Céu astrológico para Quinta-feira 4 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Um antigo baixo relevo em granito

A Lua continua em Leão e as quadraturas a Júpiter e a Marte que se aplicam desde ontem estão a terminar, o que significa a conclusão do “ambiente” emocional que começou de véspera; há uma energia considerável que quer romper com condicionamentos e limitações, mas há também impedimentos e obstáculos que podem gerar frustração (Marte semiquadratura a Saturno). Neste caso não adianta insistir, adianta usar as circunstâncias para nos transformarmos mais um pouco, transformando a natureza das reacções emocionais habituais (Marte está em Escorpião, as acções devem ser no sentido de reciclar padrões emocionais). Fácil? Talvez não, poderá ser semelhante ao trabalho de esculpir em granito, uma das rochas mais duras. Porém o resultado perdurará eternamente. O símbolo da Lua nova era “Um escultor” e não me admiraria nada que hoje fosse um dia importante para que possamos sentir orgulho da nossa obra! A obra é emocional (Lua) e em Leão ninguém se pode queixar de falta de criatividade! Mais logo, um trígono a Mercúrio e outro a Urano, podem significar talvez ideias inovadoras, vindas sabe-se lá de onde, livres de antigos conceitos limitadores, que participam de uma nova estrutura emocional.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quinta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 3 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Um adorador de fogo

Que poder terão sentido os humanos primitivos quando aprenderam a arte de fazer fogo! De facto o poder do fogo é imenso, para o bem ou para o mal; é fonte de luz, de calor, de energia, de purificação ou de destruição. Não admira portanto que tenha sido objecto de adoração por antigas religiões. E nós podemos continuar a, senão adorar, pelo menos a respeitar e admirar aquilo que ele simboliza.

Com a Lua que entretanto entrou em Leão, signo do elemento fogo, o mais certo é estarmos a sentir um “fogo que arde sem se ver” bem dentro do peito! É um fogo que enche de energia e confiança, e que podemos usar para criar o bem ou o mal, que podemos dirigir para destruir o mal, para purificarmos os “intrusos malfeitores”… aqueles que se disfarçam em reacções emocionais tão rápidas que não damos conta a não ser quando já demos um murro na mesa… e francamente não havia necessidade! Isto pode acontecer sobretudo mais ao fim do dia, quando a Lua se começar a aproximar duma quadratura a Marte e a Júpiter em Escorpião, o covil dos malfeitores…. eheheheh

Temos uma ênfase tremenda em Capricórnio com Plutão, Saturno, Vénus e o Sol instalados neste signo que se relaciona com autoridade e “respeitinho é muito bonito”; o Sol faz sextil a Marte e a Júpiter e se não soubermos lidar com o “fogo” ainda terminamos o dia com azia… aquele fogo no estômago tão desconfortável! Melhor será portanto ficarmos alerta para não deixarmos que possíveis circunstâncias com poder para nos incendiarem as melhores, mais criativas e positivas intenções, nos “tirem do sério”. Se formos desafiados vai valer a pena a atitude reverente de um adorador de fogo, porque o Sol a aproximar-se de uma conjunção a Plutão mostra descaradamente de que forma estamos a transformar a nossa realidade global. E como sabemos com o fogo não se brinca, ou sabemos lidar com ele ou queimamo-nos.

Imagem veio daqui … faz lembrar bastante o fogo da Lua em Leão, o “Rei da Selva”

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quarta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Lua cheia de Caranguejo, Janeiro de 2018

Lua cheia em Caranguejo, 2 de Janeiro, 2.25h

Símbolos Sabianos envolvidos:

Lua- Uma mulher chinesa cuidando de uma criança com uma mensagem

Sol- Uma palestra dada por um estudante da Natureza

Os aspectos que me parecem mais relevantes, e que vou usar para fazer a minha reflexão sobre esta Lua cheia são os seguintes:

Lua em Caranguejo oposição ao Sol em Capricórnio… a própria Lua cheia…

Lua faz trígono à conjunção entre Júpiter e Marte em Escorpião, trígono a Neptuno em Peixes e oposição a Plutão em Capricórnio

Sol faz sextil à conjunção de Júpiter e Marte, a Neptuno e conjunção a Plutão

Urano em Carneiro a algumas horas de virar directo faz trígono a Mercúrio em Sagitário

