Céu astrológico para Quarta-feira 10 de Outubro

Símbolo Sabiano do dia: Um capitão da Marinha reformado

A Lua vai entrar em Escorpião, Mercúrio também, Vénus retrógrada espera-os e tudo junto pode ter como resultado “retirarmo-nos” do mundo externo e submergirmos no nosso mundo secreto, onde os valores se tornam paixões pelas quais daríamos a vida, ou tiraríamos se fosse necessário! Emoções, comunicação e pensamento tudo gira ao redor do que verdadeiramente nos motiva profundamente, intensidade é característica da qual não nos livramos facilmente. A objectividade pode ficar ofuscada, porque já se sabe, que onde há emoções/paixões fortes há também falta de frieza de pensamento; felizmente também podemos beneficiar de maior perspicácia, e compreender que podemos nos estar a deixar envolver por emoções cuja qualidade dificilmente nos darão paz. É Marte, que faz quadratura a Vénus e também à Lua, que nos pode salvar de continuarmos a repetir os mesmos padrões de sempre; duas quadraturas dão força mais do que suficiente para escolhermos agir de forma descondicionada desses velhos padrões, escolhermos posturas que nunca ousámos, mais equilibradas e racionais, distanciarmo-nos de tudo o que perversamente nos prende a qualquer forma de negatividade. Com as nossas emoções, que são energia em movimento, estamos a dar corpo a uma determinada realidade que pode vir a corresponder aos nossos sonhos ou aos nossos pesadelos. Nem sempre é fácil “desligarmos” porque há inclusive uma habituação do corpo ao ambiente bioquímico associado a cada tipo particular de emoções. Mas é aqui precisamente que aferimos quem tem mais poder, se a nossa vontade consciente, se os padrões de comportamento de herdámos e desenvolvemos ao longo da vida. Precisamos saborear a vida com mais liberdade, passar à condição de “reformados” depois de sabem-se lá quantas vidas de “trabalhos forçados”! Mas para isso temos muitas batalhas internas a vencer.

Imagem veio daqui

Aprendizagem, consultas, desprogramação ver aqui

Share Button

Lua nova de Balança, 8 de Outubro de 2018

Lua nova no grau 15º48´ de Balança, 4.46 h, 9 de Outubro

 

Símbolo Sabiano: Um cais de embarque levado pelas ondas

Alguma coisa aparentemente necessária parece ir embora no decurso do ciclo. Talvez na sequência de uma tempestade. Só há uma coisa a fazer, reconstruir.

Com uma Lua nova em Balança, a harmonia, ou a sua falta, vai ver desenvolvimentos nas relações que estabelecemos com os outros; seja paz, sejam conflitos que vamos colher neste ciclo, duma coisa podemos estar certos, tudo começa (começou) dentro de nós, quando as nossas crenças, as nossas reacções às circunstâncias, as nossas motivações e condicionamentos nos impulsionam a tomar determinadas atitudes. O que pensamos, sentimos e fazemos terá sempre as suas consequências. Se nos deixarmos guiar pelo equilíbrio, justiça e beleza na forma como nos relacionamos com os outros, isso mesmo nos será devolvido, mais tarde ou mais cedo; e como não podia deixar de ser, o contrário é igualmente válido. No entanto estas aprendizagens são longas; os “entendidos” dizem que levamos vidas sucessivas até conseguirmos começar a assumir os resultados do que obtemos, admitindo o nosso próprio grau de afastamento daquilo que no fundo todos procuramos. Com frequência, só depois de perdas, tantas vezes dolorosas, desconfortáveis, aborrecidas mas eventualmente necessárias, conseguimos admitir que só a nós diz respeito corrigir o que está em causa. O símbolo da Lua nova faz crer que algo irá embora, varrido por “ondas” que levam embora o que aparenta ser necessário. Mas então se assim for, resta-nos reconstruir!

