Céu astrológico para Terça-feira 20 de Setembro

ceuA Lua segue em Touro, deixa-nos livres para cuidarmos pacientemente dos assuntos da nossa própria existência material, trabalharmos o nosso senso de valor próprio, darmos atenção ao nosso corpo para que ele nos devolva saúde e prazer. Pelo fim da tarde, um trígono ao Sol em Virgem traz a possibilidade de aumentarmos a sensação de paz e bem-estar, já que a vontade de ver a vida prática melhorada está em perfeita sintonia com a nossa procura espontânea de tranquilidade e harmonia.

O tema da nossa relação com a realidade material continua em evidência pelo quintil do Sol a Saturno. Há possibilidades únicas de, através da criação de rotinas eficientes, saudáveis, conseguirmos ver novos estilos de vida que se vão materializando no dia a dia, estilos de vida estes, que são fruto das nossas convicções actuais.

Mercúrio em Virgem, a cerca de 48 horas do retorno ao movimento directo, atinge o trígono exacto a Plutão, e nós a capacidade máxima de compreendermos, se é que ainda não o fizemos, o que nos tem impedido de ver reais melhorias na nossa vida. Vale a pena estarmos atentos a pensamentos e ideias que possam rondar a mente….

Imagem é de um campo de arroz e veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/40321359141214630/

Boa Terça-feira!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira dia 19 de Setembro

ceuA Lua já está em Touro e faz trígono a Mercúrio, sextil a Neptuno e trígono a Plutão. Este é um  período para dar atenção aos assuntos materiais da vida, à procura de conforto e prazer, à valorização dos nossos próprios recursos e talentos; este estado de espírito segue bem de acordo com os processos mentais de Mercúrio retrógrado em Virgem, agora já perto do fim das reavaliações a que os procedimentos habituais das nossas rotinas diárias têm estado sujeitas. A ligação a Neptuno “tempera” o dia com sensibilidade, imaginação, e pela “mão” de Plutão chega-nos força emocional e capacidade de transformação interior.

Entre o Sol e Saturno vai surgir durante o dia um biquintil, indicando como durante dois dias vamos ter condições únicas de criatividade que nos ajudarão a estabelecer uma realidade mais sólida, mais bem estruturada; porque o Sol está em Virgem, estes processos estarão relacionados com as nossas rotinas diárias, com a forma como as melhoramos, e com a forma como elas podem ajudar a melhorar a nossa própria vida.

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/13862711333006785/

Boa Segunda-feira!

 

Consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para o fim-de-semana de 17 e 18 de Setembro

ceuA Lua já segue agora em Carneiro por onde vai transitar durante todo o fim-de-semana. Começa por fazer trígono a Saturno e quadratura a Plutão no Sábado; segue no Domingo em oposição a Vénus, trígono a Marte conjunção a Urano. Com mais energia e dinamismo começamos hoje o dia assumindo o trabalho que há para fazer, as responsabilidades a que é preciso responder, mas simultaneamente vai crescendo em nós um desejo de ver transformações palpáveis na nossa vida, acompanhado por emoções intensas; Plutão está retrógrado e temos que permitir que essas transformações aconteçam interiormente, na forma como encaramos as situações e como reagimos a elas. No Domingo o tema do dia é o que já foi aflorado na Lua cheia, como equilibrar os nossos interesses com os interesses daqueles que fazem parte das nossas relações. Com a Lua em Carneiro sentimos necessidade de atender aos nossos próprios desejos e objectivos, a ligação a Marte agiliza as atitudes neste sentido, e Urano na jogada acentua a forma como a nossa individualidade quer liberdade para fazer valer as suas próprias escolhas. Mas Vénus em Balança não deixa cair no esquecimentos que somos seres sociais, não vivemos sozinhos e é preciso encontrar pontos de equilíbrios entre nós e os outros.

O Sol e Mercúrio em Virgem e continuam ocupados com detalhes pragmáticos da vida diária. Mercúrio nas revisões finais de como optarmos por procedimentos facilitadores de uma maior organização, enquanto a conjunção do Sol a Júpiter em Balança, toca a consciência de como os outros são também parte importante do processo de aperfeiçoamento da nossa vida.

