Céu astrológico para Terça-feira 20 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: O rei das fadas aproxima-se dos seus domínios

Talvez haja a sensação de estarmos a deixar para trás uma jornada, enquanto nos aproximamos de um território nosso, mais familiar. A Lua cheia não demora, e também pode ser uma demarcação importantes para alguns de nós, alguma meta pode estar perto de ser atingida. Seja lá o que for, é sempre bom sabermos que estamos a chegar ao lugar onde pertencemos.

A Lua continua em Carneiro, faz oposição a Vénus em Balança e conjunção a Urano. À partida, depois da retrogradação de Vénus, estaremos mais aptos a criar condições para que dos nossos relacionamentos possamos esperar mais harmonia e equilíbrio entre os interesses de todas as partes; esta oposição é uma oportunidade para percebermos o quanto os nossos valores foram reequacionados de forma correcta, e também até que ponto os nossos impulsos emocionais permitem uma postura de “igual para igual”. Veremos se reina a concórdia ou a discórdia! Com a aproximação da Lua a Urano, um certo grau de insatisfação pode acontecer, embora não necessariamente; de qualquer forma a conjunção marca um novo ciclo em que algo deve ser renovado na forma como reagimos aos acontecimentos.

Imagem veio daqui

Auto conhecimento, aprendizagem, consultas ver aqui

Share Button

Céu astrológico para Sábado 7 de Abril

Símbolo Sabiano do dia: Uma cama suspensa vazia

A Lua segue por Capricórnio faz quadratura a Mercúrio e trígono a Vénus nas primeiras horas da manhã, conjunção a Marte e a Saturno, e ao fim da tarde sextil a Neptuno e quadratura ao Sol. A primeira coisa que me ocorre é… claro que a cama está vazia, a Lua em Capricórnio encontra bem estar no trabalho, nas responsabilidades, no esforço de criar uma realidade física bem sólida… camas que abanam não são a opção mais apelativa, pelo menos durante o dia em que os aspectos a Marte e a Saturno em Capricórnio se fazem sentir. A ligação a Mercúrio pode fazer “saltar” informações internas importantes, e determinantes na forma como vamos conduzir o dia, mas seguramente é um dia para assumir e valorizar as nossas responsabilidades; Vénus em Touro faz trígono exacto a Saturno, sugerindo que esta atitude pode contribuir para nos sentirmos nós mesmos valorizados. Pelo fim do dia, a ligação a Neptuno cria um estado de espírito aberto à acalmia, à reflexão, ao descanso, mas a quadratura ao Sol pode sinalizar algum tipo de insatisfação que só podemos resolver agindo numa qualquer direcção… será que a cama vai continuar vazia?

Imagem veio daqui

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … Junte-se ao grupo de aprendizagem online e aprenda esta maravilhosa linguagem! Para além disso, o acompanhamento ao seu desenvolvimento é permanente, enquanto fizer parte do grupo. Informações pelo mail: acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Outros serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária.

Promoção válida até 20 de Abril para tod@s do signo solar de Carneiro: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma Revolução Solar de oferta!

 

Share Button

Céu astrológico para Domingo 1 de Abril

Símbolo Sabiano do dia: Um bando de gansos brancos

O universo dos símbolos associa os gansos à lealdade, trabalho de equipa, comunicação, determinação e coragem, que aplicam quando é necessário proteger as crias, por exemplo. Os aspectos do dia estão muito relacionados com os nossos interesses pessoais, mas à semelhança dos gansos, os nossos interesses só fazem sentido porque pertencemos todos a um grupo; o bem estar de cada um serve o bem estar colectivo.

A Lua vai continuar em Balança e fazer oposição a Urano em Carneiro e a Vénus em Touro; o Sol faz conjunção exacta a Mercúrio em Carneiro; Mercúrio aproxima-se de uma quadratura a Marte e a Saturno; Marte faz conjunção exacta a Saturno. Com excepção da Lua, todos os outros planetas dirigem-nos para os nossos próprios objectivos e assuntos que valorizamos; há um realce para temas de imagem pública, onde cabe a nossa profissão, outras responsabilidades assumidas perante a sociedade, de uma forma global o lugar que ocupamos neste mundo! Mas… repare-se no símbolo… será um dia mais de acordo com a Lua em Balança que procura nas relações com os outros, uma sensação de bem estar e segurança. Inclusive sendo Páscoa, alguns de nós teremos reuniões familiares à volta da mesa… A Vénus em Touro fica feliz… e os nossos assuntos ficarão talvez restritos aos nossos pensamentos, em processo de revisões.