A Lua nova faz uma quadratura a Plutão em Capricórnio. A realidade que temos neste exacto momento é fruto da qualidade nas relações que temos estabelecido, e esta por sua vez fruto da qualidade de como nos afirmámos até agora, daquelas que foram as nossas posturas, os nossos objectivos, de como interpretámos as solicitações a que fomos sujeitos pela Vida, de como sabemos processar as nossas emoções, do quanto nos valorizámos ou não. Aquela quadratura pede ajustes, quer emocionalmente quer para onde dirigimos a nossa vontade consciente, por forma a podermos transformar os sectores da nossa vida que parecem obstáculos. O pano de fundo são relações equilibradas, mas como as vamos conseguir se ainda nos vemos a braços com dificuldades? Começar por dar atenção a Vénus, regente de Balança pode ser interessante. Vénus está em Escorpião, tudo o que consideramos importante está a ser vivido com uma intensidade acima do habitual, o que nos ajuda a perceber quais são os nossos padrões de reacção às circunstâncias sempre que conseguimos entrar em contacto com o que consideramos válido ou com o contrário, e até mesmo o que afinal é importante ou não. Tudo o que valorizámos até agora contribuiu para criar a realidade tal como está, é importante manter isto sempre presente. Vénus está retrógrada e por isso tudo está a ser reavaliado; uma quadratura a Marte indica como precisamos agir de forma descondicionada de alguns valores que ainda mantemos, ou seja há valores que devem ser “varridos” sem nos importarmos com o facto de o “barco ficar sem estacionamento”.

Mercúrio está em Balança, mas em cerca de 24 horas depois da Lua nova, vai fazer companhia a Vénus em Escorpião. Perde-se em sociabilidade e simpatia, mas pode ganhar-se em profundidade de entendimento, perspicácia e intensidade na comunicação. Faz sextil a Saturno em Capricórnio e oposição a Urano em Touro. Mercúrio e Urano fizeram conjunção em Maio, em Carneiro, e portanto esta oposição está inserida num ciclo onde a mente precisa inovar o raciocínio e a comunicação de forma a nos tornarmos mais assertivos, conscientes dos nossos interesses e independentes; agora na oposição é possível já existirem avanços, estarão relacionados com uma maior valorização dos nossos recursos, com uma maior auto estima. Mas ainda há caminho para caminhar e mergulharmos no universo daquilo que nos motiva mais profundamente vai permitir um maior auto conhecimento, logo uma maior capacidade de sabermos o que precisamos transformar em nós para conseguirmos então mais equilíbrio nas nossas relações com os outros, nomeadamente com aqueles com quem partilhamos recursos energéticos mais fundamentais, as pessoas mais próximas fisicamente, aquelas com quem mantemos contactos sexuais e/ou recursos financeiros. Os possíveis avanços nesta área, serão concretizados a breve trecho na realidade concreta. Os recuos também. Se num terreno tivermos sementes boas e más, ao regar a água não escolhe, tudo pode germinar. Precisamos sempre escolher bem as sementes (intenções) e ver bem para onde deitamos a água (energia/emoções).

As informações mais relevantes retiradas do mapa desta Lua nova, são apenas as referidas, nada de muito extenso o que é fantástico pois permite concentrar a atenção naquilo que é essencial e isso será a quadratura de Vénus a Marte; diria que o esforço de fazermos diferente, de agirmos segundo os nossos valores mas sem os apegos emocionais habituais farão toda a diferença.

Imagem veio daqui

Aprendizagem, consultas ou desprogramação ver aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 8 de Outubro

Símbolo Sabiano do dia: Caminhos circulares

A Lua segue em Balança, procuramos equilíbrio, procuramos relações que espelhem esse equilíbrio e há sempre tanto a fazer para o conseguirmos! Muito cedo ainda de manhã a Lua fez quadratura a Saturno; podemos começar a semana sentindo na pele uma qualquer insatisfação, que aliás pode ter sido já sentida na véspera, mas ser exactamente o carburante que precisamos para uma acção em particular. Com Marte em Aquário, a fazer trígono à Lua, deixem-se esquecidas as atitudes tradicionais, aquelas que nos trouxeram até aqui, eventualmente as responsáveis pela possível insatisfação assinalada pela quadratura. Se a Lua em Balança fala de equilíbrio, Marte em Aquário fala de cortes radicais com o passado, fala também de construir um futuro onde cada ser humano é de facto igual a todos os seus semelhantes, onde a dignidade fala mais alto do que qualquer outra coisa repelindo quaisquer abusos de poder, seja quem for que detém esse poder.

