Céu astrológico para Sábado 9 de Setembro

A Lua em Carneiro faz trígono a Mercúrio em Leão, a Marte em Virgem e conjunção a Urano. Há energia e necessidade de a canalizar para alguma forma de aperfeiçoamento da nossa vida, dando especialmente atenção a hábitos que nos tornem mais saudáveis e mais organizados; as emoções e os pensamentos estão interconectados e por isso o que sentimos revela fielmente o estado do nosso Eu. Podem haver surpresas, podemos reagir inesperadamente de maneira diferente do que tem sido comum e mais uma vez isto vai falar claro acerca de como eventualmente estamos a deixar para trás determinadas atitudes. Quando pelo final da tarde a Lua entrar em Touro, vamos sentir uma acalmia, quem sabe até podemos dar permissão a que uma certa preguiça tome conta de nós… também faz bem!

Símbolo Sabiano do dia: Um vulcão em erupção

Não é preciso grandes elaborações mentais, toda a gente se sintoniza imediatamente com a energia de um vulcão em erupção. Não só os aspectos da Lua fazem alusão a esta agitação, como o Sol em Virgem atinge um trígono exacto a Plutão, garantindo que será um dia em que a vontade é poderosa… dizem que querer é poder, e se há coisa que podemos esperar de Plutão é poder. Portanto, resta ficarmos atentos para que as nossas escolhas sejam equilibradas, sensatas, inteligentes e com capacidade de distinguirmos o trigo do joio. Mas há outra coisa que acaba que entrar pelos meus neurónios adentro! Quando vi qual era o símbolo, lembrei-me do que se está a passar na Ásia, na América, no México; arrepiei-me quando li uma notícia do IPMA cujo título diz que o furação Irma “vai devastar os EU”. Se amanhã temos tanto poder ao nosso dispor, talvez possamos tirar uns minutos do nosso tempo e lançar para onde for preciso, a nossa intenção de ver minorados os desafios e as lutas que as pessoas das zonas afectadas estão a passar, e irão ainda ter que suportar! Juntamo-nos a outros grupos por esse mundo fora, que estão a enviar luz para onde ela falta. Virgem, onde está o Sol, até é uma energia de serviço, de ajudar quem precisa! A Terra precisa!

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Bom Sábado!

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 8 de Setembro

A Lua em Carneiro faz trígono a Vénus e quadratura a Plutão logo desde de manhã e depois à medida que o dia decorre é uma oposição a Júpiter e um trígono a Saturno que definem o contorno geral do nosso estado de espírito. Há uma tonalidade individualista naquilo que nos pode motivar, mas talvez precisemos mesmo desta concentração nos nossos objectivos, sobretudo naqueles que visam alterar o panorama global da nossa própria realidade. Claro que outros ocupam lugares importantes desta realidade, e de uma forma ou de outra terão que ser considerados também; no fundo há um jogo a decorrer onde as regras que nos permitem ser donos de nós próprios estão a ser renovadas, e é cada um de nós que precisa estabelecer onde estão os seus próprios limites. Este jogo está numa fase importante, assinalada pela oposição de Júpiter a Urano até ao fim deste mês; todos os dias temos jogadas para fazer, cada vez mais determinantes à medida que o aspecto se aproxima do fim.

Símbolo Sabiano do dia: Um orangotango

A este simpático animal estão associados os seguintes atributos: inteligência e uma relação muito forte entre a mãe e a cria. O bebé orangotango é muito dependente da mãe durante os primeiros oito anos e vai manter-se ainda alguns anos mais, perto da progenitora. Esta circunstância leva-me a lembrar que Vénus em Leão pede-nos que valorizemos a nossa identidade, que demos importância a quem somos; mas Leão também se refere a filhos e crianças, por isso também eles devem ser valorizados. Filhos e crianças fazem parte da nossa realidade e de certa forma melhorar a nossa vida é melhor a vida dos nossos filhos e de todas as crianças… e se isto é preciso!!! Seria esta a minha visão do símbolo independentemente de tudo, mas li um artigo que sublinhou a minha opinião e ao mesmo tempo fiquei literalmente de cabelos em pé! Vivemos numa sociedade tão caduca, tão doente, tão tristemente inimiga das pessoas e por arrasto dos seus filhos! Como é possível, nós humanos, cuidarmos das nossas crianças quando a realidade do mercado de trabalho é esta aqui??? Nada disto muda de um dia para o outro, mas sempre que pudermos contribuir para forçar as mudanças, temos mesmo que o fazer. Temos que perder medos, alinhar com Urano em Carneiro e aprender a ser donos do nosso nariz!!!

