Céu astrológico para Segunda-feira 8 de Julho

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 6.23): Um homem perante um quadrado com um pergaminho manuscrito

A semana começa com a Lua em Balança, que faz sextil a Mercúrio e a Marte em Leão, quadratura a Vénus em Caranguejo. Mercúrio ficou retrógrado em quadratura a Urano. Vénus sextil a Urano. Mercúrio e Marte fazem conjunção em Leão.

É muito provável que sob os “efeitos” de Mercúrio retrógrado, possamos olhar algum “pergaminho” pessoal com inscrições acerca de eventos passados que regressam pelas memórias, ou pelas circunstâncias, e permitem revermos e actualizarmos a maneira como interpretamos todas as nossas experiências. As informações que nos chegam desta forma serão importantes para revolucionarmos a forma como valorizamos tudo que nos diz respeito, para ajustarmos atitudes associadas a auto estima, ao que consideramos qualidade de vida, ao aproveitamentos dos nossos recursos. O impacto na maneira de agir é imediato e estende-se aos outros. Uma vez que Mercúrio está em Leão, os temas que surgem podem estar relacionados com crianças, relações amorosas, auto confiança, criatividade. A forma como a mente está a operar e as acções em concordância, ligam-se directamente às emoções e ao grau de equilíbrio interno, que se propaga ao equilíbrio entre nós e os “não nós”. A importância deste equilíbrio, e de como ele pode ser também uma componente na revolução de valores que precisamos deixar acontecer, está indicada no aspecto de Vénus a Urano. 

Agora vou acrescentar o seguinte ao texto que originalmente tinha escrito para hoje: habitualmente não alimento stresses por causa de Mercúrio retrógrado e de toda a parafernália de contratempos com comunicação e circulação. Para dizer a verdade nem me lembro de tais eventualidades, e se calhar por isso não sou habitualmente vítima das partidas de Mercúrio. Mas desta vez a quadratura quase exacta que faz com Urano creio que potencia os incidentes referidos, nomeadamente porque Urano se relaciona com tecnologia, electricidade. Um aspecto tenso entre os dois gera faísca e se calhar só não é “pior” porque a quadratura não chegou a ser exacta! No meu caso em particular a Lua nova de Caranguejo… com eclipse e tudo… aterrou bem em cima do meu Mercúrio natal! Portanto não é grande surpresa a dificuldade que estou a ter para publicar o céu astrológico! Mas também não estou nem um pouco “irritada”! Se isto é para testar o meu grau de capacidade para me manter emocionalmente estável, está-se bem! Ah … mas sim, dá para perceber o que está escrito no manuscrito! É sempre bom saber! 🙂

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

 

Share Button