A conjunção de Marte a Saturno, marca um inicio de ciclo cujo resultado final trará à matéria o resultado de todas as nossas acções; em dia de Páscoa, bem se pode falar em renascimento na forma de agir! Há dois anos, aquando da conjunção anterior, as escolhas que foram feitas deram estrutura ao que é o nosso estilo de vida actual. Nos próximos dois anos vai ser estruturado mais solidamente! Atenção portanto ao que precisa ser corrigido, quanto mais depressa, mais fácil será a correcção.

Boa Páscoa!

Imagem veio daqui

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … Junte-se ao grupo de aprendizagem online e aprenda a entender o que a Vida nos pede a cada instante! Para além disso, o acompanhamento ao seu desenvolvimento é permanente, enquanto fizer parte do grupo. Informações pelo mail: acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Outros serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária.

Promoção válida até 20 de Abril para tod@s do signo solar de Carneiro: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma Revolução Solar de oferta!

Share Button

Lua cheia de Balança, Março 2018

Lua cheia em Balança, Sol em Carneiro, grau 10°44´, 31 de Março, 13.36 h

O ciclo lunar começou em Peixes, estamos em tempo de fechar portas energicamente, talvez com estrondo até, atendendo a que temos Sol e Mercúrio em Carneiro, onde não há espaço para subtilezas. Sol e Mercúrio retrógrado fazem conjunção e podemos retirar daqui que o propósito do momento está intimamente ligado aos processos de reavaliação relativamente a como nos afirmamos e agimos, a como procedemos no sentido de sermos livres e independentes de vontades alheias.

Claro que não existimos isolados, e com a Lua em Balança é até natural que sejamos naturalmente impelidos para nos relacionarmos, mas também sentimos necessidade de encontrar equilíbrio, harmonia, beleza. Poucas horas antes da Lua cheia, uma quadratura a Saturno é esclarecedora acerca do quanto a nossa realidade nos permite satisfazer esta necessidade emocional. Os toque de Saturno à Lua, sobretudo quando em causa estão aspectos tensos como é o caso de uma quadratura, podem ser percepcionados como limitadores, inibidores de pleno bem-estar; mas se assim acontecer, uma mensagem subliminar é transmitida, e deverá apontar alguma direcção no sentido de reajustarmos, não a realidade no imediato… porque pode não ser viável… mas as nossas atitudes. A realidade começa o seu processo de transformação, quando alteramos as nossas reacções habituais a ela.

Os símbolos Sabianos envolvidos são:

Lua – Um professor espreitando por cima dos óculos

Sol – O presidente de um país

Enquanto a Lua concentradíssima, procura o bem-estar garantido em equilíbrios, simpatia nos relacionamentos, até na disposição em ceder “posições estratégicas” em nome da paz e da concórdia, alguma coisa a distrai e a faz olhar por cima dos óculos… é o Sol, nada disposto a perder vantagens, e com um propósito bem marcadamente de liderança, ser presidente! Certo que faz falta a um presidente ser defensor da diplomacia, ter capacidade de olhar os problemas pelos pontos de vista dos outros, mas sem esquecer nunca quem manda! Não sei se alguém desse lado tem a ambição de ser presidente de algum país, eu não, mas tenho um propósito muito bem definido, ser a presidente, a autoridade máxima da minha própria vida, isso sem dúvida!

Isto de presidentes, remete-nos direitinhos para Capricórnio onde estão Marte e Saturno, que andam atarefadíssimos a fazer quadraturas ao Sol e à Lua. O Sol viu-se a braços com uma quadratura a Marte no dia 24 e outra a Saturno dia 29… será que houveram acções de “campanha eleitoral”? Horas antes da Lua cheia, é a vez da Lua sentir também as quadraturas a Marte e a Saturno… será que vamos sentir que temos capacidade para ser presidente, ou não passamos de anónimos que assistimos impotentes a quem quer ditar as leis no nosso próprio território? Estes aspectos foram, e são, oportunidades de agirmos no sentido de sermos nós quem determina as nossas próprias regras, e a conjunção de Marte a Saturno é indicativa de que estamos de facto a agir para dar visibilidade pública a uma qualquer estrutura; se é uma estrutura que nos apoia ou não, depende das escolhas que estamos a fazer.

