Céu astrológico para Quinta-feira 11 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Um general aceita a derrota com graciosidade

Paz, finalmente! Mais especificamente que simbolizará isto para nós, comuns mortais? Talvez que temos lutado, resistido até agora, a algo que afinal devemos aceitar que faz parte da nossa experiência neste vida. Reconhecer o que possa ser isso, é aceitar o tratado de paz connosco mesmo; e quando estamos em paz… paz é o que a vida nos irá devolver!

Com a Lua em Escorpião será menos provável sairmos por aí gritando aos sete ventos que lutas travamos internamente, ou que tratados de paz conseguimos; no entanto, uma conjunção a Marte e um sextil a Plutão indicam que há agitação, ou porque ainda existem escaramuças ou porque há força e energia aplicadas em transformar “a guerra em paz”. Tudo depende da realidade que queremos e a que damos valor (Lua faz também sextil ao Sol e a Vénus em Capricórnio); no entanto, e porque o dia fala de “derrotas graciosas” talvez seja boa ideia dirigir as intenções apenas para o fim das hostilidades. Mas durante a manhã a Lua separa-se gradualmente das ligações que faz aos planetas referidos e a partir da tarde segue mais sozinha e “senhora do seu nariz”, o que significa a necessidade de nos mantermos discretamente recolhidos em nós mesmos, repondo a calma e a ordem, e acima de tudo banindo de vez a necessidade de lutar contra o inevitável.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quinta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button
Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 10 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Uma corrida de estafetas

A Lua segue agora em Escorpião, e todos nós nos sentimos mais reservados, estamos em estreito contacto com a raiz de todas as nossas motivações e desejos, que nem sempre são aquilo que nos faria melhor pessoas, nem o que nos poderia proporcionar a vida mais gratificante. A solução está em largar o que nos tira o poder pessoal, que é como quem diz, o que nos tira a capacidade de escolher sermos melhores e com isso ganharmos uma vida melhor. Medos, apegos, dores e traumas tiram-nos esse poder que todos possuímos, e hoje talvez sejamos inspirados a dissolver mais um pouco destes padrões emocionais; é o trígono da Lua a Neptuno que fala desta possibilidade. Depois mais tarde é a vez de uma conjunção a Júpiter e a Marte; a dupla intensificação emocional não vai deixar passar despercebido a qualidade do que sentimos, e isso mostra o quanto estamos a ganhar poder, ou ainda não. Poder como capacidade de eliminarmos os padrões emocionais e comportamentais que nos sugam o sangue e a energia, é a isso que me refiro.

A Vida é um contínuo e a percepção de que tudo começa e acaba num ponto do espaço-tempo é uma ilusão, dizem os entendidos na matéria. Mas para nós humanos fica mais fácil estabelecer pontos de partida e pontos de chegada, como uma corrida de estafetas em que um corredor chega ao fim da sua prestação e passa o testemunho ao próximo. A Vida da nossa alma pode ser vista como uma corrida desta modalidade, em que cada um de nós a recebe do corredor precedente e a irá entregar ao próximo. Claro que nos cabe fazer o melhor possível, nomeadamente porque vamos beneficiar com isso, o que significa nos desenvencilharmos de tudo o que atrasa e emperra a fluidez da prova. O facto de nos estarmos a aproximar do fim da presente lunação, lembra que este mesmo modelo se repete dentro da nossa própria vida pessoal, sempre que completamos um ciclo e começamos outro. O que chega ao fim de cada um destes ciclos vai ser transportado para o próximo; se não fizermos nada nunca, cada vez corremos menos, e cada vez comprometemos mais a corrida… ou a Vida, como quiserem. Por isso, hoje vale a pena reparar em que estado está o testemunho que seguramos na mão.

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quarta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 9 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Uma criança com cerca de cinco anos, com um grande saco de compras 

Peso, talvez responsabilidade a mais, ou será antes a felicidade de já ser crescida o suficiente para ser capaz de carregar com um saco de compras? Se o dia parecer difícil, talvez seja apenas uma questão de perspectiva.

