Céu astrológico para Segunda-feira 20 de Março

céuHoje faz sentido começar pelo símbolo do dia: A grande face de pedra

Este símbolo refere-se à história de um rapaz que vivia num lugar montanhoso onde uma formação rochosa se assemelhava a uma grande cara humana. Inspirado numa lenda local, toma-a como um ideal de grandeza, e à medida que cresce assemelha-se a ela.

A Lua ainda em Sagitário atinge a conjunção a Saturno que começou ontem em aplicação, quadratura a Vénus, trígono a Marte e ao nodo norte. Com a ligação a Saturno reforçam-se atributos que nos caracterizam há muito, estruturam-se outros mais recentes; permanentemente somos confrontados com circunstâncias que nos mostram que atributos são esses, e temos assim a capacidade de ir optando entre aqueles que queremos manter e os que queremos eliminar. Com Saturno tudo acontece muito lentamente, o que é “antipático” quando queremos eliminar aspectos de nós de que estamos fartos até às orelhas. Por isso há que ter atenção ao que reforçamos, e ao que procuramos integrar de novo. É disto que fala o símbolo de hoje. O que alimentamos ao longo do tempo que passa, vai-se tornando naquilo que somos, até ficar tão sólido como uma rocha. Alimentamos com pensamentos e emoções, percepções pessoais que nem sempre nos sabem orientar. É preciso portanto aprender a alimentar o lado certo, e isto só se faz, desligando o piloto automático em que a nossa vida decorre habitualmente, e ligando a consciência, o estado de alerta aos pensamentos e às emoções.

A meio da tarde a Lua entra em Capricórnio e aplicam-se uma quadratura a Vénus, trígono a Marte e ao nodo norte. Aumenta a necessidade de trabalharmos em prol das nossas ambições, do que nos assegura uma vida estável e um pouco à pressão somos impelidos a reavaliar o que é para nós mais importante, se os nossos assuntos pessoais, se os assuntos que englobam outros. As ligações a Marte e ao nodo norte, objectivamente apontam os nossos assuntos como importantes, mas naturalmente isto pode indicar que os outros fazem parte das motivações do dia; a questão passa portanto pela capacidade de discernimento entre o que é útil e compensador, e o que pode ser acessório.

Quanto ao Sol … acaba de entrar em Carneiro (são 10.30 h)! Viva a Primavera, viva o entusiasmo que acompanha tudo o que acontece de novo, viva o Ano novo Astrológico, viva o Dia Internacional da Astrologia. Viva também o novo ciclo solar de 36 anos regido por… Saturno, o que implica que este primeiro ciclo anual é regido por Saturno! Mister Saturno tem fama de ser pesado porque se queremos atingir os nossos objectivos, se ambicionamos uma realidade melhor, realidade pessoal e global, temos que ser crescidos, responsáveis, sérios, éticos, trabalhadores, organizados. Diz-se que crescer dói. Talvez, mas o propósito da Vida é crescimento e evolução, uma semente não existe para ser semente eternamente… que desperdício seria! Se calhar para condizer com a energia de Saturno, no momento em que a Lua entra em Capricórnio faz quadratura exacta ao Sol, entramos em quarto minguante. Relembra-se que Capricórnio é regido por Saturno. Que dia talhado com perfeição, este que é o primeiro dum longo ciclo de 36 anos. E que bem vindo este ciclo deve ser, porque se há coisa que é necessário para endireitar este mundo caótico é a ambição de o melhorar melhorando-nos a nós a cada momento, responsavelmente, seriamente, eticamente, com trabalho na justa medida e capacidade de nos organizarmos pelo caos que nos rodeia.

Estamos na cúspide da Era de Aquário, Saturno é um dos regentes a par com Urano, à responsabilidade de trazermos um futuro radicalmente diferente não nos podemos furtar, fazendo o que sabemos, o melhor que sabemos e procurando cada vem mais aumentar o que sabemos. Afinal de contas Saturno está em Sagitário, pede-nos expansão de conhecimentos.

Consultas disponíveis aqui

Imagem veio daqui

Boa Segunda-feira!

