Céu astrológico para o fim de semana de 4 e 5 de Março

céuA Lua é uma recém chegada a Gémeos, e como tal, prepararmo-nos para dar umas voltinhas, ler, escrever e/ou conversar são opções bastantes mais simpáticas do que enfiar o nariz nas habituais tarefas do dia-a-dia; lá está a quadratura ao nodo norte em Virgem a olhar com sorriso amarelo, e pelo menos alguns de nós, eu por exemplo, a assobiar para o ar numa tentativa de me escapar… Mas vou assumir o básico já que de tarde temos uma quadratura a Mercúrio e Neptuno, muito juntinhos ainda já que estamos nos momentos iniciais em Mercúrio se afasta de Neptuno depois da conjunção exacta. Esta quadratura coloca as emoções em estreito contacto com os pensamentos, depois destes terem levado uma ensaboadela de Neptuno; a conjunção em Peixes é mais uma espécie de lavagem cerebral, cuja função é dissolver as nódoas mais difíceis que mancham os tecidos mais imaculados, isto é, aqueles pensamentos teimosos que insistem em nos fazer acreditar que somos insignificantes, vítimas inocentes, sem poder de alterar as nossas circunstâncias, carne para canhão. A dispersão possível de ideias e emoções pode gerar confusão, instabilidade, tristeza, sensibilidade; é deixar assentar, procurar entender a raiz, deixar ir até onde nos é possível. Diz-se que do caos nasce a luz, e no fundo é para isso que Neptuno trabalha.

Símbolo Sabiano para Sábado: Uma senhora numa pele de raposa

A interpretação de Dane Rudhyar encaixa bem nos aspectos anteriores. Diz ele: No simbolismo e na mitologia, a raposa é sempre um animal inteligente e subtil. Ela representa o intelecto em seu estágio inicial de “astúcia”. Num sentido mais mais amplo, também se refere à “inteligência”, considerada como a capacidade de nos adaptarmos a todas as situações da vida. É a calibração destes atributos que no fundo está em causa (isto fui eu que acrescentei 🙂 ).

Domingo, a Lua em Gémeos, faz trígono a Júpiter, sextil a Urano, e pelo final da tarde oposição a Saturno. A disposição geral é de abertura aos outros, com um sentimento talvez de mais leveza e liberdade, a que provavelmente a nova condição de Mercúrio não será alheia, já que ele é regente de Gémeos. De manhã há também uma quadratura ao Sol, o que marca a entrada em quarto crescente, e os potenciais energéticos que estavam presente na Lua nova, começam a querer romper. A ligação a Saturno é uma chamada à responsabilidade, por aquilo que queremos concretizar, por aquilo que queremos manter na nossa vida e por aquilo que existe mas queremos erradicar.

Símbolo Sabiano para Domingo: Um oficial prepara-se para treinar os seus homens

Será preciso acrescentar alguma coisa? O símbolo da Lua nova falava de um jockey, agora há treinos à vista, temos metas que nos piscam o olho… ou não temos?

Até podemos ter o hábito de navegar pela vida sem rumo, nem objectivos. É uma opção tão válida como outra qualquer; observe-se apenas se se está feliz ou não, se se preferiria outras experiências, honestamente! Pode acontecer verificar que se calhar está na hora de mudar de preferências; se for o caso esta é a altura perfeita porque Vénus ficou retrógrada em Carneiro. Reformular aquilo que para nós é importante ou não, vai ser um tema importante até meados de Abril. Podemos reter a ideia de que todos os aspectos que Vénus fizer a outros planetas vão directamente nos ajudar a fazer estas reformulações. Claro que a Vénus estão associados os relacionamentos, “amores” incluídos, afinal ela é regente de Balança; mas é também regente de Touro, e aqui cabe tudo o que é importante para nós, o que valorizamos, e mesmo o que valorizamos pela negativa. Esta retrogradação começa em Carneiro, e faz uma pequena incursão por Peixes; para já portanto, o facto de começar em Carneiro indica que não será má ideia começarmos por verificar que valor nos atribuímos a nós mesmos, se reconhecemos os talentos e recursos que possuímos. Reconhecer podemos não reconhecer, podemos não nos dar importância suficiente, também podemos nos valorizar em excesso, como se tivéssemos o rei na barriga. Quer um extremo, quer outro trazem dissabores, mas temos agora uma oportunidade de aceitar um empurrão do Universo para nos alinharmos com as atitudes correctas, equilibradas, as que nos permitem percorrer o Caminho do Meio.

