Céu astrológico para Quarta-feira 26 de Outubro

ceuA Lua continua em Virgem e começamos o dia perto no culminar do trígono a Plutão que se iniciou ontem; nada permanece, tudo se transforma a cada momento, e Plutão em Capricórnio tem esta função muito especialmente em algum sector da nossa vida, que induz em nós as mudanças necessárias à nossa própria evolução. A Lua em Virgem facilita implementarmos procedimentos que nos tornem mais eficazes, organizados, saudáveis e o fantástico é que quando fazemos isto estamos a fluir com as transformações que Plutão nos pede. Hoje é um trígono a Marte que se vai manter até ao final da tarde, e por isso energia para continuarmos a manifestar a energia de Virgem está disponível para quem quiser agarrá-la.

Ontem terminou a quadratura de Vénus em Sagitário a Neptuno em Peixes e deu-nos uma oportunidade para ajustar-nos valores e ideais; enquanto reflectia sobre isto, coloquei-me a seguinte pergunta: a que é que dou tanto valor que me lixa os sonhos (pelo menos os sonhos mais imediatos…)? Bingo! Resposta imediata! Façam a mesma pergunta para vocês próprios, e vejam o que aparece (Mercúrio em Escorpião é uma ajuda preciosa neste momento). Continuando em Vénus… depois de valores ajustados, hoje termina o sextil a Júpiter em Balança; isto pode significar que o crescimento através dos relacionamentos a que estamos sujeitos, teve um papel importante na tomada de consciência que a quadratura pedia, e/ou que os nossos relacionamentos vão beneficiar deste ajuste, e/ou foi um ajuste que permite a entrada de mais equilíbrio e harmonia na nossa vida. E vai-se manter a conjunção de Vénus a Saturno o que é fantástico, porque a nossa estrutura de valores afinada, vai permitir-nos criar uma realidade mais afinada também, mais verdadeira e com mais capacidade de expansão.

Marte, o tal que vai ajudar-nos a ter energia durante o dia, está em Capricórnio (temos mesmo a ambição de conseguir aquela meta tão desejada…) e faz quadratura a Urano; sentimos a pressão/energia/impulso para agirmos de maneira inovadora mas precisamos talvez estar precavidos pois podemos reagir intempestivamente se alguma coisa nos contrariar.

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Vénus conjunção a Saturno até 30 de Outubro – Marte em quadratura a Urano até 29 de Outubro

A imagem sugere-me organização colorida 🙂 e veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/189432728056235252/ 

Boa Quarta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 25 de Outubro

ceuA Lua segue agora por Virgem, fazendo-nos sentir a importância das rotinas eficazes e organizadas, saudáveis também; Júpiter foi responsável por crescimento nesta área de vida durante cerca de um ano, estaremos mais “adultos e maduros”, mas o nodo norte vai continuar por aqui até Maio de 2017 e podemos ter a certeza que são aquelas características que permitem de momento ir ultrapassando obstáculos, dificuldades e abrindo caminho para uma vida mais gratificante e feliz.

Faz quadratura a Vénus, oposição a Neptuno e quadratura a Saturno; se há uma necessidade de ordem e rigor, o que nos dá uma sensação de prazer e satisfação está fora do nosso alcance imediato, e a realidade com todas os seus constrangimentos, limites e dificuldades impõe-se. O resultado pode ser um sentimento de insatisfação, que não é inevitável, bastando irmos ajustando o que vamos sentindo com o que valorizamos e com a realidade que temos de momento, tendo em consideração que os ideais de perfeição são irreais, a imperfeição do dia-a-dia é fundamental para a nossa evolução, e em última análise para a evolução de todo o planeta. Pelo final da tarde aparece um trígono a Plutão e traz uma capacidade de regeneração emocional, transformação de emoções, metamorfose da imagem que fazemos de nós próprios.

Isto acontece num dia em que a quadratura de Vénus a Neptuno está pertinho de alcançar o aspecto exacto, que será na próxima madrugada. Podemos reflectir sobre como encaixar o que valorizamos nos ideais que temos, e vamos percebendo o que temos para ajustar; as emoções vão ajudar. Provavelmente será possível encontrar detalhes em conflito, e são esses detalhes que pedem ajustes. As circunstâncias podem encarregam-se de nos dar pistas.