O presente ciclo lunar começou com a Lua nova de Sagitário, e os acontecimentos que se têm desenrolado devem ser “estudados” e entendidos à luz daquilo que são as nossas crenças conscientes e inconscientes. No fundo são estas últimas que queremos descobrir, pois são elas que travam as nossas melhores intenções. A Lua cheia é o meio do ciclo e uma altura propícia a vermos “iluminado” o inconsciente para que então mais claramente possamos entrar em contacto com o que habitualmente passa despercebido… mas que se traduz na realidade que temos e onde aspectos às vezes incompreensíveis se manifestam. Precisamente muitos destes aspectos surgem dessas crenças esquecidas ou desconhecidas. Por isso o trígono de Urano a Mercúrio é um “must”! Nesta condição de virar ao movimento directo ainda hoje, Urano está a “debitar” informação directamente às nossas “cabecinhas pensadoras” para que possamos fazer uma limpeza mental radical, a tal informação inconsciente (crenças são informação…). Como Urano é não só o Libertador, mas também segundo a Astrologia Evolucionária sinalizador de trauma (e confirma-se, garanto-vos por experiência própria… mas repare-se é olhando, reconhecendo, enfrentado as situações e/ou memórias que nos livramos do mal) podemos estar a relembrar situações que marcaram pela negativa e que são autênticos blocos impeditivos à nossa vontade. E depois evitamos, fugimos, procrastinamos etc.

Entretanto a cada crença sua emoção respectiva, e para que a limpeza seja completa as emoções devem ser também alvo de atenção, coisa que com uma Lua cheia em Caranguejo nem será difícil! De facto estamos mergulhados até às orelhas em emoções e até sensibilidade extra pela ligação da Lua a Júpiter e a Neptuno; estes três, em signos de água, ligados por trígonos, formam um Grande Trígono de água permitindo que todos estejamos bastantes mais psíquicos. Júpiter de lupa em riste, faz aumentar todos os padrões emocionais que foram reprimidos, engolidos à pressão por medo, por não sabermos o que fazer ao que sentimos, por necessidade de salvaguar “a pele” mas que deixaram feridas e traumas profundos; Neptuno está a postos para lavar a alma a todos, às “vítimas” e aos “agressores” porque no fundo todos somos vítimas, sobretudo de ignorância! Esta percepção mais apurada, para lá dos sentidos físicos, a par com a ligação de Urano a Mercúrio vai funcionar como o par libertador desta Lua cheia! Cada pessoa é um Universo diferente, e há Universos em que um verdadeiro Big Bang pode acontecer!

No meio de tanto psiquismo e possibilidade de contactarmos com medos e traumas, valha-nos os pés na Terra dum Sol em Capricórnio, que também “sabe” de tudo o que dói, que também quer ver almas lavadas, até porque minha gente há trabalho a realizar! Plutão em Capricónio anda a transformar a nossa realidade e todas as ajudas são bem vindas! Precisamos antes de mais nos transformar a nós mesmos pelo trabalho interno que todas as Lua cheias, e todas as tensões permitem… às vezes sabem tão mal, são tão desconfortáveis e assustadoras, mas se a consciência estiver presente fazem tão bem! Depois podemos dar o nosso contributo para que um novo Universo, uma nova Terra se possa manifestar. Pensando bem… a Nova Terra está mesmo a surgir e só nos curando podemos participar, sendo “curadores” e não “vítimas”.

Pegando nos símbolos o que me ocorre dizer é que a mulher e a criança somos cada um de nós a braços com a sua criança interior, e a mensagem vem pela via da mente consciente (Mercúrio). A mensagem diz o que está pronto para ir embora; o bem estar e a segurança, fruto de informação obsoleta descartada, habilita-nos a ir para o mundo dar palestras sobre a Natureza, cozinhar, ser cientista ou professor@, doutor@ ou engenherir@, seja o que for que faça parte da nossa própria Natureza, da nossa própria Verdade, por onde tudo deve começar.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Lua cheia, boa Terça-feira, a primeira de 2018!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 29 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Pássaros em casa cantando alegremente       

É significativo o facto de não sabermos se os pássaros estão na casa deles, livres, ou em alguma casa de humanos presos numa gaiola; cantam alegremente e é tudo o que interessa! Podemos filosofar, e dizer que mais do que as grades físicas, o que nos prende verdadeiramente, são grades ilusórias… e é verdade! Saturno dá-nos a percepção de limites que interpretamos como obstáculos, mas quando mudamos de perspectiva vemos que afinal não estávamos a dar atenção à perspectiva correcta; nesta altura adquire-se a liberdade simbolizada por Urano. E pelo terceiro dia, vale a pena lembrar que Urano está a poucos dias de voltar ao movimento directo é bom reparar que circunstâncias parecem tirar a liberdade, e que mudança de perspectiva pudemos operar? Livre, ou numa gaiola o pássaro usa o seu talento natural para cantar; isto lembra que a Lua está em Touro e…. daqui por uns poucos meses Urano vai entrar em Touro, vai pedir-nos para usar todos os nossos talentos e recursos para melhorarmos a qualidade de vida material, até em nome do nosso amor próprio e liberdade individual!

