Sobre os Nodos da Lua

orbita_terra_lua_2Em qualquer mapa astral existem sempre dois pontos importantes a levar em linha de conta, os designados nodos da Lua. São pontos abstractos que resultam da intersecção do plano que contém o Sol e a Lua (a elíptica), com o plano que contém a Lua e a Terra. Quando a Lua cruza a elíptica e segue em direcção ao norte terrestre marca o nodo norte, e marca o nodo sul na situação contrária. O nodo norte indica que tipo de comportamentos e atitudes devemos escolher desenvolver para ultrapassar dificuldades, crescer, superar padrões; o nodo sul pelo contrário mostra o que nos pode bloquear, impedir a nossa natural evolução se não libertarmos.

A larga maioria das pessoas não sabe quais os nodos presentes no seu próprio mapa, mas de qualquer maneira acabamos sempre por nos confrontarmos com eventos que nos forçam a seguir o rumo traçado pela nossa própria consciência. Habitualmente antes dos 30 anos vive-se sobretudo à boa e velha maneira do nodo sul. Depois gradualmente, ou nem tanto, vamos começando a ser dirigidos, mesmo sem termos consciência do que se possa passar. Podemos vir a viver circunstâncias que repudiamos, assustadoras, desafiadoras, frustrantes, cansativas, mas o propósito é sempre fazer correcções ao caminho. Mesmo que tenhamos oportunidade de conhecer bem cedo o nosso nodo norte, ele vai ser sempre exigente, porque essencialmente estamos a aprendê-lo, só isso!

Depois, para além do nosso nodo norte pessoal, temos outra indicação importante no nodo norte em trânsito, isto é, no nodo norte presente em cada momento. Os vários planetas que constituem o Zodíaco, percorrem-no, cada um à sua própria velocidade, signo a signo, no sentido contrário aos ponteiros do relógio.  Os nodos seguem no sentido horário e permanecem em cada signo aproximadamente 18 meses. Presentemente o nodo norte em trânsito, está em Virgem, onde entrou em Novembro de 2015 e onde vai permanecer até Maio de 2017. E se por agora o nodo norte está em Virgem, o nodo sul está em Peixes. Portanto, para garantirmos um futuro sorridente, deveremos desenvolver a energia de Virgem e afastarmo-nos de resíduos do passado ligados à energia de Peixes, independentemente de quais forem os nossos nodos pessoais (que idealmente devem também ser trabalhados).

Para esta informação ser de utilidade geral tem que ser facilmente compreendida e nada melhor que umas simples palavras chave. Cá vamos então:

Da energia de Virgem vamos desenvolver: capacidade de ajudar os outros, capacidade de análise, consciência da importância da saúde o que nos leva automaticamente para opções mais saudáveis, acções conscienciosas, capacidade de estabelecer ordem, ser eficiente, agir metodicamente, ser discriminativo, ser produtivo, ser organizado, ser pragmático, ser estudioso e trabalhador, ser humilde q.b.

Da energia de Peixes vamos querer manter bem distante: tendência à confusão, à ilusão, a sentimentos de vitimização, atitudes de escape como por exemplo adições, indolência, pouco sentido prático, irrealismo, megalomania, tendência a melancolia, dispersão

Mesmo os mais confusos e desorganizados ainda vão a tempo de remediar o caso!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Lua nova de Escorpião, Outubro 2016

lua-novaLua nova de Escorpião, 30 de Outubro, 17.38h

Com a Lua nova em Escorpião, inicia-se um ciclo cujo objectivo pode ser a partilha com os outros daquilo que temos e mais valorizamos, que damos pelo puro prazer de dar, mas cujo efeito é inevitavelmente também o receber, nem que seja a satisfação de ter dado. Damos os recursos que temos de sobra, os talentos, os saberes, podemos dar materialmente, mas a carga emocional é sempre a mais importante, no fundo uma troca energética com algum poder de transformar as nossas vidas. Partilhar com genuína generosidade, transforma-nos em pessoas melhores, e indirectamente abre-nos ao poder pessoal que todos temos quando perdemos medos e necessidades de excessiva protecção em relação aos outros.