 

Share Button

Céu astrológico para Domingo 19 de Março

céuA Lua em Sagitário faz sextil a Júpiter, trígono a Urano e conjunção a Saturno; uma forma positiva de encarar a vida com os seus desafios anda pelo ar e facilita os relacionamentos, mesmo os mais tortuosos, até porque há uma maior capacidade de nos mantermos distantes de atitudes antiquadas, responsáveis talvez pelo surgimento das dificuldades actuais. A ligação a Saturno é uma oportunidade para solidificarmos novas atitudes, mas igualmente tem o poder de reforçar o que já existe vincado na consciência, independentemente de nos agradar o resultado exterior. Cabe-nos exclusivamente a nós decidir pelo que pode abrir caminhos para novos horizontes de vida, mais estáveis, seguros e gratificantes.

Mercúrio em Carneiro debita a cada instante novas ideias, e relacionam-se em grande medida com temas que nos dizem respeito só a nós, mas que se referem aos outros também como parte integrante da nossa realidade concreta. Como nos afirmamos nas relações que estabelecemos com os outros? Como nos mantemos independentes e autónomos? Como procuramos equilíbrio nas relações? Engolimos sapos ou obrigamos os outros a engolir? Exigimos o que não têm para dar? Ou procuramos nós dar em excesso? Temos objectivos e depois agimos ou ficamos à espera que caiam do céu? Ou agimos e desistimos ao primeiro sinal de obstáculo? A qualidade das nossas relações está intrinsecamente ligada à qualidade de toda a nossa vida, e por isso é tão fundamental procurarmos respostas a questões similares aquelas. Quem determina o timing para estas interrogações (até 23/24 de Março) é a oposição de Mercúrio a Júpiter e a quadratura a Plutão.

Marte em Touro faz sextil a Neptuno em Peixes; somos conduzidos e inspirados a agir para encontrar e estabelecer conforto e segurança material, pelo desejo de uma vida mais perto do que idealizamos, mais plena, mais pacífica, mais aberta e feliz, mais próspera, mas também com mais consciência de que somos infinitamente mais do que matéria. Sem esta consciência, operamos apenas numa pequena parte de tudo o que somos, e naturalmente assim, não podemos chegar ao nosso máximo potencial.

Símbolo Sabiano do dia: Um prisma

Quando um raio de luz branca atravessa um prisma de vidro, mostra-nos como se desdobra numa multiplicidade de cores. Não é curioso como a luz branca é então uma pura ilusão? Todas as cores do arco-íris fundidas entre si dão-nos a percepção de que são apenas uma. O decorrer de um dia, as experiências que o compõem, são a ilusão de uma realidade feita de muitas dimensões. Não é um prisma que pode revelar essas dimensões, é talvez a nossa capacidade de o perceber, a nossa consciência. Portanto, neste Domingo, preste-se atenção às cores que escolhemos… algumas fazem-nos subir aos céus, outras, nem tanto!

Consultas disponíveis aqui … para o caso de ter dúvidas acerca de cores…

Imagem veio daqui

Bom Domingo!

 

Share Button

Céu astrológico para Sábado 18 de Março

céuE eis que, depois da tensão dos últimos dias representada na quadratura do Sol a Saturno, já se sente o alívio. Não só o aspecto terminou e está em separação, como a entrada da Lua em Sagitário traz uma sensação de maior boa disposição, entusiasmo e optimismo. Faz trígono a Mercúrio e a Vénus, quadratura a Neptuno; esta melhoria no estado de espírito encaixa na perfeição com os pensamentos que giram à volta de novas ideias, de novas acções para chegarmos aquilo que desejamos e objectivamente dá-nos até uma capacidade de comunicação aberta, franca e directa ao assunto. A ligação a Vénus é talvez a oportunidade para valorizarmos uma abordagem à vida e aos seus problemas, de um ponto de vista mais abrangente, mais filosófico e/ou metafísico até, já que isto são temas de Sagitário e muitas vezes são absolutamente necessários se queremos ver melhorias efectivas na nossa forma de vida.