A Lua em Touro está a afastar-se de uma oposição a Júpiter e faz trígono a Plutão em Capricórnio; continua a necessidade de cuidarmos especialmente da nossa vida no plano material, usando ao máximo todos os nossos recursos internos e externos. Fazer isto é não só aumentar a qualidade de vida, como é também, sintonizarmo-nos com as profundas alterações que Plutão simboliza, quer na sociedade em geral, quer na nossa vida particular já que tudo está intimamente interligado. Podem haver tarefas menos agradáveis e exigentes, mas a julgar pelo símbolo não vai custar assim tanto!

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Sexta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 28 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Um profeta velado do poder     

O Profeta Velado foi uma organização secreta americana, criada em 1878 na cidade de St. Louis e que tinha como objectivo fundamental a manutenção do poder nas elites que o tinham possuído desde sempre; poder esse, que permitia naturalmente controlar a população da forma a que satisfizesse essas mesmas elites… o costume… Resumindo e baralhando, algo neste dia nos irá confrontar com situações cuja “frequência vibratória” segue a mesma onda…. não necessariamente no exterior, mas talvez no interior!

A Lua entrou em Touro e interessa zelar pela sobrevivência; mas no estado civilizacional em que nos encontramos a qualidade dessa sobrevivência adquire um peso importante e portanto conforto, paz e tranquilidade, uma vida material sólida e os recursos que a permitem são os temas em destaque. Como fazemos para conseguir isto é que é o busílis da questão!

Temos Plutão, Saturno, Vénus e o Sol em Capricórnio, que se relaciona com o lado público e social da vida; é onde expomos o quanto somos “poderosos”, o “bom nome familiar”, o infindável rol de diplomas que nos levaram até ao Conselho de Administração… isto em jeito de caricatura, mas nada como o humor para falar de coisas sérias! Depois temos Júpiter e Marte em Escorpião, onde esta palavra “poder” cai como ouro sobre azul.

Voltando à Lua dedicada a procurar qualidade de vida… e faz ela muito bem!… veja-se a que planetas se liga: faz trígono ao Sol e a Vénus em Capricórnio, oposição a Marte e Júpiter em Escorpião. Portanto, sem ligarmos o botão da “consciência elevada” facilmente damos por nós a trabalhar para pertencermos a um grupo humano semelhante ao Profeta Velado, porque francamente, estar no outro lado da barricada significa ser controlado sem dó nem piedade (isto faz parte da história toda daquela organização) … e a conjunção de Marte a Júpiter está a accionar todos os instintos de sobrevivência! Como sair deste embrulhada, nós que não queremos ser “maus” mas também não queremos ser “carne para canhão”? Procurando qualidade de vida com ética, com conhecimento, com auto conhecimento (a verdade interna) com justiça e Mercúrio em Sagitário mostra como a mente está imersa nesta proposta. No final da tarde a Lua faz uma ligação “amorosa e criativa” a Mercúrio e um sextil a Neptuno… é a consciência elevada que nos vai aos poucos abrindo as portas ao poder verdadeiro, que é interior e se adquire erodindo as velhas formas de exercer poder.

Vale a pena lembrar a condição de Urano que se prepara para voltar ao movimento directo (falei disso ontem); há desapegos de última hora a fazer e se pensarmos que ter poder é equivalente a ter mais liberdade podemos nos interrogar hoje, acerca do que nos tira o poder de ter mais liberdade. Talvez não esteja longe da verdade se acrescentar que são os velhos padrões emocionais que todos herdámos; são uma autêntica organização secreta que quer manter a todo o custo o nosso estado interno de ser como sempre foi. Vamos lá ver quem é mais teimoso… ou quem tem mais poder, “eles” ou a nossa consciência!