Imagem de Eli Vokounova

Bom fim-de-semana!

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Lua cheia em Peixes, 16 de Setembro de 2016

ceuLua cheia em Peixes (Lua em Peixes, Sol em Virgem), 16 de Setembro, 20.03 h

Chegámos mais uma vez a meio caminho de uma lunação que começou no primeiro dia de Setembro, em Virgem portanto. A proposta de Virgem é a do aperfeiçoamento contínuo, usando da capacidade de discernimento que permite percebemos o que resulta e o que não resulta, o que facilita e o que dificulta, o que nos torna ou não mais saudáveis, o que agiliza as nossas rotinas diárias. Por esta altura, ou de facto sentimos melhorias na nossa vida, ou senão, há sinais das razões pelas quais não está a ser possível ver melhoramentos. É portanto a altura para fazermos uma análise, e vermos como vai decorrer o resto do ciclo.

O Sol em Virgem faz conjunção a Júpiter em Balança; fala de um estilo de vida ordenado, saudável, abundante, e com relações humanas que proporcionem uma vida equilibrada, plena de harmonia e beleza. Curioso é recordar o símbolo onde se deu a Lua nova: Duas cabeças olhando para fora e para lá das sombras. Esta é a proposta do Sol, que ainda nesta lunação irá entrar em Balança, aumentando o foco nas relações. Seguramente todos aceitamos de muito bom grado, esta sugestão! Mas ainda há muito para fazer!

A Lua em Peixes faz oposição a Júpiter, aspecto que será exacto poucas horas depois da Lua cheia, quando entrar em Carneiro; está sugerido que para alcançarmos os propósitos do Sol, temos claramente que saber equilibrar a forma como procuramos alcançar os nossos objectivos, nomeadamente objectivos que visem organizar a nossa própria vida, com a forma como nos relacionamos com os outros. As horas antes da Lua cheia vão decorrer com uma quadratura da Lua a aplicar-se a Marte em Sagitário. Com as emoções agitadas como vamos reagir perante os outros, perante o que há para fazer, perante as nossas circunstâncias? A maneira como vivermos esta tensão vai indicar-nos como devemos ajustar as nossas reacções, a imagem que fazemos de nós próprios, ou como já conseguimos ter sucesso quando damos forma às nossas opções sem lutas nem necessidade de “defender” território!

O tema da harmonia e equilíbrio que procuramos nos relacionamentos, está realçado pelo facto de Vénus em Balança ser dispositor final de todos os planetas com excepção de Mercúrio e de Neptuno. É como se estivesse incumbida de dirigir as intenções dos seus companheiros, que portanto devem exercer funções segundo as suas directivas.

Entre Vénus, Marte, Júpiter e Urano estão formados aspectos que se “contradizem e complementam” facilitando de certa forma o que é simbolizado por Vénus. Marte faz trígono exacto a Urano e quadratura a Júpiter; bastante energia e motivação para prosseguirmos com os nossos objectivos em frente, acções originais, mas alguma propensão a atitudes demasiado individualistas. No entanto Marte faz sextil com Vénus e há por aqui algum refreamento do individualismo. Entretanto Vénus em Balança é a valorização dos outros, a valorização das relações acima de tudo, a valorização da paz, às vezes a qualquer custo; como está em oposição a Urano está marcada a necessidade de procurarmos novas formas de manter a paz e o equilíbrio dentro dos relacionamentos. No fundo tudo se resume a diminuir o individualismo pela valorização dos outros, e diminuir o excesso de valorização dos outros integrando a dose certa de individualismo.

Se calhar é um boa altura para vermos os símbolos envolvidos…

Lua – A purga do sacerdócio

Sol – Uma bandeira a meia haste

A palavra sacerdócio remete-nos para ambientes religiosos; se pensarmos que as religiões foram desde sempre o meio para o aperfeiçoamento da alma, facilmente percebemos que precisamos purgar as nossas almas de elementos que nos dificultam o tal aperfeiçoamento. Purgamos a alma, fazemos morrer o que nos impede de ter uma vida saudável, ordenada e em equilíbrio com os outros, e em sinal de luto daquilo que tiver que morrer, o Sol coloca a bandeira a meia haste! Simpático!

