumas profundos; Neptuno está a postos para lavar a alma a todos, às “vítimas” e aos “agressores” porque no fundo todos somos vítimas, sobretudo de ignorância! Esta percepção mais apurada, para lá dos sentidos físicos, a par com a ligação de Urano a Mercúrio vai funcionar como o par libertador desta Lua cheia! Cada pessoa é um Universo diferente, e há Universos em que um verdadeiro Big Bang pode acontecer!

No meio de tanto psiquismo e possibilidade de contactarmos com medos e traumas, valha-nos os pés na Terra dum Sol em Capricórnio, que também “sabe” de tudo o que dói, que também quer ver almas lavadas, até porque minha gente há trabalho a realizar! Plutão em Capricónio anda a transformar a nossa realidade e todas as ajudas são bem vindas! Precisamos antes de mais nos transformar a nós mesmos pelo trabalho interno que todas as Lua cheias, e todas as tensões permitem… às vezes sabem tão mal, são tão desconfortáveis e assustadoras, mas se a consciência estiver presente fazem tão bem! Depois podemos dar o nosso contributo para que um novo Universo, uma nova Terra se possa manifestar. Pensando bem… a Nova Terra está mesmo a surgir e só nos curando podemos participar, sendo “curadores” e não “vítimas”.

Pegando nos símbolos o que me ocorre dizer é que a mulher e a criança somos cada um de nós a braços com a sua criança interior, e a mensagem vem pela via da mente consciente (Mercúrio). A mensagem diz o que está pronto para ir embora; o bem estar e a segurança, fruto de informação obsoleta descartada, habilita-nos a ir para o mundo dar palestras sobre a Natureza, cozinhar, ser cientista ou professor@, doutor@ ou engenherir@, seja o que for que faça parte da nossa própria Natureza, da nossa própria Verdade, por onde tudo deve começar.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Lua cheia, boa Terça-feira, a primeira de 2018!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button