Céu astrológico para Sábado 31 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.07 h): As primeiras instruções de dança

A Lua continua em Virgem, junto com o Sol, Mercúrio, Vénus e Marte. Faz trígono a Plutão em Capricórnio. O elemento terra predomina largamente no céu actual, com 8 dos 10 planetas em signos de terra, elemento associado ao feminino e à matéria. Feminino e matéria, dois aspectos da vida tão mal compreendidos, mal vividos e por isso deram origem a uma civilização tão desequilibrada. Dizem os budistas que a única coisa que permanece é a impermanência. Na cultura hindu fala-se da dança de Shiva, eternamente destruindo e criando novas formas… nada permanece, portanto!

“A metáfora da dança é utilizada em várias culturas e épocas para descrever os ciclos naturais da vida e do universo, e acabou encontrando uma de suas expressões mais belas e profundas no hinduísmo, na imagem de Shiva, um dos mais antigos e populares deuses indianos. Segundo o hinduísmo, todas as coisas são parte de um grande processo rítmico de criação e destruição, de morte e renascimento, e a dança de Shiva simboliza esse eterno ritmo de vida e morte que se desdobra em ciclos intermináveis.” O resto podem ler aqui

Ora, cada um de nós pode aprender a dançar a dança de Shiva e o céu do momento é um grande instrutor. Plutão, é o Shiva astrológico, cuja tarefa é destruir lentamente o que está a chegar ao fim. Em Capricórnio, destrói lentamente de forma bem visível, uma certa forma de vida que compreende muito mal, e vive muito mal o feminino e a matéria. Dá a mão à Lua, porque é no nosso plano interno que precisamos destruir conceitos deturpados do feminino e da matéria. Em termos práticos façamos as tarefas desde sempre associadas às mulheres, treinando a consciência do valor especial que têm, são o suporte básico de vida nada menos do que isso. Sejamos mulheres com orgulho por termos sido escolhidas para essa função. Um dia destes li: “Não és especial porque foste escolhido. Foste escolhido porque és especial.”  Se treinarmos a consciência neste sentido, estamos a dançar a dança de Shiva que destrói a civilização que não reconhece a Verdade da Vida. Todos temos sido vítimas, as mulheres, os homens, crianças, a Terra ela própria. Chega!

Imagem veio daqui

Share Button

Lua nova de Virgem

Lua nova no grau 6º46´de Virgem, 11.37 h, 30 de Agosto

Antes de mais vou tocar na origem do significado da palavra Virgem:

Antigas sacerdotisas da lua eram chamadas de virgens. ‘Virgem’ significava não-casada, não-pertencente a um homem – uma mulher que era “uma em si mesma”… portanto uma mulher livre, acrescento eu!

A palavra deriva do Latim, significando força, habilidade, e mais tarde foi aplicada a homens como ‘viril’. Ishtar, Diana, Astarte, Isis (1) eram todas chamadas Virgens, o que não se referia à sua castidade sexual, mas à sua independência sexual. E todos os grandes heróis de culturas passadas, míticos ou históricos, eram ditos serem nascidos de mães virgens: Marduk, Gilgamesh, Buda, Osíris, Dionísio, Genghis Khan, Jesus – todos eram reconhecidos como filhos da Grande Mãe, a Força Original, e seus enormes poderes provinham dela.

Quando os Hebreus usaram a palavra, no original em Aramaico significava “mulher jovem”, “donzela”, sem conotações de castidade sexual. Mais tarde, tradutores cristãos não aceitaram a “Virgem Maria” como uma mulher de sexualidade independente e distorceram o significado para sexualmente pura, intocada, casta”.

Isto é retirado do livro The Great Cosmic Mother: Rediscovering the Religion of the Earth (A Grande Mãe Cósmica: Redescobrindo a religião da Terra) da autora Monica Sjöö

O símbolo onde acontece a Lua nova de Virgem não podia ser mais contraditório! É: “Um harém”…. precisamente onde as mulheres não são o que a palavra virgem significa, nem de uma maneira, pior… nem de outra!