Mercúrio retrógrado entre 4 e 5 de Abril vai fazer quadraturas a Saturno e a Marte sucessivamente; as reavaliações mentais a que estamos sujeitos vão confrontar-se mais uma vez com a realidade que temos e podem haver tomadas de consciência importantes, talvez mesmo facilitadoras de acções assertivas aquando da ligação a Marte. Mais uma oportunidade para nos tornarmos líders incontestáveis da nossa existência!

Entretanto Vénus entra em Touro, sente-se imponente, regendo o seu território! No entanto, porque também é regente de Balança (onde está a Lua), aquilo que sentimos vai contribuir para fortalecer, ou pelo contrário fragilizar, o valor que nos atribuímos a nós mesmos, aos nossos bens e recursos internos e externos também. É imediato perceber que se queremos ser “presidentes” da nossa vida, teremos que nos valorizar suficientemente. Só para reforçar esta ideia, Vénus vai-se aproximando de um trígono a Marte e a Saturno em Capricórnio; ou seja, dependendo do quanto sentimos que temos valor, assim daremos corpo à realidade correspondente. Não duvidem da vossa capacidade de serem a autoridade máxima da vossa vida, mas não fiquem à espera que alguém se lembre de vos estender a passadeira vermelha, só nós o podemos fazer! E para isso…. há portas que precisam ser encerradas de vez!

Imagem veio daqui

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … Junte-se ao grupo de aprendizagem online e aprenda a entender o que a Vida nos pede a cada instante! Para além disso, o acompanhamento ao seu desenvolvimento é permanente, enquanto fizer parte do grupo. Informações pelo mail: acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Outros serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária.

Promoção válida até 20 de Abril para tod@s do signo solar de Carneiro: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma Revolução Solar de oferta!

Share Button

Lua nova de Peixes, Março 2018

Lua nova no grau 26,53 de Peixes, 17 de Março, 13.11 h

Símbolo Sabiano: Uma Lua de colheita

Esta é a última Lua nova do presente ano astrológico, um período de final de ciclo portanto, um fechar a porta. Estamos em Peixes, cuja simbologia se relaciona com um abrandar da azáfama dos dias comuns, com a pausa que permite reparar que há mais vida para lá da matéria, há o mundo daquilo que não se consegue definir por palavras, que só se entende através da arte, da reflexão, do silêncio, e que tenta subtilmente moldar, dar forma a novos sonhos e ideais. Tudo isto implica doses importantes de sossego, tranquilidade, não acção… porém, não por muito tempo! Repare-se no grau onde acontece esta conjunção do Sol e da Lua, final de Peixes (para quem não sabe cada signo tem 30º); na Lua nova anterior, também nos graus finais de Aquário, fins já estiveram bastante em evidência, não só porque Aquário se relaciona com desapego do passado, como o facto de ter havido um eclipse solar veio reforçar esta circunstância. Portanto o Sol esteve simultaneamente a “olhar” o que pode ser o futuro, enquanto sonhava e brilhava no céu. Mas o tempo não espera, a porta vai-se encerrando, é preciso descer à Terra, a claquete bate e ouve-se: acção!

Não há muitos aspectos em aplicação, e o mais relevante é a quadratura do Sol e da Lua em Peixes a Marte que está em Sagitário; mas em cerca de cinco horas tudo muda porque Marte entra em Capricórnio a Lua entra em Carneiro, fazem a quadratura exacta, sente-se um impulso para arrancar, agir para fazer chegar ao plano material os nossos objectivos, os sonhos que nos inspiram e que o Sol em Peixes procurou tornar mais nítidos. Por um lado com a Lua em Carneiro é com acção que asseguramos bem estar e uma sensação de segurança; por outro com Marte em Capricórnio as acções são nitidamente dirigidas ao plano material, acções com o intuito claro de dar forma aos objectivos que ambicionamos. Como todos temos metas diferentes que nos propomos atingir, e estamos em estágios diferentes no caminho para as atingir, não é possível particularizar; mas é possível dizer que todos queremos dar uma grande volta à nossa vida, a tudo aquilo que constitui a nossa realidade, e em muitos casos isso passa por temas de trabalho profissional, das responsabilidades que devemos ou não assumir perante a sociedade em geral, ou grupos mais específicos dentro da sociedade.

