Céu astrológico para Sábado 25 de Fevereiro

céuA Lua continua em Aquário proporcionando-nos um estado emocional mais frio e distante, o ideal para objectivamente sentirmos como devemos reagir às circunstâncias ou como fazer ajustamentos na imagem que temos de nós mesmos. Durante o dia desenrolam-se uma conjunção a Mercúrio e um sextil a Saturno, mas agora de manhã atingem-se um trígono a Júpiter e um sextil a Urano. Com a facilidade de nos mantermos emocionalmente mais distantes, fica paradoxalmente mais fácil lidarmos com os outros, mesmos que surjam situações desafiadoras, e também respondermos de formas completamente diferentes do habitual, nomeadamente a tais situações. A ligação a Mercúrio facilita o intercâmbio entre a mente e o que sentimos, e o que resulta daqui pode acrescentar mais solidez à nossa estrutura emocional. Precisamos só de confiar nos nossos próprios pensamentos, e quanto mais inesperadamente eles aparecem, mais alinhados com a nossa própria verdade pessoal eles são. Não os podemos menosprezar!

Mercúrio vai ainda hoje entrar em Peixes e vai-nos proporcionar uma pausa no pensamento muito lógico e racional, enquanto uma abertura à intuição se faz sentir. Há que deixar este processo acontecer, nem tudo se explica matematicamente por A e mais B. Não é altura para entrar em detalhes, mas não consigo deixar passar em branco que Mercúrio está no último grau de Aquário, aquele que eu queria compreender à luz da minha própria verdade e que acabou neste post aqui. Depois de o escrever continuam a haver desenvolvimentos interessantes, à medida que vou lendo o livro. Entretanto, é necessário ajustar o significado que pode estar associado a este grau, e sublinho que o ajuste é baseado na leitura que fiz até agora; este é um grau onde há que conciliar o que é racional e cientificamente provado com o que escapa completamente a esta visão e é do domínio do espiríto. Porque, como eu dizia no texto de Ardath, a seguir entramos em Peixes, e Peixes abarca tudo, o que entendemos e o que não entendemos mas ainda assim se manifesta. Barrar a entrada na nossa experiência, daquilo para que não conseguimos arranjar resposta, pode ser cortar o fluxo da Vida para dentro da nossa própria vida… e é uma chatice danada!

Símbolo do dia: Uma cruz deitada sobre as rochas

Para nós ocidentais a associação da cruz com os temas de carácter religioso é automática. Mas a cruz é um símbolo universal, muito antigo e encontrado em diversas culturas. Numa pesquisa rápida encontra-se a sua relação com a conjugação dos opostos, que basicamente é a experiência terrena. No fundo, os caminhos pedregosos, tortuosos, são o que precisamos para fazer esta aprendizagem; e para que tenhamos sucesso, recomenda-se o que está sugerido no último grau de Aquário.

Dizia Augusto Curry: Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo… Imagem veio daqui

Bom Sábado…. véspera de Lua nova em Peixes!

 

Serviços disponíveis aqui

Share Button