Somos uma humanidade ainda imatura contudo, e muitas vezes não existe de facto partilha verdadeira. Em grande medida as nossas motivações estão ainda muito ligadas a instintos primários de sobrevivência, damos mas a intenção básica é receber aquilo que julgamos precisar e não temos como obter. Recursos, segurança, afectos, todos precisamos mas às vezes ainda acreditamos que é preciso controlar, manipular, subjugar, dominar para não sermos “engolidos pelo inimigo”. Em determinados grupos humanos isto é ainda muito literal; noutros mais sofisticados, educados, supostamente civilizados os mesmos impulsos podem existir mas mais dissimulados e escondidos, menos assumidos, até desconhecidos, mas igualmente perigosos e castradores.

Apesar de tudo, há formas de irmos descobrindo e revelando estas motivações, que podem ser eliminadas pela força da nossa vontade consciente e informada. Os relacionamentos são uma das vias que nos ajudam a compreender que motivos são os nossos, e os relacionamentos mais próximos e íntimos estreitam mais ainda esta capacidade de nos mostrarem esta realidade. Neste contexto, intimidade tem que ser entendida como algo muito para lá da intimidade física presente em qualquer relacionamento entre parceiros amorosos, por exemplo. Partilhamos a nossa intimidade mais verdadeira e profunda sempre que nos ligamos aos outros através de áreas importantes da nossa vida. E o que estas relações nos devolvem mostram exactamente aspectos que existem em nós; se treinarmos o nosso olhar mesmo sem gostarmos do que vemos, vamos conseguir identificar o que é comum, e desta forma temos oportunidade de nos conhecer um pouco melhor e optar por uma versão mais actual, mais humana, mais compreensiva. Qualquer dificuldade que possamos sentir, aponta algo a ser reconhecido, para depois ser libertado, transformado ou trabalhado de alguma maneira.

O símbolo Sabiano onde a Lua nova acontece é:

O brilho da Lua atravessando um lago

A imagem deste símbolo invoca tranquilidade, serenidade e parece-me que nos indica que este será um ciclo em que, à medida que se vai desenvolvendo, nos proporcionará a possibilidade de atingirmos tal estado de espírito. Assim sendo, podemos partir do princípio que vamos ter a capacidade de detectar atributos em nós que estão ultrapassados, enquanto vamos partilhando os vários aspectos da nossa vida com os outros. Mercúrio como símbolo da mente concreta que processa a informação, quer chegue do ambiente exterior quer do nosso próprio interior, tem essa incumbência. Está em Escorpião, faz sextil a Plutão, e o que temos aqui é uma perspicácia apuradíssima, uma profundidade de compreensão que vai mais longe do que as aparências indicam. E este processo detectivesco de descobrir o que há para ser transformado, ou eliminado, segue a par e passo com o poder de dar uma reviravolta em concepções mentais em vigor até ao presente, acerca de como devemos ou não proceder para salvaguardar os nossos mais legítimos interesses.

A Lua nova faz trígono a Neptuno e neste aspecto há uma promessa de transcendência de aspectos contrários à partilha intensa, verdadeira e transformadora entre nós e os outros. A Lua faz conjunção a Mercúrio e o contacto estreito das emoções como a mente permite-nos desde logo comunicarmos facilmente o que sentimos, o que sentimos está intimamente ligado ao que a mente percepciona.

Plutão, por ser um dos regentes de Escorpião, é directamente interessado em como se irá desenvolver esta lunação. Está em Capricórnio, transformando profundamente alguma área específica da vida de cada um de nós, em alguns casos desafiando literalmente o senso de estabilidade e segurança. Portanto, temos que nesta lunação intenções de partilha profunda com os outros vão de alguma maneira ajudar a que essas transformações continuem a ocorrer, trazendo um pouco mais de tranquilidade, se nos lembrarmos do símbolo.