Entretanto o Sol no dia 20 entra em Carneiro, e agora sim a mudança está completa! O Sol junta-se a Mercúrio, Vénus e Urano em Carneiro, cheira a novo por todo o lado, apesar de ser uma Lua nova de finais de ciclo. Paradoxal e por isso fascinante! Com a entrada do Sol em Carneiro, temos o início do ano novo astrológico, regido por Júpiter em Escorpião, vem o Equinócio/Primavera vem um novo fôlego para espantar de vez aquilo que nos tira a possibilidade de viver em paz, com tranquilidade, em plenitude, emitindo um sinal forte e contínuo sintonizado com o Amor que Peixes representa. É que só dessa forma, tudo o que fizermos, fazemos de acordo com o coração, só dessa forma os sonhos se tornam realidade. Quando o Sol, regente de Leão, associados precisamente ao chakra do coração, fizer quadratura exacta a Marte em Capricórnio… ahhhhh a vontade de fazermos exactamente o que pede o coração vai ser forte o suficiente para não pudermos deixar de a manifestar.

Pela disposição do mapa é a Júpiter que cabe um papel de liderança; como está retrógrado em Escorpião, a nossa capacidade de eliminar comportamentos padronizados, medos, repulsas e resistências instintivas, está directamente ligada ao poder de encerrar portas, mas não antes de liquidar os dragões que habitam o nosso inconsciente profundo. Segundo Saramago, “a única maneira de liquidar o dragão é cortar-lhe a cabeça, aparar-lhe as unhas não serve de nada”. Interrogo-me acerca da quadratura do Sol a Marte… quando ocorrer que tenha a força para cortar as cabeças de todos dragões! É que, e pensando agora no símbolo que serve de tema a esta lunação, com dragões à solta, podemos correr o risco de colher bem menos do que aquilo que nos está reservado por direito!

Repesco dois pedaços do que escrevi em cima: …mas é possível dizer que todos queremos dar uma grande volta à nossa vida, a tudo aquilo que constitui a nossa realidade, e em muitos casos isso passa por temas de trabalho profissional, das responsabilidades que devemos ou não assumir perante a sociedade em geral, ou grupos mais específicos dentro da sociedade…. e mais adiante: Quando o Sol, regente de Leão, associados precisamente ao chakra do coração, fizer quadratura exacta a Marte em Capricórnio… ahhhhh a vontade de fazermos exactamente o que pede o coração vai ser forte o suficiente para não pudermos deixar de a manifestar

Vem mesmo a calhar o seguinte vídeo, porque as ambições associadas a Capricórnio não passam necessariamente por aquilo que a sociedade actual nos transmite, e a que às vezes, desesperadamente tentamos nos adaptar à custa da verdadeira qualidade de vida… aliás acredito que a ambição de fazermos o possível para darmos corpo a uma sociedade mais justa, equilibrada e inteligente é perfeitamente adequada.

Mujica sobre o consumismo

Mujica sobre o consumismo

Posted by Em algum canto do espaço on Wednesday, March 14, 2018

 

Imagem veio daqui

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … Por isso é que pode ser uma boa ideia juntar-se ao grupo de aprendizagem online e aprenda a entender o que a Vida nos pede a cada instante! Para além disso, o acompanhamento ao seu desenvolvimento é permanente, enquanto fizer parte do grupo. Informações pelo mail: acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Outros serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária.

Promoção válida até 20 de Março para tod@s os piscinian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma Revolução Solar de oferta!

Share Button

Lua nova de Escorpião, Novembro de 2017

Lua nova de Escorpião, 18 de Novembro, 11.42 h

Dizem que uma imagem fala mais que mil palavras. Quando às imagens se junta música, comunica-se um universo inteiro de ideias e conceitos, assim, quase como se de telepatia se tratasse. Começo dessa forma, com uma canção que não sai da cabeça desde há uns dias. A letra, que se repete e repete e repete é o que me importa acima de tudo

Amor

Devoção

Sentir

Emoção

Não tenhas medo de ser fraco

Não tenhas orgulho por ser forte

Olha apenas para o teu coração meu amigo

Isso será o regresso a ti mesmo

O regresso à inocência

……..

O regresso à inocência

Se quiseres começa a rir

Se precisares começa a chorar

Sê tu próprio não te escondas

Acredita do destino

Não ligues ao que as pessoas dizem

Segue o teu próprio Caminho

Não desistas e percas a oportunidade

De regressar à inocência

………

Não é o princípio do fim

É o regresso a ti mesmo

O regresso à inocência

………..