Mercúrio em Escorpião dá-nos uma boa capacidade de pesquisar a fundo estas questões. Faz quintil a Plutão hoje e amanhã, e trígono a Neptuno; o quintil diz-nos que há condições únicas de transformação na forma de pensar e de comunicar, enquanto a ligação a Neptuno permite inspiração por um lado, e por outro dissolução de formas de pensamento obsoletas, inoportunas. Mercúrio está em conjunção ao Sol, que por sua vez também faz quintil a Plutão (este aspecto foi abordado ontem) e também está em trígono a Neptuno. O que isto quer dizer é que temos uma mente brilhante, fusão entre os pensamentos e os propósitos, e tudo isto simultaneamente em transformação inspirada e capacidade de transcendência daquilo que deixou de ter préstimo!

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Sol em conjunção a Mercúrio até 27 de Outubro – Sol em trígono a Neptuno até 1 de Novembro – Mercúrio em trígono a Neptuno até 30 de Outubro

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/334392341057898337/

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 24 de Outubro

ceuAté meio da tarde podemos estar maioritariamente centrados em nós próprios, com a Lua em Leão fazendo trígono a Urano durante a manhã. As condições propiciam a que nos recriemos de novo, e claro que uma boa fonte de inspiração são os últimos acontecimentos na nossa própria vida. Estamos em quarto minguante e sobretudo é-nos pedido que libertemos o que não nos serve, e que ocupa espaço para o que pode entrar de novo; não são coisas nem pessoas aquilo que ocupa espaço, antes padrões energéticos que nos forçam a determinados comportamentos, atitudes, reacções. Depois, do meio da tarde para a frente, aplica-se um sextil a Mercúrio, que de Balança vai entrar em Escorpião; uma maior capacidade de dar atenção aos outros vai-se sentindo, talvez agora de uma outra forma mais actual, se a ligação a Urano for bem aproveitada. Se isto suceder, todos ficam a ganhar.

Voltando a Mercúrio, ele vai entrar em Escorpião já bem ao fim do dia, e por lá ficar até 12 de Novembro. A nossa capacidade mental vai aprofundar-se e nós teremos mais facilidade de ir bem ao fundo das questões que precisamos compreender; mais fácil será também mantermo-nos focados e concentrados em metas específicas. Entretanto Marte em Capricórnio, como regente de Escorpião, vai aproveitar desta circunstância agindo da mesma forma, com foco e concentração. Pelo meio vamos ficar atentos para não nos tornarmos obcecados com o que nos está a motivar, nem controladores!

Aquilo que nos motiva está em larga medida na base de como estabelecemos a vontade, os nossos propósitos; hoje e amanhã o Sol faz quintil a Plutão e por isso, há um “clima único” que pode transformar algumas das nossas vontades, ou podemos nós conseguir finalmente ver “aquela transformação”, para a qual temos vindo a canalizar energia, com pernas para andar.

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/365776800968424897/

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim-de-semana de 22 e 23 de Outubro

ceuSábado começa com a Lua em Caranguejo em quadratura a Mercúrio em Balança; as reflexões acerca de como podemos nos relacionar mais equilibradamente com aqueles que fazem parte da nossa vida, devem levar em consideração que em última análise é a imagem própria que alimentamos, com as suas reacções e impulsos habituais, que deve ser alvo de compreensão e ajustes. Para além deste aspecto que dura apenas durante a manhã, vai estar em aproximação a quadratura ao Sol, que irá ajudar a percebermos melhor este tema, até porque o Sol está também em Balança ocupado com propósitos que envolvem os outros. Já à noite, a Lua entra em Leão, e oficialmente entramos também em quarto minguante, um período que facilita eliminarmos de nós mesmos, aquilo que não nos traz qualquer tipo de bem-estar, e que entretanto fomos tomando consciência. A partir do meio da tarde podemos contar com um aumento de boa disposição e optimismo, enquanto um trígono a Vénus em Sagitário se vai estreitando; depois que a Lua entrar em Leão há a possibilidade deste estado de espírito se tornar mais perceptível ainda.

