Céu astrológico para Segunda-feira 28 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Uma bandeira transforma-se numa águia

Todos temos uma certa visão do que é a liberdade e o poder, atributos da águia e elementos que ao fazerem parte da nossa postura na vida, contribuem para a criação de uma realidade em perfeita sintonia com aquilo que consideramos o certo, pelo menos para nós. Enquanto esses elementos não fazem ainda parte integrante da nossa vida, podem existir representados em alguma coisa que para nós os simboliza, tal como uma bandeira sempre simboliza alguma coisa. Mas se nos dispusermos a tal, fatal e gradualmente podemos esperar do que vive exclusivamente no mundo simbólico, que um dia ganhe vida, e nós asas, e o poder de viver com a liberdade necessária e suficiente para atingirmos o nosso máximo potencial. De acordo com o tema do dia, nesta Segunda-feira, algo semelhante pode acontecer-nos, nem que seja em pequena escala.

A Lua vai entrar em Escorpião, curiosamente signo que se pode associar à águia, para além do escorpião, sendo que o “direito” ao estatuto de águia depende de transformarmos padrões emocionais, que ao invés de nos permitirem voar às alturas, nos aprisionam aos pesos que carregamos desde sempre, mais a outros que fomos adquirindo porque se sintonizavam com os primeiros. De forma geral, em causa estão todos os géneros de emoções densas, sentimentos pesados. Bem cedo de manhã há um sextil a Saturno e um trígono a Neptuno; o confronto com o mundo palpável pode gerar desconfortos, resistências, antipatias em graus variáveis, a sensação de vitimização perante as circunstâncias. Será um bom indicativo do quanto temos para transformar. Outro sextil a Plutão em Capricórnio, lembra que tudo o que já existe solidamente concretizado no mundo tridimensional e não for no nosso agrado, só pode ser transformado com reacções diferentes daquelas que permitiram a sua materialização. Uma alteração destas, é precisamente aquilo que nos permite aceder às alturas conhecidas pelas águias, e os contactos com Plutão são potenciais para não desperdiçar. No Domingo entrámos em quarto minguante, e se há coisa que precisamos sempre fazer minguar são os pesos emocionais.  

Imagem veio daqui

Desenvolver auto conhecimento, aprendizagem ou consultas ver aqui

Share Button