Céu astrológico para Segunda-feira 10 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Pelicanos mudam de habitat

A Lua ainda em Capricórnio faz sextil a Mercúrio e quadratura a Urano. Trabalho e  responsabilidades fazem talvez parte das obrigações que temos para cumprir, mas são simultaneamente uma forma de conseguirmos estabilidade e segurança emocional; no entanto, podemos sentir um impulso para renovar a nossa postura habitual, fruto das circunstâncias exteriores ou do que vai ocorrendo internamente. Esta renovação (ou revolução) pode ser tão radical que mais parece estarmos a mudar de habitat… como os pelicanos do símbolo; e provavelmente estaremos, porque as circunstâncias/os “habitats” mudam pelas mudanças que conseguimos operar na forma de reagirmos às diversas situações. Estamos menos comunicativos, mais introspectivos e concentrados, com uma percepção mental mais apurada o que pode facilitar a compreensão das pistas que a vida nos dá, relativamente ao que está mudar ou ao que precisa mudar urgentemente.

O Sol em Sagitário apoia a mudança, quer expansão, crescimento, ir para lá da zona de conforto, mas tem que enfrentar uma “irritante/frustrante” semiquadratura a Vénus em Escorpião. As semiquadraturas simbolizam uma tensão que não se resolve com acção, mas com o adoptar de uma perspectiva diferente. Aqui está novamente uma referência “a mudança” pois alterar a forma de olhar um dado cenário, pode ser o necessário e suficiente para nos darmos conta que afinal já estamos num outro patamar…. ou habitat. De qualquer forma este aspecto vai manter-se até dia 16 e portanto temos muito tempo para acertarmos com a perspectiva correcta relativamente ao nosso caso particular. Relativamente a Vénus em Escorpião pode dizer-se que as mudanças de perspectiva dependem da nossa habilidade para darmos um fim a velhos padrões emocionais/comportamentais face à realidade em que nos movemos.

Há uma outra semiquadratura de Urano em Carneiro a Neptuno em Peixes, que tem estado em aplicação e se vai manter até dia 15. Neste momento parece que as duas fazem parte de uma mesma cena onde temos um papel a desempenhar; o papel diz respeito a conseguirmos nos desembaraçar de um bom pedaço do passado (Urano) mas não o iremos conseguir em clima de “paz e amor” (Neptuno), ou seja há tensões desagradáveis, compassos de espera, necessidade de activar doses importantes de paciência. Também aqui é preciso considerar a perspectiva certa e ela estará algures na compreensão de que muitas vezes para derrubarmos o actual estado de coisas (Urano) precisamos nos confrontar com a falta de “paz e amor” que a realidade actual comporta. Só assim sabemos onde estamos e o que temos para revolucionar.

Imagem veio daqui

Auto conhecimento, aprendizagem, consultas ver aqui

Share Button