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem veio daqui

Boa Sexta-feira!

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 7 de Setembro

A Lua vai continuar em Peixes durante a manhã e depois passa para Carneiro; a transição pode fazer-se notar pela percepção de mais energia e vontade de acção física, também alguma excitabilidade.

Símbolo Sabiano do dia: Um lenço decorativo

Com o Sol e Marte em Virgem, signo onde a humildade, a discrição e a disponibilidade para o trabalho, para prestar serviço aos outros, falam mais alto, é importante não deturparmos nem esquecermos que simultaneamente podemos continuar a sentir orgulho por nos expormos, por chamarmos a atenção – características do signo anterior, Leão. Ora, Vénus está em Leão e faz trígono a Saturno; não subestimarmos quem somos, não nos escondermos atrás do medo de sermos criticados ou mal compreendidos, valorizarmos a nossa própria capacidade criativa, seja lá em que direcção for, é um passo no sentido da criação de uma realidade mais bonita. Parece que hoje precisamente, será importante embelezarmos a nossa realidade, só porque sim, ou para darmos um toque pessoal, ou para atenuarmos a sobriedade do dia…. e com o Sol em quadratura a Saturno sobriedade é o melhor que nos pode acontecer… o pior é o cinzentismo, mas neste caso escolha-se um lenço de cores vibrantes e claras para contrabalançar! Afinal de contas a vida é bela, não podemos deixar que uma quadratura dê cabo dela… 🙂 🙂 🙂

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem veio daqui

Boa Quinta-feira!

 

Share Button

Lua cheia em Peixes, 6 de Setembro, 2017

Lua cheia em Peixes, 6 de Setembro, 8.00h

Símbolos Sabianos:

Lua – Uma senhora enrolada numa pele de raposa

Sol – Uma árvore genealógica

Esta presente Lua cheia vem na sequência da última Lua nova em Leão, onde estiveram presentes propostas de trabalho, para que o nosso Sol interno rompa as nuvens que nos envolvem, e as dissipe. Portanto, podemos nos questionar em que situação nos encontramos, muito ou pouco enevoados?

Vale a pena relembrar o símbolo Sabiano da Lua nova (Uma sereia) e o que escrevi na altura:

Segundo reza a lenda as sereias habitam os oceanos, são lindas, sedutoras, e o seu canto atraía hipnoticamente os marinheiros que acabavam por naufragar! Precisavam agir dessa forma para se manterem vivas. A questão é, escolhemos ser sereia ou marinheiro?

Este símbolo parece-me relacionar-se com a situação de Saturno neste momento. Qualquer evento tem associada uma emoção, ou uma reacção emocional, intrinsecamente ligada ao nosso inconsciente e a padrões habituais de resposta às circunstâncias. O processo que está indicado implica que circunstâncias particulares podem surgir, às quais vamos responder como normalmente fazemos; o passado, o conhecido, o habitual é sempre “sedutor e apelativo”, atrai hipnoticamente, mesmo que o tipo de emoção em questão seja de má qualidade. É aqui que vamos poder optar entre ser marinheiro, que acaba por naufragar nas emoções, ou sereia que consegue fazer submergir o padrão habitual emocional/comportamental! No primeiro caso quem se mantém vivo é o padrão, à custa da nossa qualidade de vida; no segundo somos nós que reforçamos a Vida que somos, e estrebucha por irromper e manifestar-se sem constrangimentos.