No Domingo a Lua faz sextil a Júpiter e trígono a Saturno; com uma maior necessidade de atrairmos as atenções os relacionamentos tornam-se mais apetecíveis e são simultaneamente fonte de aprendizagens, subtis talvez, mas importantes. Tão importantes quanto o poder que têm de nos dar pistas acerca de quem somos, de quem queremos ser, de como queremos dar forma à nossa vida; e dar forma à vida é tarefa de Saturno que vai estar praticamente todo o dia em trígono à Lua. Portanto, através do que sentimos vamos fazendo opções que vão concretizando determinadas circunstâncias, e com Saturno provavelmente as opções são mais conservadoras e tradicionais. Eis porém que Urano começa a desempenhar também o seu papel, faz trígono à Lua já pela noite fora, e nós teremos mais facilidade de adoptar novas atitudes, novas opções, o que trará novas circunstâncias. Isto é para treinarmos Domingo à noite, porque aplicar em pleno já só durante a manhã de Segunda-feira; mas isto fica para depois!

Por agora vamos olhar para o Sol, escondido por entre as nuvens aqui pela Floresta,talvez para não destoar do que vai acontecer! E o que vai acontecer é que na madrugada de Domingo vai mergulhar nas profundezas de Escorpião; vamos entra num período em que o que está oculto, em níveis inconscientes muito profundos, vai ter o olhar brilhante do rei Sol. E nós vamos ter mais facilidade em escavar fundo, ganhar coragem de enfrentar o que nos faz medo, causa repulsa, não queremos ver nem aceitar, tanto mais difícil quanto está em nós mesmos! Mas verdade verdadinha é que todos temos as nossas teias de aranha, em grande medida criadas por pura necessidade de sobrevivência, patamar no qual toda a humanidade tem existido, excepção feita a alguns iluminados que foram existindo. Por isso, sem dramas, é preferível dispormo-nos a investigar fundo o que guardamos dessa “estranha forma de vida”, eliminarmos esses resíduos arcaicos, e passarmos para outro patamar.

Sol e Mercúrio estão em conjunção, e o aspecto exacto vai ocorrer em Escorpião; retira-se daqui que os nossos pensamentos estarão a colaborar para este processo. Se por enquanto é o nível mais visível e social das relações que nos traz entendimento, posteriormente este entendimento virá daquilo que nos liga mais intimamente aos outros, sejam questões emocionais, físicas, de recursos financeiros, de como exercemos o nosso poder, ou de como controlamos para não o perder, ou para finalmente o adquirirmos! Para vivermos mais plenamente precisamos abandonar a necessidade de funcionarmos em “modo sobrevivência”. Com o Sol e Mercúrio em Escorpião está na hora de nos dedicarmos a estes assuntos.

Marte em Capricórnio pode ser um elemento a partir do qual retirar informações importantes. Este posicionamento de Marte impele-nos a agir com a ambição de atingirmos as nossas próprias metas; paradoxalmente, quando se age em “modo sobrevivência” perdem-se muitas vezes oportunidades de as atingirmos, pelo menos da forma mais fácil e gratificante. Quantas vezes no passado, depois de conquistadas as metas, não era necessário construir muralhas de protecção para manter o que tanto tinha custado construir! Mas quantas vezes estas muralhas nos tornaram prisioneiros? Marte está em quadratura a Urano, e os dois pedem-nos simultaneamente acção para atingirmos objectivos, mas também novas posturas nestas acções. Está em declínio a necessidade de guerrear, de defender território com unhas e dentes, embora olhando o mundo possa não parecer! Mas nem sempre o que parece é! Este aspecto traz-nos tensão, e pode criar a possibilidade de nos fazer “saltar a tampa” em determinadas ocasiões. Essas ocasiões servem para pararmos e analisarmos o que se passou! Vamos reparar que estamos a defender os nossos interesses, o que é válido e desejável, mas à velha maneira! E podemos optar, até certo ponto temos livre arbítrio! Será fácil? Talvez nem sempre, mas temos que encontrar novas soluções, mais equilibradas, mais justas para todos; são, afinal de contas, as aprendizagens de Júpiter em Balança!