Imagem veio daqui

Bom fim de semana!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 3 de Março

céuA Lua em Touro faz trígono a Plutão e sextil a Quíron; mantém-se a necessidade de operarmos na matéria, mangas arregaçadas e mãos ao trabalho porque não só há tarefas importantes a desempenhar, como temos recursos para gerir, ou temos que os encontrar e desta forma dar vida ao recurso mais importante que é o nosso próprio senso de valor próprio, se é que ainda não descortinámos por onde ele anda. A ligação a Plutão é origem de força mais do que suficiente para pormos em andamento tudo isto, a nossa vontade de o fazer é o motor de arranque, e quando a meio da tarde já seguirmos em velocidade de cruzeiro, Quíron ajuda a curarmos algumas dores e carências, para as quais já não há paciência que nos valha!

O Sol em Peixes vai-se inspirando no sentido de nos dizer que vontades devemos dar por terminadas, para que outras devemos dirigir a criatividade de forma a dar-lhes vida no momento certo. Faz sextil a Plutão até dia 9 de Março, e intensifica-se portanto, esta condição de transformação daquilo que queremos. Obviamente que aquilo que queremos a cada momento, relaciona-se com a forma como pensamos a Vida e a nossa relação com ela; reparar que Mercúrio em Peixes a aproximar-se da conjunção a Neptuno, será amanhã, é verificar a indicação de que existem conceitos a desaparecer, a chegar ao fim. Com ideias frescas e lavadas pelas águas neptunianas, a criatividade do Sol mais facilmente se dirige e alimenta propósitos actualizados.

Tema do dia (dado pelo símbolo Sabiano): Uma espada num museu

Até aos dias de hoje ainda é pela força agressiva e violenta, egoísta e individualista, que muitos humanos procuram satisfazer as suas necessidades básicas (Lua em Touro) ou alcançar os seus ideais, até ideais em nome dos Deuses que acreditam ser os seus (Sol e Mercúrio em Peixes). Estão desactualizados, este estado de coisas não vai continuar… apesar de ainda acontecer! As espadas, qualquer instrumento usado para dominar, subjugar outros em nome seja do que for, de facto só em museus! Mas uma espada como símbolo da coragem que precisamos para dominar e acabar em nós mesmos aqueles aspectos que nos dominam e subjugam a um estilo de vida medíocre, destrutivo ou que de alguma maneira nos retire nem que seja uma pequena porção de valor próprio (volta a Lua em Touro…), essa faz muita falta! Que hoje seja desembainhada, aquela que irá trespassar mais algum daqueles inimigos internos… sabem que Peixes se relaciona com inimigos internos? Pois vamos lá eliminar mais alguns!

Imagem veio daqui

Boa Sexta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 2 de Março

céuA Lua já está em Touro, e há uma necessidade de pilares estáveis e seguros, confortáveis e aconchegantes também, sobre os quais possamos fazer assentar a nossa vida. Há um trígono ao nodo norte e um sextil a Mercúrio; porque os pilares precisam ser construídos, reconstruídos ou há simplesmente trabalho de manutenção, somos chamados a nos organizarmos, a cuidarmos da saúde como um todo, a olhar as situações que se nos deparam com objectividade, consciência e razoabilidade. Como Mercúrio está em Peixes, conjunto a Neptuno, não haverá o perigo de sermos demasiado frios e racionais, nem de nos mantermos presos a detalhes demasiado pequenos para serem importantes; pelo contrário, com uma mente mais intuitiva existe uma capacidade de ver os problemas globalmente, deixar ir formas de pensamento limitadas, demasiado estreitas. Talvez então seja de esperar uma arrumação de ideias durante o dia; o início da noite vem com um sextil ao Sol e a Neptuno, sugerindo que depois de uma organização mental nada melhor de nos entregarmos à vontade de encontrar paz e bem estar, fazendo uma lavagem emocional, deixando que uma certa passividade e paragem nos afazeres diários, dê espaço a momentos em que podemos nos ouvir a nós próprios.