Vivemos numa civilização patriarcal, onde os valores masculinos dominam, onde se desconsidera tudo o que pertence ao universo feminino. Algures no passado longínquo todos começamos a acreditar que as coisas que os homens faziam eram de facto importantes! Minuto 2.51 deste vídeo da Vandana Shiva “Deixaram para as mulheres o trabalho que não era considerado importante. Ir para a guerra e matar era considerado importante. Obter lucros à custa dos outros países era considerado importante. Homens poderosos determinaram isso e encarregaram os homens não poderosos de fazer o trabalho sujo. As mulheres foram deixadas para fazer as coisas reais: prover a água, prover a comida, cuidar da família. Os valores de que precisamos são os valores do conhecimento de como viver com a natureza. Isso é conhecimento de mulheres. Precisamos de conhecimentos de como cuidar. Isso é conhecimento. Agora chamam de inteligência emocional. Precisamos de conhecimentos de como partilhar. Essa é uma necessidade que teremos cada vez mais no futuro. Numa época de privatização e de extracção, as mulheres, com o seu cuidado e capacidade de compartilhar serão as mestras de como ser humano no futuro.” Astrologicamente tudo isto encaixa em três nodos norte, três setas que apontam onde para a cura deste planeta. Nodo norte da Lua, de Plutão e de Saturno em Caranguejo. Quando ela refere que os novos valores de que precisamos passam pelo conhecimento de como viver com a natureza, remete-nos para Urano em Touro, e a revolução de valores que já está em marcha. Quando a revolução estiver concluída, não será mais viável queimar florestas para criar animais para a agropecuária cujo único interesse é o lucro. É isto que por exemplo está a acontecer com a Amazónia. Lucro que pisa em cima da natureza, do respeito e bem estar dos animais, até da saúde humana altamente prejudicada pelo exagerado consumo de carne. E é isto apenas um exemplo da estupidez que nos governa hoje, usando novamente as palavras ditas no inicio do vídeo.

Concentro-me agora nos detalhes astrológicos que caracterizam esta Lua nova em Virgem, “época para semearmos novas intenções”. Neste signo estão todos os os cinco planetas pessoais, Sol, Lua, Mercúrio, Vénus e Marte, aqueles que representam a matéria prima com que criamos a nossa vida: intenções, sentimentos e emoções, pensamentos, valores e acções. Virgem, signo de energia feminina e do elemento terra, relaciona-se com rotinas de trabalho e de organização, métodos para alcançarmos mais eficiência, atenção ao que é saudável, atenção aos pormenores, disponibilidade para ajudar, análise racional das circunstâncias que conduz à noção do que é bom e do que não nos serve, sentido crítico portanto, diligência e discrição. As tarefas associadas a Virgem não são glamourosas, não dão nas vistas, mas são o suporte de vida sem o qual não podemos passar. Prover a água, prover a comida, cuidar da casa e da família são tarefas de Virgem. Organizar a roupa dos miúdos, ir levá-los e ir buscá-los à escola, preparar as marmitas tão em moda, colocar a roupa na máquina, fazer a lista das compras, cuidar dos familiares idosos que ficam dependentes, cuidar de nós mesmos, da nossa saúde e bem estar… a lista é infindável! Tudo isto melhora a nossa vida e a dos que nos rodeiam. Todas estas tarefas valem ouro! Foram tarefas desde sempre à responsabilidade das mulheres, começam a ser de cada vez mais homens também, mas… temos mesmo a consciência de que valem ouro? Algumas pessoas sim têm, e tenho verificado isso. Outras não, a maioria não! Eu não tinha, adquiri essa consciência nos últimos anos. A sociedade não tem, a civilização patriarcal definitivamente nunca teve essa consciência e portanto não admira que 2/3 das tarefas de melhoram a nossa vida e a de todos ao nosso redor sejam executadas por mulheres sem qualquer tipo de reconhecimento. Espreitem aqui … e respirem fundo porque irritará aqueles menos acomodados, que espero seja a totalidade de quem vai ler isto!

