Céu astrológico para Segunda-feira 9 de Setembro

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.16 h): Um vulcão em erupção

Actualizando os meus conhecimentos sobre vulcões em erupções, fiquei a saber que existem as erupções explosivas… as que fazem mais estardalhaço… e as efusivas, mais calmas e suaves em que a lava simplesmente vai escorrendo pela cratera. Magna (matéria) que sai das profundezas da Terra e altera a superfície enquanto a rocha em fusão vai arrefecendo. Estas erupções efusivas são as que se assemelham ao contexto do céu actual.

A Lua vai seguir em Capricórnio sem fazer aspectos a outros planetas, o que significa que os atributos de Capricórnio serão mais marcantes. A necessidade de uma vida estável reveste-se de uma tendência para deitarmos mãos ao trabalho e às responsabilidades que acreditamos nos podem conduzir até ao topo dos nossos objectivos, sem pressas, sem o estardalhaço das erupções explosivas, um passo a diante do outro e haveremos de chegar aonde ambicionamos… porque sim, em Capricórnio assumimos as nossas ambições. Todos temos uma montanha para escalar, e não nos poupamos a esforços, ou para a encontrar, ou para chegar ao cume. Esperamos talvez que o produto do nosso trabalho possa ser a lava que depois de arrefecida vai dar novas formas à nossa vida. Precisamos apenas de alguma cautela porque estamos condicionados a fazer as coisas de uma certa maneira, aquela que sempre escolhemos, aquela que aprendemos, até aquela de já deu frutos no passado. Se nos lembrarmos que o nodo sul da Lua está em Capricórnio, lembramo-nos também que temos de fazer escolhas livres do passado, alinhadas com o futuro que está em Caranguejo. Mais sensibilidade, mais cuidado com as nossas necessidades emocionais, mais atenção ao que se passa na privacidade da nossa vida, são a via para que menos erupções explosivas nos perturbem a existência, enquanto novas formas vão tomando o seu lugar de maneira mais efusiva e tranquila.

Imagem veio daqui

 

Share Button