O símbolo sugere que podemos andar às voltas, talvez ocupados em assuntos que retornam, mas sem estarmos atentos podemos esgotar as energia sem sairmos do lugar. Precisamos mudar de degrau, e como descer não é a melhor opção, temos que subir, com grande probabilidade para um patamar de maior consciência.

Imagem veio daqui

Para aprendizagem e consultas ver aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 5 de Outubro

Símbolo Sabiano do dia: Mineiros emergindo de uma mina

A Lua em Leão faz sextil a Mercúrio em Balança, quadratura a Júpiter em Escorpião, trígono a Saturno em Capricórnio e Urano em Touro. Com a Lua em Leão, o nosso bem estar passa por podermos exteriorizar o nosso EU autêntico e genuíno, e que inevitavelmente irá “atrair” dos outros o reconhecimento, o repúdio ou a indiferença; como é expectável, o reconhecimento é de longe aquilo que mais nos faz sentir confortáveis. Mas como reagimos perante as outras duas opções? Se não estivermos suficientemente seguros de nós mesmos, a confiança pode sair abalada, podemo-nos zangar, podemo-nos trancar num casulo claustrofóbico; o drama, é que podemos viver assim muito tempo, muitas vidas! A quadratura a Júpiter em Escorpião pode indicar que há ajustes a fazer perante os insucessos, e estes ajustes passam por transformarmos as nossas reacções aos acontecimentos. Para isso, alguma coisa pode acontecer durante o dia que tenha a capacidade de fazer emergir da mina Escorpião, um mineiro de aspecto sujo (talvez alguma reacção sombria e mascarrada); podemos torcer o nariz porque estamos maioritariamente convencidos que abrigar tais personagens dentro de nós é negativo. Não é, todos temos uma mina de onde emergem mineiros de quando em vez, e a nossa atitude deve ser valorizá-los pelo trabalho que fazem de escavar as entranhas até que consigamos encontrar algum filão precioso. Isto hoje vai relacionar-se na perfeição com a passagem de Vénus em Escorpião, ao movimento retrógrado; vamos reavaliar a importância daquilo que para nós é poder, podendo até alterar os nossos conceitos do que é poder.

A minha definição de poder é ter a capacidade de estar receptivo aos planos que a vida guarda para nós, contrariando a cada momento, medos e padrões emocionais/comportamentais habituais que estão enraizados em Escorpião. Claro que para isto funcionar, antes precisamos desconstruir uma grande parte dos nossos condicionamentos, o que passa por transformar profundamente muitos dos nossos valores; daí decorre a importância da retrogradação de Vénus em Escorpião. A revolução preconizada por Urano em Touro, que trará uma evolução positiva à qualidade de vida material, precisa do desenvolvimento deste processo, que aliás se repetirá algumas vezes enquanto este trânsito acontecer.

A Lua faz ainda trígono a Urano e a Saturno em Capricórnio; reagirmos aos sucessos e insucessos correctamente, sem dramas, sem medos, sem deixarmos que a confiança em nós saia beliscada, é já estarmos em plena revolução de valores (Urano em Touro) e é também estarmos a concretizar uma realidade sustentável e solidamente estruturada.

Imagem veio daqui

Para aprendizagem e consultas ver aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 4 de Outubro

Símbolo Sabiano do dia: Um@ professor@ espreita por cima dos óculos… exacto, o símbolo mantém-se.

A Lua entrou em Leão, e por isso todos nos sentiremos mais confiantes e brilhantes se alguém “levantar os olhos por cima dos óculos” porque de alguma forma nos fizemos notar; o sextil ao Sol em Balança reforça esta tendência. Claro que também podemos ser nós a reparar em algo para lá das nossas ocupações mais imediatas! Mas há ainda uma quadratura a Vénus em Escorpião e uma oposição a Marte em Aquário; num ou noutro caso, pode haver apesar de tudo algum tipo de insatisfação, mas está nas nossas mãos usar esse “carburante” para agirmos, para nos afirmarmos de forma absoluta inovadora. Vénus em Escorpião coloca a tónica em temas relacionados  com o que nos fazer sentir com poder; poder de compra, poder de atracção em relação aos outros, ou a algum outro que nos interesse especialmente… por aí… A possível insatisfação vai ter oportunidade de ser revista, reavaliada, não tarda nada; é que Vénus prepara-se para ficar retrógrada, o que valorizamos vai ser alvo de actualizações mais profundas. Por hoje… cá está… vamos apenas olhar por cima dos óculos!

