Céu astrológico para Sexta-feira 10 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: Um papagaio ouvindo e depois falando

Como se sabe os papagaios reproduzem palavras e sons, mas naturalmente fazem-nos sem consciência do que “dizem” e por isso podem reproduzir as maiores barbaridades. O símbolo é dado pelo Sol em Escorpião, e esta posição coloca o nosso “gerador de brilho pessoal” bem em contacto com motivações instintivas completamente inconscientes, que têm a capacidade de nos levar a comportamentos desapropriados sem que tenhamos consciência da “barbaridade” pela qual podemos estar a optar. Mercúrio em Sagitário faz semi sextil a Júpiter em Escorpião; a mente concreta a fazer atrito com os instintos, ai… o que sairá daqui? A mente sagitariana pode considerar que sabe tudo, por isso pode estabelecer as regras e as leis, fazer cumprir a qualquer custo, junta-se a dose certa de instinto e sai…. barbaridade! A mente sagitariana consciente do que somos como humanos e do desafio que é transcendermos os nossos instintos mais primitivos, do desafio que é “subirmos alto acima da densidade da matéria” … dizia eu por alturas da Lua nova… sabe colocar os instintos no seu devido lugar, sabe refiná-los e redimensioná-los para que a sobrevivência no futuro que vai chegando, seja possível.

A Lua em Leão vai fazer quadratura ao Sol em Escorpião, precisamente o dia em que temos que estar a postos para largar a bagagem excessiva que não podemos transportar para embarcar no avião… e refiro-me agora ao símbolo da Lua nova em Balança “Um avião pairando nas alturas”. Mais pelo fim do dia um trígono a Saturno em Sagitário e outro a Urano em Carneiro indica que podemos estar a entrar numa realidade inovadora, onde uma porta é aberta por Saturno com o intuito de nos fazer chegar à liberdade que Urano promete. Amanhã será o próximo capítulo …

Imagem veio daqui

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Sexta-feira!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 9 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: Um bosque rico em cores outonais

Um dia de transição, de folhas caídas e secas onde já não corre seiva. A Vida encarrega-se de as reciclar, as árvores descansam para renascer mais uma vez, cheias de vitalidade, daqui por alguns meses quando a Primavera chegar. Uma bela metáfora para Escorpião que vai estar tão presente nas nossas vidas durante cerca de um ano! E hoje não é excepção!

A Lua mantém-se em Caranguejo durante a manhã e depois transita para Leão; passamos de um estado de espírito mais discreto e sensível para outro de maior apetência por nos fazermos visíveis, por expressarmos o que nos vai na alma.  Como somos impelidos a fazê-lo, é que será a grande questão; com uma quadratura a Vénus e outra a Júpiter em Escorpião, a tensão está garantida e vamos procurar exteriorizá-la de forma mais explosiva/agressiva/dominadora, implusiva, do género engolir sapos à pressão e apanhar uma indigestão ou mais construtiva e criativa. Com um trígono a Mercúrio em Sagitário, certamente as nossas crenças e convicções, o nosso sentido de justiça/ética, ou a ausência, a nossa verdade pessoal global (consciente e inconsciente) vão determinar as reacções aos eventos. Seremos um bosque a arder ou a deixar cair serenamente as folhas… só de pensar nos recentes fogos, tenho as “mangueiras” a postos, prefiro contemplar as magníficas cores outonais… e juro, estou irritada à brava com uma determinada situação, sei que não vou explodir, recuso engolir sapos portanto só me resta ser criativa e construtiva… respirar, respirar… 🙂

O Sol faz sextil a Plutão; as opções que fazemos, as intenções que conseguimos aplicar na prática, determinam se vamos fluindo com aquilo que a Vida nos vai oferecendo, ou se resistimos, e por isso não há maneira de recebermos nada de jeito! Isto tem tudo que ver com o que acima foi partilhado, está visto!