Vamos voltar um bocadinho atrás. O Sol está em Virgem; aqui fala-se de trabalho, rotinas, eficácia, hábitos saudáveis, tudo muito terra a terra, estamos no domínio da vida prática, do lado material da existência. É com esta qualidade energética que o Sol vai Iluminar a Lua em Peixes, sensível, mística, intuitiva, toda ela mergulhada no lado espiritual. É o lado material da vida que vai ajudar a purgar o lado espiritual? Parece que sim! Estamos mais habituados à ideia de que o contrário é que faz sentido; uma deturpação alimentada durante muitos séculos, esta, de que o lado material é impuro e não se deve imiscuir nos assuntos do espírito. Na realidade a vida material, os aspectos físicos, as rotinas diárias é que são contaminadas por elementos “estranhos” que se abrigam escondidos nas dimensões da alma; é aqui que estão as impurezas, e é aqui que precisamos fazer as purgas. O lado material da nossa existência é apenas a pontinha do iceberg duma realidade mais vasta, cuja maior parte não tem manifestação física; é no sector imaterial que tudo se cria em primeira instância, nomeadamente os “erros” que são depois manifestados como circunstâncias não desejadas na nossa realidade concreta e palpável. Nesta Lua cheia, a Lua está em conjunção muito estreita a Quíron em Peixes, que se relaciona precisamente com uma ferida a necessitar de cura, e resultou da crença na separação do espírito da matéria, do eu e dos outros, do aqui e do ali, do céu e da Terra. Não há separação, e por isso feridas na alma, podem resultar em dificuldades banais que afectam o dia-a-dia rotineiro, que nos impedem de termos uma vida de acordo com o conceito de Virgem, saudável, produtiva e eficaz! Esta conjunção acontece ela própria em conjunção ao nodo sul, isto é, a um passado que todos precisamos erradicar.

Todos temos as nossas purgas pessoais e intransmissíveis, e tudo faz crer que de momentos as que mais estão preparadas para ir embora envolvem-nos a nós e à forma como integramos os outros na nossa vida. Fazendo isso, deixamos Quíron agir, curamos a crença de que estamos separados dos outros, de que podemos olhar para lá das sombras sozinhos. Entenda-se no entanto o seguinte: a nossa ligação a tudo e a todos é energética, é pelo espírito, não é pela matéria. É aqui que reside o busílis!

A Lua nova de Virgem veio com um eclipse solar, em conjunção ao nodo norte; esta Lua cheia traz um eclipse lunar, como acabámos de ver em conjunção ao nodo sul. Os eclipses incrementam mudanças, e deste em particular podemos esperar uma ajuda extra nas purgas necessárias, muito especialmente para quem tiver planetas ou pontos importantes do mapa em aspecto quer à Lua nova quer à Lua cheia.

Mercúrio, tal como o Sol, está em Virgem, retrógrado mais 6 dias, até dia 21. Tem desenvolvido desde o fim de Agosto a revisão de procedimentos, modos de levar a cabo tarefas habituais, sem descurar detalhes importantes, nem esquecer como incluir hábitos mais saudáveis. Um trígono a Plutão intensifica a concentração aplicada nestes processos, a capacidade de compreensão das situações e como introduzir os reajustes eficazes. Os ajustes que a realidade nos exige talvez preocupem, talvez nos cansem mentalmente enquanto procuramos as melhores soluções, indica uma quadratura a Saturno; temos também uma oposição a Neptuno, que usada com critério e discernimento pode ser uma fonte de inspiração, uma forma de suavizar critérios mentais demasiado rígidos e racionais.

Numa lunação que nos pede para ordenarmos, organizarmos a nossa vida, em que a permanência do nodo norte em trânsito faz o mesmo desde finais do ano passado, há agora a oportunidade para eliminarmos, para desapegarmos de pelo menos uma parte daquilo que nos impede de aderir a este propósito.