Todo este estado de espírito segue a par com a oposição de Júpiter em Balança a Urano em Carneiro, que está a horas de terminar, logo está a dar sinais inequívocos de como anda a nossa vida… razoavelmente equilibrada, desequilibrada, mais ou menos, ando a fazer por isso e já vejo sinais… a lista poderia continuar, mas os outros fazem parte do cenário! Uma coisa é verdade, seja qual for a situação só nós mesmos merecemos os louros, ou só nós mesmos podemos fazer por os vir a merecer. É em nós que tudo se resolve, se não sabemos como, temos que nos por a caminho para aprender.

Tema do dia (dado pelo símbolo Sabiano): Um exame de iniciados

Ontem procurávamos Luz, hoje somos examinados. Passamos? Podemos celebrar. Não passamos…. nada de dramas! Quem examina não castiga, mostra apenas que precisamos estudar mais um pouco. Mas vai ser um dia interessante, isso vai, e é a nossa consciência que ao fim do dia nos vai dizer o resultado!

Imagem veio daqui

Boa Quinta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 1 de Março

céuA Lua em Carneiro faz conjunção a Marte e a Urano, quadratura a Plutão, e estes aspectos fizeram-me pensar: bom, se ontem a viagem era de avião (refiro-me ao símbolo do dia) hoje é de nave espacial! Porque estes aspectos mais parecem simbolizar de facto um propulsor potente para começarmos a acelerar em direcção aos sonhos que nos propomos atingir, sentimos que está mesmo na hora de agir. Há uma oposição a Júpiter que adverte para, nesta corrida desenfreada, termos cuidado com os outros, eles também correm para os seus próprios sonhos, e sem atenção atropelamo-nos, atrasamo-nos e ainda acabamos todos nalgum pesadelo. Um trígono a Saturno mostra que as atitudes que tomarmos, a capacidade de agirmos com mais responsabilidade ou mais leviandade, vão ser parte integrante do chão que pisamos; por isso vale a pena ponderar as escolhas!

Tema do dia (dado pelo símbolo Sabiano): Homens procurando iluminação

Quem não procura ter uma vida luminosa? Todos queremos Luz, todos somos Luz. Temos é que rachar as camadas encrustradas de detritos que se acumularem ao longo do tempo. Crenças deturpadas por miopias ignorantes, conduziram-nos para becos sem saída, tornaram-nos fantoches de padrões emocionais que geram padrões comportamentais que nos prendem num quarto escuro; se fossemos um computador, a nossa performance estaria diminuída por viroses informáticas. Parece que o dia irá decorrer de forma a que algum tipo de limpeza aconteça, e as nossas várias relações estarão connosco; se estivermos numa fase inicial a tarefa pode ser mais exigente, se estivermos mais avançados talvez seja necessários apenas alguns ponto nos is!

Uma coisa é certa, com o Sol em Peixes a terminar amanhã a conjunção a Neptuno, estamos a ser convocados para dissolvermos de vez aquelas camadas que nos obscurecem, deixando que o Sol interno irradie quem somos, nem mais nem menos. E porque Mercúrio em Peixes está também a aproximar-se de uma conjunção a Neptuno, a limpeza passa pela mente, vão-se ideias obscuras, abre-se espaço a ideias com cheiro a maresia, frescas e inspiradas. Podemos esperar talvez, mais dificuldade em pensar, ou até comunicar, de forma matematicamente rigorosa; mas pronto, há que ter paciência, a seu tempo recupera-se a competência, quem sabe até num ambiente mais iluminado!

Imagem veio daqui

Boa Quarta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 28 de Fevereiro

céuA Lua entrou em Carneiro e faz conjunção a Vénus; é possível sentirmos um apelo por acção, rumo a um qualquer alvo, acima de tudo se estiver de acordo com aquilo que para nós importa, e também se com isso nos deixarmos inundar por uma onda de amor/valor próprio. Quem recusaria uma tal proposta?