Em Janeiro Sol e Plutão fizeram conjunção, iniciou-se um ciclo onde as nossas escolhas podiam ajudar a reestruturar a nossa vida onde ela se mostrasse mais necessitada; se conseguimos já se manifesta. Se não, não vale a pena espernear porque o ciclo vai terminar em dois meses. Então há que recolher dados, retirar o máximo de informação a partir do que a realidade nos devolve e prepararmo-nos para o próximo ciclo.

Imagem veio daqui

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quinta-feira!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 8 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: Uma mulher, o pai do seu próprio filho

A propósito do símbolo só me ocorre um dia em que teremos que ser multifacetados, muito trabalho, responsabilidades várias onde a criatividade e um certo espírito optimista farão magia! A criatividade e o espírito optimista não vão cair do céu (Sol faz quadratura ao nodo norte em Leão), mas vale a pena aceitar o desafio e sacar das varinhas de condão! Tudo dependerá apenas de nós próprios, só a nós caberá cuidar da criança interior!

A Lua em Caranguejo faz trígono ao Sol durante a manhã, sinalizando que as emoções dependem apenas de… é isso, nós próprios…. ou seja é o estado em que se encontra o nosso ser interno que vai determinar como nos sentimos. O dia vai decorrendo sob uma oposição a Plutão e uma quadratura a Urano; a realidade de todos nós está em constante mudança, e as alterações actuais são tudo, menos superficiais! Significa isto, que nós temos também que nos transformar internamente, de uma forma profunda e radical, deixando sobretudo que seja a Vida que nos mostre o que há para fazer… sim, porque se dependesse da nossa vontade, o mais certo era fazermos batota! O que sentimos face às diversas circunstâncias sinaliza onde temos mais trabalho pela frente…. é onde nos sentimos pior, mais vulneráveis, mais desafiados, mais desconfortáveis que é importante focar a atenção e a intenção de enfrentarmos as batalhas que temos pela frente. Com o Sol em Escorpião a fazer sextil quase exacto a Plutão, as escolhas certas transformam positivamente a realidade.

Vénus entrou ontem em Escorpião, e a mensagem é a da extrema importância de mergulharmos para onde nos sentimos pior, mais vulneráveis, mais desafiados, mais desconfortáveis porque se isso acontece há padrões emocionais que precisam ser incinerados. “Extrema” importância porque Vénus está a aproximar-se de Júpiter, e com Júpiter há que sublinhar a grandiosidade do que quer que esteja em causa! A palavra purificação pode bem associar-se a Escorpião porque é à medida que incineramos a origem do que nos causa repulsa/medo/resistência à mudança que a nossa alma se regenera e nós adquirimos um poder interno tal, que as maiores tempestades se tornam em brisas que prometem a quebra da monotonia, apenas!

Imagem veio daqui

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quarta-feira!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 7 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: A cara de uma rapariga rasgando-se num sorriso

A Lua vai entrar em Caranguejo a meio da manhã, dizendo esta mudança que nos vamos conectar a uma maior sensibilidade, imaginação, necessidade de aconchego e tendência para nos protegermos na nossa privacidade. Um trígono a Júpiter mostra como facilmente afloram emoções indicadoras de padrões emocionais bem profundos, a que só temos acesso pela qualidade do que sentimos; a quadratura que a Lua faz a Marte em Balança pode atirar achas para a fogueira de emoções negativas, mas pode ser também o impulso para a procura de equilíbrio. E naturalmente esta é a via que nos trará mais bem-estar; um trígono a Neptuno pode então ser uma via para a paz e a tranquilidade merecidas, em vez de uma via de vitimização, seja de que tipo for.

