Céu astrológico para Sábado 13 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Uma mulher entrando para um convento

A mulher decide dedicar a sua vida ao serviço duma crença, que para si simboliza certamente uma verdade inabalável. E nós, em que acreditamos da forma mais verdadeira e sincera ao ponto de nos dedicarmos a isso? É que hoje poderá ser o primeiro dia do resto das nossas vidas!

A Lua em Sagitário mostra como cada um à sua própria maneira sente necessidade de mais, de mais liberdade, de mais verdade, de mais justiça e ética, de mais experiências de vida para lá do que já é conhecido. Quando de tarde fizer trígono a Urano, poderemos estar mais próximo daquilo a que aspiramos; no entanto, será indispensável assumirmos novas atitudes na maneira como nos afirmamos enquanto pessoas autónomas e independentes, como sentimos que devemos agir para atingir os nossos objectivos. À nossa espera, está a liberdade ou a insatisfação dela nos fugir por entre os dedos.

Entretanto hoje e amanhã temos uma quadratura do Sol a Urano; há uma tensão no ar e não é caso para menos! Urano simboliza para todos a libertação dos pesos do passado, o descondicionamento que todos precisamos das regras e crenças que fazem parte de nós e que não nos permitem sermos livres o suficiente para percorrermos na íntegra o caminho que viemos cumprir. Constantemente a nossa vontade (Sol) genuína é limitada por condicionalismos que surgiram no contexto da família, da cultura, da sociedade de uma forma geral. Mas assim muitas vezes não conseguimos ser quem somos de facto! E desta forma não conseguiremos nunca criar a vida que sonhamos! Quando em Abril de 2017 Sol e Urano fizeram conjunção, ficou “combinado” que todos os nossos objectivos não poderiam esquecer que há um passado de que nos devemos libertar; e neste fim de semana haverá que tomar consciência do que ainda pode existir em nós que nos trava essa libertação. O Sol está em Capricórnio, e retomando o símbolo, será que a crença a que devemos dedicar a nossa vida, não será que todos temos capacidade de ser a nossa própria autoridade máxima, e por isso decidir que realidade nos corresponde? Antes de vir escrever o céu para hoje, vi no facebook uma citação de Nietzsche que me parece perfeita: “Nunca é alto o preço a pagar pelo privilégio de pertencer a si mesmo”. E no entanto, se não estivermos alerta, conscientes, tudo parece contrariar este privilégio. Relembrando o seguinte: estamos num ciclo novinho em folha entre Mercúrio e Saturno. Atenção ao que pensamos e acreditamos, a seu tempo será realidade concreta!

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Bom Sábado!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Share Button