Tema do dia (dado pelo símbolo Sabiano): Um piloto nas nuvens

Pois a esta hora já os reactores estarão a aquecer, prontos a fazer descolar o avião, apesar do tempo nublado. Como bem sabemos, há toda uma panóplia de instrumentos absolutamente indispensáveis a voos seguros, rigorosa e detalhadamente calibrados, para que as leituras sejam correctas e proporcionem informação fiável, necessária à segurança da viagem. Estes instrumentos remetem-nos para as infinitas capacidades da nossa mente racional operar nestes universos onde o “matematicamente calculado e o cientificamente provado” fazem todo o sentido. Mas com Mercúrio em Peixes, conjunto a Neptuno, somos pilotos num avião em que todos estes instrumentos falham, as informações que nos chegam são confusas e o melhor é não confiar inteiramente nelas. Faz-se o quê então? Ah…. faz-se uso de um instrumento que está de momento afinadíssimo e substitui todos os outros, a intuição, essa capacidade habitualmente relegada para segundo plano, essa voz silenciosa que nos diz coisas que não sabemos de onde vêm, e que não fomos habituados a escutar, e no entanto é o nosso meio mais infalível de não falhar. Pode acontecer não termos suficiente treino nem confiança… pois então há que começar a praticar, afinal o eclipse solar em Peixes falava de viver confiando… entre outras coisas…

A oposição de Júpiter a Urano está a fazer-se sentir sem margem para dúvidas, já que está perto de ser um aspecto exacto; todos queremos relações que sejam origem de paz, harmonia, bem estar, equilíbrio mas todos temos vindo a perceber claramente que há muito trabalho a fazer para conseguir isto. Passa por assumirmos nós mesmos as atitudes certas em relação à nossa independência, capacidade de agir por conta própria, capacidade de nos focarmos nos nossos objectivos e não nos deixarmos distrair demasiado. E convenhamos, isto pode ser um bico de obra, podemos estar baralhados sem saber o que fazer para acertar as pontas todas! Bem, por hoje a missiva dos Deuses parece ser para não termos medo de voar apesar do céu nublado… há sempre o tal instrumento com que podemos contar!

Imagem veio daqui

Boa Terça-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 27 de Fevereiro

céuA Lua vai continuando a sua travessia por Peixes, e nós podemos sentir mais necessidade de abrandar o ritmo habitual. Acresce que em período de Lua nova é sensato descansar mais, talvez para concentrar a energia que irá ser usada à medida que o ciclo lunar se desenrolar, muito à semelhança do que acontece com uma semente que encerra em si toda a informação genética da espécie, bem como a energia suficiente que irá permitir a germinação. Ainda assim, há uma realidade feita de trabalho, tarefas e responsabilidades diversas, limites, obstáculos para todos os gostos, e uma quadratura a Saturno sugere que é preciso um esforço para atender a tudo; podemos nos sentir abatidos, tristonhos, carentes, vítimas das circunstâncias, mas a tensão deste aspecto dá-nos também a força suficiente para virar as costas a tais estados de ânimo, fazer o que há para fazer. Faz lembrar a capacidade da semente largar o seu estado adormecido e começar a despertar… Como temos uma conjunção a Quíron, há alguma coisa em nós que se vai curando, e é uma cura que facilita a nossa conexão ao lado invisível da Vida, o que é fantástico porque é daqui que podemos esperar todas as soluções para todos os problemas.

Marte atinge a oposição a Júpiter, e este aspecto fala de como estamos nós a crescer a partir dos relacionamos, do que fazemos para ser independentes, activos e focados nos nossos objectivos. Se tivermos ideias claras acerca do que queremos, basta olhar para estes sectores e tiramos ilações que nos indicam se há algo a corrigir, a ajustar, e também o que está a resultar e é para continuar.

Mercúrio está em Peixes e faz conjunção a Neptuno até 4 de Março; aquele lado invisível da Vida serve de cálice às nossas mentes racionais, preparadas para operar no lado oposto, no visível. É natural portanto que algumas tarefas habituais ligadas à realidade concreta se tornem estranhamente difíceis de levar a cabo; podemos estar mais dispersos, distraídos e com dificuldade de concentração em focos precisos. Pelo contrário, tarefas que vivam de uma maior inspiração ficam a ganhar. Enquanto isto haverá uma “lavagem cerebral”  cujo objectivo é fazer desaparecer conceitos demasiado rígidos, demasiado estreitos, que não nos deixam perceber a infinitude da Existência!

Símbolo Sabiano que dá o mote ao dia: Um jockey

Exactamente, o mesmo que marcou a Lua nova! Movimento e acção, a energia que hoje precisamos usar para darmos início aos processos que nos permitem chegar aos nossos objectivos, pelo menos os mais imediatos, os de hoje!