A quadratura a Neptuno pede que se leve em linha de conta o aspecto do Sol a Saturno que terminou ontem; houve uma oportunidade para tomarmos consciência de como andamos a criar (Sol) a nossa vida (Saturno). Temas de Saturno são responsabilidade, ambição, persistência, maturidade, pragmatismo; estes atributos podem fazer parte de nós em excesso ou de forma diminuta, quem sabe até inexistente. Conseguir aferir em que ponto estamos, dá-nos a possibilidade de ajustar e aproveitar da melhor forma a ligação que hoje se aplica da Lua a Neptuno; sem ilusões, seremos inspirados a seguir o que a intuição nos diz ser o certo para nós. Sobretudo com o cair da noite, será mais notório se nos sentimos construtivamente sensíveis e imaginativos, se estaremos no reino da pura fantasia ou no reino da desilusão.

Símbolo Sabiano do dia: Sob a luz da Lua cheia, a fertilidade de um jardim  

Cá está o grande potencial deste dia! Potencial para ser vivido na realidade concreta, caso contrário estamos a tempo de aproveitar o que a quadratura do Sol a Saturno nos quis mostrar.

Imagem veio daqui

Bom Sábado!

 

Consultas disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 17 de Março

céuA Lua em Escorpião faz trígono ao Sol e a Quíron; o que sentimos vem das profundezas de nós mesmos, há vontade de alcançar uma maior plenitude com a Vida, e de alguma forma daqui podem nascer decisões que nos tragam cura para os nossos problemas mais agrestes.

Com o Sol em Peixes a alcançar finalmente a quadratura exacta a Saturno em Sagitário, a “dura” realidade não passa despercebida; até ao final do mês, outra quadratura de capital importância, Júpiter em Balança a Plutão em Capricórnio, vai-se manifestando também, sublinhando como os outros se mostram uma componente dessa mesma realidade que parece solidamente apostada em nos desafiar. A chave para abrirmos o portão e nos escaparmos, está na nossa mão; a tensão da quadratura que termina hoje, do Sol a Saturno, pode e deve ser usada para claramente usarmos a vontade no sentido de opções com as costas voltadas ao passado. A 10 de Dezembro, Sol e Saturno fizeram conjunção em Sagitário; a proposta foi a de usarmos toda a nossa capacidade criativa e canalizarmos os nossos objectivos para a estruturação de uma realidade diferente da actual. E com esta primeira quadratura não podemos adiar mais as decisões correctas, temos mesmo que agir.

Símbolo Sabiano do dia: Uma Lua de colheita

Um dos protagonistas do dia é sem dúvida Saturno, associado ao que habitualmente chamamos karma; para além do que estamos permanentemente a colher e vem dum passado mais distante, hoje vamos colher também o que foi semeado em Dezembro. Haverão frutos sãos, e esses mantemos; os outros descartamos, e vamos rever as condições em que andamos a semear…

Imagem veio daqui

Boa Sexta-feira!

 

Consultas disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 16 de Março

céuA Lua continua em Escorpião e faz trígono a Neptuno; durante a madrugada uma energia compassiva foi suavizando as emoções, abrindo a possibilidade de agora de manhã nos sentirmos mais tranquilos, em claro contraste com o término do dia de ontem. Assim vamos continuar, e pelo final da tarde vem um sextil a Plutão, ganhamos capacidade de regeneração que por consequência nos dá uma maior força interior e nos ajuda a enfrentar os nossos pequenos/grandes desafios.

Mercúrio faz conjunção a Vénus até dia 18, e podemos imaginar a mente a deixar-se modificar pela personalização a que os nossos valores estão sujeitos, neste período de Vénus retrógrada. Porque claro, aquilo a que deixamos de dar importância, ou aquilo que se vai tornando mais importante na nossa perspectiva da vida, vai moldando a forma de pensar o mundo, de pensarmos acerca de nós. E vai também alterando a maneira com nos organizamos, como procuramos ser eficazes, que é o mesmo que dizer como podemos fazer melhor fazendo menos ou despendendo menos energia; hoje e amanhã, um biquintil de Vénus ao nodo norte em Virgem mostra como dos céus descem condições especiais, só a pensar em nós, para nos ajudar a melhor nos posicionarmos nestas matérias. O Céu é um simpático, o que não significa que não seja exigente… porque também só com exigência faz dos humanos melhores pessoas. Assim, é bem provável que estas condições também estejam directamente ligadas, ao “apertar de calos” que pode ser a quadratura do Sol a Saturno… nós queremos alguma coisa, mas…. parece que mil outras nos limitam! A que ninharias teremos que deixar de dar valor? Afinal o que é mesmo importante?