… Depois de escrever o que está em cima, fui deambular pelas novidades do dia e não é que fiquei a “olhar por cima dos óculos”, infelizmente pelas razões mais tristes! Havia uma proposta para a Assembleia da República acabar com a legal morte de raposas à paulada e chumbaram! A sério, estamos no século XXI e considera-se aceitável uma coisa destas??? Se calhar para aproveitar a pele dos animais!!!!! Depois a notícia do CR acusado de violação; claro que nega, claro! Mas nos últimos tempos de facto parece que a barbárie anda à solta! Depois do presidente dos EU, agora é o Brasil que vê no horizonte a possibilidade de eleger outro personagem assustadoramente caricato! Mesmo não me alongando… que manicómio!!! Lembrei-me foi do seguinte, Plutão que recentemente ficou directo, está em conjunção ao seu próprio nodo sul: Plutão está a 18º45´ de Capricórnio, o seu nodo sul está a 18º51´. O que estamos a assistir é ao resumo do que foi o passado altamente primitivo, ignorante, cruel, bárbaro, arrepiantemente violento que caracteriza ainda muitos indivíduos actualmente, que continuam a manifestar os mesmos padrões emocionais/comportamentais. Quando esta gente detém o poder do dinheiro e/ou são considerados autoridade em alguma matéria, é o descalabro! Mas Plutão simboliza as forças evolutivas, e cada um de nós olhando esta triste realidade tem a responsabilidade de dizer não a isto, e fazer diferente (Marte em Aquário). Fazer diferente passa também por não nos deixarmos envolver pelas emoções que naturalmente afloram quando somos confrontados com esta realidade, e seguirmos contrariando à nossa escala e dimensão, criando uma vida pessoal ética, estável, gratificante, sensível e acolhedora. A evolução está assinalada pelo nodo norte de Plutão em Caranguejo, e sim é possível, e sim acontece sempre que não nos deixamos impressionar pela rudeza do passado que ainda vive no presente! E ser capaz de fazer isto é ter o verdadeiro PODER que irá destronar os poderes corruptos e malvados que ainda andam à solta!

Imagem vaio daqui

Para aprendizagem e consultas ver aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 3 de Outubro

Símbolo Sabiano do dia: Um@ professor@ espreita por cima dos óculos

O que será que nos vai chamar a atenção ao ponto de espreitarmos por cima dos óculos?

A Lua em Caranguejo faz trígono a Júpiter em Escorpião logo à hora de abrir o expediente do dia; mais tarde faz quadratura a Urano. A habilidade para lidarmos com os nossos instintos de sobrevivência é fundamental para a capacidade de mantermos a segurança emocional, nas diversas situações do dia a dia. Aqui reside a arte de adquirirmos poder pessoal. Uma constante “ameaça” é sentida por todos os que vivem com níveis de stress elevado, a contra relógio, com demasiados afazeres e obrigações, demasiadas insatisfações, pouco tempo para a vida privada e familiar, pouco tempo para si próprio. Este é um dia para nos observarmos sob este ponto de vista, e aferir até que ponto nos sentimos em “segurança”, isto é, até que ponto nos sentimos bem nos papeis que vamos desempenhado pelo dia fora, até que ponto estamos a sobreviver ou a definhar. À medida que o dia avança, que a noite chega, a Lua vai-se aproximando da transição para Leão e de uma quadratura a Urano em Touro. Se formos bons observadores, já ao serão, podemos fazer uma reflexão sob os seguintes temas: que qualidade de vida é a nossa? Alguém que goste muito de si mesmo, escolheria o nosso estilo de vida? Se as respostas forem honestamente positivas, parabéns! Senão, o melhor é ponderar fazer alguma coisa a esse respeito… uma revolução de valores é certamente necessária. Até pode ser por esta altura, que algo perturbe a concentração, e nos atraia a atenção!