Reverter este estado de coisas está em marcha, não há Velhos do Restelo que possam travar o processo! É por isso que existe a designação “o regresso do feminino”. Mas se parece que não temos nada para fazer a não ser esperar por melhores dias, desenganem-se, a não ser que aceitem continuar a pertencer a um “harém” que no caso será a uma sociedade que não olha as mulheres a não ser como objectos (e os homens igualmente), úteis por sinal, já que com a entrada maciça no mundo do trabalho fora de casa e com o aumento dos rendimentos familiares disponíveis, ajudaram a tornar monstruosa a sociedade de consumo, uma sociedade gananciosa que rouba constantemente recursos à Casa Mãe Terra, que queima, que quebra, e tomaria (2) tudo até ser tarde demais… se a Terra, e o universo do que está para lá do visível, não fossem tão mais poderosos do que podemos imaginar! E não há nada mais poderoso do que o Poder do Amor (3), essa força, energia ou sei lá o que seja, que nos faz sacudir o abismo!

O que é que está nas nossas mãos capaz de nos retirar do harém onde não somos livres, nem mais do que simples objectos decorativos e de prazer, ao serviço do Sultão, leia-se sistema instituído, leia-se sociedade de consumo brutal? A Lua nova faz trígono a Urano em Touro, a Lua nova de Virgem apoia a revolução de valores. Percebam o valor, a importância, de todas as pequenas coisas que fazem no dia a dia, para melhorarem a qualidade da vossa vida, percebam o valor que há em cuidar não só das nossas crianças e familiares doentes ou débeis, mas em cuidar dos animais, das plantas, da casa, de fazer escolhas mais ecológicas, percebam o valor gigante de melhorarem a alimentação e o combate ao sedentarismo, percebam o valor de saírem do trabalho dentro do horário para se auto cuidarem, para descansarem e se divertirem, percebam o valor de aspirar, lavar o chão e por a loiça na máquina, ponham luvas se for o caso, percebam o valor de eventualmente escolherem estilos de vida com menos dinheiro disponível ao princípio, mas que com o aumento de bem estar e felicidade vos traz os retroactivos… porque naturalmente só podemos abandonar o harém se gerarmos os nossos próprios recursos…  percebam como temos sido manipulados a colaborar com esta sociedade gananciosa que parece nos atribuir um valor, mais alto ou mais baixo, conforme a conta bancária ou os bens que possuímos.

Esta é uma tomada de consciência de já se instalou na cabeça de muita gente. Muita, felizmente! Mas da cabeça tem que passar para … as células, o DNA, o sangue, é uma tomada de consciência que tem que irradiar para fora em cada batida do coração. Porque quando isso acontece, quando reconhecemos o nosso valor, quando percebemos que tudo o que fazemos tem valor, mais… quando não assinamos por baixo de protocolos que desvalorizam o nosso trabalho, que associam o que fazemos ou deixamos de fazer ao valor que temos, quando nos reconhecemos valiosos para lá das nossas circunstâncias, esse valor terá necessariamente que se manifestar por fora e aquilo que faz o mundo rodar (4)… como dizia a Liza Minelli … o dinheiro, encontra forma de chegar às nossas mãos e é dinheiro “limpo”. Como é que os meus raciocínios chegaram aqui? Urano em Touro é também uma revolução em como adquirimos os recursos necessário à sobrevivência, à qualidade e estabilidade da vida material… a Lua nova também faz trígono a Saturno em Capricórnio, o pico da montanha sólida aonde todos queremos chegar. Há para cada um de nós uma montanha privativa, e por agora chega-se lá assim, com tarefas simples e básicas, consideradas “menores” por muitos, por todos aqueles que estão a precisar de uma enorme revolução de valores. Mas se tivermos consciências que não são nada “menores” aquilo que é “mais, maior e melhor” torna-se realidade concreta. Não importa o que dizem as regras exteriores, importa o que sentimos por dentro.