Boa Segunda-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

Share Button

Lua nova de Peixes, Eclipse solar, Fevereiro 2017

céuLua nova de Peixes, 26 de Fevereiro, 14.58, brinde: eclipse solar

Mais um fim de ano que se aproxima-se, e não me refiro claro ao ano civil, mas ao ano astrológico; no fundo trata-se da verdadeira, e natural passagem do ano! Estamos portanto num período de conclusões, onde fechar umas portas vai permitir abrir outras, com acesso a novos espaços, novas ideias, novos projectos; enquanto alguns sectores da nossa vida se preparam para terminar, outros concentram em si toda a inspiração possível para se iniciarem tão breve quanto for o tempo certo! O símbolo envolvido nesta Lua nova sugere que podem haver de facto metas/sonhos/ideais de vida para os quais já estamos preparados, portas cujas maçanetas estão já a rodar. Mas não vale forçar, há que simplesmente confiar, esperar que a maçaneta chegue ao fim, e com ranger ou sem ranger (eu gosto do ranger, acrescenta um certo mistério….. ), a porta comece a abrir-se. O símbolo onde acontece esta Lua nova é:

Um jockey

Não percebo grande coisa de corridas de cavalos, mas nos filmes… que por acaso é assunto de Peixes… há sempre uns momentos antes de ser ouvida a partida, onde os vários concorrentes se concentram, sabem que podem haver sempre imprevistos mas acreditam e confiam nas suas competências e nas do seu animal, entregam-se ao que tem que ser e … ouvido o sinal arrancam. Se estamos a falar duma Lua nova, estamos preparados à espera que o sinal se faça ouvir. Há uma corrida especial para cada um de nós, mesmo que possamos não perceber qual é; podem haver corridas onde o essencial é derrubar obstáculos, limpar o terreno, prepará-lo para as próximas oportunidades onde já estaremos mais preparados para atingir a meta escolhida. Um jockey precisa aprender e treinar antes de chegar à competição, e nessa fase os objectivos são relacionados com a sua evolução e aprendizagem, com a relação que precisa estabelecer, e fazer crescer, com o seu cavalo. Antes de tudo porém, tem que escolher no mar de todas as possibilidades, qual aquela que lhe convêm. Enquanto andar confuso entre ser jockey, maratonista, ou dedicar-se definitivamente ao yoga, não há corrida que o faça chegar a lado nenhum! E confusão é também assunto de Peixes!

E que mensagem nos enviam os Deuses, codificada nesta misteriosa linguagem simbólica que é a Astrologia? Vamos lá ver o aspecto do céu desta Lua nova de Peixes.

Mercúrio entrou em Peixes há poucas horas. Não será onde ele se sente mais confortável, já que em mar alto, às vezes a racionalidade e o pensamento lógico não dão resposta às evidências, e se insistirmos em querer compreender detalhadamente todos os pormenores, acabamos por gerar cada vez mais dificuldade em chegar a conclusões, se estamos confusos mais confusos ficamos, se não estamos, passamos a estar. Confusos? É natural, Mercúrio está em Peixes, como comecei por referir. Então o truque é esse, não querer compreender nada, deixar entrar a ideia de que há uma realidade que sabe mais do que aquilo que nos passa habitualmente pela cabeça, e que incansavelmente nos orienta para o caminho mais apropriado. Por isso o que quer que se apresente na nossa realidade é o que tem o poder de nos indicar por onde devemos seguir… tipo rally paper, ou peddy-paper, onde para chegar ao destino temos que ir seguindo as pistas… estão a ver?

A primeira pista nem deve demorar muito, e está sugerida pelo quintil a Saturno, precisamente quem tem a responsabilidade de materializar todos os eventos e circunstâncias de forma a que não hajam dúvidas. Se esta pista for do nosso agrado, perfeito, se não for, perfeito também! Porque em conjunção à Lua nova temos Neptuno, cuja função é lavar o chão que pisamos, levar para longe as pedras que nos ferem os pés; mas quando a única coisa que conhecemos são essas pedras, e as feridas que causam e nos obrigam a caminhar cada vez mais devagar, às vezes com vontade de desistir de caminhar e ficar ali eternamente parados, acreditando que curamos as feridas… mas não curamos e não percebemos porquê, afinal estamos parados de pés no ar, mas também já vimos que nem tudo tem uma explicação lógica… enfim, retomando a ideia, quando nunca tivemos a oportunidade de caminhar num chão liso sem pedras ficamos em pânico quando as pedras começam a desaparecer. Mas não é caso para isso! Está tudo bem, há que confiar na Inteligência Universal e não termos a mania que sabemos tudo… sabemos tão pouco! Eu só sei que nada sei, dizia o Sócrates… o filósofo! A primeira mensagem parece ser esta: segue o primeiro caminho que te aparecer pela frente, e não te assustes se houver “coisas” a menos. Se por acaso o que aparecer pela frente for um obstáculo gigante, então vira à esquerda, à direita, volta atrás um pouco, muda de perspectiva, talvez houvesse a certeza absoluta de que seguíamos a via correcta, e talvez não seja!