Símbolo Sabiano do dia: Uma Lua nova que divide a sua influência

Uma Lua nova é sempre a semente de novas possibilidades; talvez hoje possamos fazer crescer a consciência do que é importante e do que não é. Mas isto sou eu a pensar, e a escrever. Desse lado, personalizem, deixem correr o dia e vejam o que vos acontece… é divertido, a sério!

Imagem veio daqui

Boa Quinta-feira!

 

Consultas disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 15 de Março

céuAté às primeiras horas da tarde a Lua ainda transita por Balança, altura em que entrará em Escorpião; agora de manhã, um sextil a Saturno mostra como nos sentimos responsáveis pelos outros e depois pelo resto do dia temos outro sextil ao nodo norte, a acentuar a importância de organização, técnicas eficazes para respondermos às nossas obrigações, até connosco próprios e com a nossa saúde. Mas talvez uma oposição a Marte em Touro seja o aspecto mais relevante, até pela possibilidade de se fazer notar “descaradamente” pelas emoções; é uma ligação que se irá atingir quando a Lua já estiver em Escorpião, e de um estado de espírito mais sociável, passaremos para uma necessidade de recolhimento interior, onde o contacto com “informações inconscientes” mais se faz notar. São “informações” ligadas aos nossos instintos, desejos e motivações profundos e desconhecidos, e é pela qualidade do que sentimos que podemos aferir que “informações” são tão arcaicas, que devem ir pela borda fora o mais rápido possível, enquanto eventualmente ajustamos os nossos comportamentos.

Quem vai ajudar naquele processo é a quadratura do Sol a Saturno, que genericamente aponta para uma dificuldade em fazermos valer a nossa vontade, já que a realidade da vida arranja maneira de nos trocar as voltas. Portanto, algum grau de frustração, irritação, mesmo uma vontade de torcer o pescoço a alguém … 🙂 … pode-se instalar bem na frente do nariz. Mas… há um propósito para tudo, e o símbolo Sabiano do dia esclarece:

A purga do sacerdócio

A palavra sacerdócio relaciona-se com assuntos do espírito, e purga é o que todos sabemos, uma purificação, uma eliminação de elementos tóxicos; ora já vimos que o dia se prepara para nos purgar a alma. Por isso independentemente, da forma como o dia correr, do que nos vai fazer sentir e de como vamos reagir às circunstâncias, olhem com “olhos que sentem” para lá das aparências e colaborem na purga.

Imagem veio daqui

Boa Quarta-feira!

 

Consultas disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 14 de Março

céuA Lua segue em Balança e faz conjunção a Júpiter, oposição a Urano e quadratura a Plutão. Ontem com a oposição a Vénus retrógrada, houve condições para sentirmos o que precisamos reajustar na forma como damos importância aos nossos assuntos, aos nossos objectivos, a nós mesmos em última análise, em contraponto com os dos outros. Hoje é dia para praticar, já que a ligação a Júpiter empola a valorização dos relacionamentos, mas Urano em Carneiro não quer esquecimentos em relação ao que a nós diz respeito, e no equilíbrio destes dois pratos, residem transformações positivas na nossa vida.

Se seguirmos a nossa vontade mais pura e genuína, estaremos a colaborar com tudo aquilo, uma vez que o Sol vai atingir em cheio a conjunção a Quíron, cuja função é curar; e porque ao Sol criatividade é coisa que não falta, não faltarão ideias para fazermos aquilo que a nós parece mais apropriado, logo, curativo. Ideias faz logo lembrar Mercúrio, recém chegado a Carneiro, e por isso podemos esperar ideias novas a surgir, ideias de como nos podemos afirmar, de como nos podemos inovar, onde nos podemos tornar pioneiros e partir à conquista do que quisermos conquistar.