Vou escrevendo e lembrando-me de canções cujas letras se relacionam com a linha de pensamento… o habitual! Em (1) era esta. Em (2) esta. Em (3) esta. Em (4) esta.

Imagem veio daqui e dá para encomendar!

 

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 28 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.06 h): Um homem sonhando com fadas

A Lua vai transitar para Leão, faz quadratura a Urano em Touro, trígono a Júpiter em Sagitário.

As fadas são seres mitológicos que faziam parte do imaginário céltico. Nos contos de fadas ocidentais é habitual usarem uma varinha de condão para produzirem magia, ou seja para introduzirem na realidade material as circunstâncias desejadas e sonhadas. O Sol está em Virgem, é ele quem determina o símbolo do dia, e isto permite associarmos às fadas, e portanto à sua capacidade de trazer os sonhos à realidade, as tarefas naturais de Virgem, ou seja, rotinas de trabalho que trazem ordem e higiene ao dia a dia, hábitos saudáveis, de uma forma geral todas as pequenas coisas que discretamente nos permitem melhorar e melhorarmos a nossa vida, sem necessidade de qualquer tipo de exibição. Mas a Lua vai entrar em Leão, e uma parte de nós quer mesmo é saltar para cima de um palco e dar nas vistas, receber os aplausos e se houver cachet tanto melhor! Está tudo bem, porque Leão funciona dessa forma, e é assim mesmo que estamos a caminho das nossas próximas fronteiras. No entanto há ajustes a fazer que estão associados à necessidade de introduzirmos inovação nos nossos valores, inovação também naquilo a que associamos auto estima. É muito fácil sentirmo-nos o máximo perante determinadas circunstâncias e diminuídos noutras, talvez naquelas circunstâncias mais associadas a Virgem. Urano em Touro porém pede uma revolução nos nossos valores. Quanto do que temos considerado importante está a deixar de ser, e quanto do que desvalorizávamos é a via mais rápida para os nossos sonhos? Quantas tarefas “menores” precisamos reconhecer como “maiores” porque elas são exactamente a varinha de condão que vai transformar a nossa realidade?

A propósito do que está em causa vou partilhar o seguinte: ouvi há alguns anos o naturalista David Attenborough dizer que os programas de conservação dos pandas e dos tigres eram muito importantes porque sensibilizavam as pessoas para a necessidade de preservar a vida selvagem. Mas os animais que são absolutamente indispensáveis ao equilíbrio ecológico do planeta são aquelas que consideramos mais repugnantes, os insectos e os vermes!

Moral da história: nem tudo o que nos faz brilhar é brilhante, mas pode ser infinitamente valioso e um íman para uma melhor qualidade de vida.

Imagem veio daqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 27 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.05 h): Uma criança preta a brincar com brancas

Lua em Caranguejo faz oposição a Plutão em Capricórnio. Marte em Virgem faz trígono a Urano em Touro.