Mas, já desde a última Lua cheia, que em Plutão estava concentrada uma energia/tensão importante uma vez que fazia duas quadraturas, uma a Urano em Carneiro e outra a Júpiter em Balança. Estes aspectos mantêm-se e mostram que as transformações a que devemos aderir não prosseguem se não assumirmos novas formas de agir para conquistarmos independência, para seguirmos rumo aos nossos objectivos, nem sem nos abrirmos às aprendizagens que chegam pela via dos relacionamentos, que trazem também oportunidades de crescimento. Este trio vai manter-se na ribalta até ao fim deste ciclo, e vamos ter que responder a todas estas dinâmicas se queremos acabar este ciclo, calmamente a usufruir a fantástica imagem de um luar reflectido num lago! Uma ajuda inestimável é-nos oferecida por Vénus em Sagitário em trígono a Urano; ela está a dar valor a novos estilos de vida, inovadores, futuristas, com mais liberdade e independência dos padrões culturais/sociais/religiosos/filosóficos defendidos pelo sistema, mais éticos igualmente!  Porque o que está em baixo é como o que está em cima, connosco passa-se o mesmo!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 28 de Outubro

ceuA Lua em Balança atinge a conjunção a Júpiter, marca a necessidade de expansão através dos vários relacionamentos, de atingirmos novos patamares de existência, de escolhermos uma via de maior fé e confiança na vida. Faz sextil a Vénus e a Saturno, aspectos que indicam uma sensação gratificante à medida que criamos a realidade intimamente conectada à nossa verdade pessoal, interna, fruto exclusivo das nossas convicções. A par destes aspectos aplica-se também uma quadratura a Plutão, e pelo fim da tarde surge uma oposição a Urano e outra quadratura a Marte; o resultado mais positivo pode ser um impulso tremendo para novas atitudes, uma força poderosa para rompermos com padrões emocionais/comportamentais que há muito pedem transformações.

Para acrescentar mais “achas à fogueira” do final do dia, a quadratura de Marte a Urano está mesmo a atingir o culminar; é na próxima madrugada, mas tão perto do fim vamos ter oportunidade de a sentir uma energia com um impulso fortíssimo para nos pôr de vez a agir de formas nunca vistas. Como sempre, por aqui “debaixo do Sol” tudo pode ser vivido de forma mais positiva ou mais negativa; por isso há condições para “acções terroristas” ou atitudes maravilhosamente, revolucionariamente libertadoras!

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/291256300877536839/

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 27 de Outubro

ceuA Lua ainda vai continuar em Virgem até perto das 15.00h, altura em que entra em Balança; portanto uma tendência para nos focarmos em trabalho e rotinas permite-nos ultimar tarefas para mais tarde podermos relaxar, tornarmo-nos mais sociáveis, abertos aos outros. Pelo fim da tarde começa em aproximação uma conjunção a Júpiter; para a grande maioria de nós, é a altura em que são as relações familiares as grandes protagonistas, e simultaneamente as grandes fontes de aprendizagem, sejam estas mais fáceis e agradáveis, ou mais difíceis e desafiadoras.

O Sol em Escorpião pede-nos de facto que nos relacionemos, que usemos as nossas relações como pontes para nos transformarmos em pessoas melhores… porque francamente para sermos piores mais vale estar quietos 🙂 🙂 … No entanto há tantos elementos escondidos no nosso inconsciente que nos pregam rasteiras, e dificultam relações harmoniosas. Diz-se que todas as emoções se podem resumir em dois pólos, as que surgem do medo e as que surgem do amor; depois para complicar, o conceito de amor é frequentemente mal interpretado e muitas vezes é mais medo de ficarmos sozinhos do que outra coisa! E lá caimos com o nariz no medo, que quer queiramos quer não, é uma gigantesca fonte de motivações várias, das quais não temos real consciência! Mas quem sabe hoje é um bom dia para ficarmos mais atentos e despertos!

Sol e Mercúrio fundem-se em Escorpião; mente e propósito tornam-se um só, sugerem-nos que procuremos entender o que nos motiva, que medos nos dirigem, que muros levantamos aos outros, por medo, que batalhas travamos, por medo, o que defendemos com unhas e dentes, por medo. Estão em Escorpião onde a capacidade de investigar todas as questões é profunda, a mente está perspicaz e obsessivamente quer saber. Entretanto Sol e Mercúrio fazem trígono a Neptuno, disponível e preparado para dissolver, fazer-nos transcender tudo o que não surja do amor… aliás, Amor Incondicional, é mais apropriado e verdadeiro com as reais funções de Neptuno!