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Sol em conjunção a Mercúrio até 27 de Outubro – Marte em quadratura a Urano até 29 de Outubro

A imagem sugeriu-me o Sol a iluminar as catacumbas (Escorpião) das muralhas de protecção que ainda mantemos. Veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/360147301434447938/

Bom fim-de-semana!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 21 de Outubro

ceuCom a Lua em Caranguejo os assuntos ligados aos cuidados à casa e à família ganham relevo, reagimos com mais sensibilidade, estamos mais intuitivos; faz uma oposição a Marte e a Plutão, aspectos que nos impelem a agir e a transformar algum aspecto de nós mesmos. A percepção da necessidade de transformação pode chegar por via do exterior que impõe alguma circunstância, ou por memórias que surgem; a Lua também é uma ponte para o passado e a ligação a Plutão intensifica esta condição. A recente oposição de Urano a Mercúrio activou a mente, e é possível que memórias correspondentes surjam, mostrando o que pode haver para transformar. A tensão das oposições altera a tranquilidade que poderíamos desejar, mas também dá energia para fazermos o que precisa ser feito. Depois, pelo fim da tarde, aplica-se uma quadratura a Urano que nos pede ruptura com o passado… e oh, se a Lua se sente confortável no passado! … e caminho aberto para novas atitudes, coragem para novas posturas que nos garantam mais liberdade, mais independência. Podemos estar mais impulsivos, mais agitados, não podemos é ficar agarrados às mesmas reacções de sempre.

Vénus em Sagitário é uma fonte de optimismo e confiança; faz agora sextil a Júpiter e conjunção a Saturno. Júpiter, regente de Sagitário, beneficia por isso directamente destas “boas vibrações”, e porque está em Balança, podemos esperar o mesmo dos nossos relacionamentos, pelo menos da maioria. A quadratura a Neptuno acrescenta uma dimensão de sonhos e de ideais que podem não passar de fantasias, mas a conjunção a Saturno vai refrear tendências irrealistas e pelo contrário, trazer a capacidade de sonharmos com os pés assentes na terra, que é a de facto, a forma de atingirmos os sonhos ambicionados.

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Vénus quadratura a Neptuno até 26 de Outubro – Vénus sextil a Júpiter até 26 de Outubro – Vénus conjunção a Saturno até 30 de Outubro

Com Vénus em Sagitário fica mais fácil valorizar a tremenda aventura que é a Vida! Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/14918242488576537/

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 20 de Outubro

ceuA Lua vai manter-se por Gémeos até meio da tarde e faz trígono ao Sol; continua portanto um estado de espírito que nos impulsiona para a comunicação e os diversos géneros de relacionamentos que fazem parte da nossa vida. Depois entra em Caranguejo e uma necessidade de maior aconchego e recolhimento vai tomando conta de nós. Pelo inicio da noite aplicam-se uma quadratura a Júpiter e um trígono a Neptuno; os relacionamentos sociais tornam-se um desafio, o ambiente caseiro e familiar é mais apelativo e cresce a sensibilidade, a intuição também.

O Sol em Balança faz uma semiquadratura a Saturno em Sagitário e tentar assumir algumas responsabilidades é tarefa improvável, o que aliás já ontem pode ter acontecido; este aspecto implica frustração das nossas intenções e o mais sensato é simplesmente aprender a arte refinada da paciência! Nem será demasiado difícil, já que apenas hoje teremos esta situação. Apesar de não valer a pena alimentarmos expectativas em relação a este assunto, não perdemos nada em continuarmos atentos à quadratura de Vénus a Neptuno que nos irá acompanhar durante mais seis dias, já que ela tem o condão de nos fazer sentir demasiado optimistas, sonhadores e em menos de nada estamos fora da realidade nos momentos mais inoportunos.

Há momentos para tudo, para dar espaço ao sonho e para dar espaço ao concreto e palpável; a verdade é que a concretização da realidade material está a caminhar a par e passo com o nosso crescimento como pessoas, através das relações que vamos estabelecendo, o que é mostrado inequivocamente por um sextil de Júpiter a Saturno. E mesmo aqueles aspectos que menos nos satisfazem nos nossos relacionamentos, são importantes fontes de entendimento daquilo que é a nossa verdade pessoal, o que são as nossas crenças, as nossas convicções. Ora estas crenças e convicções, devem ser os pilares da  realidade concreta que estamos a materializar a todo o instante. Quando assumimos responsabilidades em sintonia com estas crenças estamos a fazer exactamente o mesmo. No fundo trata-se de sermos verdadeiros connosco mesmos, e se isto é sempre importante, mais importante é agora e nos próximos tempos.