É o regresso à inocência

 

Ok. Mas que tem isto tudo que ver com a Lua nova de Escorpião? Tem tudo que ver, porque em Escorpião se escondem todos os padrões emocionais que nos impedem de regressar/seguir o coração. Objectivo da lunação: eliminá-los o mais que conseguirmos! Por cada intenção de fazer o que o coração dita (Sol…. e repare-se como o Sol rege Leão que está associado ao chakra do coração) podem haver bloqueios que a Lua “sente” e para nos poupar a dores e dissabores acciona travões, faz-nos reagir em sentido contrário, bloqueia… procrastinamos. No limite afastamo-nos cada vez mais de quem somos, como tentativa falhada e paradoxal de nos afastarmos do que nos causa perturbação emocional. Em Escorpião estão sediados instintos de sobrevivência e de procura de bem estar, estão também vincados todos os traumas vividos, sempre que escolhendo ser nós mesmos sofremos retaliações, traições, humilhações, vexames, perseguições, até a morte. Os instintos servem a vida biológica, mas se queremos ultrapassar a barreira do biológico e chegar às paragens onde as Leis Universais são bastante mais elaboradas, refinadas, sofisticadas ditadas pela consciência e não pela Leis da sobrevivência dos aparentemente mais fortes, teremos que enfrentar os medos de voltarmos a ser alvo de retaliação, humilhação, vexames e perseguições sem contudo lhes darmos valor, sem lhes aplicarmos energia, desapegando da emoção correspondente, dando passos no sentido do coração, ouvindo cada batida mais forte de entusiasmo e confiança em nós mesmos, mesmo que seja uma batida ainda fraquinha e tímida. Porque são as emoções o primeiro bloco que cria a realidade. Depois de Escorpião vem Sagitário, o tal sítio de Leis elevadas, onde só conseguimos entrar quando nos tornamos magos alquimistas (ou Hermiones ou Harry Potters), com o conhecimento secreto de como transformar emoções densas, com cheiro a choro, medo e enxofre, em leveza, brilho, generosidade autenticamente sorridente, que exala o aroma a espaços amplos e a verde, a liberdade, e a poder, o verdadeiro, o poder que adquirimos quando vivemos sob a égide da Lei do Amor, ou seja quando o que fazemos foi indicado pelo coração (ele bate e sente-se, ficamos logo a saber…). Só por “acaso” Escorpião relaciona-se com poder… mas para Poder só mesmo com o coração envolvido… (Dica astrológica: ver onde está o Sol por signo e por casa, mas também a casa cinco que é a casa natural de Leão, e o regente respectivo)

Mercúrio está em Sagitário e faz conjunção a Saturno, trígono a Urano e trígono ao nodo norte em Leão! Se mantivermos a mente conectada ao “sítio das Leis elevadas, refinadas e sofisticadas” pensamos e comunicamos nesta frequência, logo vamos criando uma realidade concreta cada vez mais livre e mais reflectora da harmonia que o Universo é. Implicitamente, seremos nesta realidade, cada vez mais nós mesmos, cada vez mais regressaremos ao Eu, cada vez mais ao coração.

Plutão sendo regente de Escorpião, sendo também um símbolo de evolução, mesmo que para isso tenhamos que involuir, dar passos atrás, até mesmo descer aos “infernos” em alguns casos, está a “absorver”, a extrair o que de essencial acontece nos seus domínios. Estaremos a evoluir/involuir de acordo com o que fazemos das nossas intenções (Sol), das nossas emoções (Lua), do que consideramos importante também, melhor, das transformações necessárias neste sector; porque Vénus está em Escorpião e faz sextil a Plutão, há provavelmente motivações instintivas que nos têm sido caras, mas que se continuarem vão-nos sair caras, o que é muito diferente! Portanto, urge transformações radicais neste sector.