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Sol trígono a Neptuno até 1 de Novembro – Mercúrio trígono a Neptuno até 30 de Outubro

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/512284526341750933/

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 26 de Outubro

ceuA Lua continua em Virgem e começamos o dia perto no culminar do trígono a Plutão que se iniciou ontem; nada permanece, tudo se transforma a cada momento, e Plutão em Capricórnio tem esta função muito especialmente em algum sector da nossa vida, que induz em nós as mudanças necessárias à nossa própria evolução. A Lua em Virgem facilita implementarmos procedimentos que nos tornem mais eficazes, organizados, saudáveis e o fantástico é que quando fazemos isto estamos a fluir com as transformações que Plutão nos pede. Hoje é um trígono a Marte que se vai manter até ao final da tarde, e por isso energia para continuarmos a manifestar a energia de Virgem está disponível para quem quiser agarrá-la.

Ontem terminou a quadratura de Vénus em Sagitário a Neptuno em Peixes e deu-nos uma oportunidade para ajustar-nos valores e ideais; enquanto reflectia sobre isto, coloquei-me a seguinte pergunta: a que é que dou tanto valor que me lixa os sonhos (pelo menos os sonhos mais imediatos…)? Bingo! Resposta imediata! Façam a mesma pergunta para vocês próprios, e vejam o que aparece (Mercúrio em Escorpião é uma ajuda preciosa neste momento). Continuando em Vénus… depois de valores ajustados, hoje termina o sextil a Júpiter em Balança; isto pode significar que o crescimento através dos relacionamentos a que estamos sujeitos, teve um papel importante na tomada de consciência que a quadratura pedia, e/ou que os nossos relacionamentos vão beneficiar deste ajuste, e/ou foi um ajuste que permite a entrada de mais equilíbrio e harmonia na nossa vida. E vai-se manter a conjunção de Vénus a Saturno o que é fantástico, porque a nossa estrutura de valores afinada, vai permitir-nos criar uma realidade mais afinada também, mais verdadeira e com mais capacidade de expansão.

Marte, o tal que vai ajudar-nos a ter energia durante o dia, está em Capricórnio (temos mesmo a ambição de conseguir aquela meta tão desejada…) e faz quadratura a Urano; sentimos a pressão/energia/impulso para agirmos de maneira inovadora mas precisamos talvez estar precavidos pois podemos reagir intempestivamente se alguma coisa nos contrariar.

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Vénus conjunção a Saturno até 30 de Outubro – Marte em quadratura a Urano até 29 de Outubro

A imagem sugere-me organização colorida 🙂 e veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/189432728056235252/ 

Boa Quarta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 25 de Outubro

ceuA Lua segue agora por Virgem, fazendo-nos sentir a importância das rotinas eficazes e organizadas, saudáveis também; Júpiter foi responsável por crescimento nesta área de vida durante cerca de um ano, estaremos mais “adultos e maduros”, mas o nodo norte vai continuar por aqui até Maio de 2017 e podemos ter a certeza que são aquelas características que permitem de momento ir ultrapassando obstáculos, dificuldades e abrindo caminho para uma vida mais gratificante e feliz.

Faz quadratura a Vénus, oposição a Neptuno e quadratura a Saturno; se há uma necessidade de ordem e rigor, o que nos dá uma sensação de prazer e satisfação está fora do nosso alcance imediato, e a realidade com todas os seus constrangimentos, limites e dificuldades impõe-se. O resultado pode ser um sentimento de insatisfação, que não é inevitável, bastando irmos ajustando o que vamos sentindo com o que valorizamos e com a realidade que temos de momento, tendo em consideração que os ideais de perfeição são irreais, a imperfeição do dia-a-dia é fundamental para a nossa evolução, e em última análise para a evolução de todo o planeta. Pelo final da tarde aparece um trígono a Plutão e traz uma capacidade de regeneração emocional, transformação de emoções, metamorfose da imagem que fazemos de nós próprios.

Isto acontece num dia em que a quadratura de Vénus a Neptuno está pertinho de alcançar o aspecto exacto, que será na próxima madrugada. Podemos reflectir sobre como encaixar o que valorizamos nos ideais que temos, e vamos percebendo o que temos para ajustar; as emoções vão ajudar. Provavelmente será possível encontrar detalhes em conflito, e são esses detalhes que pedem ajustes. As circunstâncias podem encarregam-se de nos dar pistas.

