Céu astrológico para Quarta-feira 8 de Fevereiro

céuA Lua segue por Caranguejo e continuamos nós em modo sensível, mais intuitivos e emocionais, encontrando conforto no que conhecemos mesmo que não seja exactamente o que mais gostaríamos. Talvez nos sintamos insatisfeitos, carentes ou vulneráveis, já que há uma concentração de tensões que envolvem as nossas emoções; uma oposição a Plutão, uma quadratura a Júpiter e outra a Urano mostram antes de mais, que o que sentimos não é de modo nenhum nem superficial nem em pouca quantidade. Plutão presente na “embrulhada” dá indicação que assuntos relacionados com motivações, desejos e instintos profundos estão em causa, provavelmente envolvendo relações directamente; Júpiter faz o possível para ser tudo à grande! Como sempre, o que sentimos depende das nossas avaliações subjectivas, isto é, foram experiências passadas (mesmo experiências kármicas) que determinam agora a nossa percepção das circunstâncias. Melhorar o estado de espírito… se for necessário, e é possível que sim 🙂 … passa por fazer morrer aspectos deste passado, adoptando talvez simplesmente novas formas de nos afirmarmos perante os outros e nós mesmos, de procurarmos novas atitudes de independência, de encontrarmos maneiras inovadoras de ir atrás dos novos objectivos desapegando de vez daquilo que nos tem impedido. Fazendo alusão ao símbolo da Lua nova, teremos nós hoje a necessidade de cortar alguma corda emocional, para, de bandeira agarrada ao mastro, virarmos águia? Diria que sim!

Imagem veio daqui

Boa Quarta-feira!

Serviços disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 7 de Fevereiro

céuA Lua é uma recém chegada a Caranguejo, e sente-se forte nos seus próprios domínios, já que é a regente deste signo; forte em sensibilidade e vulnerabilidade, em necessidade de cuidar e de ser cuidada, forte na sensação de segurança quando se move em “terreno conhecido”, casa e família incluídos. Nós alinhamos neste estado de espírito. Uma quadratura a Marte e outra a Vénus mostram tensão, que pode ser percepcionada de duas formas distintas… ou não vivêssemos nós em dualidade! Ou sentimos força, prazer e impulso para cuidar dos nossos objectivos ou sentimos irritação, insatisfação; há simultaneamente um trígono a Neptuno, que nos indica como temos um acréscimo de saber intuitivo, de capacidade de sentir o que deve ser removido, dissolvido do nosso eu interno para que prevaleçam o mais possível as condições que permitem a melhor de versão da nossa vida e das nossas circunstâncias. O final do dia promete uma maior calma e tranquilidade, com a intensificação da ligação a Neptuno.

Na raiz de emoções menos agradáveis, podem estar velhos impulsos, cuja origem está em velhos estilos de viver, que nos forçam às mesmas atitudes de sempre, mesmo quando já sabemos que não resultam. O Sol está em Aquário e vai surgindo aqui e ali a vontade inovar, nomeadamente em atitudes mais maduras e responsáveis, mais ambiciosas no que respeita aquilo que nos pode trazer mais bem-estar, que se podem mostrar como mais difíceis mas também como bastante mais nossas amigas! É um sextil a Saturno que se aplica até 14 de Fevereiro. Se ontem valia a pena não fazer vista grossa a Saturno, hoje continua, e para dizer a verdade, continuará sempre!

Imagem veio daqui: eles também vivem a Lua em Caranguejo

Boa Terça-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 6 de Fevereiro

céuA semana começa com a Lua em Gémeos, agilizando a comunicação e dando-nos alguma capacidade de adaptação ao ritmo mais acelerado dos dias úteis. Aplicam-se um trígono ao Sol e a Júpiter, um sextil a Urano e uma oposição a Saturno; há um clima marcadamente social que naturalmente facilita relacionarmo-nos uns com os outros, cordial e objectivamente, com uma certa sensação de liberdade e desprendimento que pode indicar uma oportunidade para deixarmos para trás inibições e experimentarmos novas abordagens na forma como nos relacionamos habitualmente. Este pendor social e experimental (pela ligação a Urano) é sublinhado pelo Sol em Aquário; no entanto uma boa parte da nossa realidade chama-nos a atenção para aspectos mais restritivos, mais pesados por limitações várias, com responsabilidades e obrigações que não podemos de modo nenhum descartar. É a ligação a Saturno que nos lembra que podemos sonhar e trabalhar para criarmos mais liberdade de escolha, mas não, sem atendermos ao que de momento constitui a nossa vida. Há um conceito interessante ligado a Saturno e Urano! No sistema solar depois de Saturno vem Urano. Urano simboliza a libertação de todos os condicionalismos, mas antes, teremos que nos desembaraçar dos anéis… leia-se obstáculos…  de Saturno! Sem sucesso neste teste, a liberdade desejada não é alcançada! Portanto minha gente, nada de fazer vista grossa a Mr. Saturno.

