Céu astrológico para Terça-feira 24 de Setembro

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.30 h): Uma borboleta tornada perfeita por um dardo que a atravessa

A Lua já entrou em Leão, faz sextil ao Sol em Balança, e quadratura a Urano.

Vivemos os fins dos tempos de uma civilização patriarcal da qual faz parte a total ausência de reverência perante a verdadeira beleza da Vida, aquela que encontramos quando existe com a liberdade de ser o que é. Por isso se aceita que é possível perpetuar a beleza visível de uma borboleta tirando-lhe a Vida, prendendo-a e expondo-a quase como se isso fosse um sinal da nossa superioridade como espécie. Para além do Sol em Balança, há Mercúrio e Vénus, uma Vénus muito forte pois está no seu próprio território. Isto significa que estamos mais permeáveis ao social, os outros estão mais valorizados, a mente está conectada para se relacionar e com a Lua em Leão podemos sentir que é um caso de vida ou morte sermos vistos, ouvidos, reconhecidos, aplaudidos. Está tudo certo, todos temos alguma coisa que interessa aos demais, mas há um perigo real! Até onde temos a coragem de Leão para sermos autênticos e genuínos independentemente das circunstâncias, até onde não permitimos que nos tirem a liberdade para encaixarmos numa qualquer colecção de “belas borboletas”? Porque às vezes, muitas vezes, deixamos que uma parte de nós seja morta apenas para que os outros nos aceitem de acordo com regras que ninguém sabe por quem foram feitas, mas a que todos seguem obedientemente! E se alguma coisa sentem que está presa e morta por dentro, é porque precisam deixar que a revolução de Urano em Touro comece sem demora. Precisam revolucionar valores, precisam ver a decadência que significa uma borboleta emoldurada mas morta, precisam ver a beleza de uma borboleta que vive e voa livre. Libertem as vossas borboletas, aquelas que existem por dentro, o ar fresco dos novos comportamentos e atitudes irão restituir-lhe a Vida.

Mercúrio em Balança faz sextil a Júpiter em Sagitário. Donos de equilíbrio interno, a nossa mente pensa, raciocina e comunica que tal forma que nos conduz para uma certa forma de estar na vida, aquela que escolhemos. A esta altura, podem haver ainda detalhes a atender, é natural, estamos numa lunação de Virgem! Mas percebe-se bem para onde estamos a caminhar, para mais perto de onde queremos estar, ou para mais longe se equilíbrio é coisa que ainda não temos.

Equilíbrio é o tema da próxima Lua nova. Mas por favor, não esperem que sejam “os astros” a fazer pela vossa vida o que vocês não fazem! Quem tem de tirar os dardos que perfuram as nossas asas, somos nós, a responsabilidade é nossa, não há um salvador por aí algures.

Imagem veio daqui

 

 

 

 

Share Button