Símbolo Sabiano do dia: Uma ilha desabitada

Perante o que registei, só me apetece dizer: há sempre uma ilha desabitada à espera que a conquistemos e aí possamos recomeçar de novo. Parece ser um dia em que alguma coisa de novo tem potencial para acontecer… eu gosto especialmente de ilhas nos mares do sul, vou já conquistar a minha 🙂 🙂 🙂

Imagem veio daqui

Boa Terça-feira!

 

Consultas disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 13 de Março

céuA Lua entrou em Balança e faz oposição a Vénus. Há um estado de espírito que, de uma maneira ou de outra, nos impele a dar atenção aos outros, mas simultaneamente questões que valorizamos e nos dizem respeito só a nós, são elementos que se tornam parte integrante de como nos relacionamos; o facto de Vénus se encontrar retrógrada, indica que há alterações a ocorrer na maneiras como aqueles elementos contribuem para a renovação do valor atribuído a nós mesmos. Uma oportunidade para revermos como damos, ou não, importância à nossa própria independência, aos nossos próprios objectivos e à capacidade de agirmos para os conseguir, como damos importância à nós mesmos, mas também como podemos fazer tudo isto em excesso e desvalorizamos os outros.

Mercúrio, hoje pelo fim do dia, vai sair de Peixes e entrar em Carneiro. Depois de um mergulho nas águas inspiradoras de Neptuno, talvez também dispersas e algo confusas, a entrada em Carneiro marca o início de um novo ciclo na maneira como pensamos e como novos conceitos, novas ideias, novas crenças podem servir de pilares a um novo estilo de vida. Mentalmente estaremos mais activos, mais entusiasmados, mais focados nos nossos próprios planos e estratégias para conseguirmos o que desejamos; claro que por arrasto a comunicação ganha também um novo vigor, mais rigor e firmeza. A esta nova condição de Mercúrio, acresce que hoje e amanhã contaremos com um quintil a Plutão; portanto, não só vamos perceber que a mente “acordou”, como vamos ter condições para pensarmos em profundidade sobre os assuntos “na agenda”, quem sabe até recebermos insights reveladores vindos das profundezas da nossa alma, eventualmente com ramificações num passado esquecido!

Símbolo Sabiano do dia: Fenómenos espíritas

Mantém-se um dos símbolos envolvidos na Lua cheia, e talvez durante o dia de hoje alguma coisa nos recorde que a vida acontece em dimensões diversas. Os aspectos de Mercúrio em particular, fazem acreditar que essa percepção pode vir do pensamento, de algo que iremos ler, de alguma conversa em que iremos participar…

Imagem veio daqui

Boa Segunda-feira!

 

Consultas disponíveis aqui

Share Button

Lua Cheia em Virgem, Março 2017

céuLua cheia em Virgem, Sol em Peixes, 12 de Março, 14.53h

Chegámos à última Lua cheia, da última lunação do presente ciclo anual do Sol; cheira a fins, encerramento de ciclos, de vivências, de experiências de vida, de crenças. Mas como todo o fim é a génese de alguma coisa a brotar, cheira também a começos, e este cheirinho a novo pode ser um tremendo impulso para deixarmos que a Vida nos comece a mostrar por onde devemos seguir em breve, quando um novo ciclo começar. Por onde devemos seguir e o que não devemos levar na bagagem, porque já não faz falta por um lado, e por outro precisamos de espaço para as novas oportunidades que sempre se apresentam. Falta pouco, duas semanas e temos a inauguração do próximo ano, astrologicamente falando.