A Lua em Balança continua a impulsionar-nos para procurarmos equilibrar os vários aspectos da nossa vida. Já repararam que não há um prato mais importante do que o outro, os dois são fundamentais para a balança estar no ponto de equilíbrio; no entanto, nós sistematicamente consideramos umas coisas mais importantes do que outras, e se calhar estamos equivocados muitas vezes. Há um sextil a Mercúrio em Sagitário e outro a Saturno em Capricórnio; quanto maior for o nosso estado de equilíbrio emocional tanto maior será a nossa capacidade de pensar, de operar no mundo concreto, de comunicar e também de assumir trabalho e responsabilidades. Com Urano em Carneiro, o equilíbrio que eventualmente possamos necessitar, relaciona-se com inovação na forma de agir, de nos afirmarmos e de procurarmos novas atitudes de independência e liberdade.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Terça-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 8 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: A bandeira Inglesa

Para os naturais dos EU, origem dos símbolos, a bandeira inglesa sempre simbolizará as origens, mas também uma autoridade e poder centradas nos seus próprios interesses, com pouco respeito em relação ao território colonizado e aos seus habitantes. Claro que chegou um dia em que se libertaram e se tornaram independentes. É giro lembrar que os EU libertaram-se dos ingleses no patamar da realidade material, mas as crenças mantiveram-se intactas; o poder de dominar pela força se necessário tem estado nas mãos americanas, apesar de não serem os únicos naturalmente… há muitos mais! De qualquer forma tanto poder mal exercido não está de forma nenhuma a causar o bem de ninguém, aquilo por “lá” anda muito feio!

A Lua em Balança defende a paz, a harmonia, o equilíbrio, às vezes à custa de ceder em “posições estrategicamente importantes”; mas uma quadratura ao Sol, outra a Vénus e outra ainda a Plutão, todos em Capricórnio, vem trazer desafios, tensões a resolver, porque uma coisa é aquilo a que aspiramos, outra coisa é a realidade que temos, com múltiplos sectores em “guerra” aos nossos interesses. Como se não bastassem as quadraturas, ainda temos uma oposição a Urano em Carneiro; a conclusão é simples: há poderes de que nos queremos, e precisamos libertar, mas a menos que façamos uma revolução na forma como nos tornamos independentes, no fundo no fundo, fica tudo na mesma com’á lesma!

Mas afinal quem é a potência com poder suficiente para nos dominar? A pessoa X, Y, Z ou a circunstância A, B e C? Não, esses são apenas os bodes expiatórios! A quem temos que declarar a guerra da independência é ao nosso próprio passado, todo ele, que continua a nos acompanhar sob a forma muito discreta de padrões emocionais e de comportamento tão enraizados, que não damos conta que estamos presos até às orelhas! Pistas para descobrirmos o inimigo escondido:

–  A conjunção do Sol a Vénus em Capricórnio faz sextil a Júpiter em Escorpião. A a importância da imagem exibida publicamente e das responsabilidades assumidas perante a sociedade é algo particular a cada um de nós, não só porque temos “missões” diferentes mas porque temos também um passado diferente. Da nossa “missão” não nos podemos afastar, mas dos aspectos negativos do passado sim, e podemos reconhecê-los pela forma como estamos a querer concretizar os nossos objectivos. Se, por exemplo, estamos a insistir nas mesmas fórmulas que até agora não resultaram, estamos a manter o passado no presente que é a melhor maneira de o assegurar no futuro.

