Céu astrológico para Quarta-feira 30 de Novembro

ceuA optimista Lua em Sagitário faz hoje conjunção a Mercúrio e trígono a Urano; há potencial para nos sentirmos positivos independentemente das circunstâncias, que se forem menos agradáveis pedem soluções e não resignações! Com Mercúrio também em Sagitário, os nossos processos mentais usam o que já sabemos, o que aprendemos noutras ocasiões e o que vamos aprendendo com a experiência do dia-a-dia para nos posicionarmos de forma a ter uma noção abrangente do que pode ser a realidade com que nos confrontamos. E assim, dum ponto de vista alargado mais fácil se torna, compreendermos o presente, planearmos o próximo passo. Com Urano na jogada, o passo pode até ser bastante original e inventivo, até porque Marte está em Aquário, garantindo acções absolutamente livres de rótulos e ideias feitas!

A quadratura do Sol a Neptuno chega ao fim pouco depois da meia-noite (um dos desafios da Lua nova é esta quadratura precisamente); está por isso a “apertar”! Podemos estar com pouca vivacidade, sonhando paragens irreais, perdidos num nevoeiro que não nos permite saber o que queremos, muito menos o que podemos fazer para nos sintonizarmos com paragens possíveis. É caso para nos lembrarmos dos aspectos anteriores, que nos ajudam a manter expectativas positivas e compreensão expandida, e perscrutar o que nos pode habitualmente levar a sabotar os nossos esforços para alcançarmos o que queremos. Esta quadratura existe para nos ajudar a tomar consciência disso mesmo. Perguntar ao Universo o que precisamos saber hoje, e ficar à espera da resposta, com confiança e antenas ligadas.

Por falar em antenas… a imagem veio daqui

Boa Quarta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Lua nova em Sagitário, Novembro 2016

ceuLua nova em Sagitário, 29 de Novembro, 12.58 h

A Lua nova acontece em Sagitário, e fica o convite para mais uma vez alinharmos com o céu, e desta vez disseminarmos intenções que nos tragam estilos de vida mais sintonizados com a verdade que defendemos, com as nossas crenças actuais, mais conectados com os ritmos naturais da Terra, mais conhecedores das Leis que regem o Universo, porque essas são as Leis que nos asseguram uma existência mais plena, mais abundante e mais feliz. Claro que podemos ser pragmáticos e desejar também, finalmente começar a estudar alguma matéria que nos rasgue os horizontes intelectuais, alguma língua estrangeira (bem condizente com Sagitário!), planear uma viagem de sonho. Com Sagitário tudo o que nos coloque em contacto com realidades para lá daquilo que já conhecemos, está perfeito! Quer sejam outras realidades físicas, intelectuais ou espirituais, agora é a hora de fazer as malas e prepararmo-nos para a viagem. Convêm no entanto verificarmos que percurso nos aguarda, o que nos facilitará o caminho e o que poderá representar atrasos e obstáculos.

O símbolo Sabiano relativo ao grau da Lua nova é:

Nas profundezas da Terra novos elementos vão sendo formados

Qualquer Lua nova é um período em que alguma coisa se pode “semear, ver crescer e colher”; uma nova atitude, uma nova forma de reagir, uma nova forma de olhar a vida, mas também alguma coisa de mais concreto e palpável. Nesta em particular, o símbolo fala de elementos que tomam forma nas entranhas da Terra, fala portanto de algo físico, material. E curioso vai ser ver os aspectos astrológicos que estão presentes nesta lunação de Sagitário.

A conjunção a Saturno, também ele em Sagitário, é sugestiva duma conjunturalua-nova-29-de-novembro com bastante potencial para de facto tornar realidade no concreto, alguma meta desejada. Mas com Saturno nada acontece rapidamente, tal como os elementos na Terra que são formados ao longo de muito tempo, e sob elevadas pressões, já agora convém lembrar! Portanto parece que são aqueles objectivos para os quais há muito temos vindo a trabalhar e a nos esforçar (esforço e trabalho assuntos de Saturno…) que podem finalmente ser materializados. E já que estamos sob a influência de Sagitário, provavelmente teremos a oportunidade de começar a viver segundo as nossas próprias convicções e estilos de vida, para além do que temos experienciado até agora. Eu, que só mesmo em cima do acontecimento vejo as mensagens do céu, apetece-me dizer… uauuuu! Claramente este é um aspecto facilitador de atingirmos as nossas metas, sobretudo se já tivermos feito uma boa parte dos tpc.

