Céu astrológico para Sábado 8 de Setembro

A Lua vai continuar em Leão até meio da tarde, e faz sextil a Vénus; os outros podem colmatar a necessidade de atenção e reconhecimento, e em determinados casos isso será o bastante para cedermos em troca de aprovação. Vénus por sua vez faz uma quadratura a Marte; a importância da paz e da beleza, da simpatia e da harmonia têm que ser conjugados com capacidade de agirmos com independência e sem hesitações, colocando os interesses de todos em igualdade de circunstâncias, sem que uns sejam submissos aos desejos de outros, seja porque motivo for, muito menos para forçarmos a nossa visibilidade.

Quando a meio da tarde entrar em Virgem, faz conjunção a Mercúrio, trígono a Saturno e Urano. A mente está a operar em moldes muito práticos, muito racionais, com uma capacidade crítica apurada, e as emoções não se intrometem, pelo contrário, encontramos estabilidade emocional neste estado mental; um quintil a Marte mostra como isso nos ajuda a agir com sentido de responsabilidade e também sem desprezarmos os nossos desejos e ambições… o que vai causar impacto nos ajustes a fazer com Vénus. Sermos eficazes nestes processos e nas rotinas habituais, vai cimentar uma realidade com mais qualidade e onde uma inovação de valores vai tendo lugar… e porque Saturno ficou directo, o “cimento” será mesmo no exterior.

Símbolo Sabiano do dia: Um orangotango

Oxalá possamos durante o dia ser tão calmos, pacíficos, pacientes e inteligentes quanto um destes nossos parentes tão próximos, que partilham connosco cerca de 97% do ADN. Claramente enquanto espécie, falhamos redondamente na forma como vivemos o nosso Marte (pela dominação); se há algo que tem caracterizado a humanidade é a falta de consciência que permite reconhecer em cada outro ser humano, em cada outro animal, em cada planta, seres de pleno direito, de quem aliás necessitamos para que o equilíbrio do planeta seja uma realidade. A ganância, a ambição desmedidas, a ignorância e até a falta de inteligência, estão a devastar o habitat natural dos orangotangos, colocando-os como espécie criticamente em perigo! Precisamos de muitas quadraturas entre Vénus e Marte … e não só… para que o masculino e o feminino dentro de todos os seres humanos se complemente e se possa então expressar com harmonia na relação que temos com toda a criação. Entretanto já vai havendo quem esteja no terreno a fazer o que é possível; podem ver aqui o Orangutan Project.

Imagem veio daqui

Para aprendizagem e consultas ver aqui

 

Share Button