Mercúrio em Escorpião dá-nos uma boa capacidade de pesquisar a fundo estas questões. Faz quintil a Plutão hoje e amanhã, e trígono a Neptuno; o quintil diz-nos que há condições únicas de transformação na forma de pensar e de comunicar, enquanto a ligação a Neptuno permite inspiração por um lado, e por outro dissolução de formas de pensamento obsoletas, inoportunas. Mercúrio está em conjunção ao Sol, que por sua vez também faz quintil a Plutão (este aspecto foi abordado ontem) e também está em trígono a Neptuno. O que isto quer dizer é que temos uma mente brilhante, fusão entre os pensamentos e os propósitos, e tudo isto simultaneamente em transformação inspirada e capacidade de transcendência daquilo que deixou de ter préstimo!

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Sol em conjunção a Mercúrio até 27 de Outubro – Sol em trígono a Neptuno até 1 de Novembro – Mercúrio em trígono a Neptuno até 30 de Outubro

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/334392341057898337/

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 24 de Outubro

ceuAté meio da tarde podemos estar maioritariamente centrados em nós próprios, com a Lua em Leão fazendo trígono a Urano durante a manhã. As condições propiciam a que nos recriemos de novo, e claro que uma boa fonte de inspiração são os últimos acontecimentos na nossa própria vida. Estamos em quarto minguante e sobretudo é-nos pedido que libertemos o que não nos serve, e que ocupa espaço para o que pode entrar de novo; não são coisas nem pessoas aquilo que ocupa espaço, antes padrões energéticos que nos forçam a determinados comportamentos, atitudes, reacções. Depois, do meio da tarde para a frente, aplica-se um sextil a Mercúrio, que de Balança vai entrar em Escorpião; uma maior capacidade de dar atenção aos outros vai-se sentindo, talvez agora de uma outra forma mais actual, se a ligação a Urano for bem aproveitada. Se isto suceder, todos ficam a ganhar.

Voltando a Mercúrio, ele vai entrar em Escorpião já bem ao fim do dia, e por lá ficar até 12 de Novembro. A nossa capacidade mental vai aprofundar-se e nós teremos mais facilidade de ir bem ao fundo das questões que precisamos compreender; mais fácil será também mantermo-nos focados e concentrados em metas específicas. Entretanto Marte em Capricórnio, como regente de Escorpião, vai aproveitar desta circunstância agindo da mesma forma, com foco e concentração. Pelo meio vamos ficar atentos para não nos tornarmos obcecados com o que nos está a motivar, nem controladores!

Aquilo que nos motiva está em larga medida na base de como estabelecemos a vontade, os nossos propósitos; hoje e amanhã o Sol faz quintil a Plutão e por isso, há um “clima único” que pode transformar algumas das nossas vontades, ou podemos nós conseguir finalmente ver “aquela transformação”, para a qual temos vindo a canalizar energia, com pernas para andar.

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/365776800968424897/

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim-de-semana de 22 e 23 de Outubro

ceuSábado começa com a Lua em Caranguejo em quadratura a Mercúrio em Balança; as reflexões acerca de como podemos nos relacionar mais equilibradamente com aqueles que fazem parte da nossa vida, devem levar em consideração que em última análise é a imagem própria que alimentamos, com as suas reacções e impulsos habituais, que deve ser alvo de compreensão e ajustes. Para além deste aspecto que dura apenas durante a manhã, vai estar em aproximação a quadratura ao Sol, que irá ajudar a percebermos melhor este tema, até porque o Sol está também em Balança ocupado com propósitos que envolvem os outros. Já à noite, a Lua entra em Leão, e oficialmente entramos também em quarto minguante, um período que facilita eliminarmos de nós mesmos, aquilo que não nos traz qualquer tipo de bem-estar, e que entretanto fomos tomando consciência. A partir do meio da tarde podemos contar com um aumento de boa disposição e optimismo, enquanto um trígono a Vénus em Sagitário se vai estreitando; depois que a Lua entrar em Leão há a possibilidade deste estado de espírito se tornar mais perceptível ainda.

