Astrologia do dia – Segunda-feira 17 de Fevereiro

Símbolo Sabiano do nascer do Sol às 7.31 h: Uma borboleta emergindo do casulo

A Lua em Sagitário fez trígono a Vénus em Carneiro, amanhã vai fazer quadratura a Neptuno em Peixes. Mercúrio em Peixes vai ficar retrógrado. Marte entrou em Capricórnio.

Às vezes não se passa nada de especial, outras vezes acontece muito ao mesmo tempo. É o caso da astrologia no céu actual. Hoje, Domingo, a Lua entrou em Sagitário bem cedo e fez trígono a Vénus em Carneiro. Com alguma probabilidade o optimismo esteve presente nas nossas escolhas, bem como a apetência para fazermos qualquer coisa, para agirmos, não ficarmos quietos e parados. Aqueles de nós que temos assumidamente uma seta apontada para alterarmos o nosso estilo de vida actual, e que nos sentimos de facto em direcção a esse estilo de vida, eventualmente sentimos esse optimismo com muita força. Isto é o que faria sentido num ciclo que começou em Aquário. Ao desapegarmos de padrões emocionais/comportamentais, obviamente uma parte do passado fica para trás, e automaticamente estamos a caminho de outro paradigma de vida. Neste contexto, amanhã a quadratura a Neptuno pode indicar que são os nossos sonhos que ficam mais perto. Se nada disto acontecer, então talvez as primeiras horas do dia sejam de distracção, falta de foco, sono, “síndrome de Segunda-feira”… nem as ideias ajudam porque entretanto Mercúrio em Peixes vai ficar retrógrado! Pois é, vamos poder rever que ideias temos acerca do que é espiritualidade, do que é confiar na Vida, no Universo, em Deus, no campo quântico de todas as possibilidades… pouco importa a designação… talvez do que significa a expressão “somos todos Um” e de como estamos interligados a tudo.

A mente está mergulhada no mar de energia/consciência onde existimos, mas com Marte em Capricórnio as nossas acções concentram-se na realidade material, em consolidar e fazer crescer o que existe de bom, em emendar o que não nos agrada. No entanto, se não levamos em consideração que o que conseguimos concretizar tem uma contra parte espiritual, corremos o risco de não sermos bem sucedidos. Quantas coisas não conseguimos apesar de tentarmos? Quantos objectivos sem sucesso mesmo acreditando que estamos a proceder correctamente? Quantas vezes nos lembramos que a realidade material toma forma em primeiro lugar na realidade imaterial?

Para consultas ou Manual de qualidade emocional use o mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem de Greg Rakozy no Unsplash

 

 

Share Button