Céu astrológico para o fim-de-semana de 13 e 14 de Agosto

FDSSábado a Lua em Sagitário faz quadratura a Júpiter e trígono a Urano; actividades banais e rotineiras não nos motivam, sentimos necessidade de espaço amplo e liberdade. Com o Sol também em trígono a Urano vontades que surgem do nosso Eu mais interno são as que têm tendência a prevalecer. Para quem tiver necessidade de conciliar as vontades individuais com as dos outros pode ser um dia mais desafiador; para os outros, pode ser um dia com um sabor a liberdade fantástico, apesar de alguns grãos de areia na engrenagem emocional!

No final da madrugada de Domingo entra em Capricórnio e um estado de espírito bastante mais comprometido com as responsabilidades, toma conta de nós; um trígono a Vénus em Virgem mostra como as emoções são agradáveis e harmoniosas enquanto de alguma forma nos sintonizamos com um estilo de vida saudável, prestável e ordenado. No início da tarde um sextil a Neptuno é uma via de imaginação e sensibilidade, que sublinha a disponibilidade para os outros. Mais tarde uma conjunção a Plutão aprofunda o que sentimos, reforça a intuição e a capacidade de regeneração da imagem que fazemos de nós próprios.

Durante todo o fim-de-semana Mercúrio faz conjunção a Vénus e a Júpiter, todos em Virgem, todos alinhados com rotinas eficazes, procura de hábitos saudáveis; no Sábado portanto, há uma incompatibilidade entre o que sabemos que precisa ser feito e o que nos apetece fazer. No Domingo, mente e emoções estão sintonizadas e será mais fácil alcançar a sensação de bem-estar pleno. Seja como for, todas as experiências serão úteis, na reformulação dos nossos valores, que em última análise influenciam até a forma como nos relacionamos; quem indica isto é o trígono de Vénus a Plutão.

Finalmente Saturno está directo em Sagitário. Todas as reestruturações feitas internamente nos últimos quatro meses e meio aproximadamente, e que sentimos através das emoções (Lua), irão passo a passo sendo manifestadas exteriormente. Através das vivências e dos que elas nos mostram acerca de nós mesmos, da nossa verdade interna, das nossas crenças e padrões de pensamento, emocionais, comportamentais, podemos fazer ajustes, escolher o que está em sintonia com a nossa actual visão do que deve ser a nossa vida, reforçar essas estruturas e destruir as que perderam validade. Agora chegou o tempo de ver a manifestação concreta dos esforços anteriores… até à próxima retrogradação onde outros trabalhos nos aguardam!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/550705860662302573/

Bom fim-de-semana!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button