Mas temos ainda alguns desafios para ultrapassar, e dois deles estão assinalados na quadratura que a Lua nova faz a Neptuno e ao nodo norte em Virgem. A ligação a Neptuno, mostra como os nossos ideais mais elevados nos podem atrair, e como os queremos seguir mas temos que tomar consciência do que são ideais realizáveis e dos que são pura fantasia, pelo menos neste exacto momento. Desejos inalcançáveis agora, podem ser perfeitamente viáveis daqui por algum tempo, mas é fundamental percebermos que detalhes nos podem fazer confundir, iludir, não permitir a concretização do que tanto desejamos, e trazer a desilusão. Neste início de ciclo sagitariano vale bem a pena manter presente que excessos de optimismo não trazem sucesso. Aqui encaixa como uma luva a quadratura ao nodo norte, e a capacidade de discernimento de Virgem que precisamos activar para percebermos então se estamos a “semear uma nova realidade” fantasiosa ou realisticamente terrena e concretizável. E bem… nada de esquecer que o nodo norte é mais do que capacidade de discernimento, é também a capacidade de estudar, organizar, encontrar técnicas eficazes de trazer os sonhos à realidade tridimensional, é trabalho diário, atenção a pormenores. Diria que se queremos alcançar alguma meta nesta Lua nova, temos que nos deixar de ilusões e pôr as mãos na massa! Mais prático do que isto, não há!

Mas há mais aspectos que merecem atenção, portanto continuando. Vénus em Capricórnio faz quadratura exacta a Urano em Carneiro. Esta Vénus impele-nos a valorizar trabalho, esforço, atitudes responsáveis e mais parece estar ali só para nos ajudar a chegar à meta; a tendência é fazer tudo isto como “manda a tradição” mas Urano diz-nos que a “tradição já não é o que era”, é preciso inovar, inventar novas formas! Fica portanto uma questão a pairar: mas o que posso eu valorizar de diferente? Para quem for mais atento, esta quadratura pode já ter permitido perceber o quê, ou ainda vir a permitir esta tomada de consciência.

Voltando a Saturno, já que é ele quem tem sempre a responsabilidade de concretizar a realidade, verifica-se que faz os seguintes aspectos, para além da conjunção à Lua nova como já se viu: trígono a Urano em Carneiro, sextil a Marte em Aquário (que é regido por Urano) e sextil a Júpiter em Balança. Daqui pode-se concluir que estamos a dar passos no sentido de agir com inovação (Marte), criando pouco a pouco uma nova realidade mais livre, mais independente (Saturno ligado a Urano) e simultaneamente mais propiciadora de relações equilibradas e harmoniosas, e por isso mais pacíficas e gratificantes (Saturno sextil a Júpiter). Mesmo que pareça que “a vida vai mal”, a verdade verdadinha, é que isto é o que está a acontecer de facto, independentemente de estarmos mais avançados ou mais atrasados na percepção que temos “da coisa”!

Júpiter também merece atenção, ele que é regente de Sagitário! Está em Balança, “entretido” a passar-nos lições sobre como nos relacionarmos uns com os outros; o que vamos aprendendo vai contribuindo para nos tornarmos pessoas melhores, mais crescidas, mais sábias, mais optimistas, mais felizes, mais tudo, já que “mais” é palavra querida de Júpiter, mesmo que sejam mais chatices, porque com as chatices também se aprende, e muito… outra palavra que encaixa bem em Sagitário e combina com Júpiter. E muitas das nossas chatices estão simbolizadas pela oposição que faz a Urano em Carneiro, isto é, de forma muito generalizada podemos dizer que para vivermos relacionamentos equilibrados precisamos atender aquilo que nos permite ser pessoas autónomas, livres e independentes porque só assim verdadeiramente nos ligamos às pessoas que nos fazem crescer e deixamos de precisar dos outros por acreditarmos que nos vão colmatar medos e carências.