Imagem: escolhi uma que circula na internet, a mais bonitinha. Mas a imagem inicial era bem mais sinistra, é a que está aqui! Que “mentes iluminadas” se haveriam de lembrar de usar uma imagem destas para simbolizar uma organização?

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quinta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 27 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Uma arcada escura e dez pedaços de troncos na parte inferior

Uma arcada marca um ponto específico dum trajecto, e os dez pedaços de tronco parecem indicar que algo se concluiu; fins, e os subsequentes inícios, são uma das simbologias associadas a este número. Portanto, parece que hoje, de alguma forma atravessaremos para um qualquer “lado de lá”… será? Logo se verá! 🙂

O que se pode verificar para já… tanto “á” é de propósito ok? Estou a achar graça…. é que a Lua em Carneiro pode dar-nos a sensação, a apetência para começarmos de novo, e como estamos agora a sair de uma quadratura a Plutão, a intensidade do que sentimos (embora esteja já em dissipação) pode ser indicativo de que arcada é a nossa. Mas o aspecto verdadeiramente significativo é a conjunção a Urano de que nos estamos a aproximar; os contactos da Lua com Urano remetem-nos sempre para a necessidade de renovarmos, inovarmos a maneira como nos percepcionamos a nós próprios, e portanto como reagimos aos diversos acontecimentos do dia a dia. Durante o dia vamos fechar um ciclo neste processo de “modernização” do plano emocional, e começar outro… vamos transpor a arcada! Só que esta arcada, ou esta conjunção da Lua a Urano, tem um detalhe importante, relacionado com o facto de Urano que tem estado retrógrado, estar a desacelerar preparando-se para virar directo a 2 de Janeiro, em plena Lua cheia. Isto significa que há muito “material interno” para deitar fora, o máximo possível para quando depois de Urano seguir directo não continuarmos a encontrar os mesmos limites e obstáculos que nos têm acompanhado.  O que nos tira a liberdade (Urano)? A percepção errada que fazemos de nós mesmos, que vai definir como reagimos aos outros e à vida de uma forma geral; e reagindo sempre igual tudo fica sempre igual. Hoje temos a possibilidade de atravessar a arcada, viver as circunstâncias e fazer opções novas, dando por concluída alguma parte de nós que já não tem utilidade porque mantém o Status Quo privado.

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quarta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 26 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Índios remando uma canoa, enquanto outros executam uma dança da guerra

Com a Lua em Carneiro, estabelece-se uma necessidade de acção, “remando e dançando” com um propósito bem definido, ir para a “guerra”, actividade sobejamente conhecida, que nasce sempre da necessidade de sobreviver e/ou da procura de conquistar melhores condições de vida, actividade inteiramente moldada pelos instintos. E estamos todos numa fase de intensificação destes instintos, com Marte (regente de Carneiro) em Escorpião a aproximar-se lenta, mas resolutamente de Júpiter também em Escorpião; portanto, que vai haver guerra em breve parece altamente provável, mas que tipo de guerra é outra história! O rumo da história vai depender essencialmente do estado de consciência de cada um, e dos seus “inimigos” declarados, que só ilusoriamente podemos acreditar estarem fora de nós. Um trígono a Mercúrio em Sagitário até mostra com clareza como “isto das crenças” vai determinar o desenrolar da “coisa”, isto é, depois das avaliações de Mercúrio retrógrado em que estado ficou a verdade que nos anima? Se dúvidas houver a nossa realidade irá dissipá-las, hoje e nos próximos dias; entrámos também em quarto crescente, e recordando o  símbolo da Lua nova, “Um escultor”, podemos trazer à mente que peça queremos esculpir e verificar se vamos cumprindo o que está idealizado.

Vénus entrou em Capricórnio, aproxima-se do Sol e já fez conjunção a Saturno, o que significa que estamos num novo ciclo de estruturação de valores sintonizados com trabalho, responsabilidades, ambições e poder. Ambições e poder sim! Não confundir com ambições de fazer mau uso do poder, é muito diferente! Sem a ambição de termos poder suficiente para eliminarmos em nós os comportamentos instintivos que nos tornam, ou dominadores ou subjugados, não avançamos. E de certa forma, é para declaramos guerra a esses comportamentos e os vencermos, que nos devemos preparar hoje.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Terça-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Sábado 23 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Três vitrais, um deles estragado por um bombardeamento

Parece que o tema do dia são “estilhaços”. Fazer o quê? Só uma coisa tem sentido, apanhar os cacos e reconstruir. Isto faz-me lembrar uma técnica japonesa chamada Kintsugi; as peças de loiça que se partem são colada com um material a que se junta ouro em pó ou outro metal precioso. E assim uma peça “destroçada” renasce com um valor acrescido.