O outro regente de Escorpião é Marte, que está em Balança e faz quadratura a Plutão; somos impelidos a agir energicamente mas com sensatez, equilíbrio, diplomacia, consideração pelos demais. Nem outra coisa seria possível no “sítio das Leis elevadas”! Marte faz oposição a Urano em Carneiro e sextil ao nodo norte em Leão; ressalta aqui a necessidade de agirmos com liberdade, independência e autonomia se queremos de facto equilíbrio na nossa vida, nas relações com os outros, e novamente o “coração de Leão” a bater, a querer liderar. Foi visto para trás que a Lua tem a capacidade de nos travar, e Marte em Balança pode vacilar, hesitar. Pelo sim pelo não, Neptuno faz uma aliança estratégica, e entre Marte e Neptuno estabelece-se um biquintil, onde se proporcionem condições de dissolução do que nos possa impedir de agir em nome do superior interesse de todos nós, que é como quem diz do Universo inteiro!

Todos os planetas se organizam em metade do mapa, delimitados pela oposição de Marte a Urano; seguindo as directivas de Marc Edmund Jones cabe a Marte um papel importante como elemento responsável por desenvolver as energias em presença. Portanto se em cada instante procurarmos autonomamente, o que nos permite repor paz e equilíbrio interno estaremos a fluir e colaborar com o que nos é solicitado neste ciclo lunar.

Finalmente o Símbolo Sabiano da Lua nova:

Uma banda militar a desfilar

A Marte pode ser associado tudo o que é violento, agressivo, guerra, exactamente como a militares. Mas Marte em Balança remete-nos para o outro lado da moeda, para a procura da paz e da diplomacia. A ligação de Marte a Neptuno inclusivamente introduz uma dimensão de celebração dessa paz com música, tema perfeito para Neptuno em Peixes! Se pensarmos que as guerras nascem de instintos primitivos, e se imaginarmos que com o declínio destes instintos as guerras perdem sentido e espaço para se manifestarem, o que fazer aos militares? Pô-los a fazer música parece uma boa solução. E se no final deste ciclo lunar, alguns dos nossos instintos mais arcaicos morrerem em combate, não será caso para celebrar com música? Eu acho que sim! E só por causa das coisas já escolhi as minha bandas militares preferidas, o que significa que termino como comecei, com música para festejar o enterro de mais um pouco do passado!

Imagem veio daqui… Escorpião gosta de tudo o que é oculto, misterioso, mágico, e se calhar por isso sinto-me a Hermione… até tenho um caldeirão e tudo 🙂

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Nesta Lua nova de Escorpião que possamos fazer magia, ser menos lagartas e mais borboletas!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Sábado 22 de Julho

A Lua em Caranguejo faz quadratura a Júpiter e oposição a Plutão. À partida, o bem estar emocional encontra-se na esfera privada e familiar, mas a quadratura a Júpiter que começou na véspera dita a palavra final sobre até que ponto é assim; as relações familiares nem sempre são as mais fáceis e será pela qualidade do que sentimos que podemos aferir o quanto temos evoluído na forma como nos relacionamos uns com os outros. Quanto mais caminho percorrido de forma positiva, maior o impacto igualmente positivo na nossa vida de forma geral. O final da tarde vem com uma quadratura a Urano; este posicionamento da Lua implica uma maior resistência à mudança radical de atitudes, e às vezes elas são mesmo necessárias. Por isso esta ligação a Urano é mais uma oportunidade de abandonarmos partes de nós demasiado desactualizadas; tensão existe, mas só será percepcionada como desagradável se teimosamente insistirmos no passado.

O Sol que tem estado em Caranguejo, vai passar para Leão a meio da tarde; temos tido oportunidade de atender aos assuntos familiares/privados, com especial ênfase para o que se passa no nosso interior, onde na verdade tudo se decide. Com esta entrada em Leão é-nos pedido que tenhamos a confiança suficiente para assumirmos quem somos de forma autêntica, que usemos a nossa força criativa para trazermos à realidade exterior a nossa própria versão do que significa passar pela vida em estado de graça.

Símbolo Sabiano do dia: A filha da Revolução Americana… outra vez!

É engraçado pensar que o continente americano foi designado por o Novo Mundo à medida que ingleses, espanhóis e portugueses o foram colonizando. Os países tornaram-se independentes mas mantiveram-se ligados às mesmas crenças daqueles que lhes deram origem. As novidades não poderiam ser assinaláveis, como não foram. O Novo Mundo que precisamos tem que ser criado com cores mais leves, e será à medida que conseguimos cortar com crenças e com os padrões emocionais a elas associadas, que o conseguiremos. Essa é a revolução urgente. Se cada um de nós fizer a sua própria revolução pessoal já está a colaborar.

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem veio daqui

Bom Sábado!