Na recta final deste olhar ao mapa da Lua nova, vale sublinhar que se Saturno é importante na medida em que está conjunto à Lua nova, Júpiter não é menos importante, já que para além de ser regente de Sagitário, a disposição de todos os intervenientes no Zodíaco (todos os planetas estão situados num só metade do mapa) implica que cabe a Júpiter o papel de líder (isto ensinou o senhor dos símbolos Sabianos, Marc Edmund Jones)! E porque faz sextil a Marte, ficamos a saber que se agirmos de acordo com as nossas próprias instruções, impulsos e desejos de paz e harmonia efectivos, estaremos a contribuir para um desfecho positivo, relações que nos trazem paz, harmonia, vida mais equilibrada!

Para quem sabe ver no seu próprio mapa por onde transitam todos os personagens, não deixem de o fazer… faz-se luz, personalizadamente! Quem não sabe…. pode começar a pensar em aprender! Afinal estamos na Lua cheia de Sagitário, certo? 😉

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim de semana de 26 e 27 de Novembro

ceuA Lua segue agora em Escorpião, estamos mais recolhidos, introspectivos, mais em contacto com o que nos pode “assombrar”; como há um trígono a Neptuno, ficamos também a saber, que há a possibilidade de transcender todos os problemas e dificuldades, sendo que a primeira atitude deve ser encará-los bem assumidamente. Com o final da tarde vem uma quadratura a Marte em Aquário que irá permanecer até meio da manhã de Domingo e que pode trazer alguma inquietação, desassossego, impulsividade. Como respondemos habitualmente a emoções semelhantes? Passamo-nos dos carretos, andamos a suspirar pelos cantos ou aproveitamos a energia de forma mais construtiva?

No Domingo a Lua faz também sextil a Plutão e a Vénus; a ligação a Plutão ajuda-nos a transformar as reacções que nos caracterizam, quadraturas a Marte incluídas, dá-nos força emocional, e Vénus faz-nos chegar suavidade, harmonia e bem-estar.

A quadratura da Lua a Marte tem a capacidade de nos agitar emocionalmente, é certo, mas Marte faz trígono a Júpiter e sextil a Saturno. Com Marte em Aquário novas atitudes ficam facilitadas e as ligações a Júpiter e a Saturno mostram como mais naturalmente estamos optando por manter o equilíbrio entre nós e os outros, como agimos mais responsavelmente e como desta forma vamos concretizando a nossa própria realidade; de certeza uma realidade mais equilibrada e gratificante!

O Sol em Sagitário olha estilos de viver para lá do que é conhecido neste momento; e quer lá chegar! A quadratura a Neptuno merece a nossa atenção, já que pode pode esclarecer acerca do porquê ainda não estarmos a viver os nossos sonhos actuais; há questões aqui envolvidas relacionadas com demasiadas expectativas, tendência à ilusão, fantasias sem consistência, talvez planos atabalhoados, detalhes esquecidos!

Podemos bem aproveitar a tendência à introspecção dada pela Lua em Escorpião, e reflectir acerca destes assuntos. Tal como o Sol, Mercúrio está em Sagitário, pensando sobre esses estilos de vida acarinhados; e hoje faz trígono exacto a Urano. Estamos mentalmente visionários, num ciclo novo de estruturação do pensamento (fez conjunção a Saturno há 3 dias), e é possível descortinarmos aquele detalhe ínfimo mas fundamental a que precisamos dar atenção, caso contrário os sonhos de estilos de vida idealizados vão ainda ficar para traz! Uma pista pode ser reflectir acerca destes últimos dias…

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Marte trígono a Júpiter até 1 de Dezembro – Marte sextil a Saturno até 3 de Dezembro – Sol quadratura a Neptuno até 1 de Dezembro

Imagem veio daqui

Bom fim de semana!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 25 de Novembro

ceuCom a Lua em Balança, continua sendo natural alimentarmos expectativas de uma vida mais harmoniosa através das relações humanas e o sextil a Mercúrio em Sagitário vem até facilitar a comunicação; a energia de Balança pode conduzir-nos para o impulso de valorizarmos em excesso as opiniões e os interesses alheios, mas a oposição a Urano, que começou a aplicar-se desde ontem vai estender-se até ao fim da manhã e convida-nos a assumir novas atitudes, a sermos mais assertivos, mais focados nos nossos objectivos e em procurar a criação de equilíbrio efectivo.