Voltando à Lua cheia, cedo pela manhã, pode ser possível um sentimento de que tudo está bem, sentimo-nos confortável e subtilmente dissimulados numa macieza que disfarça as arestas mais duras da realidade concreta… estamos envoltos na suave pele da raposa. É à medida que as horas vão decorrendo que nos é dada a oportunidade de perceber que arestas ainda nos ferem; não só as horas imediatamente a seguir ao instante da Lua cheia, mas os próximos dias também. É que a Lua e o Sol fazem quadratura a Saturno e não há nada que possa esconder a verdade acerca das nossas arestas; pelas emoções que aflorem é possível fazer ajustes, descartar padrões que de alguma maneira sejam responsáveis pela existência dos pesos que podemos carregar. Estes pesos, ou nuvens ou arestas (padrões emocionais/comportamentais) são sobretudo parte da nossa herança, kármica por um lado, familiar por outro (a árvore genealógica) e compete-nos largar aquilo a que não queremos dar continuidade. Se o conseguirmos fazer, os dias em que o Sol se irá aproximar da quadratura a Saturno, poderão ser dias de estruturação dos nossos objectivos; se nos faltar a competência, serão certamente dias em que nos vamos sentir limitados, apertados, restringidos na melhor das hipóteses.

Se logo no início do ciclo nos era dado escolher entre ser sereia ou marinheiro, agora, com a quadratura da Lua a Saturno continua a ser necessário escolher!

Outros aspectos importantes são o sextil entre a Lua e Plutão, e o trígono entre o Sol e Plutão. A maior sensibilidade ao imaterial da Lua em Peixes ligada a Plutão, pode facilitar a intuição sobre o que temos para transformar em nós mesmos, antes mesmo do final da quadratura a Saturno. Com a percepção correcta, faz-se a transformação necessária, e neste caso, com Saturno podemos solidificar uma auto imagem interna mais actualizada. Estes aspectos acontecem no próprio dia da Lua cheia e como sou picuinhas com alguns detalhes, aqueles que me parecem relevantes, fica a indicação de que até ao início da tarde termina o sextil a Plutão – atenção portanto ao que sentimos perante as circunstâncias pessoais – e a quadratura a Saturno ao início da noite. Resumindo, reciclar o plano emocional primeiro para mais tarde consolidarmos novas condições internas e não sucumbirmos novamente aos padrões emocionais/comportamentais que estiverem em causa. Sereia ou marinheiro?

O Sol em Virgem procura aperfeiçoar a nossa experiência no plano material da vida, e em nós há a capacidade de assumir trabalho e responsabilidades, organizar os dias, sermos cada vez mais eficazes nas escolhas que fazemos; sobretudo se as emoções colaborarem com estes propósitos, o que temos pela frente são dias que podem ser exigentes e duros, mas que pela ligação a Saturno, nos proporcionam a oportunidade de dar estrutura a objectivos previamente estipulados. A vontade para os ver concretizados é “atomicamente poderosa” – o trígono a Plutão mencionado acima – e Marte que entretanto entrou em Virgem indica como as acções estão canalizadas para este mundo do trabalho, do estudo, da competência. Mercúrio segue já directo, está em Leão, as ideias começam a clarear e com bastante probabilidade sabemos bem o que queremos e o que precisamos fazer para nos sintonizarmos com o nosso próprio Eu actual. Mas para que tudo isto surta efeito, teremos que obrigatoriamente prestar atenção para o facto de eventualmente precisarmos reciclar reacções emocionais.

O facto da Lua cheia estar ligada a Saturno e a Plutão, permite afirmar que insights e acertos que possam ser feitos primeiramente no plano interno, terão impacto directamente na nossa vida de forma geral, o que passa também pela eventual reestruturação da nossa verdade individual. Por sua vez, como Saturno faz trígono a Urano, a inovação quer permear esta nossa verdade; sem dúvida que o irá fazer, mas se o fará de forma mais agradável ou menos depende do quanto conseguirmos desapegar das atitudes ultrapassadas.