– A conjunção do Sol a Vénus está também em conjunção a Plutão; para transformar os aspectos da nossa realidade que não queremos mais, é necessário a partir de já, estabelecer novos objectivos, fruto de valores diferentes do que tem sido habitual. No fundo é o mesmo do que foi referido anteriormente, o que apenas sublinha a mensagem que os Deuses Cósmicos nos querem fazer chegar… eu sou o correio 🙂 🙂

– Por último Marte em Escorpião faz sextil a Plutão; que as nossas motivações mais profundas, autênticas e genuínas estão a conduzir os nossos passos estão! Que estamos a transformar a nossa realidade, estamos! Só resta reparar se estamos a fazer como os americanos do século XVIII que se libertaram, mas só um bocadinho, e agora andam às aranhas com inúmeras chatices! A quadratura da Lua ao Sol marca o quarto minguante, o símbolo da Lua nova era “um escultor”; que tal está a escultura a sair? Temos hoje para dar os últimos retoques.

 

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Segunda-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Sábado 6 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Rapazes e raparigas com roupa de ginástica

A Lua em Virgem continua a seduzir-nos com a ideia de que uma vida organizada e eficaz é muito mais saudável, produtiva, agradável etc.; o trígono que faz ao Sol e a Vénus em Capricórnio sublinha que de facto é com trabalho que se consegue atingir objectivos. Mas a quadratura a Mercúrio em Sagitário pode levantar a questão: será sempre assim? Então e as actividades de lazer, o contacto com a energia da Natureza, a reflexão acerca de quem somos e do que por aqui andamos a fazer não será indispensável também? Porque será que há tanta gente que se mata a trabalhar, que de tão organizada se move a listas e agendas para tudo, que sendo conscienciosa e estando sempre pronta a dar uma ajuda não parece retirar da vida mais do que algumas migalhas? Estas ou questões semelhantes podem vaguear pela nossa cabeça, desarrumando as ideias que nos correspondem e que correspondem ao manancial de informação codificada em padrões emocionais, lá “em baixo” na cave Escorpião que sobem para “cima” trepando agilmente pelos dois sextis a Marte e a Júpiter. A informação codificada a que me refiro não é alheia à forma como a nossa realidade se transformou nos últimos anos; isto significa que o que se revelou como desapropriado segundo os nossos parâmetros, precisa ser revertido com novas abordagens emocionais. Há um trígono a Plutão, que pode ser usado para isso mesmo, para transformar a forma como assumimos e encaramos a realidade. Se calhar hoje a melhor forma de “trabalhar” é fazendo uma pausa para a “ginástica”!

O trígono exacto de Mercúrio a Urano, faz deste dia o dia perfeito para nos desapegarmos de conceitos antiquados, raciocínios ultrapassados, ideias bolorentas… portanto a “ginástica” como atalho para os objectivos mais ambiciosos, continua a parecer uma boa opção.

Marte e Júpiter em Escorpião fazem conjunção, e um ciclo novo entre ambos começa, um ciclo em que as acções nos levarão longe, para lá do que conhecemos agora. O quão longe conseguiremos chegar vai depender do conhecimento que conseguirmos aplicar às nossas escolhas, e enquanto Júpiter estiver em Escorpião do quanto conseguirmos eliminar padrões emocionais instintivos que se mostram contraproducentes. Se um ciclo começa outro termina, e o que termina começou em 2015 com a conjunção a acontecer em Virgem (mais Virgem…). Podem questionar-se que rumo tomou a vossa vida em termos de organização, rotinas diárias, serviço prestado, hábitos saudáveis, o que passa pela alimentação inclusive! Xiiiiiiiiii acabo de reparar que o meu “trauma” com o cozinhar está a desvanecer-se a olhos vistos! Incrível! E estou muitooooooooooo mais arrumada e organizada, mas isso já tinha reparado. Por isso hoje posso simplesmente fazer “ginástica”, nada de trabalho!

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Bom Sábado!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 5 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Muitos brinquedos na ala infantil de um hospital

Quando a realidade não é “famosa” a cura passa também pela capacidade de dirigir a atenção para “outras” realidades mais apelativas, sem descurar, naturalmente, os procedimentos técnicos capazes de fazer retornar o equilíbrio.