Para aprendizagem e consultas ver aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 2 de Outubro

Símbolo Sabiano do dia: Uma canoa aproximando-se de segurança através de rápidos perigosos

A Lua entrou em Caranguejo ontem ao fim do dia, o que simboliza a procura de bem estar emocional, através dos ambientes, pessoas e até comportamentos que nos são familiares. Claro que a casa física e a família estão contemplados, se bem que depositar no exterior a estabilidade emocional que precisamos para nos sentirmos seguros, é tornarmo-nos dependentes e isso não é sustentável. Inevitável quando somos crianças, perigoso quando somos adultos. A Lua vai fazer logo pela manhã quadratura ao Sol, entramos em quarto minguante, período em que devemos fazer minguar tudo o que nos retira a capacidade de melhorarmos a nossa vida (o ciclo começou numa Lua nova de Virgem), e como é evidente sermos auto suficientes emocionalmente é uma das premissas. Faz ainda trígono a Vénus em Escorpião e a Neptuno em Peixes, quadratura a Mercúrio em Balança e oposição a Plutão. Mercúrio e Plutão fazem quadratura. Um dia recheado de tensões e desafios, onde os outros jogam um papel importante, mesmo aqueles que podem não estar presentes. Existe a possibilidade de tomarmos consciência do que ainda nos mantém carentes e dependentes dos outros para nos sentirmos confortáveis e seguros, capazes de dar passos em frente. A verdade é que temos que saber andar sozinhos, é isso que faz de nós adultos!

Entretanto Plutão, símbolo das forças evolutivas, depois de um pouco mais de cinco meses retrógrado ficou directo; o que conseguimos evoluir internamente nestes meses, irá gradualmente transparecer externamente. O símbolo do dia promete tranquilidade e segurança, mas antes temos que mostrar que já somos crescidos e aguentamos a adrenalina dos desafios. Podemos encarar isto, como um teste plutónico!

Imagem veio daqui

Para aprendizagem e consultas ver aqui

Share Button

Céu astrológico para Domingo 30 de Set e Segunda-feira 1 de Out

Domingo em retrospectiva

Símbolo Sabiano do dia: Uma lareira acesa numa casa deserta

A Lua em Gémeos fez trígono a Mercúrio em Balança e quadratura a Neptuno. Acordámos com um “talento” especial para a comunicação e para nos relacionarmos com os outros, e por isso muitos de nós optámos por sair, deixando as nossas casas desertas, seguindo um impulso de procurar o Domingo ideal na companhia de família ou amigos, passeando, arejando as ideias; outros terão permanecido em casa, talvez descansando, pondo as leituras em dia. Uns estiveram acompanhados outros estiveram sozinhos. Uns estiveram felizes outros nem tanto, e o que fez a diferença não foi terem ou não aderido ao lado social que pairou no ar. Quantas vezes temos a ilusão de que nos outros encontramos o equilíbrio que nos proporciona um bem estar que não conseguimos sozinhos? Quantas vezes desertamos de nós mesmos, deixamos a nossa casa interna ao abandono, apenas para perceber que só depois de sermos auto suficientes emocionalmente, e conseguirmos manter a lareira acesa por nós mesmos e para nós mesmos, os outros podem ser então o complemento ideal de um dia perfeito? Caso contrário, corremos o risco de nos sentirmos gelados apesar de acompanhados!

Uma perspectiva possível para Segunda-feira

Símbolo Sabiano do dia: Três velhos mestres pendurados numa galeria de arte

Com a Lua em Gémeos, Sol e Mercúrio em Balança, continua um foco importante nos outros, mas desta vez a oposição a Saturno implica um estado de espírito mais conectado ao trabalho, responsabilidades, eventualmente motivados pelas nossas ambições, pelo sonho de um dia vermos reconhecidas as nossas “artes e engenhos”, à semelhança do que acontece com as obras que revestem as paredes de qualquer galeria de arte. De facto todos temos contributos a fazer no sentido de transformarmos a realidade de uma forma geral, mas uma quadratura em aplicação, de Mercúrio a Plutão em Capricórnio, indica que para sermos bem sucedidos, temos ajustes a fazer no que concerne à forma como nos situamos nas relações com os outros e como comunicamos. A Lua também faz sextil a Urano em Touro, e certamente, alguns dos ajustes passarão por renovarmos os nossos valores, a começar pelo valor que atribuímos às nossas “artes e engenhos”.