 

Consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quinta-feira 15 de Setembro

ceuA Lua está agora em Peixes, faz quadratura a Saturno, conjunção a Neptuno e pelo final da tarde oposição a Mercúrio e ao nodo norte. Estamos mais passivos e sensíveis, contemplativos talvez; a ligação a Saturno torna uma autêntico desafio lidarmos com a realidade sólida e material, responsabilidades e obrigações. Em boa verdade, há actividades que saem beneficiadas! Todas as que dependerem de imaginação e inspiração, que se desenvolvam ao ritmo natural  dos envolvidos, sem pressas nem pressões. Tenhamos este tipo de actividade, ou outra qualquer, pelo final da tarde todos vamos ter que encontrar equilíbrio entre o universo imaterial e as tarefas básicas do dia; há mesmo que descer à Terra, até porque nessa altura a quadratura começa a apertar!

Mercúrio faz igualmente quadratura a Saturno, mas aqui o desafio é entre a atenção que devemos dar às reavaliações cujo objectivo é melhorar o nosso dia-a-dia, e a realidade toda ela com as suas múltiplas vertentes. Uma oposição a Neptuno lembra que é necessário fazer pausas, descansar, dar espaço à voz interior que nos pode guiar. No entanto há uma capacidade profunda de compreensão dos problemas e regeneração de conceitos mentais – trígono a Plutão – e ideias criativas e inovadoras podem surgir a qualquer momento facilitadas pelo biquintil a Urano que hoje ainda se mantém.

Temos ainda Vénus em oposição a Urano, Marte em quadratura a Júpiter, e tudo junto pode “embrulhar” o que sentimos, e preparar o cenário para a Lua cheia que não tarda, é já amanhã. Mas por hoje vale a pena dar espaço a Mercúrio, prestar atenção ao que pensamos e tentar aproveitar a ligação a Urano.

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/402509285428183120/

Boa Quinta-feira!

 

Veja as consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Quarta-feira 14 de Setembro

hojeHoje é dia de sacudir o passado. Tivemos um pouco mais de dois meses com o elemento ar inexistente, excepto nos breves dois dias e meio que a Lua atravessava signos ligados a este elemento. Mas agora o cenário energético é outro! Com Vénus e Júpiter em Balança uma maior leveza fez-se sentir, e agora com a Lua em Aquário, fazendo sextil a Marte e a Urano é mesmo altura para largar ideias feitas, crenças e atitudes antigas, lastro que não nos deixa voar.

Mercúrio retrógrado em Virgem está também ligado a Urano por um biquintil, enquanto continua o trígono a Plutão. A mente raios X (pela ligação a Plutão) ganha agora uma capacidade visionária que se projecta no futuro; os pensamentos que nos ocupam não serão propriamente planos para equipamentos de alta tecnologia, o que até estaria de acordo com as predileções de Urano, mas antes reavaliações de procedimentos que podem contribuir para vermos melhorias efectivas do nosso dia-a-dia. O Sol em Virgem olha os mesmo assuntos, e a conjunção a Júpiter que está em Balança, fala de como essas melhorias nos podem trazer bastante mais equilíbrio, harmonia, verdade e liberdade.

A imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/401594491745740174/

Boa Quarta-feira!

 

Veja as consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Terça-feira 13 de Setembro

ceuCom a Lua em Aquário temos um período sociável mas impessoal, mais propício a nos relacionarmos sobretudo com quem sentimos verdadeira afinidade de ideias e opiniões, independentemente de serem relações mais ou menos próximas; será mais fácil tomarmos atitudes diferentes do habitual, e há uma maior capacidade de distanciamento em relação às normas estabelecidas pela sociedade ou pela comunidade a que pertencemos. Um sextil a Saturno, conecta-nos acima de tudo, às responsabilidades que de acordo com as nossas crenças e estilo de vida consideramos indispensáveis, e um trígono a Vénus em Balança vai acentuar a sociabilidade, mas mantendo a nossa individualidade como elemento presente nos relacionamentos.