No Domingo a Lua faz sextil a Júpiter e trígono a Saturno; com uma maior necessidade de atrairmos as atenções os relacionamentos tornam-se mais apetecíveis e são simultaneamente fonte de aprendizagens, subtis talvez, mas importantes. Tão importantes quanto o poder que têm de nos dar pistas acerca de quem somos, de quem queremos ser, de como queremos dar forma à nossa vida; e dar forma à vida é tarefa de Saturno que vai estar praticamente todo o dia em trígono à Lua. Portanto, através do que sentimos vamos fazendo opções que vão concretizando determinadas circunstâncias, e com Saturno provavelmente as opções são mais conservadoras e tradicionais. Eis porém que Urano começa a desempenhar também o seu papel, faz trígono à Lua já pela noite fora, e nós teremos mais facilidade de adoptar novas atitudes, novas opções, o que trará novas circunstâncias. Isto é para treinarmos Domingo à noite, porque aplicar em pleno já só durante a manhã de Segunda-feira; mas isto fica para depois!

Por agora vamos olhar para o Sol, escondido por entre as nuvens aqui pela Floresta,talvez para não destoar do que vai acontecer! E o que vai acontecer é que na madrugada de Domingo vai mergulhar nas profundezas de Escorpião; vamos entra num período em que o que está oculto, em níveis inconscientes muito profundos, vai ter o olhar brilhante do rei Sol. E nós vamos ter mais facilidade em escavar fundo, ganhar coragem de enfrentar o que nos faz medo, causa repulsa, não queremos ver nem aceitar, tanto mais difícil quanto está em nós mesmos! Mas verdade verdadinha é que todos temos as nossas teias de aranha, em grande medida criadas por pura necessidade de sobrevivência, patamar no qual toda a humanidade tem existido, excepção feita a alguns iluminados que foram existindo. Por isso, sem dramas, é preferível dispormo-nos a investigar fundo o que guardamos dessa “estranha forma de vida”, eliminarmos esses resíduos arcaicos, e passarmos para outro patamar.

Sol e Mercúrio estão em conjunção, e o aspecto exacto vai ocorrer em Escorpião; retira-se daqui que os nossos pensamentos estarão a colaborar para este processo. Se por enquanto é o nível mais visível e social das relações que nos traz entendimento, posteriormente este entendimento virá daquilo que nos liga mais intimamente aos outros, sejam questões emocionais, físicas, de recursos financeiros, de como exercemos o nosso poder, ou de como controlamos para não o perder, ou para finalmente o adquirirmos! Para vivermos mais plenamente precisamos abandonar a necessidade de funcionarmos em “modo sobrevivência”. Com o Sol e Mercúrio em Escorpião está na hora de nos dedicarmos a estes assuntos.

Marte em Capricórnio pode ser um elemento a partir do qual retirar informações importantes. Este posicionamento de Marte impele-nos a agir com a ambição de atingirmos as nossas próprias metas; paradoxalmente, quando se age em “modo sobrevivência” perdem-se muitas vezes oportunidades de as atingirmos, pelo menos da forma mais fácil e gratificante. Quantas vezes no passado, depois de conquistadas as metas, não era necessário construir muralhas de protecção para manter o que tanto tinha custado construir! Mas quantas vezes estas muralhas nos tornaram prisioneiros? Marte está em quadratura a Urano, e os dois pedem-nos simultaneamente acção para atingirmos objectivos, mas também novas posturas nestas acções. Está em declínio a necessidade de guerrear, de defender território com unhas e dentes, embora olhando o mundo possa não parecer! Mas nem sempre o que parece é! Este aspecto traz-nos tensão, e pode criar a possibilidade de nos fazer “saltar a tampa” em determinadas ocasiões. Essas ocasiões servem para pararmos e analisarmos o que se passou! Vamos reparar que estamos a defender os nossos interesses, o que é válido e desejável, mas à velha maneira! E podemos optar, até certo ponto temos livre arbítrio! Será fácil? Talvez nem sempre, mas temos que encontrar novas soluções, mais equilibradas, mais justas para todos; são, afinal de contas, as aprendizagens de Júpiter em Balança!