Vénus atinge a quadratura exacta a Júpiter e a conjunção a Plutão. Em Agosto Vénus e Júpiter encontraram-se em Virgem e “combinaram” um ciclo de expansão daquilo que valorizamos, tendo como tema geral valores que nos ajudem a cumprir o que Virgem simboliza: organização, eficácia, atenção a pormenores, aprendizagens de técnicas que depois podem ser colocadas ao serviço de todos os que delas precisem. Agora esta quadratura é o primeiro desafio a ser superado; sob escrutínio estão valores de responsabilidade, ambição de ver os objectivos concretizados mas sem descartar a necessidade de mantermos a integridade em todas as nossas relações. Terão que haver ajustes e a conjunção a Plutão abre portas à transformação daqueles atributos mais desgastados que dificultam a conciliação de tudo o que estiver em causa. Simultaneamente, esta conjunção a Plutão inicia um ciclo de aprofundamento e intensificação de tudo o que valorizamos. Uma vez que acontece em Capricórnio valorizarmos responsabilidades, trabalho, maturidade, esforço e ambição q.b. dar-nos-á o poder de atingirmos os nossos objectivos.

Mas Vénus vai também aproximando-se de uma quadratura a Urano; para além dos valores indicados, relacionados com Capricórnio, é urgente deixarmos entrar novidades, novos valores, novas formas de agir, novas maneiras de irmos à procura dos nossos objectivos mais desejados. Se ainda não conseguirmos perceber que novos valores serão estes, temos mais uns dias para tomarmos consciência do que serão…

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Vénus quadratura a Urano até 29 de Novembro

Imagem veio daqui

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 24 de Novembro

 

lua-novaA Lua já está em Balança, e sentimos talvez o apelo por viver em harmonia, connosco próprios, com as nossas circunstâncias e naturalmente isto passa por viver em harmonia com outros também. Hoje há um correpio de aspectos astrológicos que só visto! Temos um trígono a Marte, quadratura a Vénus, conjunção a Júpiter, quadratura a Plutão e pelo final da tarde aparecem um sextil a Saturno e uma oposição a Urano… ufa! Continuamos a dar importância a aspectos da nossa própria “tradição pessoal”, formas estabelecidas de reagir e optar, regras e hábitos que fomos adquirindo e que mantemos mesmo sem avaliarmos se continuam a ser úteis; talvez algum “desconforto” emocional se faça notar e há que prestar atenção. Apesar disto, ou quem sabe até por causa disto mesmo, e porque precisamos acabar com a sensação incómoda, tendemos a tomar acções fora do habitual, agir fora das formatações. E de certa forma, o que procuramos é mesmo a tal harmonia que começa por ser interna, e quando se instala é servida de bandeja a quem connosco se relaciona. Como aquilo que se dá é aquilo que se recebe… se dermos harmonia, recebemos harmonia. Elementar, minhas caras estrelinhas (acabei de vos chamar estrelinhas… nada mau hein? 😉 ). Isto assim parece tão fácil que perde a graça… mas há mais! É que para alcançarmos esta estado idílico de plenitude harmoniosa há que responder às metamorfoses que a Vida sempre nos pede, uma chatice sobretudo quando valorizamos a “tradição estabelecida e bem cristalizada” (Vénus em Capricórnio). Pelo meio destas dinâmicas, há sempre responsabilidades que sabemos terem que ser assumidas, dê por onde der, e a ligação a Saturno vai dar-nos essa capacidade, enquanto simultaneamente Urano vai acenando para não nos esquecermos de assumir responsabilidades sim, mas aplicarmos inovação, novidades que permitam relações verdadeiramente equilibradas, testarmos novas fórmulas e regras de convivência capazes de trazerem a desejada harmonia.

Todas as emoções ao longo do dia estarão em grande parte relacionadas com a quadratura de Júpiter em Balança a Plutão em Capricórnio, aspecto que termina hoje e tinha surgido já na Lua cheia de Carneiro a 16 de Outubro. Repito o que disse na altura: não há paz, nem harmonia, nem relações equilibradas se não se operarem as radicais transformações que Plutão sugere…. pede…. exige! Mas também acrescento: nem as transformações se operam se não procurarmos aprender aquilo que os nossos relacionamentos nos estão a mostrar, se não nos dispusermos a querer de facto alcançar primeiro o nosso próprio equilíbrio interno, a aprender talvez como o fazer.