Mercúrio já está directo e pode ser que “bombardeamentos” que sofremos no passado tenham sido recordados, ou possam ser ainda hoje. Mas a Lua, agora de manhã em Aquário, diz para simplesmente deixar ir o que fez doer, que interessa remoer nas experiências negativas? Vem a tarde, a Lua entra em Peixes, há sensibilidade, inspiração e força para olhar a realidade e começar a trabalhar na nossa peça reconstruída (Lua em sextil ao Sol e Saturno em Capricórnio, trígono a Marte em Escorpião). Mas a vontade tem que suplantar quaisquer outras “forças” destrutivas!

Imagem veio daqui

Encontrei o vídeo perfeito 🙂

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Bom Sábado!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 22 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Um chefe índio exigindo reconhecimento

… então melhor será que tenha demonstrado bravura, coragem e capacidade de liderança, porque eram estas as características fundamentais que os nativos americanos usavam para escolher os seus chefes. Se é o tema do dia, estaremos todos nós, mesmo que subtilmente a exigir que nos reconheçam mérito? “Exigir reconhecimento” faz lembrar atitudes “infantis” de Leão; uma criança pode fazer uma birra só para ter atenção! Júpiter em Escorpião faz quadratura ao nodo norte em Leão, Saturno em Capricórnio faz também um aspecto de tensão e fica claro que podem haver, pelo menos, alguns amuos. Mas se queremos reconhecimento teremos que “provar” sermos crescidos o suficiente para fazermos o que tem que ser feito que o reconhecimento virá por si, a seu tempo.

A Lua em Aquário fez há pouco quadratura exacta a Júpiter, e uma semiquadratura a Saturno pode indicar alguma “indisposição” em relação à realidade que nos aguarda, como se a “exigência de reconhecimento” não tivesse surtido efeito! Mas logo as tensões se dissipam, e talvez sejam o gatilho certo para que da mente em revisões, salte “material” para deitar fora. Aliás é dia para prestar atenção ao que pensamos já que Mercúrio vai ficar directo na próxima madrugada, vai por isso procurar despejar o máximo de conteúdo que não tem utilidade, e pelo contrário contribui para mentes conturbadas.

Outra tensão que vai terminar é a semiquadratura de Júpiter a Saturno, finalmente! Muito sinteticamente, têm-se feito sentir sem cerimónias, limites, restrições e obstáculos àquilo que para nós simboliza crescimento, ao que nos faz sentir optimistas e entusiastas, reconhecidos; é uma espécie de teste e em alguns casos pode ter sido duro. Júpiter e Saturno são os chamados planetas sociais precisamente porque se relacionam com o nosso papel social, com o crescimento a que sempre estamos sujeitos, com as responsabilidades que assumimos perante a sociedade, onde por exemplo cabem as nossas actividades profissionais. Júpiter que agora está em Escorpião vai aproximando-se de Saturno, o que significa que para nós está a terminar um ciclo de crescimento social (ainda temos dois anos até à próxima conjunção). Começou no ano de 2000 quando fizeram conjunção em Touro; portanto estamos num ciclo em que o crescimento social tem estado dependente do aproveitamento pleno dos nossos valores e talentos, da nossa capacidade de valorizar a vida na matéria, da procura do aumento da qualidade dessa vida, do nosso amor próprio também. Agora a dois anos do ciclo terminar, já haverão frutos do nosso trabalho, tanto melhores quanto aceitámos a proposta, e esta semiquadratura foi uma espécie de prova das capacidades desenvolvidas. O que terá estado em causa foi a necessidade de transformar padrões emocionais (Júpiter em Escorpião a promover tais processos) que habitualmente poderiam frustrar as nossas intenções de continuar a crescer e evoluir. Em 2018 regressa outro teste quando Júpiter estiver retrógrado, mas para já estamos dispensados. De qualquer forma, foi um aspecto que nos pediu o mesmo que aos chefes índios era pedido, coragem, bravura e capacidade de liderarmos, sobretudo alguns padrões emocionais, eles que podem ser autênticos inimigos a abater! Portanto se atravessámos estes últimos dias enfrentando as tempestades de cabeça erguida, sem medo das consequências, com plena consciência que fizemos o melhor que sabemos,  talvez nos seja reconhecido mérito suficiente para prosseguirmos os objectivos que queremos ver concretizados. Quem reconhece? Em última análise, seguramente quem nos deu forma… o nosso Eu Superior, o nosso Criador, aquele que está danadinho para passarmos de nível!