Marte está em Carneiro, já é “unha com carne” com Urano, já podemos por isso reparar como é mais fácil dirigir os pés por novos caminhos, por “mares nunca antes navegados”… afinal estamos em Peixes! Trata-se da conjunção entre Marte e Urano que está a poucas horas de ser exacta… pode até dar-se o caso de ser simbolicamente o som que marca o início da corrida! Tal como a parceria jockey/cavalo, para serem uma dupla vencedora precisam ter uma relação de confiança e respeito mútuos, assim nós precisamos ter com os outros relações semelhantes; e o que está representado na oposição entre Marte e Júpiter, que vai também terminar amanhã, é isso exactamente. Não chegamos à meta que queremos sem que todos os nossos relacionamentos nos tragam equilíbrio, paz, harmonia; mas chegaremos às metas que precisamos, para um dia destes, mais tarde, a grande meta ser cortada. Faz parte da tal limpeza das pedras…. Marte está também em trígono a Saturno; uma nova forma de andar para a frente, e de deixar para trás o passado, já que tem o carimbo de Urano, estrutura directamente uma nova estrada. Apenas se levem em consideração as pistas, observe-se com atenção o que nos aparece pela frente, nada de racionalizar, siga-se a intuição, escolham-se os trilhos mais bonitos, aprenda-se a viver ouvindo a voz dos Deuses.

Mais uma vez o mapa da Lua nova tem uma configuração, em que segundo Marc Lua nova 26 de FevereiroEdmund Jones, deve ser atribuído a Júpiter a liderança dos desenvolvimentos da lunação. E mais uma vez fica claro a noção de que a chave para os nossos sucessos está na correcta vivência dos vários relacionamentos. Depois podemos pensar que os nossos relacionamentos são sempre um espelho de aspectos que existem em nós; se não conseguimos que nos devolvam o que queremos, é porque em nós há aspectos que temos que eliminar, acertar, transformar, etc. Faz sentido então que uma segunda pista seja esta, de optarmos de acordo com o que a realidade que brota dos nossos relacionamentos nos estiver a mostrar. Já que Júpiter se mostra novamente como o líder, o planeta cuja energia vai fazer o jockey andar para a frente, poderia fazer sentido explorar a oposição a Urano e a quadratura a Plutão. Mas opto por não o fazer, já que o objectivo não é entupir ninguém de informações, mas antes disponibilizar as indicações básicas. E a verdade é que se todos conseguirmos optar segundo os aspectos já referidos para cima, o nosso cavalo branco segue ligeiro para onde deve seguir… a cor do cavalo decidi eu agora, achei que ficava bem!

Ainda há uma referência que me parece importante e diz respeito a Vénus. Está em Carneiro e vai ficar retrógrada no próximo dia 4; isto quer dizer que durante este ciclo lunar vamos ser convidados a personalizar a forma como valorizamos a nossa independência, a nossa capacidade de agir em nome próprio, a importância de sermos firmes e claros nos nossos objectivos, e como fazemos tudo isto. Para chegar à meta mais rápido, pico a barriga do cavalo com esporas porque assim me disseram que era o método! Ou o meu próprio sistema interno repudia tal procedimento (e é que repudia mesmo!) e vou ter que estabelecer aquilo que para mim é importante? Nunca chegamos aos nossos objectivos quando nos orientamos por valores que não são os nossos! Nunca! O que pode acontecer é um dia percebermos que não há maneira de chegarmos onde queremos porque andamos há séculos a dar importância a ninharias ultrapassadas, são personalizadas é certo, mas passaram de validade! Ora aqui está outra pista!