A Lua já está em Virgem, exactamente o “sítio” de onde vem a apetência por melhorar, curar, procurar mais saúde e hábitos que a promovam. Assumindo estas intenções já estamos a influenciar positivamente a nossa realidade actual; é o que faz sentido, mas é também o que indica o trígono que a Lua faz a Saturno em Capricórnio. Em termos abstractos e gerais, sendo Virgem um signo de terra, os melhoramentos fazem-se concretamente na realidade física, escolhendo estilos de vida saudáveis, organizados, arrumados, limpos, às vezes até literalmente precisando de medicação; mas como a realidade física é apenas um detalhe de uma realidade gigante que não tem materialidade, actuar apenas no concreto não chega! Pois se até os hospitais infantis, percebendo como o estado de espírito influencia a cura das crianças, se vão inovando (Oh querido Urano!) disponibilizando cada vez mais brincadeira e ambientes coloridos! E é isso exactamente que está sinalizado na oposição que a Lua faz a Neptuno em Peixes; a nossa vida pode precisar de intervenção no patamar da terceira dimensão, mas sem o próximo nível, o do espírito, e da imaterialidade, não há curas efectivas. Não é preciso acender incenso, nem velas de cores específicas consoante o dia a hora e os segundos a que são acesas (detalhes de Virgem…. eheheheheh) e também não somos obrigados a recitar mantras indefinidamente, nem ir à missa ou a qualquer outra celebração new age e excêntrica. Basta dançar, ouvir música, ler, escrever, fazer ponto cruz ou ir caminhar, pintar livros de colorir que agora até se fazem para adultos, mimar os nossos animais de estimação… se formos daqueles sortudos que os temos, insistir em tarefas com o poder de nos fazerem sentir tranquilamente felizes!

A conjunção do Sol a Vénus em Capricórnio coloca um sublinhar no trabalho, no esforço para atingir os objectivos, nas metas que nos impusemos. Marte (a nossa capacidade de acção) já se desenvencilhou duma semiquadratura a Saturno que nos prendeu os movimentos, e a conjunção a Júpiter é indicativa de uma força propulsora muito grande em direcção aos nossos desejos mais queridos. Com isto estamos a transformar a nossa vida, a nossa realidade, que pode ter alguma “patologia” mais específica a necessitar de curativos. Pois bem, não podemos esquecer de “brincar”, mesmo que isso implique um esforço extra! Quem diz isto é uma ligação tensa (daí o esforço…) do Sol ao nodo norte em Leão; mas se até os hospitais infantis sabem disto, como não o fazer!?

A imagem é mesmo de um hospital infantil e veio daqui

Enquanto escrevia lembrei-me de um poema de Cora Coralina… está em sintonia!

Aninha e suas pedras

Não te deixes destruir…
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.

Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.

Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.

Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Sexta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 4 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Um antigo baixo relevo em granito

A Lua continua em Leão e as quadraturas a Júpiter e a Marte que se aplicam desde ontem estão a terminar, o que significa a conclusão do “ambiente” emocional que começou de véspera; há uma energia considerável que quer romper com condicionamentos e limitações, mas há também impedimentos e obstáculos que podem gerar frustração (Marte semiquadratura a Saturno). Neste caso não adianta insistir, adianta usar as circunstâncias para nos transformarmos mais um pouco, transformando a natureza das reacções emocionais habituais (Marte está em Escorpião, as acções devem ser no sentido de reciclar padrões emocionais). Fácil? Talvez não, poderá ser semelhante ao trabalho de esculpir em granito, uma das rochas mais duras. Porém o resultado perdurará eternamente. O símbolo da Lua nova era “Um escultor” e não me admiraria nada que hoje fosse um dia importante para que possamos sentir orgulho da nossa obra! A obra é emocional (Lua) e em Leão ninguém se pode queixar de falta de criatividade! Mais logo, um trígono a Mercúrio e outro a Urano, podem significar talvez ideias inovadoras, vindas sabe-se lá de onde, livres de antigos conceitos limitadores, que participam de uma nova estrutura emocional.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quinta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 3 de Janeiro