Marte está em aplicação a uma quadratura a Plutão. Como agimos no sentido da tal procura de equilíbrio, nomeadamente no relacionamento com os outros, está em transformação; se a realidade muda, é apenas natural que mudem também os nossos comportamentos. Marte e Plutão são regentes de Escorpião, e “fazem uso” do que Júpiter vai “descobrindo” à medida que percorre todos os cantinhos do inconsciente profundo; temos muitos padrões absolutamente desadequados, ainda demasiado relacionados com instintos primitivos de sobrevivência e procura de bem estar. Quanto mais primitivos os instintos, mais aquela quadratura se pode tornar “perigosa” … recordo como exemplo extremo e fora do normal, o recente tiroteio nos EU…  Apesar de ainda manteremos alguns instintos antigos e desactualizados, a consciência do que é correcto para nós e para os outros faz toda a diferença, e permite opções éticas, justas, sensatas que abrem espaço a novas formas de vida.

O Sol em Escorpião dirigido pela mesma consciência, quer olhar aqueles padrões e eliminá-los, quer portanto usar a ligação de Marte a Plutão como fonte de energia com o poder suficiente para nos fazer “descolar” à velocidade da luz, mantendo-nos a pairar em ambientes mais leves e subtis. Lembram-se do símbolo da Lua nova de BalançaUm avião pairando nas alturas. Com esta quadratura os motores estão em aquecimento, começamos a subir exactamente no fim do presente ciclo lunar, início do próximo! Inté senti um arrepio 🙂 🙂 E olha…. acabo de rasgar a cara num sorriso! Parece que o dia tem um potencial sorridente, apesar de tudo, apesar do mundo em que vivemos!

E agora ecoa na minha cabeça o David Bowie… e bem… com ele é mais naves do que aviões, mas o que interessa é levantar voo!

Imagem veio daqui

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Terça-feira!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 6 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: Crianças brincando à volta de cinco montes de areia

Imagem veio daqui … ainda só fizeram um monte 🙂

Mesmo que custe a acordar, levantar e começar a semana de trabalho, é bem provável que rapidamente uma apetência pela vida se faça sentir; a Lua segue em Gémeos e nas primeiras horas da manhã é fácil sentirmo-nos leves e arejados, curiosos e comunicativos, talvez mesmo positivamente “infantis”; mas depois à medida que as horas decorrem uma atitude mais adulta sobressai, há trabalho, há responsabilidades… No entanto, este estado de espírito meio criança meio adulto, é perfeito para alguma coisa de novo florescer na maneira como nos afirmamos, como procuramos a nossa liberdade e independência – a Lua faz sextil ao nodo norte em Leão, ou seja faz sextil à criança interior, e a Urano em Carneiro.

Mercúrio já instalado em Sagitário, bombardeia os neurónios de boa disposição e optimismo, também de apetência por “outras paragens” de existência que podemos não saber como alcançar… mas a curiosidade da Lua em Gémeos pode actuar como gatilho para procurarmos a informação capaz de nos ajudar a planear uma nova forma de viver. Sagitário relaciona-se com liberdade, horizontes amplos, a natureza e as Leis naturais e universais, filosofias de vida éticas, justas, expansivas. O símbolo refere cinco montes de areia e a simbologia do cinco “representa a grande aventura da vida, aqueles que querem saber e conhecer cada vez mais” (retirado do manual de numerologia de Clara de Almeida)… portanto espera-nos um dia claramente sagitariano onde talvez possamos nos sentir um pouco como crianças que sabem sentir o sabor da aventura numa brincadeira tão simples como fazer montes de areia… perfeito!

Acabei de me lembrar de um dos filmes da minha vida, Indiana Jones e o Templo Perdido… aventuras até dizer chega! 🙂 🙂 🙂

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Segunda-feira!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Domingo 5 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: Homens instalando linhas telefónicas

O dia amanhece com a Lua ainda em Touro mas a meio da manhã esgueira-se para Gémeos, e com esta transição cresce a sensação de leveza, de agilidade, ficamos mais conversadores e com maior apetência por procurar informação; um trígono a Marte em Balança acentua a necessidade de comunicarmos com os outros, talvez mais por motivos importantes do que por assuntos superficiais (a Lua faz uma sesquiquadratura a Plutão). O Sol em Escorpião faz um sextil a Plutão o que permite dizer que de facto existem propósitos relacionados com transformações internas, com uma purificação do Eu, talvez induzida pelas mudanças a que a realidade nos obriga, mas simultaneamente podem também ser transformações com o poder de concretizar a realidade à nossa maneira. Talvez possam ser estes os assuntos importantes, e o símbolo indica que os canais de comunicação estão operacionais.