 

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem veio daqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 4 de Setembro

A Lua segue por Aquário faz trígono a Júpiter e sextil a Saturno até meio da tarde. Há uma tendência a relacionarmo-nos de igual para igual e simultaneamente maior frieza emocional que facilita desapegarmo-nos daquelas atitudes que sabemos nos serem prejudiciais mas que ainda fazem parte da forma habitual de reagir; alguns destes padrões causam impacto negativo até mesmo nas nossas relações, mas assumindo a responsabilidade de os contornar, podemos ter a oportunidade de afinal encontrarmos através dos outros momentos gratificantes. O inicio da noite vem com uma oposição a Mercúrio retrógrado e a Marte, sextil a Urano em Carneiro; Mercúrio que entretanto reentrou em Leão agora nos momentos finais do movimento retrógrado, e está em conjunção a Marte, centra os pensamentos nas acções que permitem fazer o Eu brilhar e sentir-se feliz. Temos que encontrar equilíbrio entre este impulso e a necessidade de relacionamentos igualitários; a ligação a Urano é um barómetro porque ou há bem estar e um sentimento de liberdade individual ou o contrário. Neste caso é voltar ao princípio do parágrafo…

Símbolo Sabiano do dia: O véu de uma noiva a ser retirado

Tradicionalmente o véu simboliza a pureza da noiva, que será “entregue” pelo pai ao futuro marido; depois da cerimónia quando este o levanta, fica simbolicamente assinalada a passagem de um para o outro. Acho tudo isto horrível, mas enfim, um símbolo é só um símbolo e o que está para lá dele é que é importante. A verdade é que um casamento é um marco na vida das pessoas envolvidas, que assinala uma transição assinalável. Será que hoje alguma coisa assinala uma transição semelhante? No meu caso por “acaso” sim!

As transições, as mudanças de qualquer género devem servir sempre a evolução qualitativa do que estiver em causa, caso contrário é como aquela expressão “mudam-se as moscas mas a m**** é a mesma”! Fica um aviso à navegação, isto hoje de “evoluir” está complicado! É que o Sol faz uma sesquiquadratura a Urano, e este aspecto pede-nos para não desistir mas será necessário persistir e insistir muito para que um pouco de inovação se faça real na nossa vida. Um aspecto positivo vem de Mercúrio que faz trígono a Urano, e por isso ideias originais podem vir em nosso auxílio. O Sol faz oposição a Neptuno; podemos nos deixar conduzir pelas perguntas: Já há sinais dos meus sonhos? Terei fantasiado demais? Terei trabalhado para o concretizar suficientemente? Talvez aquela transição seja o sonho a acenar … talvez seja a noção de que é afinal um castelo no ar…

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem veio daqui

Boa Segunda-feira!

Share Button

Céu astrológico para o fim de semana de 2 e 3 de Setembro

A Lua vai continuar em Capricórnio e até ao fim da tarde faz quadratura a Urano; a necessidade de maturidade e estabilidade entra em conflito com aspectos que dizem respeito à nossa própria liberdade e independência. Talvez as responsabilidades que temos perante outros, perante a família ou a sociedade, pareçam nos limitar e restringir os movimentos; mas como Urano está retrógrado, diz-nos que se nos sentirmos “presos” serão correntes internas, ligadas não às circunstâncias em si, mas à nossa percepção pessoal dessas circunstâncias. Tomar consciências dessas correntes, é darmo-nos liberdade para as cortar, para delas desapegar. Com a noite, e com a entrada da Lua em Aquário, vem um período em que largar “lastro” e seguir mais leves é o mote; há uma oposição a Vénus em Leão que termina no Domingo a meio da tarde, e nos pede equilíbrio entre objectividade e distanciamento emocional do que nos transtorna, e a valorização do que o coração diz ser importante.

Isto de seguir o que o coração nos aponta relaciona-se com o nodo norte em Leão, e é o rumo certo para não nos perdemos de nós mesmos; se conseguirmos nos manter neste trilho estamos a estruturar uma realidade mais feliz, equilibrada e livre de condicionamentos do passado – nodo norte em Leão faz sextil a Júpiter, trígono a Urano e a Saturno.

Símbolo Sabiano de Sábado: Duas cabeças olhando para lá das sombras … mantém-se…

Símbolo Sabiano de Domingo: Um rapaz moldado pelas aspirações da mãe

Disponíveis consultas de carácter geral, vocacional, de aconselhamento parental, revolução solar, astrologia horária. Grupo de aprendizagem para auto conhecimento em breve. Mais informações pelo mail acasanafloresta.astrologia@gmail.com

Imagem veio daqui

Bom fim de semana!

© Teresa Martins, A Casa na Floresta-Astrologia – Todos os direitos reservados

Share Button