Imagem veio daqui

Para aprendizagem e consultas ver aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira e Sábado, 28 e 29 de Setembro

Primeiro a retrospectiva desta Sexta-feira:

A Lua em Touro fez sextil a Neptuno, trígono a Plutão e agora ao final do dia faz oposição a Júpiter em Escorpião; Neptuno “tentou” inspirar-nos logo cedo pela manhã, e quem se deixou envolver terá sentido o quanto é bom sabermos que está sempre tudo bem, mesmo quando algumas coisas correm mal! Com o Sol a fazer uma semiquadratura a Júpiter, hoje e amanhã ainda mais acentuadamente, alguns propósitos que envolvem os outros sofreram definitivamente um travão, sem grande coisa a fazer a não ser ter paciência, tirar ilações e focarmos a nossa energia noutra direcção… ou seja, com grande probabilidade foi nesta área que alguma coisa correu menos bem. A tranquilidade com que encarámos tal facto, ou não, mostra como estamos a produzir transformações positivas na nossa realidade, ou não. A qualidade de vida material que a Lua em Touro necessita para se sentir segura terá sido beliscada pelos insucessos do dia? Com a oposição que está em aplicação a Júpiter, a resposta vem pelas emoções. As circunstâncias tiveram o poder de nos retirar bem estar, ou temos nós o poder de não permitirmos que as contrariedades nos tirem esse bem estar?

Como já referi, amanhã a semiquadratura do Sol a Júpiter vai estar ainda mais evidente e a Lua vai fazer trígono ao Sol; com a previsível insatisfação na área das relações interpessoais a escoar para as emoções, coloca-se novamente a questão, de como enfrentamos a situação. A Lua entra em Gémeos de tarde, vai-se a paciência associada a Touro, chega uma maior instabilidade emocional; mas a Lua faz trígono também a Marte em Aquário e se nos afirmarmos e agirmos diferente do que nos tem caracterizado, estamos certamente a construir um futuro mais livre dos condicionamentos actuais. Uma vez que há um foco nos relacionamentos e em possíveis dificuldades, vale a pena referir que Mercúrio em Balança se vai aproximando de uma quadratura a Plutão; tudo indica portanto que temos uma capacidade mental mais aprofundada, que nos ajudará a compreender que ajustes precisamos fazer.

Símbolo Sabiano para hoje foi: Os ideais de um homem abundantemente cristalizados

Símbolo Sabiano para amanhã: Uma mulher alimentando galinhas e protegendo-as dos falcões

Imagem veio daqui

Para aprendizagem e consultas ver aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 27 de Setembro

Símbolo Sabiano do dia: Um homem a ensinar o verdadeiro conhecimento interior

A Lua entrou em Touro, faz conjunção a Urano, trígono a Saturno, quadratura a Marte e oposição a Vénus. Podemos encontrar bem estar emocional nas coisas práticas e simples do dia a dia, no conforto com que nos rodeamos, no gerir eficaz dos nossos bens e recursos, nos petiscos reconfortantes inclusive; mas há uma teimosa tendência a lidarmos com estas temáticas da vida material como sempre o temos feito, e não é isso que vai trazer o apetecível bem estar! A conjunção a Urano e a quadratura a Marte em Aquário são sinais claros de uma obrigatória revolução, que se for posta em marcha irá ter repercussões positivas na nossa vida de uma forma geral (o trígono a Saturno); mas há aqui a possibilidade de uma contra revolução, e está indicada por Vénus em Escorpião. Este posicionamento de Vénus indica como todos estamos a valorizar ter poder; a grande questão é, o que é isso de ter poder? O verdadeiro poder está dentro de cada um de nós e revela-se quando temos força e sabedoria para contrariar aquilo que a sociedade e os outros esperam que façamos, mas que sabemos não serem adequados ao nosso caminho. Ou seja quando o nosso verdadeiro conhecimento interior se sobrepõe aos condicionamentos que um dia aceitamos como válidos. Portanto, temos o resto do dia para nos pormos à prova, e nos preparamos para transformar alguns dos nossos valores, aqueles que não nos proporcionam poder de forma nenhuma.

Imagem veio daqui … o verdadeiro conhecimento interior está ligado ao coração

Para aprendizagem e consultas ver aqui

Share Button