Com o aproximar da noite é possível chegarem emoções de maior fragilidade, sentimentos dispersos e confusos que incomodam. Não só aparece uma quadratura a Neptuno como Mercúrio vai entrar em Sagitário, o que significa que vai cruzar o último grau de Escorpião, e portanto pensamentos em modo “crise” são bastante prováveis! Com emoções e pensamentos negativos o truque é sempre o mesmo, reconhecê-los, observá-los e procurar encontrar a raiz do mal. No fundo, é isto que o Sol em Escorpião quer, cortar todos os males pela raiz!

À hora em que nos atirarmos para o vale dos lençóis já Mercúrio está em Sagitário e a mente conectada com um maior entusiasmo pela Vida, mais optimismo e mais apetência para nos ajudar a descortinar formas de irmos abrindo horizontes e chegarmos mais além.

Imagem veio daqui

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Bom Domingo!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Céu astrológico para Sábado 4 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: Um inventor experimentando

O trígono a Plutão que a Lua fazia às 5.22 no momento da Lua cheia vai-se aplicando até ao fim da manhã; com a Lua em Touro é natural e expectável sentirmo-nos mais “lentos”, mais necessitados de tranquilidade e do aconchego que a matéria nos pode proporcionar; comida, conforto e tudo o que nos faça sentir prazer ao nível dos sentidos, especialmente o tacto, o paladar e olfacto. Tudo isto em doses equilibradas vai colaborar para transformações positivas na nossa vida, na nossa realidade; em doses desequilibradas também colabora, mas só se estivermos atentos e procurarmos compreender o que estamos nós a tentar atingir com o exagero. Que estaremos a compensar com uma necessidade excessiva de “matéria” a alimentar os sentidos ou de preguicite aguda? Instintos básicos aguçados (com o Sol em Escorpião) ou uma sensação de vazio interior (auto estima em baixo)? Basta nos observarmos, prestar atenção ao que sentimos e ajustar, seguir o Caminho do Meio.

Podemos “brincar aos cientistas inventores”, que estudam e observam, tiram conclusões e fazem experiências de acordo com dados recolhidos. Fazemos isto com os nossos impulsos, e depois inventamos formas de encontrar equilíbrio onde ele parecer necessário. Uma quadratura ao nodo norte em Leão informa-nos que há desafios a vencer, mas são necessários, e criatividade toda a gente tem.

Imagem veio daqui…. Há muitos anos li a biografia da Marie Curie. Uma mulher com uma determinação e forças impressionantes que romperam com todas as dificuldades com se deparou para fazer o que mais queria fazer: investigação! Tinha o Sol em Escorpião, o meio do céu em Escorpião e descobriu a radioactividade que se relaciona com Plutão, regente de Escorpião! Claro… não há coincidências!

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Bom Sábado!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button

Lua cheia em Touro, Novembro 2017

 

Lua cheia em Touro, Sol em Escorpião, 5.22 h – meio do ciclo de começou na Lua nova de Balança cujo símbolo era “Um avião pairando nas alturas”

A Lua em Touro conecta as nossas emoções com todo o tema da importância que têm os recursos externos e internos que servem de pilar, não só à sobrevivência, como à procura de maior qualidade de vida, mais prazer físico, mais conforto. Daí a relação de Touro, com a sobre valorização que pode ser desenvolvida face aos bens materiais, que na medida certa são necessários, e desejáveis, naturalmente.