O símbolo da Lua nova falava de um jockey, e podemos imaginar que vamos a meio da última corrida da temporada; queremos cortar a meta, podemos sentir que temos condições, mas ainda assim sabemos que é preciso poupar as forças do cavalo, e avaliar em que parte do percurso estamos, que obstáculos ainda vamos ter que enfrentar, e com que ajudas vamos contar. Então vamos espreitar em que condições energéticas estamos nós com o nosso cavalo branco…

Poucos aspectos astrológicos em aplicação, os que falam de desenvolvimentos ainda a decorrerem; poucos, mas bons! Sol e Lua fazem quadratura a Saturno; ok, sabemos que há obstáculos pela frente. O Sol em Peixes impele-nos a querer os sonhos que imaginamos e a que temos direito, com a Lua em Virgem sentimos a necessidade de assumir todas as tarefas necessárias para a concretização desses sonhos. Mas movemo-nos por numa realidade que foi concretizada, trazida à matéria a partir de uma verdade pessoal anterior a estes sonhos; podem portanto existir circunstâncias aparentemente tão antagónicas à nossa verdade actual… onde há o desejo de tornar os sonhos palpáveis… que mais parecem barreiras intransponíveis. Só que tais dificuldades não existem, nem nos mais distantes recônditos do Universo, pois há sempre uma solução para cada enigma, para cada problema, para cada desafio. O que pode acontecer, é a solução residir num patamar da existência que habitualmente esquecemos, ou desconhecemos, ou temos dele uma concepção incorrecta; o que pode acontecer é essa solução ter que ser procurada em camadas não físicas da realidade.

Os símbolos Sabianos vão ajudar a prosseguir com os raciocínios:

Sol – Fenómenos espíritas

Lua – Um domador de animais

O Sol em Peixes é a consciência do Todo, e no Todo existe o que é material e imaterial; podemos não estar habituados a sentir que é assim, podemos duvidar, mas não é por isso que não é Verdade. E porque é Verdade, há situações em que por mais que façamos remendos no lado material da questão, o assunto não se resolve, não chegamos à meta mesmo que o cavalo seja um puro sangue. É portanto necessário tomar consciência desta realidade, aprender onde procurar a solução e accioná-la, e depois, treinar a competência entre as acções no patamar do espírito (no patamar energético) e no da matéria. Não tem um domador que conhecer mais do que os aspectos físicos do animal com quem vai interagir? Não tem que conhecer aspectos da sua psicologia, as suas motivações, os seus impulsos naturais, o que o pode cativar? Um jockey não tem que conhecer tudo o que se relacione com cavalos? Tem, naturalmente! Só este conhecimento lhe permite abordar o animal e com ele treinar os objectivos, reforçar a confiança mútua, até serem uma verdadeira equipa. É no nosso conhecimento e treino constante em como agir na totalidade da existência, que reside a possibilidade de chegarmos ao fim de todas as corridas, superando todas as dificuldades.

O Sol faz um semi sextil a Urano, a Lua um quincúncio, dois aspectos com um certo grau de atrito; falam de alguma dificuldade em lidar com aquilo que é novo para nós, mas o desconforto da tensão tem também o potencial para desistirmos de resistir à mudança, e nos entregarmos de vez àquilo que nos pode de facto trazer inovação, libertação, um futuro onde caibam todos os sonhos.

Outro aspecto importante é a conjunção do Sol a Quíron, cuja simbologia está ligada à capacidade que todos temos para curarmos os aspectos doentes da nossa vida. Com criatividade, o Universo estará a sugerir-nos que manifestemos vontades que contenham em si algum aspecto curativo. Apetece-nos ir passear e apanhar Sol, apetece-nos cuidar melhor do nosso aspecto físico, apetece-nos ter uma alimentação mais saudável, apetece-nos fazer o que nunca fizemos antes… o que lhe está mesmo a apetecer fazer? Vale mesmo muito a pena mexer-se para fazer o que quer, porque será uma vontade de cura!

Se calhar até lhe estava a apetecer ver os seus relacionamentos a melhorar! Nem outra coisa seria de esperar, já que entre Júpiter em Balança e Plutão em Capricórnio aplica-se uma quadratura. Há aqui uma miscelânea semelhante aos fenómenos espíritas, porque Plutão anda a transformar profundamente as nossas vidas, lentamente como quem cozinha num caldeirão alguma poção mágica que nos fará passar de lagarta a borboleta, tal é a radicalidade da metamorfose. Mas não há forma de beber a poção sem resolvermos assuntos entre nós e os outros, porque se calhar são eles que nos têm que estender o copo. Para resolver tais assuntos haverão muitas vias, mas talvez, como foi descrito anteriormente, algumas delas nos obriguem a nos embrenharmos pelo tal lado mais desconhecido da Vida.