Quanto a Júpiter em Balança, hoje ficou retrógrado. Sinteticamente, ele representa o crescimento pessoal e social, crescimento este que se dá quando acontece uma expansão intelectual, cultural, filosófica, espiritual. Como está em Balança isto tem acontecido directamente relacionado com os nossos relacionamentos, isto é, as experiências proporcionadas pelos outros, positivas ou nem tanto, têm estado a contribuir para aprendizagens diversas. A retrogradação vai durar até 10 de Junho e vai implicar uma actualização interna, subjectiva, do novo estado de compreensão, ou conhecimento que as experiências proporcionaram. O crescimento externo será tanto maior quanto aquele que permitirmos ser o interno.

Imagem veio daqui

Boa Segunda-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim de semana de 4 e 5 de Fevereiro

céuSábado a Lua em Touro faz trígono Mercúrio, perfeito para assuntos relacionados com a vida prática que necessitem de paciência , com a gestão dos nossos recursos e talentos, com a planificação de como os iremos usar e aproveitar no sentido de obtermos uma vida mais solidamente estruturada. Com a noite vem um sextil a Vénus; à calma e tranquilidade assinalada pela Lua taurina associa-se um prazer por mais actividade e novidades, uma vez que Vénus é uma recém chegada a Carneiro, valorizando mais agitação e acção. De certa forma é a antecipação do Domingo, uma vez que durante a madrugada a Lua transita para Gémeos e vai fazer trígono a Marte; oh sim, esta é uma dupla que fala de movimento, de acções, de comunicação, de passeios e voltinhas domingueiras. Nada que condiga com trabalho e rotinas, porque a Lua em Gémeos dá-nos sede de conversa e activa a curiosidade por mil assuntos diferentes… isto para dizer, que faz quadratura ao nodo norte. Ao longo do dia aqueles aspectos dissipam-se e o que se vai manter é uma quadratura a Neptuno, mostrando como dificilmente seremos capazes de nos concentrar em alguma coisa; dispersão, imaginação exagerada, confusão emocional e/ou sensibilidade ao rubro são emoções que podem ir surgindo. Bem à noite aplica-se também um trígono ao Sol em Aquário; seja o que for que sentirmos estará a apoiar uma vontade de deixar o passado para trás, de nos sentirmos mais livres, com mais capacidade de fazermos o que a nossa própria individualidade nos dita. Inevitável é interrogar-me até que ponto o dia seguinte ao Domingo não terá alguma coisa que ver com este cenário…

Mercúrio em Capricórnio leva-nos a ponderar sobre temas directamente ligados à construção de uma vida bem sólida, segura materialmente, questões profissionais incluídas. Também é certo que a energia de Capricórnio leva-nos a fazer escolhas tradicionalmente consideradas correctas e sensatas; mas há agora um sextil a Vénus em Carneiro (até 10 de Fevereiro) que nos impele a dar valor a novas formas de fazer e pensar. A “tradição já não é o que era” e a verdade é que se nos mantivéssemos sempre agarrados às mesmas formas de olhar o mundo estaríamos talvez a viver em cavernas…. sem fogo, porque quando o fogo surgiu não era o tradicional….

O céu está de facto muito futurista com o Sol em Aquário, que agora faz trígono a Júpiter (até 11 de Fevereiro), canalizando a vontade de futuro para os relacionamentos (todos eles), e sextil a Urano (até 9 de Fevereiro) só para reforçar a vontade de revolucionar tudo e mais alguma coisa, fazer de novo, dar início a novas atitudes, pelo menos isso! No fundo, o que está em causa é um futuro que temos mesmo que preparar, mais alinhado com aquilo que nos trará plenitude e a capacidade de sermos mais livres e independentes, condição essencial para que possamos dar ao mundo os nossos verdadeiros talentos e recursos pessoais, sejam eles quais forem.

Imagem veio daqui

Bom fim de semana!

 

Serviços disponíveis aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 3 de Fevereiro

céuA Lua entrou em Touro marcando uma acalmia emocional e uma necessidade de encontrar estabilidade e pilares seguros sobre os quais assentar a nossa vida. Vai fazer sextil a Neptuno, o que nos trará sensibilidade, intuição e inspiração que podemos utilizar para sentir que passos devem ser dados no sentido de encontrar e/ou consolidar a estabilidade que nos assegura bem-estar. Como nunca nada permanece imutável, também nós mudamos a cada instante, e um trígono a Plutão que vai aplicar-se mais ao fim da tarde, ajuda a que transformações possam ocorrer nas nossas reacções habituais, permitindo talvez importantes reformulações na imagem que fazemos de nós mesmos. O final do dia vai trazer também a quadratura ao Sol que marca a entrada em quarto crescente; um possível atrito entre o impulso para nos mantermos apegados aquilo que consideramos ser estável e a vontade de largar tudo o que conhecemos e definitivamente olharmos o futuro com uma visão radicalmente diferente. O símbolo Sabiano onde ocorreu a Lua nova falava de uma bandeira que se transformava em águia; queremos continuar presos ao mastro ou queremos ser livres de voar por onde nos apetece? Aproveitámos os últimos dias para cortar as cordas mentais que nos seguram… ou seguravam?