Vamos a caminho do final deste ciclo lunar, que começou na Lua nova de Escorpião, cujo símbolo era: O brilho da Lua atravessando um lago. Claramente hoje parece ser um dia importante para atingirmos o equilíbrio, a tranquilidade que está sugerida na frase. Foi por isso que optei pela mesma imagem que usei na Lua nova.

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 23 de Novembro

ceuAté à noite a Lua vai continuar por Virgem, e a partir do início da tarde faz sextil ao Sol em Sagitário. As nossas reacções mais espontâneas alinham-se com a vontade de nos sentirmos em direcção a horizontes ambicionados, horizontes vastos, livres; a Lua em Virgem faz deduzir com segurança, que atingir estes propósitos, por hoje, continua a fazer-se através daquelas tarefas e cuidados diários, rotineiros e às vezes pouco apreciados, aparentemente tão insignificantes e menores, que facilmente negligenciamos. E no entanto, há o nodo norte em Virgem, que mesmo depois da Lua passar para Balança, logo mais, continua em vigor até Maio de 2017.

Mercúrio em Sagitário dirige a mente exactamente para onde andam as vontades, para os tais horizontes que queremos atingir. E Saturno em Sagitário indica que de facto estamos a construir um caminho, pedra a pedra, passo a passo. Hoje dá-se a conjunção exacta de Mercúrio a Saturno, e à semelhança de uma Lua nova, inicia-se aqui um ciclo de estruturação de pensamento, cujo objectivo é fazer-nos chegar a uma nova realidade, para lá daquela que conhecemos agora. A forma como pensamos, como acreditamos ser a realidade está em processo de adaptação a novos conceitos, livres das ideias feitas que nos têm condicionado, e por isso nos têm mantido presos a determinadas escolhas e circunstâncias. É aceitando novos conceitos, novas crenças que pudemos criar novas realidades. O trígono a Urano está a desempenhar esta função, agora mesmo, e durante mais uns dias. A “emperrar” a entrada desta proposta de inovação de pensamento, está Vénus em Capricórnio, instigando-nos a valorizar a forma tradicional e estabelecida pela sociedade, pela cultura, pela religião, etc. de nos apresentarmos, de nos comportarmos, de fazermos as nossas opções. Felizmente há valores em transformação profunda! Mas isto será explorado depois, nos próximos capítulos… 🙂

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Mercúrio trígono a Urano até 26 de Novembro

Imagem veio daqui

Boa Quarta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 21 de Novembro

ceuA Lua entrou em Virgem há pouco, e há uma chamada de atenção para rotinas que nos organizem a vida eficaz e saudavelmente; um trígono a Vénus em Capricórnio até facilita, porque está mais presente a importância de atitudes responsáveis, há uma maior valorização do trabalho e capacidade de esforço para atingirmos seja qual for o objectivo. Neptuno em Peixes liga-se também à Lua por uma oposição; se é verdade que há um impulso que nos dirige para agir na matéria, também é verdade que devemos seguir a intuição, a inspiração, e manter presente que temos sonhos e ideais que queremos ver concretizados. Talvez os nossos esforços para nos organizarmos sejam tudo o que precisamos para abrir caminho a alguns desses sonhos, e esta ideia é apoiada pela conjunção da Lua ao nodo norte; o nodo norte é um apontar de futuro irrecusável se queremos de facto ver condições de existência melhores do que as actuais.

O regente de Virgem, Mercúrio, dá-nos apoio neste esforços, e noutros que nos projectem para o futuro; ele está em Sagitário, e é grande a probabilidade de ideias geniais, originais, completamente descondicionadas do comum e habitual, porque aplica-se agora um trígono a Urano, especialista em revoluções e inovações. Tudo o que surgir de novo e se revelar eficaz, tem por sua vez a possibilidade de se estruturar solidamente na realidade que vamos construindo a cada momento, porque a conjunção a Saturno está aí, falando desta circunstância.