A quadratura do Sol a Marte chega ao fim, e se a conseguimos aproveitar teremos concretizado algum propósito relacionado com a melhoria do nosso dia-a-dia. Agora começa já a aplicar-se uma conjunção a Júpiter; com o Sol em Virgem não só há a vontade de aperfeiçoar a vida através do trabalho e das rotinas diárias, como há agora uma vontade crescente de horizontes mais vastos, que podem ser alcançados continuando o foco na ordem e disciplina que imprimimos aos nossos dias. Júpiter saiu de Virgem mas continua a ser imperioso dar atenção a esta área, visto o nodo norte continuar por aqui, e vale relembrar que o nodo norte é o apontar dum futuro mais promissor. Mercúrio retrógrado que esteve em conjunção a Júpiter na Lua nova de Virgem, há 12 dias atrás, viu a sua capacidade de análise ser expandida e é desta forma que tem prosseguido as suas reavaliações; é naturalmente uma plataforma facilitadora, dos objectivos de expansão que o Sol começa a irradiar. Mas para além disso, teve um acréscimo de criatividade pela conjunção exacta ao Sol que aconteceu pouco depois da meia noite e agora há um trígono a Plutão; temos portanto em acréscimo, uma capacidade de concentração intensa e uma profundidade mental capaz de compreensão bem para lá das aparências, atributos importantes para um Mercúrio retrógrado!

Imagem veio daqui: http://londonist.com/2014/07/relaxing-in-russell-square-summery-paintings-by-andy-parker

Boa Terça-feira!

 

Veja as consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para Segunda-feira 12 de Setembro

ceuA Lua segue ainda em Capricórnio durante a maior parte do dia, entrando em Aquário já noite dentro. Nas primeiras horas da manhã ainda se faz sentir a quadratura a Urano que se aplica desde ontem; ou só nos apetece virar as costas a aspectos da nossa realidade, ou conseguimos incorporar uma nova atitude perante trabalho, obrigações, responsabilidades. Depois das 11 separa-se e fica apenas um trígono a Júpiter em Balança; mais à pressão, ou mais assumidamente, lá arregaçamos mangas e atiramo-nos ao dia e à semana de trabalho que agora começa. Há um potencial de paz e harmonia, que pode chegar através dos outros, ou através de circunstâncias diversas que nos trazem essa sensação.

Mercúrio atinge o grau exacto de uma quadratura a Marte, e de uma conjunção ao Sol, esta já um pouco depois da meia-noite. A mente acalma e ilumina-se; depois de uma intensa actividade nas reavaliações relacionadas com a retrogradação, recebendo agora um fluxo de “fotões criativos”, os nossos processos mentais e de comunicação seguem em revisão durante mais dez dias, mas agora mais revitalizados!

Vénus em Balança tem estado numa quadratura a Plutão, que culminou ontem, e já está em separação; a proposta era de transformação de valores, sinalizada eventualmente por alguma inquietação que obrigou talvez a alterarmos atitudes, comportamentos habituais na forma de nos relacionarmos. Agora, é necessário continuar a trabalhar para que os nossos relacionamentos se tornem cada vez mais correctos; especificando, há uma oposição a Urano em Carneiro, chamando a atenção para o equilíbrio a estabelecer entre a importância que atribuímos aos outros e a importância que nos atribuímos a nós próprios. Agindo em total concordância com as nossas convicções, Marte em Sagitário ajuda-nos; ele faz sextil a Vénus e trígono a Urano. Parece fácil. Será?

Imagem veio daqui: http://www.unartforpeace.org/e/6153

Boa Segunda-feira!

 

Veja as consultas e análises aqui

Share Button

Céu astrológico para o fim-de-semana de 10 e 11 de Setembro

fdsO Sábado começa com a Lua ainda em Sagitário, um potencial de boa disposição e uma quadratura a Júpiter recém chegado a Balança; a quadratura pode dispor-nos a uma certa preguicite, e está tudo bem, o descanso é obrigatório e de tarde tudo vai mudar. A Lua entra em Capricórnio, não faz mais aspectos a outros planetas, e ficamos livres para mergulhar no universo do trabalho, das responsabilidades, da paciência e da ambição de ver na realidade palpável, metas que perseguimos.