Se não foi o caso, nada está perdido! A verdade é que mesmo para quem está pronto para ser águia, teve que aguentar um “emperramento” para pôr a andar decisões novas. Isto estava visível numa semiquadratura do Sol em Aquário a Vénus em Peixes; por um lado, a vontade de inovar encalhava naquilo a que dávamos importância, por outro a valorização pela negativa da energia de Peixes (vitimização, passividade, dificuldade em encarar a realidade, melancolias para todos os gostos, etc) impedia que novas vontades surgissem. Mas, como não há “bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe” eis que a malvada semiquadratura vai hoje à viola! Mais…. Vénus vai entrar em Carneiro e com esta transição, a valorização do que é novo e pronto a iniciar-se fica actual. Também é verdade que daqui por um mês vai ficar retrógrada e vamos rever valores, nomeadamente vai reentrar alguns graus em Peixes; mas por agora é mesmo altura de iniciar o que estiver “mais à mão”.

Imagem veio daqui e sugeriu-me a pergunta: já que Vénus entra em Carneiro, e Vénus está relacionada a beleza e arte, que tal dar um novo colorido à vida, hein?

Boa Sexta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 2 de Fevereiro

céuA Lua segue em Carneiro, assinalando como agir nos nossos projectos nos dá uma sensação de bem estar e segurança. Mas uma quadratura a Mercúrio dispersa a atenção e uma parte desta dispersão pode estar ligada à oposição a Júpiter, que nos solicita para assuntos directamente ligados aos outros; vale-nos um trígono a Saturno que tem a capacidade de nos dar estrutura emocional para lidarmos com as circunstâncias. A maior exigência está na manhã, nomeadamente porque Mercúrio está nos momentos finais da quadratura a Júpiter; podemos ser alvo de uma “avalanche” de pensamentos e/ou necessidade de comunicação sendo isto a origem da dispersão indicada ali em cima. Teremos oportunidade de serenar durante a tarde, e gradualmente sentiremos mais energia e possibilidade de foco nos nossos objectivos.

É natural que os acontecimentos dos últimos dias, nos tenham revelado com mais evidência que valores nos servem e quais os que nos atrapalham. Será que não andamos a dar importância a ninharias? Será que não andamos a valorizar aquilo que nos pode atrofiar ao invés de fazer crescer no verdadeiro sentido da palavra? Hoje e amanhã um quintil de Vénus a Plutão mostra como há condições especiais e únicas de darmos curso à metamorfose desses valores que se mostram inadequados. Curiosamente, Vénus prepara-se para sair de Peixes e entrar em Carneiro; é o tempo para finalizarmos de facto e inequivocamente detalhes na nossa estrutura de valores!

Imagem veio daqui

Boa Quinta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 1 de Fevereiro

céuA Lua transita por Carneiro e faz sextil ao Sol em Aquário. Todos queremos um futuro mais feliz, próspero, onde as relações com os outros sejam correctas e equilibradas, onde todos possam expressar livremente quem são verdadeiramente, o que gostam ou não, o que querem ou não. Hoje não só queremos, como de facto sentimos necessidade de acção, ou para levarmos os nossos objectivos em frente, ou para corrigirmos o que não permite que avancem. A partir do meio da tarde vai desenvolver-se uma quadratura a Plutão e mais pelo início da noite a conjunção a Urano faz-se sentir igualmente; estes aspectos podem ser origem de profunda insatisfação, irritação, frustração, acima de tudo se não for aceite a atitude de desapego de ideias e conceitos propostos pela quadratura de Mercúrio a Urano, que terminou hoje de madrugada. Uma certa forma de encarar a vida pode ter feito parte da nossa própria realidade, mas chegou a hora de novas atitudes e formas de pensar; aceitando que assim é, deixando ir o que já não traz proveito, a quadratura é, não fonte de incómodo, mas força motriz para continuarmos as transformações naturais inerentes a estarmos vivos. Neste caso a conjunção a Urano é mais uma oportunidade de deixar entrar o que é novo com o nosso consentimento, e não de forma forçada e/ou abrupta.

Mercúrio tem sido uma autêntica estrela por estes dias, já que foi alvo das quadraturas a Urano e Júpiter; a primeira já se foi, já mostrou o que havia para saber e/ou compreender. Aceitar o que chegou traz alívio, bem estar emocional, e de certa forma a resolução imediata da quadratura a Júpiter, isto é, abre as portas a relacionamentos mais equilibrados, verdadeiros, fonte de crescimento positivo para todos os envolvidos. Nunca é de mais frisar que quando se fala em relacionamentos, são todos, mais pessoais ou mais impessoais, profissionais ou quaisquer outras classificações habituais. Aceitar não significa resignação, se o que está em causa não nos satisfaz; significa pacificação com as circunstâncias e a partir desse patamar agir de modo a descortinar novas formas de criar uma realidade diferente, mais a nosso contento, com consciência de que só nos podemos mudar a nós mesmos, não aos outros.

Imagem veio daqui

Boa Quarta-feira!

 

Serviços disponíveis aqui

 

Share Button