Imagem veio daqui … Sitting Bull, um dos chefes índios que ficaram para a História

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Sexta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 21 de Dezembro

Símbolo Sabiano do dia: Um papa

O papa é um símbolo associado a uma instituição religiosa. Deveria ter sido função das religiões, e deveria continuar a ser, ministrarem conhecimentos tais que permitam ao comum dos mortais entender o que se passa para lá para realidade física que todos conhecem e porque devem ter o comportamento A e não o B. Mas, e que me desculpem quem desse lado for seguidor de algum religião, não foram bem sucedidos… isto, sem juízos de valor. O Sol está no último grau de Sagitário, e do conceito de Sagitário faz parte o impulso para a procura do entendimento da vida e da nossa relação com o cosmos, com o invisível, com o universo do espírito que tem Leis próprias cujo conhecimento e aplicação abre o caminho para uma realidade, que é no fundo aquela a que todos aspiramos, mais justa, equilibrada, ética e que nos permita crescer como pessoas em completa liberdade mas harmonia com aquelas Leis. Saturno entrou em Capricórnio, a responsabilidade por ultrapassar as falhas antigas é nossa. E este é o tema do dia!

E bem a propósito a Lua está em Aquário e faz quadratura a Marte e a Júpiter em Escorpião; precisamos nos desapegar do passado e a componente principal desse desapego é emocional. Quantas vezes a nossa cabeça sabe o que fazer e nós reagimos exactamente ao contrário? Temos hoje uma oportunidade… estamos sempre a ter… para nos libertarmos mais um pouco do nosso passado; podem acontecer circunstâncias que nos perturbam, as emoções dão sinal e consoante reagirmos assim vamos reforçar o passado ou virar-lhe as costas. A ideia é procurar alívio e alternativas equilibradas a tudo o que sentirmos que nos traz desequilíbrio; é simples, embora possa não ser fácil! Imagine-se um tecto a cair na cabeça, o “Don’t worry be happy” a soar pelo ar e nós a pensar: ufa que alívio este tecto estava mesmo a precisar de ser substituído! Mas esta atitude tem que ser genuína, tem que vir do fundo das entranhas; é quando isto se consegue fazer que nos estamos a libertar. Até lá temos trabalho interno a fazer.

Ás 16.28 dá-se o solstício de Inverno, portanto o Sol entra em Capricórnio e desta vez, faz conjunção exacta a Saturno. A conjunção a Saturno significa que vai começar um novo ciclo de estruturação das nossas escolhas conscientes; que elas nos conduzam para os novos horizontes com que sonhamos. Em determinados contextos fala-se com frequência que não vivemos tempos banais, vive-se uma completa mudança na Terra, e que a Terra é um ser vivo em si. Quem se lembra do António Rosa (ver aqui o blogue dele)? Lembro-me que um dia ele referiu que lhe perguntavam o que se passava com as pessoas; e ele respondeu, que era a Terra que estava em mudança e as pessoas precisam alinhar com essa mudança. E porque os tempo são de mudança… pronto, agora lembrei-me do Bob Dylan… este solstício não é banal! Começa o solstício com o Sol conjunto a Saturno, e no solstício de Verão, a 20 de Março, começou um ciclo de 36 anos regido por Saturno.

Sou filha dos anos sessenta (casta de 1961), e de certa forma foi nessa altura que “tudo” começou… a mudança… era tão criança e seleccionava as músicas que ouvia na rádio, eu “sabia” quais eram aquelas que me falavam à alma… só há poucos anos comecei a juntar peças do meu puzzle! Foi o blogue do António Rosa que me ajudou porque abriu uma janela gigante para uma série de temas que eu desconhecia! Que giro! Desde que senti o impulso de escrever na Floresta que queria agradecer ao António! E agora saiu assim, sem esperar, e faz todo o sentido! Obrigada António a tua ajuda foi preciosa, mas também a coisa já devia estar combinada certo? Sim….

https://www.youtube.com/watch?v=JxvVk-r9ut8&index=1&list=RDJxvVk-r9ut8

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 21 de Dezembro para todos os Sagitarianos: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quinta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button