 

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 16 de Maio

O início do dia dá-se com a Lua em Capricórnio e os últimos momentos do trígono ao Sol e quadratura a Urano que começaram de véspera, sendo que a tensão da quadratura é uma oportunidade para a tomada de consciência de padrões a desapegar. Se conseguirmos fazer isto, certamente uma onda de generosidade, optimismo e confiança nos irá inundar uma vez que o nodo norte em Leão está a fazer trígono a Urano. Entretanto vamos ter outra quadratura, desta vez a Mercúrio, que vai reentrar em Touro (já por aqui tinha andado antes de ficar retrógrado); emoções e pensamentos fazem atrito, mais um pouco de tensão, mas especialmente se a ligação a Urano for bem sucedida, esta a Mercúrio será menos intensa, talvez apenas para afinar questões de auto estima. Com mais ou menos sucesso em enfrentar as tensões que se nos apresentam, o final do dia acontece com a Lua a entrar em Aquário, e a sensação de mais leveza, maior capacidade de nos distanciarmos das dificuldades e problemas que temos pela frente; não convém esquecê-los, mas encará-los com mais objectividade e frieza permite mais facilmente encontrar as soluções possíveis.     

Símbolo Sabiano do dia: Um espanhol faz uma serenata

Parece que apesar de tudo o amor anda por aí… Vénus em Carneiro faz sextil a Marte em Gémeos; uma combinação que nos ajuda a ser mais extrovertidos, com uma maior apetência por procurarmos situações sociais em que nos possamos divertir. Mas há também um quintil do Sol em Touro a Neptuno em Peixes; a criatividade no uso dos nossos recursos leva-nos a criar situações em que podemos ser alvo da simpática atenção dos outros e/ou somos nós a dar uma especial atenção a alguém. Eu, cantar não posso, senão ainda espanto o parceiro….. ehehehhehehehe

Imagem veio daqui

Consultas disponíveis aqui

Boa Terça-feira!

 

 

Share Button

Céu astrológico para 5 de Maio, Sexta-feira

A Lua em Virgem chama-nos ao trabalho, às tarefas que podem melhorar a forma como nos organizamos no dia a dia, como cuidamos da saúde; faz oposição a Neptuno, trígono ao Sol e também a Plutão. Mais acentuadamente durante a manhã, pode acontecer sentirmo-nos abatidos, tristonhos ou algo do género; na realidade podemos estar a entrar em contacto com alguma emoção que assinala um padrão, uma “virose” que devemos procurar transcender, talvez não lhe dando muita atenção e concentrando-nos em alguma coisa mais útil e que nos proporcione bem estar. Fazer o que mais nos apetecer, dentro dos limites das circunstâncias possíveis, é uma opção sem entraves de maior e ao mesmo tempo podemos recuperar o plano emocional, regenerarmo-nos e ganharmos forças para o que mais importante temos pela frente.

Não seria de estranhar que a “virose” referida, estivesse relacionada com a forma como procuramos encontrar harmonia através dos outros, uma vez que Júpiter em Balança faz uma ligação tensa a Neptuno em Peixes (até 17 de Maio) e amanhã a Lua dá um “toque” rápido e tenso a Júpiter; mas como foi indicado, é uma oportunidade para compreender e ir apagando.

Símbolo Sabiano do dia: Um homem agasalhado com um arrojado chapéu de seda

O termo agasalhado sugere que está frio, as condições exteriores são pouco confortáveis; no entanto ele está protegido, com elegância (seda) e com uma atitude corajosa (arrojada). Portanto, podemos talvez esperar um dia de “inverno” mas estamos preparados para o enfrentar.

Imagem veio daqui

Consultas disponíveis aqui

Boa Sexta-feira!

Share Button

Fortuna

FortunaEm astrologia, não são apenas os planetas do sistema solar elementos através dos quais se extrai simbologia, como se podem usar também asteróides (e não só), cujo exemplo mais difundido é Quíron. Mas na realidade, existem milhares de asteróides identificados, e por isso mesmo com direito a nome próprio; no astro.com existe uma lista com… pasmem-se…  19 933 destes corpos celestes! Naturalmente é humanamente impossível alguém usá-los todos, mas há sempre aqueles mais atractivos e objecto de atenção por quem gosta de mergulhar o nariz nestes temas astrológicos alternativos. Há para todos os gostos, e talvez seja obra do “acaso”, determinar qual deles nos vai chamar a atenção, ou em qual vamos tropeçar…