Símbolo Sabiano do dia: Um adorador de fogo

Que poder terão sentido os humanos primitivos quando aprenderam a arte de fazer fogo! De facto o poder do fogo é imenso, para o bem ou para o mal; é fonte de luz, de calor, de energia, de purificação ou de destruição. Não admira portanto que tenha sido objecto de adoração por antigas religiões. E nós podemos continuar a, senão adorar, pelo menos a respeitar e admirar aquilo que ele simboliza.

Com a Lua que entretanto entrou em Leão, signo do elemento fogo, o mais certo é estarmos a sentir um “fogo que arde sem se ver” bem dentro do peito! É um fogo que enche de energia e confiança, e que podemos usar para criar o bem ou o mal, que podemos dirigir para destruir o mal, para purificarmos os “intrusos malfeitores”… aqueles que se disfarçam em reacções emocionais tão rápidas que não damos conta a não ser quando já demos um murro na mesa… e francamente não havia necessidade! Isto pode acontecer sobretudo mais ao fim do dia, quando a Lua se começar a aproximar duma quadratura a Marte e a Júpiter em Escorpião, o covil dos malfeitores…. eheheheh

Temos uma ênfase tremenda em Capricórnio com Plutão, Saturno, Vénus e o Sol instalados neste signo que se relaciona com autoridade e “respeitinho é muito bonito”; o Sol faz sextil a Marte e a Júpiter e se não soubermos lidar com o “fogo” ainda terminamos o dia com azia… aquele fogo no estômago tão desconfortável! Melhor será portanto ficarmos alerta para não deixarmos que possíveis circunstâncias com poder para nos incendiarem as melhores, mais criativas e positivas intenções, nos “tirem do sério”. Se formos desafiados vai valer a pena a atitude reverente de um adorador de fogo, porque o Sol a aproximar-se de uma conjunção a Plutão mostra descaradamente de que forma estamos a transformar a nossa realidade global. E como sabemos com o fogo não se brinca, ou sabemos lidar com ele ou queimamo-nos.

Imagem veio daqui … faz lembrar bastante o fogo da Lua em Leão, o “Rei da Selva”

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quarta-feira!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Lua cheia de Caranguejo, Janeiro de 2018

Lua cheia em Caranguejo, 2 de Janeiro, 2.25h

Símbolos Sabianos envolvidos:

Lua- Uma mulher chinesa cuidando de uma criança com uma mensagem

Sol- Uma palestra dada por um estudante da Natureza

Os aspectos que me parecem mais relevantes, e que vou usar para fazer a minha reflexão sobre esta Lua cheia são os seguintes:

Lua em Caranguejo oposição ao Sol em Capricórnio… a própria Lua cheia…

Lua faz trígono à conjunção entre Júpiter e Marte em Escorpião, trígono a Neptuno em Peixes e oposição a Plutão em Capricórnio

Sol faz sextil à conjunção de Júpiter e Marte, a Neptuno e conjunção a Plutão

Urano em Carneiro a algumas horas de virar directo faz trígono a Mercúrio em Sagitário