Neptuno entretanto já passou ao movimento directo; grande parte das desilusões, desapontamentos, tristezas, sentimentos de vitimização, estados melancólicos e depressivos que aconteceram por estes dias deram-nos a oportunidade de perceber onde andámos a criar demasiadas expectativas. Com esta consciência fica mais simples ajustar a capacidade de esperar pelo momento certo, sem nunca perder de vista que precisamos continuar a aprimorar as nossas acções, a afinar as emoções, a refinar o pensamento, a não fechar os olhos para o que precisa ser encarado. Para curarmos o que está doente precisamos enfrentar a doença.

Ao serão o Sol passa para Sagitário, e com esta mudança virá a proposta para trazermos à luz do dia objectivos mais optimistas, mais confiantes, mais sintonizados com a procura do que afinal é a Vida e do que andamos nós aqui a fazer. Enquanto estivermos convencidos de que a existência a que temos acesso, é só a que podemos percepcionar com os cinco sentidos, estamos bem tramados!!! Somos parte integrante dum Universo gigante e benevolente, estamos literalmente mergulhados nele, mas precisamos aprender sobre e como nos relacionarmos com ele.

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação (excepto os da Lua): Mercúrio conjunção a Saturno até 23 de Novembro – Mercúrio trígono a Urano até 26 de Novembro

Imagem veio daqui

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 18 de Novembro

ceuO dia despontou com Lua em Caranguejo fazendo quadratura a Urano e trígono ao Sol. Apesar de ser confortável mantermos as mesmas atitudes, as mesmas escolhas de sempre há uma chamada importante à mudança radical; claro que em poucas horas não nos vamos inovar completamente, mas se conseguirmos deixar entrar apenas um pequeno detalhe que seja, estaremos a alinhar com o céu. A probabilidade de estarmos a sentir que detalhe seja esse é elevada, e estará de acordo com o que queremos, já que o trígono ao Sol mostra que, emoções e propósitos estão sintonizados. O Sol ainda em Escorpião, no contexto de uma lunação que começou em Escorpião, indica que há um apontar para algo que nos fará interagir mais profundamente com os outros, que trará talvez mais capacidade de transformação e maior poder pessoal.

Urano liga-se à Lua de forma tensa e nós sentimos essa tensão, que pode ser mais desagradável mas também mais motivadora para mudanças necessárias. O cenário geral é bem animador, já que o quintil ao Sol assegura-nos que talvez fruto da agitação emocional estabelecemos vontades “criativamente revolucionárias” com capacidade de ir trazendo formas novas à nossa realidade concreta. O trígono de Saturno a Urano é o reforço, o sublinhar desta circunstância! Caminhar em frente implica sempre dar espaço ao que é novo, deixar para trás o passado; mas ontem com a capacidade de transcendermos mais um pouco do nosso passado (a conjunção de Neptuno ao nodo sul), e hoje todos estes aspectos a Urano, não vamos querer continuar a marcar passo, certo?

Duração dos aspectos mencionados nesta publicação: Sol quintil a Urano até 20 de Novembro – Saturno conjunto a Urano até 24 de Dezembro

Imagem veio daqui

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 17 de Novembro

ceuA Lua está agora em casa, isto é, em Caranguejo; mais sensíveis, com mais necessidade do aconchego que a casa física e a família podem proporcionar, temos também a imaginação e a intuição mais afinadas, o que é incrementado pelo trígono a Neptuno. Bem gostaríamos talvez de aproveitar plenamente um doce e suave estado de espírito, mas vamos ter que fazer face a uma oposição a Vénus agora durante a manhã, uma quadratura a Júpiter, outra oposição a Plutão e bem ao final do dia uma quadratura a Urano. Vénus e Plutão em Capricórnio não se compadecem com sensibilidades, querem trabalho e responsabilidades em dia e em ordem; enquanto vamos tentando encontrar equilíbrio entre o que sentimos e as obrigações do dia, as relações com outros não trazem acalmia, pelo contrário, representam desafios para ultrapassar. É natural que finalmente quando a ligação a Urano se começar a estreitar, estejamos já com os nervos em franja… mas nada disto é inevitável! Podemos começar por procurar entender o que está a provocar uma certa insatisfação logo de manhã, sabendo inclusive a importância de não nos deixarmos engolir por emoções bicudas, que dificultam inclusive estarmos à altura do desempenho necessário para atingirmos as nossas metas; dificultam também quando temos que lidar com os outros, com os seus problemas, opiniões, visões e emoções. Quanto mais dificuldades encontrarmos mais temos que transformar alguma coisa em nós, e Plutão permite essa transformação se lhe dermos aval, se tivermos consciência do que está a pedir transformação. E se conseguirmos isto, o fim do dia traz a possibilidade de uma nova imagem própria, mais livre de limites e condicionamentos exteriores.