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Sol em conjunção a Mercúrio até 27 de Outubro – Marte em quadratura a Urano até 29 de Outubro

A imagem sugeriu-me o Sol a iluminar as catacumbas (Escorpião) das muralhas de protecção que ainda mantemos. Veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/360147301434447938/

Bom fim-de-semana!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 21 de Outubro

ceuCom a Lua em Caranguejo os assuntos ligados aos cuidados à casa e à família ganham relevo, reagimos com mais sensibilidade, estamos mais intuitivos; faz uma oposição a Marte e a Plutão, aspectos que nos impelem a agir e a transformar algum aspecto de nós mesmos. A percepção da necessidade de transformação pode chegar por via do exterior que impõe alguma circunstância, ou por memórias que surgem; a Lua também é uma ponte para o passado e a ligação a Plutão intensifica esta condição. A recente oposição de Urano a Mercúrio activou a mente, e é possível que memórias correspondentes surjam, mostrando o que pode haver para transformar. A tensão das oposições altera a tranquilidade que poderíamos desejar, mas também dá energia para fazermos o que precisa ser feito. Depois, pelo fim da tarde, aplica-se uma quadratura a Urano que nos pede ruptura com o passado… e oh, se a Lua se sente confortável no passado! … e caminho aberto para novas atitudes, coragem para novas posturas que nos garantam mais liberdade, mais independência. Podemos estar mais impulsivos, mais agitados, não podemos é ficar agarrados às mesmas reacções de sempre.

Vénus em Sagitário é uma fonte de optimismo e confiança; faz agora sextil a Júpiter e conjunção a Saturno. Júpiter, regente de Sagitário, beneficia por isso directamente destas “boas vibrações”, e porque está em Balança, podemos esperar o mesmo dos nossos relacionamentos, pelo menos da maioria. A quadratura a Neptuno acrescenta uma dimensão de sonhos e de ideais que podem não passar de fantasias, mas a conjunção a Saturno vai refrear tendências irrealistas e pelo contrário, trazer a capacidade de sonharmos com os pés assentes na terra, que é a de facto, a forma de atingirmos os sonhos ambicionados.

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Vénus quadratura a Neptuno até 26 de Outubro – Vénus sextil a Júpiter até 26 de Outubro – Vénus conjunção a Saturno até 30 de Outubro

Com Vénus em Sagitário fica mais fácil valorizar a tremenda aventura que é a Vida! Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/14918242488576537/

Boa Sexta-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 20 de Outubro

ceuA Lua vai manter-se por Gémeos até meio da tarde e faz trígono ao Sol; continua portanto um estado de espírito que nos impulsiona para a comunicação e os diversos géneros de relacionamentos que fazem parte da nossa vida. Depois entra em Caranguejo e uma necessidade de maior aconchego e recolhimento vai tomando conta de nós. Pelo inicio da noite aplicam-se uma quadratura a Júpiter e um trígono a Neptuno; os relacionamentos sociais tornam-se um desafio, o ambiente caseiro e familiar é mais apelativo e cresce a sensibilidade, a intuição também.

O Sol em Balança faz uma semiquadratura a Saturno em Sagitário e tentar assumir algumas responsabilidades é tarefa improvável, o que aliás já ontem pode ter acontecido; este aspecto implica frustração das nossas intenções e o mais sensato é simplesmente aprender a arte refinada da paciência! Nem será demasiado difícil, já que apenas hoje teremos esta situação. Apesar de não valer a pena alimentarmos expectativas em relação a este assunto, não perdemos nada em continuarmos atentos à quadratura de Vénus a Neptuno que nos irá acompanhar durante mais seis dias, já que ela tem o condão de nos fazer sentir demasiado optimistas, sonhadores e em menos de nada estamos fora da realidade nos momentos mais inoportunos.

Há momentos para tudo, para dar espaço ao sonho e para dar espaço ao concreto e palpável; a verdade é que a concretização da realidade material está a caminhar a par e passo com o nosso crescimento como pessoas, através das relações que vamos estabelecendo, o que é mostrado inequivocamente por um sextil de Júpiter a Saturno. E mesmo aqueles aspectos que menos nos satisfazem nos nossos relacionamentos, são importantes fontes de entendimento daquilo que é a nossa verdade pessoal, o que são as nossas crenças, as nossas convicções. Ora estas crenças e convicções, devem ser os pilares da  realidade concreta que estamos a materializar a todo o instante. Quando assumimos responsabilidades em sintonia com estas crenças estamos a fazer exactamente o mesmo. No fundo trata-se de sermos verdadeiros connosco mesmos, e se isto é sempre importante, mais importante é agora e nos próximos tempos.

Duração dos aspectos mais prolongados, mencionados nesta publicação: Vénus quadratura a Neptuno até 26 de Outubro – Júpiter sextil a Saturno até 28 de Dezembro

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/317574211193467637/

Boa Quinta-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button