Pois muito bem, mas para quem não tem ainda tais conhecimentos, fica uma dicaLua cheia 12 Março bem simples e clara, activem a energia de Virgem como quem carrega num botão. De acordo com Marc Edmund Jones, a configuração do mapa desta Lua cheia, com cerca de 1/3 do mapa vazio, sublinha o relevo da Lua em Virgem. É necessário portanto sermos práticos e focados no mundo físico, mas simultaneamente suficientemente discriminativos para percebermos onde começam as limitações de só operar neste patamar. A “César o que é de César”, que é como quem diz “o seu a seu dono”.

Vénus está retrógrada, e as circunstâncias com que nos deparamos no dia-a-dia, estão a contribuir para uma reavaliação dos nossos valores. Se ainda não damos importância ao lado espiritual da Vida, que é apenas o lado onde precisamos saber como alterar as nossas próprias condições energéticas, talvez esteja na hora de passar a dar. Se ainda não sabemos o que é isso de “espiritual”, se calhar é hora de sentir com é importante aprender. Na vida de cada um de nós, houve muito recentemente, ou está para acontecer brevemente, um qualquer “fenómeno espírita” que nos irá esclarecer. Nada de sustos, a frase é uma metáfora para alguma situação em que reparamos que compreender e tentar resolver alguns assuntos com uma lógica matematicamente comprovadíssima pela ciência, às vezes não resolve nada! Pegando na eficácia e competência da energia de Virgem, que se limpem e afinem os radares para ficarmos aptos a receber as mensagens subtis do mundo dos anjos. Anjos e radares? Espiritualidade e ciência? Claro… tudo faz parte do Todo! Assuntos sérios e brincadeira com as palavras? Claro… pela mesma razão!

Imagem veio daqui

 

Consultas disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Sábado 11 de Março

céuA Lua está agora em Virgem e procuramos um sentido de ordem e organização na nossa vida, o que se reflecte na necessidade de ambientes limpos e arrumados. Uma oposição a Neptuno fala de como esta capacidade de eficácia na vida prática pode ser a chave que abre a porta aos objectivos mais idealizados, mais próximos dos sonhos; eles podem descer à Terra sim, mas não sem que o elemento terra, sem que a matéria que compõe o mundo físico seja devidamente incluída nos planos. Imaginar o contrário, é abrir caminho à desilusão. O fim da tarde chega com um trígono a Plutão, e neste aspecto há possibilidade de ganharmos poder para continuarmos a moldar a realidade da forma pretendida, ou para transformarmos em nós aquilo que não o tem permitido, aquilo que nos tem mantido reféns de circunstâncias que nos desgostam e enfraquecem.

Claro que enquanto há sonhos/metas a motivarem-nos, há também uma realidade há muito consolidada, que muitas vezes parece literalmente impedir-nos de prosseguir os rumos que escolhemos. Nem sempre o que parece é, muitas vezes o que está em causa é uma mudança de estratégia, possível talvez porque novos dados nos chegam por vias diversas. Durante a madrugada Mercúrio fez conjunção a Quíron e aproxima-se do final de uma quadratura a Saturno; é possível surgirem ideias com potencial curativo, informações, que nos ajudam a contornar os nossos obstáculos, permitindo mudanças de planos, às vezes uma simples mudança de perspectiva é o suficiente.

Símbolo Sabiano: Um pequeno cordeirinho branco, uma criança e uma servente chinesa

Recordo que estes símbolos nasceram nos EUA, que acolheram várias ondas de imigração nomeadamente da China. Não vão os imigrantes atrás do sonho de uma vida melhor? Não são eles que muitas vezes cumprem os serviços mais humildes, mas absolutamente indispensáveis? Talvez este seja um dia em que nos podemos sentir crianças afagando o nosso cordeirinho (o nosso sonho) mas também teremos que ser o adulto responsável que assume todas as tarefas inerentes à situação.

Imagem veio daqui

Bom Sábado!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button