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Vénus quadratura a Neptuno até 26 de Outubro – Júpiter sextil a Saturno até 28 de Dezembro

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/317574211193467637/

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 19 de Outubro

ceuA Lua passeia-se por Gémeos, faz trígono a Mercúrio e durante a manhã oposição a Saturno. Saciar curiosidades, procurar bem estar nas relações com os outros, conversar, dar uma volta são actividades que mais facilmente nos atraem; mas a ligação a Saturno adverte-nos que é preciso dosear com as responsabilidades que nos calham. No início da noite, Urano vai fazer sextil à Lua e uma oposição a Mercúrio está perto do culminar. Urano em Carneiro solicita-nos a reinventar a forma como nos afirmamos perante os outros, como garantimos a nossa liberdade e independência, como agimos para obtermos o que desejamos; conectado à mente e às emoções vamos talvez sentir e pensar simultaneamente que novidades podemos introduzir que nos tornem mais livres e com mais iniciativa, mais pró activos e menos dependentes de motivações exteriores.

Marte faz conjunção exacta a Plutão, ambos em Capricórnio; para quem tem agido no sentido de alcançar algum objectivo em particular, hoje pode ser o dia em que de facto se percebe que finalmente a meta foi cortada, o desejo finalmente manifesta-se no plano concreto. Um dia em que poder e ambição se fazem sentir, intensa vontade de levar os desejos para a frente, e nem sempre esta é uma energia bem expressa. Precisamos estar atentos a como a vivemos e como podemos ser alvo dos outros que a vivem também… ataques de “mau feitio” andam por aí à espera de uma oportunidade para saltarem cá para fora 🙂 Mas Marte está também em aproximação a uma quadratura a Urano, e estes ataques de “mau feitio” podem surgir inesperadamente de onde menos podemos imaginar, de onde pareça menos provável!

Podem também nem ser ataques de “mau feitio”, apenas “birrinhas infantis” porque a verdade é que Vénus está já em Sagitário e nós, tal como ela, estamos a dar mais importância a uma abordagem bem disposta e optimista às circunstâncias que nos envolvem. Na verdade há um perigo escondido atrás duma quadratura a Neptuno, isto é, podemos estar tão imersos numa sensação de que está tudo bem, a vida pode ser tão cor de rosa se quisermos, e acabamos por nos esquecer de pôr os pés no chão e as mãos na massa…. pois é, temos também que estar atento a esta tendência!

Duração dos aspectos mais prolongados: Marte quadratura a Urano até 29 de Outubro – Vénus quadratura a Neptuno até 26 de Outubro

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/363173157425475361/

Boa Quarta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 18 de Outubro

ceuA Lua mantém-se em Touro até ao final da tarde, altura em que entra em Gémeos; portanto até lá vamos aproveitar para continuar a tratar de assuntos pragmáticos típicos do dia-a-dia terreno. Vai fazendo oposição a Vénus, que entretanto entrou em Sagitário, e dá relevância agora à consciência de que a vida deve ser encarada dum ponto de vista mais abrangente, mais filosófico, mais aberto ao entendimento do que andamos nós por cá a fazer, de que nada do que acontece é ao acaso. Neste estado de espírito quando entrar em Gémeos, termina a oposição mas surgem um trígono a Júpiter em Balança e quadratura a Neptuno em Peixes. Se por um lado há uma facilitação na forma como nos relacionamos, como sociabilizamos por outro podemos sentir carências, tristezas e afins porque afinal não temos os relacionamentos perfeitos! Mas se nada é ao acaso, podemos então seguir o impulso de Vénus em Sagitário e ficarmos disponíveis para ir à procura dos porquês, que nunca estão longe, estão bem dentro de nós, embora escondidos ou disfarçados.

Encarar a vida e as suas circunstâncias à boa maneira Sagitariana, é bastante mais que abordar as questões de forma racional e lógica, mas também não significa que seja de todo para descartar este aspecto da nossa mente. A conjunção em Balança de Mercúrio ao Sol, ilumina-nos o pensamento; a Lua em Gémeos, que é regida por Mercúrio, fica curiosa e ávida de informação. Nós podemos aproveitar esta apetência por querer saber mais, e vamos à procura daquilo que nos pode trazer mais compreensão e mais sabedoria. Mercúrio faz oposição a Urano e podemos ter rasgos visionários, que nos permitem de facto levar bem longe o pensamento! Porque Vénus em Sagitário ajuda-nos a dar bastante mais valor ao optimismo, ao entusiasmo e à fé na Vida, ainda por cima as tristezas não nos pagam as dívidas nem as contas, vamos lá alinhar com tudo isto de sorriso verdadeiro na cara, espírito de aventura e certeza de que vamos passar no teste final.