O tema do dia é uma clara alusão à inexistência de preconceitos entre as crianças que brincam. Todos os planetas referidos estão em signos de terra, que se relacionam directamente com o lado prático e material da vida, sendo Virgem e Capricórnio muito associados a trabalho. Isto pode suscitar a seguinte questão: que trabalhos, em que tarefas nos recusamos a colocar as mãos porque as discriminamos de forma mais ou menos inconsciente? Que tarefas procrastinamos indefinidamente? O trabalho Capricórnio pode ser uma via em direcção a um estatuto profissional ou social mais elevado… normalmente ninguém recusa! O trabalho Virgem é diferente, porque apesar de ser constituído por tarefas indispensáveis, são de natureza bem mais humildes, discretas, até invisíveis à primeira vista! Normalmente todos fazem vista grossa a alguma coisa do género! Em Caranguejo moram as tarefas domésticas, muitas das quais são aquelas a que fazemos vista grossa…. ehehheheh… eu acuso-me! Porém, apesar do esforço estou em processo de reverter esta postura porque tudo muda, e há uma gigante mudança de paradigma civilizacional que está de costas viradas a Capricórnio. O trabalho, seja ele qual for não pode ser uma medida de status, nem de valor pessoal, antes um método para melhorarmos a nossa vida, e deste ponto de vista todos os trabalhos são igualmente valiosos. O trígono de Marte a Urano diz mais, diz que a disponibilidade para agirmos de forma organizada, eficaz e conscienciosa mesmo nas tarefas mais simples, mais isentas de glamour e visibilidade são as que estão por agora a promover a grande revolução de valores que irá trazer mais qualidade de vida. Quem tem preconceitos, quem ainda não consegue valorizar todo o trabalho por igual? Quem ainda sente que o trabalho doméstico, para si mesmo ou para a família é menos importante que o trabalho profissional? A oposição da Lua a Plutão significa que se queremos transformar pela positiva a nossa realidade, temos que assumir mais cuidado por toda a esfera privada, com todo trabalho não remunerado incluído, o que segue alinhado com a tarefa de Urano em Touro.

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 26 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.04 h): Dois anjos trazendo protecção

A Lua vai entrar em Caranguejo fazendo sextil aos três planetas em Virgem (Sol, Vénus e Marte) sextil também a Urano em Touro, oposição a Saturno em Capricórnio, trígono a Neptuno em Peixes. Cuidar e organizar são duas palavras, duas escolhas que só nos podem trazer bem estar, melhorias no dia a dia, e portanto de certeza são os dois anjos a quem podemos abrir a porta. E sim protegem-nos! Contra as tropelias inesperadas de Urano que anda numa de revolucionar valores. Contra nos tornarmos vítimas de circunstâncias que não convidámos mas se que instalaram na nossa vida… às vezes trazidas pelas repentinas surpresas de Urano! Portanto por agora, cuidar e organizar, está a contribuir para melhorarmos a nossa qualidade de vida e o amor próprio, está a trazer os sonhos do reino das coisas imaginadas para a realidade concreta. Já agora vale a pena sublinhar que este cuidar e organizar se deve centrar na nossa vida privada, na casa, na família, nas nossas emoções, porque em Caranguejo estão três nodos norte de peso! O nodo norte da Lua, o nodo norte de Plutão e o de Saturno. Em vez de nodo norte leia-se “o caminho para a felicidade” protegido pelos dois anjos do dia.

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button

Céu astrológico para Sábado 24 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.03 h): Uma cabeça de homem

O Sol está em Virgem, bem como Vénus e Marte que fazem conjunção. A Lua em Gémeos faz oposição a Júpiter em Sagitário e quadratura a Neptuno em Peixes.

Mesmo sem termos grande consciência disso, estamos a desenhar novas fronteiras dentro das quais iremos nos estabelecer. Podem ser fronteiras suficientemente largas para caberem os nossos sonhos, mas para isso é necessário accionar a “cabeça de homem” que há em todos nós, isto é, uma cabeça que usa mais da lógica do que da emoção para fazer opções, nomeadamente porque podem haver insatisfações a rondar e se lhes damos “conversa” vão-nos tirar o foco para onde ele é necessário. Uma Lua em Gémeos pode simbolizar dispersão, mas a ligação a Sagitário que aponta uma seta ao céu, bem como um sentido prático accionado pela presença de três planetas em Virgem, é mais do que suficiente para concentrarmos energia onde ela faz falta. Com o Sol em Virgem o grande propósito passa por encontrarmos métodos para melhorarmos a nossa existência e é exactamente para aí que nos devemos focar. A quadratura a Neptuno pode simbolizar desilusões por não vermos atendidos os nossos anseios, mas se formos bem objectivos não é deitando achas para esta fogueira que vamos melhorar nada.

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 22 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.01 h): Uma sereia

A Lua em Touro vai fazer quadratura a Mercúrio em Leão, trígono a Saturno e Plutão em Capricórnio, sextil a Neptuno em Peixes.