Pois há algum tempo tropecei num desses asteróides cujo nome é bem sugestivo: Fortuna. Situa-se na designada cintura de asteróides, entre as órbitas de Marte e Júpiter, e foi descoberto em 1852 por um astrónomo inglês Jonh Russell Hind. Fui ver onde se situa no meu mapa natal e fazia todo o sentido; vi em vários outros mapas, e claro, mais uma vez dentro do contexto de todo o mapa fazia sentido novamente. Durante uns tempos até prestei atenção ao posicionamento em trânsito, mas depois acabei por deixar o assunto de lado. Porém agora, sei lá porquê, lembrei-me!

Habitualmente são nomes mitológicos os usados para designar os corpos celestes que vão sendo descobertos. Fortuna era a deusa romana da sorte, destino e fortuna, como o seu próprio nome sugere. Era muito popular, como é fácil depreender, já que a procura de sorte é algo que desde sempre motivou os seres humanos. Mas esta sorte deve ser compreendida sem rótulo, já que a sorte que está implícita pode ser auspiciosa ou não; o que é semeado será colhido, basicamente é isto. Muitos templos eram-lhe dedicados, reflexo dos vários aspectos que levavam a pessoas da altura a honrá-la: da Deusa pessoal, supervisionando o destino dos indivíduos comuns nas várias vertentes da vida quotidiana, a uma Deusa do Estado, garantindo a fortuna da população, a sorte do Imperador, ou o destino glorioso de todo o Império Romano.

Era geralmente retratada segurando numa mão uma cornucópia, ou chifre de abundância, de onde todas as coisas fluíam em abundância, representando a sua capacidade de conceder prosperidade. Aparecia também com frequência manobrando um leme de navio, para indicar como dirigia vidas e destinos, com os seus naturais altos e baixos; a carta do tarot A Roda da Fortuna é uma alusão a esta deusa romana. Também podia ser cega, simbolizando que a sorte boa ou má é distribuída imparcialmente, ou ainda como tendo asas.

Como referi, olhando para Fortuna nos mapas individuais, e levando em consideração tudo o que deles se retira como informação, o posicionamento deste asteróide faz todo o sentido; não acrescenta nada de novo, mas sublinha e reforça o que é importante desenvolvermos em nós para que a “boa sorte” se faça presente na nossa vida. E se assim é, então considerando em cada momento o posicionamento actual, podemos acrescentar aos nossos comportamentos do dia-a-dia atitudes que nos ponham em contacto com a boa sorte. Ora desde 4 de Abril até 28 de Maio temos o asteróide Fortuna em Touro; portanto para que a sorte nos sorria vamos lá expressar o melhor de Touro. Então vamos ser pacientes, carinhosos, vamo-nos dar valor, vamos considerar importantes todos os nossos bens, recursos internos e externos, talentos, vamos com eles construir uma vida de mais qualidade, segurança e estabilidade, vamos também limpar o “bom nome do dinheiro” porque é um recurso fundamental até para mantermos a nossa própria liberdade e independência pessoal… não é o dinheiro que é corrompe, é talvez a ganância e a falta de escrúpulos. O facto de estarmos num ciclo lunar que começou em Touro é coincidência (será?…), Fortuna poderia estar em qualquer outro signo. Mas pronto, está em Touro e porque a Lua nova foi ontem e estamos mesmo nos primeiros desenvolvimentos fui ver que aspectos fazia no mapa. Pois fazia sextil a Neptuno; esta ligação lembra-me a capacidade de Neptuno para dissolver o que está ultrapassado, e ultrapassadas são segundo o meu ponto de vista as noções erradas sobre dinheiro e vida material abundante, que aliás foi o que o próprio símbolo Sabiano da Lua nova me segredou. Porém, aceitem isto apenas se vos fizer sentido, obviamente! Se fizer já sabem como fazer para serem sortud@s. Parece simples? Querem ver eu complicar? Uma vida com maior qualidade dificilmente é uma vida desorganizada… um aroma a nodo norte em Virgem certo? É que nunca há boa sorte se o nodo norte ficar enfiado num canto qualquer. Mas quanto ao nodo norte fico-me por aqui, até porque não tarda mesmo nada vai mudar de signo. Depois falamos….  🙂

 

Imagem veio daqui

Consultas disponíveis aqui

 

 

Share Button