Com o Sol em Escorpião as intenções que catapultam objectivos, estão directamente ligadas precisamente ao instinto de sobreviver. Estes comportamentos padronizados de reacção a estímulos particulares, permitem a vida de todos os animais na Terra; mas a nós humanos cabe-nos um papel um pouco diferente, talvez mais complexo e difícil mas inevitável se queremos dar o próximo salto evolutivo. Temos a tarefa de conciliar instinto com a consciência de uma ordem Superior o que passa por distinguir o que é instinto útil e instinto destrutivo, o que é do domínio do instinto e o que não é. Há dias tive conhecimento da publicação de mais um livro de António Damásio, “A Estranha Ordem das coisas”, através de uma notícia (aqui) da qual partilho o seguinte: “O neurocientista português falava no lançamento do seu novo livro A Estranha Ordem das Coisas, que decorreu esta terça-feira em Lisboa, na Escola Secundária António Damásio, e defendeu perante um auditório cheio que é preciso educarmo-nos para contrariar os nossos instintos mais básicos, que nos impelem a pensar primeiro na nossa sobrevivência”. Aquilo que usualmente se designa por sombra, os padrões emocionais que nos levam a reagir muitas vezes até de forma contrária ao que sabemos ser correcto e sensato, estão ligados a estes instintos; são eles que em Escorpião devem ser regenerados, queimados numa pira purificadora, de onde podemos renascer a partir das cinzas. Por isso a Fénix é um dos símbolos de Escorpião.

Então, nesta Lua cheia o que vai ser possível é percebermos é até que ponto estamos reféns dos nossos instintos mais básicos; são eles que pesam e não nos deixam ir fazer a desejada viagem de avião até outras paragens! Na véspera desta Lua cheia há uma pista valiosa acerca do “excesso de bagagem”; a Lua vai fazer uma oposição a Júpiter em Escorpião e como habitualmente, as circunstâncias despertam emoções mais ou menos perceptíveis, mais ou menos agradáveis, e seja o que for é sempre indicativo do estado interno. Esta ligação a Júpiter vai determinar que as emoções sejam suficientemente intensas para que as possamos identificar, reconhecer e tirar ilações do que interiormente vai borbulhando. Podemos nos questionar se o que pretendemos é o que de facto o nosso coração quer também… o nodo norte está em Leão, e optar exclusivamente por aquilo que está em sintonia com o nosso Eu interno, verdadeiro, autêntico e genuíno é fundamental. Pode ser preciso muita coragem para reconhecermos o que de facto gostaríamos de fazer da nossa vida. Um truque perfeito com a Lua em Touro e o Sol em Escorpião: falemos de recursos financeiros, dinheiro! Se saísse o euromilhões o que faríamos logo de seguida? Mantínhamos o emprego, a relação, o estilo de vida?

Nesta Lua cheia, Vénus que é a regente de Touro, e que por isso “absorve informação” directamente da Lua/emoções está a fazer uma sesquiquadratura a Neptuno; ou seja há valores que devem ser transcendidos, que devemos largar mão deles, entrega-los ao Universo porque já não fazem falta nenhuma, e pelo contrário nos impedem de ter da vida uma experiência bastante mais agradável, bonita, equilibrada, celestial. Serão muito provavelmente crenças que permitem a manutenção dum estilo de vida preso às antiquadas fórmulas da luta pela sobrevivência. O trânsito de Saturno em Sagitário, tem sido uma chamada à responsabilidade de seguirmos rumo a realidades diferentes das que conhecemos; e por agora todos temos vivido maioritariamente em modo sobrevivência. O símbolo do avião volta a fazer muito sentido, porque Saturno vai sair de Sagitário no próximo mês e não será benéfico para ninguém manter-se nas velhas formas de vida regidas pelas leis da sobrevivência a todo o custo. Há outras leis mais refinadas que possibilitam aproximarmo-nos do céu, melhor dizendo nos permitem trazer o céu à Terra. Ou seja, mesmo sem euromilhões, é possível ir largando tudo o que ainda mantemos por instinto de sobrevivência, seja emprego, relação ou estilo de vida.