Estamos perto do fim, mas ainda falta o eclipse que acompanha este final de ciclo astrológico. É um eclipse solar, diz-nos portanto que vamos mesmo que ter que viver/expressar aquilo que é a energia de Peixes; para quem já aprendeu a viver confiando, sabendo que o que vem é sempre positivo, para quem já com facilidade tende a aceitar os outros tal como são, quando não gosta do que lhe sugerem ou do que lhe impõem, muda-se a si mesmo e sintoniza-se para outro lado, para quem já aprendeu a ter paciência e aceita que tudo tem um tempo certo para aparecer na nossa vida, especialmente os sonhos, para quem se chateou de desempenhar sempre o mesmo papel de vítima e descortinou a maneira de ser o capitão do seu próprio barco, para quem já recusa ser perfeito porque isso é um ilusão sem consistência, para quem já consegue orientar-se mesmo quando a vida nos envolve num nevoeiro cerrado, viver assim já são favas contadas. Para quem está a aprender, pode ser mais desconfortável, mas seguramente rapidamente será indispensável, porque apesar da Vida ser uma constante alteração das condições preexistentes, pode dar-se o caso do eclipse assinalar que está na hora de acelerar a mudança.

Imagem veio daqui

 

Consultas disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Sábado 25 de Fevereiro

céuA Lua continua em Aquário proporcionando-nos um estado emocional mais frio e distante, o ideal para objectivamente sentirmos como devemos reagir às circunstâncias ou como fazer ajustamentos na imagem que temos de nós mesmos. Durante o dia desenrolam-se uma conjunção a Mercúrio e um sextil a Saturno, mas agora de manhã atingem-se um trígono a Júpiter e um sextil a Urano. Com a facilidade de nos mantermos emocionalmente mais distantes, fica paradoxalmente mais fácil lidarmos com os outros, mesmos que surjam situações desafiadoras, e também respondermos de formas completamente diferentes do habitual, nomeadamente a tais situações. A ligação a Mercúrio facilita o intercâmbio entre a mente e o que sentimos, e o que resulta daqui pode acrescentar mais solidez à nossa estrutura emocional. Precisamos só de confiar nos nossos próprios pensamentos, e quanto mais inesperadamente eles aparecem, mais alinhados com a nossa própria verdade pessoal eles são. Não os podemos menosprezar!

Mercúrio vai ainda hoje entrar em Peixes e vai-nos proporcionar uma pausa no pensamento muito lógico e racional, enquanto uma abertura à intuição se faz sentir. Há que deixar este processo acontecer, nem tudo se explica matematicamente por A e mais B. Não é altura para entrar em detalhes, mas não consigo deixar passar em branco que Mercúrio está no último grau de Aquário, aquele que eu queria compreender à luz da minha própria verdade e que acabou neste post aqui. Depois de o escrever continuam a haver desenvolvimentos interessantes, à medida que vou lendo o livro. Entretanto, é necessário ajustar o significado que pode estar associado a este grau, e sublinho que o ajuste é baseado na leitura que fiz até agora; este é um grau onde há que conciliar o que é racional e cientificamente provado com o que escapa completamente a esta visão e é do domínio do espiríto. Porque, como eu dizia no texto de Ardath, a seguir entramos em Peixes, e Peixes abarca tudo, o que entendemos e o que não entendemos mas ainda assim se manifesta. Barrar a entrada na nossa experiência, daquilo para que não conseguimos arranjar resposta, pode ser cortar o fluxo da Vida para dentro da nossa própria vida… e é uma chatice danada!

Símbolo do dia: Uma cruz deitada sobre as rochas

Para nós ocidentais a associação da cruz com os temas de carácter religioso é automática. Mas a cruz é um símbolo universal, muito antigo e encontrado em diversas culturas. Numa pesquisa rápida encontra-se a sua relação com a conjugação dos opostos, que basicamente é a experiência terrena. No fundo, os caminhos pedregosos, tortuosos, são o que precisamos para fazer esta aprendizagem; e para que tenhamos sucesso, recomenda-se o que está sugerido no último grau de Aquário.

Dizia Augusto Curry: Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo… Imagem veio daqui

Bom Sábado…. véspera de Lua nova em Peixes!