A necessidade de qualidade de vida material, conduz-nos naturalmente pelos meandros da vida prática do dia a dia, feita de pequenos nadas que precisamos assumir, às vezes sem grande gosto mas reconhecendo a sua importância… cozinhar por exemplo não faz nada o meu género! Mas comer, se possível de forma saudável, é fundamental e portanto resta-me usar de criatividade para minorar o enfado que sinto sempre que os tachos me chamam. A verdade é que sermos capazes de fazer o melhor com os recursos disponíveis, por menores que sejam, irá trazer a prazo benefícios à nossa vida em termos mais gerais, e com “sabedoria e engenho” até os sonhos mais improváveis podem ficar cada vez mais perto. A quadratura pode ser facilitadora do uso da criatividade ou da confiança que sentimos nas nossas habilidades, para tornarmos a vida numa experiência com mais conforto e satisfação.

Mas para apimentar o cenário, temos sereias, esses seres lendários, que com a sua beleza e vozes melodiosas e hipnóticas, atraiam para a morte os marinheiros infelizes que se deixavam encantar perdidamente. O Sol em Leão faz um aspecto de tensão a Saturno, e Mercúrio faz outro aspecto tenso a Neptuno. Elementos da nossa realidade pessoal podem estar a contrariar os propósitos do Sol relativamente a confiança e optimismo, e eis que surgem pensamentos (as sereias) que procuram nos afogar nas nossas próprias mágoas. Se algo semelhante aparecer, o melhor é reconhecer, encolher os ombros (tapar os ouvidos) e deixar que passe. Pelo menos ficamos a saber que sereias navegam nos nossos mares particulares!

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 21 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 7.00 h): Muitos passarinhos no ramo de uma grande árvore

A Lua vai entrar em Touro e fazer trígono a Marte em Virgem, conjunção a Urano. Vénus vai entrar em Virgem. O lado material da vida ganha destaque com a necessidade que isso acarreta relativamente à gestão do trabalho, dos recursos disponíveis, de como organizar as rotinas. Já anda no ar um certo “aroma” a “regresso às aulas”… que por acaso não fazia as delícias do meu filho quando era criança! Virgem relaciona-se sobretudo com técnicas e métodos que têm como objectivo melhorar o nosso dia a dia, mas provavelmente isso passa primeiramente por nos melhorarmos a nós. Periodicamente uma boa limpeza mental e emocional pode fazer maravilhas na nossa casa interna, e o exterior vai beneficiar grandemente. Por agora, a conjunção da Lua a Urano pode ser um desses momentos em que sentimos o incómodo, a falta de liberdade de movimentos que causam algumas coisas a que ainda estamos emocionalmente apegados, e refiro-me quer a coisas concretas, materiais, tralha, quer memórias que ocupam espaço energético e retiram bem estar. Mesmo um ramo muito grande não pode abrigar mais do que um determinado número de passarinhos sem que percam conforto. E é bem provável, que esta apetência pelo que é materialmente confortável possa ser uma boa motivação para que Marte, instigado pelo que sentimos, seja sinónimo de acções assertivas e eficazes rumo a uma maior e melhor organização da nossa vida. Sabem, com tantos planetas que estiveram em Leão (Sol, Mercúrio, Vénus e Marte) ando tão “em férias” que já estou farta! Entrei em contagem decrescente até estarem todos em Virgem…. tenho saudades de me sentir super trabalhadora e produtiva… manias!

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 20 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 6.59): O romper do dia…       novamente

A Lua em Carneiro faz trígono ao Sol e a Vénus em Leão, quadratura a Plutão em Capricórnio.