Poucas horas antes da Lua cheia, o Sol faz trígono a Neptuno a Lua faz sextil; não restam dúvidas que o céu que descer à Terra, e para isso há intenções, propósitos, emoções e sentimentos que se vão esbatendo, outros que se vão aprimorando. Esta é a altura perfeita para espreitarmos os símbolos Sabianos envolvidos:

Lua – olhando as montras

Sol – Um baile na embaixada

É como se as emoções nos impelissem a procurar o que precisamos para nos sentirmos confortáveis na nossa vida, tranquilos e seguros. Podemos ser compelidos a reagir segundo os nossos instintos primários ou podemos ser mais criteriosos, sabendo que todos somos muito mais que seres biológicos, infinitamente mais do que isso! O Sol mostra-nos que podemos participar de um “baile na embaixada” onde o requinte e a elegância são o tom. Mais… um acontecimento onde a música tem um papel relevante, ah isso é mesmo assunto de Neptuno em Peixes! A música, e a arte de uma forma geral, podem inclusivamente ser um elo importante de ligação entre a Terra e o Universo do Espírito. Repare-se como todas as tradições religiosas, que foram no passado a maneira mais acessível de aceder à vivência da espiritualidade, se associam à arte nas suas diversas manifestações: pintura, arquitectura, música!

Mas o Sol faz um sextil a Plutão em Capricórnio e a Lua um trígono. Opções conscientes e emoções na mesma linha estão interconectadas com as transformações que se vão operando na nossa realidade. Vamos todos largar os instintos básicos de sobrevivência num estalar de dedos, viver uma realidade positivamente transformada? Não, está visto! Mas até ao limite do que estiver nas nossas capacidades devemos fazê-lo, porque o que for ficando por debaixo do tapete, mais tarde ou mais cedo vai mesmo ter que ser limpo… e custa sempre mais!

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Imagem veio daqui

Bons insights!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 2 de Novembro

Símbolo Sabiano do dia: Um homem salvo de se afogar

A Lua em Carneiro faz durante a manhã quadratura a Plutão; se queremos contribuir para que as transformações na nossa vida sejam positivas temos que nos mexer, agir para fazer rolar os nossos objectivos, e acção é mesmo o que faz uma Lua em Carneiro sentir-se plena. Neste patamar estamos absolutamente concentrados nos assuntos que nos dizem respeito só a nós; no entanto uma oposição a Vénus em Balança salienta que, não só os outros existem ao nosso lado, como temos que os considerar, bem como aos seus próprios interesses. Com o regente de Carneiro em Balança, por mais dedicados a nós mesmos que possamos nos sentir, não iremos facilmente fazer vista grossa a quem precisar de ajuda. Um trígono a Saturno em Sagitário e uma conjunção a Urano em Carneiro mostram como estaremos a concretizar uma nova realidade e uma nova imagem interna e pessoal; se seguirmos a proposta do céu estaremos seguramente a caminhar para horizontes mais justos e éticos, também mais livres e inovadores. A julgar pelo símbolo, se somos os “salvadores” ou quem vai ser “salvo” pouco importa, ganhamos todos!

Vénus em Balança sublinha a importância da cooperação, e talvez algum acontecimento nos mostre o quanto precisamos uns dos outros; hoje “salvo” alguém, amanhã sou eu que sou “salvo”. Vénus faz sextil a Saturno, oposição a Urano. Valorizar a paz, a ajuda mútua é o que nos irá conduzir para um futuro mais livre, ético e justo. Eu sei que me estou a repetir, mas eu sou apenas uma espécie de mensageira dos Deuses…. eu sou Gémeos 🙂 …. e foi isto que eles mandaram dizer. Eu cumpro e mais nada! 🙂

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com 

Boa Quinta-feira!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

 

Share Button