No Domingo contamos com uma quadratura a Vénus, conjunção a Plutão, trígono ao nodo norte, ao Sol e a Mercúrio; ao início da noite vai-se a quadratura a Vénus mas vem uma a Urano. O tema do trabalho e das responsabilidades continua em realce, sublinhado pelas ligações ao nodo norte, ao Sol e a Mercúrio em Virgem; as reavaliações de como melhorarmos as rotinas diárias – Mercúrio retrógrado – alinham perfeitamente com aquilo que temos para fazer, e a ligação a Plutão dota-nos de uma força emocional tremenda para conseguirmos seja o que for que estabelecermos como desejo a atingir. Mas vamos ter que dividir a atenção por relacionamentos que fazem parte da nossa vida – quadratura a Vénus – e isto pode ser encarado como uma contrariedade, ou como uma inevitabilidade. Na altura em que esta tensão termina, começa a fazer-se sentir a quadratura a Urano; se o foco estiver mais na contrariedade acabamos por gerar irritação da qual nos vamos querer libertar, seja lá como for, se calhar sem grandes resultados, a não ser mais do mesmo. Mas podemos usar estas tensões mais produtivamente, aceitando introduzir em nós, novos atributos, novos comportamentos que tenham o poder de nos mostrar formas alternativas de encararmos as situações. A grande capacidade de libertação de Urano não está em “partirmos a loiça toda” quando sentimos que estamos a ser limitados, está em fazermos mudanças em nós que impossibilitem sermos limitados pelo exterior. Aliás, Urano está retrógrado, e precisamente esta libertação, esta revolução tem que acontecer internamente!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/175147872987102794/

Bom fim-de-semana…… de trabalho 🙂

 

Veja as consultas e análises aqui

 

Share Button

Céu astrológico para Sexta-feira 9 de Setembro

ceuA Lua em Sagitário faz quadratura ao Sol e a Mercúrio, conjunção a Marte e trígono a Urano. Há necessidade de espaço e liberdade, força e combatividade para conseguirmos o que desejamos, mas podem haver também factores que restringem; Sol e Mercúrio em conjunção e em Virgem estão mais ocupados em tarefas obrigatórias, detalhes diários, revisões e reavaliações. É natural portanto que uma boa dose de impaciência e irritabilidade se façam sentir. O trígono a Urano acentua a vontade de liberdade e também ajuda a recriar as nossas reacções perante as circunstâncias, a introduzir novas atitudes com o poder de criarem uma realidade menos limitadora. A tensão das quadraturas podem apenas servir para nos aborrecermos ou podem ser a força que precisamos para introduzirmos alterações que nos tragam mais satisfação, plenitude, felicidade.

E é neste estado de espírito que Júpiter entra em Balança perto da hora do almoço! Depois de mais de um ano em que a possibilidade de alcançarmos novos horizontes, novos estilos de vida, estiveram dependentes da ordem que conseguimos introduzir na nossa vida, agora a viagem continua mas mudamos de “veículo”. A Vida é uma constante mudança em que depois de um patamar atingido, logo outro se apresenta. E agora o novo patamar, o novo horizonte vai ser alcançado enquanto procuramos trazer mais equilíbrio e harmonia à nossa existência. Isto passa naturalmente pela forma como nos relacionamos com os outros, mas passa também por outras vertentes. Pela forma como nos relacionamos connosco mesmo, com os ambientes onde permanecemos, pela decoração da nossa casa, pelo gosto e atenção às artes que mais nos cativam. Enfim, vamos ter cerca de 13 meses para sentir e ver como tudo isto nos vai solicitar! Depois de tudo arrumado e organizado – Júpiter em Virgem – sê bem vindo a Balança, ajuda-nos agora a trazer mais beleza e harmonia à nossa vida!

Imagem veio daqui: https://pt.pinterest.com/pin/434315957790235006/

Boa sexta-feira!

 

Quer ajuda para alcançar novos horizontes? Veja as consultas e análises aqui

 

Share Button