O dia ontem tinha uma quadratura entre a Lua e Saturno que foi apertando, apertando até à noite. As circunstâncias terão sido diversas e adaptadas a cada um de nós, mas é natural que as nossas necessidades e vontades tenham sido limitadas, numa espécie de economia sovina em que tivemos acesso apenas ao essencial para continuarmos vivos. Nestas condições como nos podemos sentir livre e independentes (Lua em Carneiro) para usufruirmos ao máximo do brilho que a vida tem para nós (a Lua fazia trígono a Mercúrio em Leão)? Bom… sentindo que a grande liberdade e independência está em não nos deixarmos perturbar por incidentes e contrariedades. Fácil? Não! Não mesmo! Mas eficaz sim!  As grandes tempestades que abalam a vida, terão começado por inocentes tempestades em copos de água, às quais fomos dando tanta atenção, para as quais canalizamos tanta energia que se transformaram em furações assustadores. E agora a única forma de revertermos o processo é treinarmos a capacidade de deixar de lhes darmos atenção, “olhando” para onde o Sol brilha.

O romper do dia ontem foi uma oportunidade para o vivermos em modo “começar de novo” porque a Lua em Carneiro tem esse ingrediente e o símbolo apontava na mesma direcção. E hoje estamos na mesma, podemos começar de novo, com novas posturas perante a vida e os seus desafios. A ligação a Plutão vai simbolizar a continuação de tensões que se podem manifestar como contraditórias ao nosso bem estar e felicidade, Vénus está a despedir-se de Leão e portanto está no último grau, um grau de “crise”. O símbolo mantém-se, a Lua continua em Carneiro liga-se a Vénus em “crise” e ao Sol que procura fazer valer a vontade de sorrir e brilhar apesar de todas as nuvens que posam rondar. Neste novo romper do dia, quem vai ser mais teimoso, o Sol ou as crises? Olha, digo eu que me tornei especialista, vale mais dar atenção ao Sol! Dizem que cantar espanta os males, e isto inclui as tensões das quadraturas naturalmente! Portanto podemos recuar aos anos sessenta, juntamo-nos aos Aquarius e … Let the sunshine in!

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 19 de Agosto

Símbolo Sabiano do dia (nascer do Sol às 6.58): O romper do dia

A Lua segue por Carneiro, e tal como o romper do dia promete sempre um novo começo, assim podemos ter a expectativa de encontrar nos “inícios” uma dose importante de segurança e bem estar emocional. Mas como a Lua faz trígono a Mercúrio em Leão e a Júpiter em Sagitário, fala-se aqui de inícios que contemplem a nossa liberdade, independência, inícios determinados por aquilo que acreditamos, inícios que possam criar mais espaço aos nossos próprios interesses e à criação de uma forma de vida em somos nós os protagonistas da nossa própria história. Os outros são actores secundários. Se não nos colocamos no topo das nossas próprias prioridades nunca teremos nada a dar a ninguém! E temos uma quadratura a Saturno, que deve ser bem acolhida ainda que possa eventualmente significar algum tipo de limitação ao nosso bem estar, porque são exactamente as insatisfações o motor para nos mexermos a caminho do que queremos. Podemos errar e fazer más escolhas? Podemos! Mas se tal acontecer faz-se de novo, tantas vezes até acertarmos! Se já errámos muitas vezes, então estamos mais sábios e a quadratura pode simplesmente ser o “café da manhã” que dá a genica para arrancarmos despertos e cheios de energia para mais um novo dia, bem a caminho do que já sabemos que queremos!

Marte entretanto, aproveitou o fim de semana, despediu-se de Leão e entrou em Virgem. Já fez a festa, lançou os foguetes e agora está na hora de apanhar as canas, ou seja está na hora de nos organizarmos de cuidarmos melhor da saúde, de nos dedicarmos a dirigir a criatividade para rotinas mais produtivas, o que não implica acabar com as férias, para quem está de férias! Podemos ir pensando no que estará ao nosso alcance para prolongar a “boa onda” que Leão simboliza mesmo depois das férias terminarem. Bom… vamos “cair” em Mercúrio que faz trígono à Lua e é assunto já exposto acima. Portanto, por aqui, missão cumprida, isto é, missiva entregue… às vezes sinto-me uma jornalista a dar notícias…. ehehhehe

Serviços prestados ver aqui

Imagem veio daqui

Share Button