A versão mais positiva pode estar completamente dependente da nossa vontade consciente. Há motivos para sorrir porque temos um biquintil do Sol a Urano; temos a possibilidade de estabelecermos vontades especialmente criativas e futuristas, inesperadas talvez, mas com poder de nos ajudar a contornar as situações mais complicadas e aborrecidas. A cada vontade, corresponde a opção de a tentar satisfazer, e estes processos passam pela mente. Mercúrio, como representante da mente, está em conjunção a Saturno, e ambos em Sagitário. Portanto, soluções que surjem e se mostram eficazes, podem permanecer connosco e serem incorporadas na nova estrutura de pensamento e de realidade que estamos permanentemente a construir. Eu diria, que bom!

Tenho referido a conjunção de Neptuno ao nodo sul em publicações anteriores; é hoje o dia em que o aspecto é exacto, Neptuno retrógrado está perto de ficar em movimento directo, e pede-nos para aproveitar este espaço de tempo para deitarmos fora tudo o que nos conduz pelos caminhos da desilusão. São as emoções que nos dão as pistas do que há para largar, e que estão neste momento relacionadas com o nodo sul (passado) em Peixes. Não é seguramente agarrados ao passado que vamos conseguir desfrutar da tranquilidade a que o símbolo da Lua nova de Escorpião fazia alusão!

Duração dos aspectos mais prolongados mencionados nesta publicação: Sol quintil a Urano até 20 de Novembro – Mercúrio conjunção a Saturno até 23 de Novembro

Imagem: de viagem para o nodo norte…. o nodo sul fica para trás. Veio daqui

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 16 de Novembro

ceuO dia surgiu com as tonalidades de um sextil da Lua a Urano; com a Lua em Gémeos há uma maior adaptabilidade e fluidez em deixarmos entrar em nós aspectos pouco convencionais mas que abrem as portas ao futuro que projectamos. Claro que as portas só abrem às nossas intruções e por isso talvez seja boa ideia optarmos conscientemente por alguma nova atitude, que sabemos ter o potencial de nos trazer alguma vantagem, conforto, benefício.

Urano está também em trígono a Saturno em Sagitário, desde aproximadamente o início de Novembro, aspecto que vai se manter até quase ao final do ano, mas que irá regressar em 2017. De Urano em Carneiro podemos dizer que se relaciona com futuro inovador, novas formas de sermos independentes, donos do nosso próprio nariz. Saturno em Sagitário é a concretização duma realidade para lá daquela que conhecemos, mais livre também, mais ética e verdadeira. Juntam-se os dois e convidam-nos a deixarmos entrar estas influências, optando a cada momento pelas emoções, crenças e atitudes que podem nos posicionar no caminho certo. Se todos os dias isto pode ser uma prioridade, hoje com o toque da Lua a Urano é de certeza um dia ideal para começar por algum lado, se é que ainda não começamos; se já não somos novatos nestas andanças, pois é só continuar com a tarefa.

Mercúrio em Sagitário sintoniza-nos mentalmente para esta proposta; a conjunção a Saturno vai proporcionando a capacidade de disciplina e concentração, de estruturação das ideias que vão surgindo, de objectividade capaz de contrariar a possibilidade de confusão presente na actual quadratura a Neptuno; assim, este último aspecto que está na recta final, pode ser então uma importante fonte de inspiração. Depois destes tópicos volto ao início, à Lua em Gémeos, que é regido precisamente por Mercúrio; o impulso de querer saber mais, de procura de informação pode ser activado para este fim, para irmos planeado como virar costas a uma realidade apodrecida um pouco por todo o lado, e preparando um novo caminho.

Duração dos aspectos mais prolongados mencionados nesta publicação: Mercúrio quadratura a Neptuno até 18 de Novembro – Mercúrio conjunção a Saturno até 23 de Novembro – Saturno sextil a Urano até 24 de Dezembro

Origem da imagem

Boa Quarta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button