O presente ciclo lunar começou com a Lua nova de Sagitário, e os acontecimentos que se têm desenrolado devem ser “estudados” e entendidos à luz daquilo que são as nossas crenças conscientes e inconscientes. No fundo são estas últimas que queremos descobrir, pois são elas que travam as nossas melhores intenções. A Lua cheia é o meio do ciclo e uma altura propícia a vermos “iluminado” o inconsciente para que então mais claramente possamos entrar em contacto com o que habitualmente passa despercebido… mas que se traduz na realidade que temos e onde aspectos às vezes incompreensíveis se manifestam. Precisamente muitos destes aspectos surgem dessas crenças esquecidas ou desconhecidas. Por isso o trígono de Urano a Mercúrio é um “must”! Nesta condição de virar ao movimento directo ainda hoje, Urano está a “debitar” informação directamente às nossas “cabecinhas pensadoras” para que possamos fazer uma limpeza mental radical, a tal informação inconsciente (crenças são informação…). Como Urano é não só o Libertador, mas também segundo a Astrologia Evolucionária sinalizador de trauma (e confirma-se, garanto-vos por experiência própria… mas repare-se é olhando, reconhecendo, enfrentado as situações e/ou memórias que nos livramos do mal) podemos estar a relembrar situações que marcaram pela negativa e que são autênticos blocos impeditivos à nossa vontade. E depois evitamos, fugimos, procrastinamos etc.

Entretanto a cada crença sua emoção respectiva, e para que a limpeza seja completa as emoções devem ser também alvo de atenção, coisa que com uma Lua cheia em Caranguejo nem será difícil! De facto estamos mergulhados até às orelhas em emoções e até sensibilidade extra pela ligação da Lua a Júpiter e a Neptuno; estes três, em signos de água, ligados por trígonos, formam um Grande Trígono de água permitindo que todos estejamos bastantes mais psíquicos. Júpiter de lupa em riste, faz aumentar todos os padrões emocionais que foram reprimidos, engolidos à pressão por medo, por não sabermos o que fazer ao que sentimos, por necessidade de salvaguar “a pele” mas que deixaram feridas e traumas profundos; Neptuno está a postos para lavar a alma a todos, às “vítimas” e aos “agressores” porque no fundo todos somos vítimas, sobretudo de ignorância! Esta percepção mais apurada, para lá dos sentidos físicos, a par com a ligação de Urano a Mercúrio vai funcionar como o par libertador desta Lua cheia! Cada pessoa é um Universo diferente, e há Universos em que um verdadeiro Big Bang pode acontecer!

No meio de tanto psiquismo e possibilidade de contactarmos com medos e traumas, valha-nos os pés na Terra dum Sol em Capricórnio, que também “sabe” de tudo o que dói, que também quer ver almas lavadas, até porque minha gente há trabalho a realizar! Plutão em Capricónio anda a transformar a nossa realidade e todas as ajudas são bem vindas! Precisamos antes de mais nos transformar a nós mesmos pelo trabalho interno que todas as Lua cheias, e todas as tensões permitem… às vezes sabem tão mal, são tão desconfortáveis e assustadoras, mas se a consciência estiver presente fazem tão bem! Depois podemos dar o nosso contributo para que um novo Universo, uma nova Terra se possa manifestar. Pensando bem… a Nova Terra está mesmo a surgir e só nos curando podemos participar, sendo “curadores” e não “vítimas”.

Pegando nos símbolos o que me ocorre dizer é que a mulher e a criança somos cada um de nós a braços com a sua criança interior, e a mensagem vem pela via da mente consciente (Mercúrio). A mensagem diz o que está pronto para ir embora; o bem estar e a segurança, fruto de informação obsoleta descartada, habilita-nos a ir para o mundo dar palestras sobre a Natureza, cozinhar, ser cientista ou professor@, doutor@ ou engenherir@, seja o que for que faça parte da nossa própria Natureza, da nossa própria Verdade, por onde tudo deve começar.

Imagem veio daqui

Serviços disponíveis online: aulas/explicações individuais, consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em data a anunciar.

Promoção válida até 20 de Janeiro para todos os Capricornian@s: consultar o mapa para conhecer o que lhe permite crescer e evoluir dá-lhe acesso a uma oferta! Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Lua cheia, boa Terça-feira, a primeira de 2018!

A Astrologia é uma linguagem. Se a entendermos o céu fala connosco ~Dane Rudhyar … e podemos salvar a nossa qualidade de vida, acrescento eu

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button