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/668784613384027468/

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 17 de Outubro

ceuA Lua transita por Touro, faz trígono a Marte e a Plutão em Capricórnio. Somos movidos por assuntos bem terrenos e materiais, gestão de recursos e talentos, relações, trabalho, colocar a vida em dia. A paciência e persistência aliam-se à acção e ao poder para transformarmos “chumbo em ouro”. O chumbo está algures na nossa vida (Plutão em Capricórnio), a torná-la pesada, e nós temos que nos armar em alquimistas, e transformá-lo. Porque está conectado a Júpiter em Balança e a Urano em Carneiro, o eixo onde ocorreu a Lua cheia merece a nossa atenção; como nos relacionamos, com que motivações, como nos afirmamos?

Mercúrio vai ajudando a encontrarmos respostas a estas e outras questões semelhantes, já que está em Balança, precisamente ocupado com temas que incluem os outros. Está em aproximação a uma conjunção ao Sol, criatividade não nos faltará, nem generosidade, nem brilho; nem sequer originalidade em como ultrapassar as velhas questões de sempre, já que faz oposição a Urano. Tudo isto é-nos disponibilizado, só temos que agarrar e fazer o melhor que sabemos, sem batotas, genuinamente!

Imagem – Alquimia na cozinha…. bem preciso! 🙂 – veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/574701602426016784/

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Lua cheia de Carneiro, Outubro 2016

lua-cheia-16Lua cheia em Carneiro, 16 de Outubro, 5.23 h

 

A Lua cheia em Carneiro é o meio do ciclo que começou na Lua nova anterior, neste caso Lua nova de Balança, onde havia a proposta de criação de mais harmonia e equilíbrio nos nossos relacionamentos. Relacionamentos com esta qualidade, só são possíveis se nós próprios tivermos a capacidade de ir equilibrando e harmonizando os vários sectores que constituem a nossa vida. Com o Sol em Balança e a Lua em Carneiro, é necessário não esquecer que, só alcançamos relações verdadeiramente gratificantes, quando cada um individualmente, conseguir ser um ser independente, autónomo, livre para estabelecer os seus objectivos e agir em nome próprio. Querer manter a paz sacrificando os próprios interesses não resulta, assim como não resulta querer impor os nossos interesses aos outros. É preciso desenvolver a capacidade de negociação, de compreensão do ponto de vista alheio, e coragem para percebermos quando as rupturas são o único epílogo possível.

No mapa da Lua nova havia um desafio importante a ser superado, e estava sinalizado pela quadratura a Plutão em Capricórnio. A Lua ultrapassou este aspecto em algumas horas, já o Sol, precisou esperar até dia 7. Se a Lua e o Sol em Balança sentem necessidade e querem objectivamente paz e harmonia, Plutão em Capricórnio quer transformação de estruturas importantes que fazem parte da nossa realidade concreta. Terá a Lua sentido o que precisava transformar em si? Terá o Sol tomado consciência de quais eram essas transformações? Estamos a meio do ciclo lunar e a iluminação a que simbolicamente fomos sujeitos, com o Sol oposto à Lua, dá-nos uma oportunidade para avaliações, para percebermos o que temos ainda que trabalhar em nós, de tal forma que seja possível atingirmos mais equilíbrio interno, que fatalmente então, se repercutirá nas nossas relações, e na nossa vida de uma forma geral.

Plutão continua um personagem importante, e cerca de doze horas antes da Lua cheia fez novamente quadratura à Lua, proporcionando a capacidade de sentirmos com mais ou menos tensão, o que precisamos regenerar em nós para que as transformações que Plutão quer, possam ser agilizadas. E enquanto a quadratura se aplicava, uma conjunção a Urano surgia abrindo portas à inovação, a novas formas de reagirmos, a novos elementos na imagem que fazemos de nós mesmo, que, mais uma vez, facilitem as transformações necessárias na nossa realidade.