 

Serviços disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 24 de Fevereiro

céuA Lua vai por Aquário e faz sextil a Vénus em Carneiro; aquilo que valorizamos, aquilo para onde dirigimos a atenção pode suscitar reacções diferentes do habitual. É possível que estejamos a sentir como é importante um pouco mais de individualismo, se a nossa tendência é sermos dependentes dos outros, e é possível também sentirmos que apesar de tudo há que manter igualdade entre as relações, sobretudo se tendermos a agir como líders ou como “a autoridade”. Mas independentemente do que nos tem caracterizado, a necessidade de descondicionamento de algumas regras pelas quais nos temos pautado, está na ordem de trabalhos. Cada um de nós sabe muito bem do que temos que desapegar… ou não sabe? Isso é que é pior! Nesse caso terá que desapegar de andar distraído!

A oposição de Marte a Júpiter e a conjunção a Urano estão a aproximar-se do fim (até 27 de Fevereiro) e fazem-se sentir cada vez mais. Os temas são genericamente semelhantes aos que estão referidos acima, no fundo reforçam-se mutuamente. É natural, sempre que se sublinha o que sentimos, mais facilmente se consegue detectar com exactidão os tais elementos que devemos descartar, neste caso ligados directamente com as pessoas com quem nos relacionamos. Enquanto isto sucede, há um trígono já em aplicação a Saturno até 5 de Março; quer isto dizer que andamos a deitar alcatrão numa estrada que nos leva algures para outras paragens. Vejamos portanto se as nossas atitudes nos estão a levar para o paraíso ou para o inferno. Pista infalível: relacionamentos equilibrados, sem nos submetermos, sem pretendermos submeter outros.

Símbolo Sabiano do dia: Oficiais vestidos em traje de parada

Oficiais são elementos de forças bélicas, e relacionam-se muito bem com Marte. Não há dúvida que os aspectos de Marte têm potencial para se tornarem bélicos, mas há antídotos vários espalhados pelo céu, que espelham o que se passa connosco. Se pensarmos que os oficiais vestidos daquela forma estão só a dar nas vistas, a causar impressão, percebemos que talvez seja de esperar a partir de alguns relacionamentos alguns “fogos de vista” sem gás para continuarem, apenas para melhor nos situarmos e fazermos as opções que conduzem à paz.

Imagem veio daqui

Boa Sexta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 23 de Fevereiro

céuSímbolo Sabiano do dia: Um bazar de Igreja

Hoje dá jeito começar pelo símbolo, que sugere a conciliação entre os assuntos do espírito e os da matéria, nomeadamente a necessidade que temos para, usando as nossas artes e engenhos, de alguma forma, angariarmos este recurso, tão amado quanto odiado, chamado dinheiro!

A estabilidade e sensação de segurança de que todos precisamos não passa exclusivamente por termos mais ou menos recursos financeiros, mas que também passa por isso, passa! Que o diga quem vive, ou já viveu, momentos em que o rendimento disponível baixa drasticamente… ou nunca deixou de ser baixo! A Lua vai continuar em Capricórnio até ao final da tarde e temas como este sugerido pelo símbolo, podem muito bem fazer parte do cenário deste dia, adaptados naturalmente à realidade pessoal de cada indivíduo. Isto porque uma Lua capricorniana induz-nos a procurar estruturar uma vida materialmente sólida, resistente aos revezes naturais da existência, o que por acaso, ou nem por isso, só pode acontecer quando temos harmonia interna entre o lado material e não material do nosso Eu. Com a noite chega uma maior sensação de liberdade, talvez a consciência de que há aspectos da nossa vida que precisam ir embora, mas temos que não esquecer que só irão, se primeiro forem erradicados de dentro de nós mesmos. Há muito boa gente que precisa por exemplo, largar de vez a ideia de que ou temos dinheiro, esse vil corruptor, ou somos seres iluminados e evoluídos, altamente espirituais.

Para romper com conceitos ultrapassados nada melhor de facto, que o passeio actual de Mercúrio por Aquário, onde as ideias são livres, arejadas, a capacidade de olhar as questões com objectividade e racionalidade ajuda-nos a perceber alguns disparates sobre os quais construímos a nossa realidade. Atinge-se hoje um sextil a Saturno, consolida-se mais um passo rumo a uma realidade em sintonia com as nossas convicções, e por isso vale bem a pena reavaliarmos em que acreditamos. Também merece atenção um olhar atento ao que se vai concretizando à frente do nosso nariz; isto porque para além das nossas convicções conscientes, há uma série de outras “informações” inconscientes que nos podem ajudar, ou pelo contrário derrubar.

Imagem veio daqui

Boa Quinta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button