Plutão assumiu o papel de “acumulador de tensão” por via de duas quadraturas, uma a Urano em Carneiro, outra a Júpiter em Balança. O objectivo final da lunação é um pouco mais de paz, harmonia e equilíbrio e isto mesmo vai ser o tema das aprendizagens nossas de cada dia, durante o tempo de Júpiter em Balança, cerca de mais 1 ano. Ora a quadratura de Júpiter em Balança a Plutão em Capricórnio, repete a mesma mensagem que a Lua nova transmitia: não há paz, nem harmonia, nem relações equilibradas se não se operarem as radicais transformações que Plutão sugere…. pede…. exige! Este aspecto vai prolongar-se até fins de Novembro, mas quanto mais depressa facilitarmos e conciliarmos a aprendizagem de relações mais harmoniosas com as transformações necessárias indicadas por Plutão, mais beneficiaremos. Do outro lado temos a quadratura a Urano em Carneiro, e aqui o que temos é uma outra mensagem igualmente importante: as radicais transformações que precisamos operar, em especial em algum sector da nossa vida, não se fazem sem inovar a forma como garantimos a nossa independência, a maneira como agimos para atingir os nossos objectivos, a maneira como nos afirmamos perante os outros! Marte está a fazer conjunção quase exacta a Plutão, acrescentando uma boa dose de energia a este ponto do mapa, que já de si é importante. Podemos dizer que, de uma forma ou de outra, as nossas acções estarão a impelir-nos precisamente para este sector em transformação.

Em Balança, está também Mercúrio já em conjunção ao Sol e em oposição a Urano, mostrando como vamos processando os pensamentos em torno dos objectivos lançados na Lua nova (como atingir paz, equilíbrio e harmonia), mas como também não podemos esquecer novas ideias em relação a como mantemos a nossa própria independência, quer de opinião, de acção, financeira, etc. Acaba por ser um reforço à simbologia desta Lua cheia, mas com uma particularidade extra, indicada por um biquintil exacto a Neptuno; este aspecto diz-nos que há condições energéticas únicas, facilitadoras de inspiração mental, dissolução de formas de pensamento desgastadas, talvez pequenos detalhes que têm dificultado uma vivência mais plena no nosso dia-a-dia.

E quando alguma coisa vai embora, uma crença que seja, abre espaço para novas outras coisas mais actuais. Com Vénus em Escorpião, o que valorizamos ganha destaque, não passa despercebido e ajuda-nos a optar em função do que realmente consideramos importante. Há um biquintil a Urano, que nos chama a atenção para a possibilidade de integrarmos novos valores, assim inesperadamente, ao ritmo do que vai surgindo neste período de Lua cheia, como já foi dito anteriormente, um período de iluminação simbólica do inconsciente.

Os símbolos Sabianos envolvidos são:

Lua – Uma janela aberta com as cortinas esvoaçando numa cornucópia

Sol – Uma terceira asa no lado esquerdo de uma borboleta

Os símbolos sugerem que alguma coisa do que a Lua nova quis fazer crescer, já se manifestou. A borboleta do Sol relaciona-se com leveza e elegância, originalidade também, e a verdade é que Urano não passa despercebido no mapa da Lua cheia (Sol e Urano fizeram oposição exacta na véspera da Lua cheia, no dia 15 de Outubro)! A janela aberta da Lua fala de… abertura! Abertura ao que entra de novo (Urano outra vez, até porque fez oposição à Lua menos de duas horas antes da Lua cheia…), abertura à “leveza da borboleta”. Mas vale a pena repararmos na terceira asa da borboleta, no lado esquerdo! O lado esquerdo é associado à energia Yin, ao feminino, e a borboleta parece dizer-nos que precisamos reforçar este aspecto de todos nós. Todos, homens e mulheres, precisamos abrir a janela e deixar entrar mais … borboletas de três asas! Não, não se trata de, à supremacia do Yang  interpor a do Yin. Trata-se de finalmente começarmos a atingir equilíbrio… interno em primeiro lugar! Todos somos constituídos por yin e yang, e culturalmente temos sido formatados para dar primazia ao yang, o tal que nos garante sucesso e dinheiro, equilíbrio e harmonia (que grande mentira…. )! Ohhhh mas isto dá pano para mangas, e tem que ficar para outra oportunidade!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/330381322635870654/

Feliz Domingo…. pelo menos o que resta!

 

Consultas e análises aqui

Teresa Mar, A Casa na Floresta – Todos os direitos reservados

Share Button